Edmilson Teixeira
Edmilson Teixeira

Municípios

Postado em 07/06/2016 às 17:16 0

Opositor diz que união dos 'Tavares com os Pereira' vira chacota em Junqueiro   


Por Edmilson Teixeira de Lima

Em Junqueiro o empresário Leandro Silva (PPS) é quem surge como grande novidade política na disputa pela Prefeitura. Diz que vai peitar os “Pereira e Tavares” tradicionais famílias que se apossaram do poder ao longo dessas últimas décadas, sobretudo se revezando de formas rivais e que agora estão juntas; onde segundo ele, lembrando épocas dos coronéis, em seus currais eleitorais. “Nosso povo está cansado desses políticos que brigam por interesses próprios. Aqui raramente se ver na cidade o prefeito Fernando Pereira. Esse cidadão vive seu maior tempo em Maceió, como pura falta de respeito ao nosso município” detonou.  

O otimismo de Leandro Silva, conforme revelou, se baseia nos dados das pesquisas, que têm lhe credenciado sempre na primeira colocação. O embate será contra o atual vice-prefeito, Carlos Augusto que fechou sua chapa com o filho do ex-prefeito Raimundo Tavares, o Neto, tendo o apoio do governador Renan Filho. “A formação dessa chapa, virou motivo de chacota aqui em Junqueiro. Estão até chamando de água e sal”, brincou Leandro.

Com apenas 28 anos de idade, Leandro entrou nesse páreo, com o apoio dos deputados  estaduais Antônio Albuquerque e Galba Novaes e já tem em seu bloco partidário, as presenças do PPS, PRP e Solidariedade. “Estamos caminhando junto com o povo, que  acima de tudo busca alternativa de qualidade para o bem de Junqueiro”, disse.

 


Postado em 06/06/2016 às 17:23 0

Prefeito afastado consegue brecha na Justiça para disputar eleição suplementar


Por Edmilson Teixeira de Lima

Próxima segunda-feira, dia 13, o pequeno município de Tanque D’arca, situado no Agreste alagoano, vai conhecer seu futuro prefeito, por meio de uma Eleição Indireta, cuja votação será somente entre os nove  vereadores.  O pleito é fruto da cassação dos mandatos do então prefeito Roney Valença e seu vice, Valdemir Lima, ocorrida no ano passado, ambos acusados  de cometerem crime administrativo. Zé Oliveira (PRTB) e Antônio Teixeira (PMN) são os vereadores que vão concorrer ao cargo.

Ousadia mesmo é do candidato Antônio Teixeira. Esse cidadão na qualidade de presidente da Câmara foi quem assumiu a Prefeitura, com o afastamento dos titulares. Meses depois à frente do órgão, ganhou destaque nacional através do Fantástico da Rede Globo, recebendo propina de um empreiteiro, cujo flagra foi ele colocando nas meias, certos valores em reais. Só que esse vergonhoso caso não deu em nada. Mas no mês passado, o denunciaram, dando conta de que ele estava com um patrimônio avaliado em mais de dois milhões de reais, adquirido justamente depois que assumiu a Prefeitura.

Por essa razão, a Justiça o afastou por seis meses e quem assumiu a Prefeitura foi o novo presidente da Câmara, Zé Luiz Santos (PMN). Mas com fome de voltar ao poder em tempo recorde, Antônio Teixeira encontrou uma brecha nessa nossa “grande” justiça, que lhe deu direito por meio de uma Liminar, a disputar a eleição da próxima semana.

“Eu tenho a plena convicção que se Antônio Teixeira sair vitorioso nesta eleição, ele não assumirá a Prefeitura”, argumentou o prefeito interino Zé Luiz dos Santos, entendendo que o caso  do "esperto" é complicado e não ver perspectiva alguma do candidato prosperar por esse caminho, sobretudo implicado perante a Justiça.

 

 


Postado em 01/06/2016 às 10:24 0

Giro por: Penedo, Delmiro, P. Açúcar, Água Branca, Estrela, Piranhas, Canapi, Jacaré, Capela e Igreja Nova


Por Edmilson Teixeira de Lima

 

Codevasf (Pedeno)

Depois de ter declarado apoio a presidente Dilma durante a votação do impeachment o deputado Carimbão perdeu agora o comando da Codevasf em Alagoas, depois de anos e mais anos em suas mãos. E nessa história, quem deu a volta por cima foi Antônio Nelson, ex-superintendente do órgão, que atuou de 2003 a 2012. Ele teria sido afastado do cargo por ordem de Carimbão, mas que agora está de volta a casa.  Luciano Chagas, era quem estava no comando da companhia desde o ano de 2014.  

 

Delmiro Gouveia

Sábado último, fez dois meses que a Fábrica da Pedra, uma das maiores e mais antigas indústrias têxtil do Nordeste, fechou suas portas por falta de dinheiro para quitar uma dívida milionária com a Eletrobrás. Os 583 operários receberam férias coletivas desde o começo de abril. A dívida ultrapassa a casa de R$ 1.265.000.00. A empresa queria negociar esse “prego” em 36 vezes, mas a Eletrobrás não abriu mãos de apenas quatro parcelas. A energia está cortada.

Pão de Açúcar

Morreu aos 97 anos na tarde do último sábado em Maceió, o ex-prefeito de Pão de Açúcar, Eraldo Lacet Cruz. Começou a vida pública como vereador, quando ocupou  por dois mandatos entre os anos 60 e 70, pela UDN. Em 1977, chegou a se eleger a prefeito com a sigla da Arena, cuja gestão se estendeu até 1983. O enterro ocorreu na tarde de domingo lá em Pão de Açúcar. Seu Eraldo era servidor aposentado pela Receita Federal.  

 

Água Branca – eleição

 

Paulo Campos é o candidato da oposição quem vem crescendo na campanha eleitoral, lá em Água Branca. É servidor público municipal e tem declarado que os apoios têm vindos de todas as partes. A presidenta do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Guirene, por exemplo, declarou seu apoio ao pré-candidato Paulo Campos, afirmando que ele é o mais capacitado.

Estrela de Alagoas – treino

Os pré-candidatos a vereador do PMDB/PSDB e, que compõe à frente de oposição, mais os candidatos a prefeito e vice de Estrela de Alagoas, participaram no último final de semana, de um curso preparatório para as eleições que se aproximam por meio da Fundação Ulisses Guimarães. A palestra foi proferida pelo professor José Gomes.

   

Estrela de Alagoas – time

“A executiva estadual está totalmente empenhada na eleição de Estrela, inclusive, por determinação do governador Renan Filho serão construídos cinco poços artesianos, nas comunidades mais carentes, visando proporcionar dignidade ao nosso povo” comentou Marcus Ribeiros presidente do diretório do PSDB. Disse que a chapa é liderada por Geralda Ferro  tendo como vice, Amorim . Os vereadores Ary Sobrinho e Cabo Ademar estão fazendo parte do bloco de apoio.  

 

Piranhas – eleição 2016

Em Piranhas, Maristela Sena Dias (PP) que era ligada ao grupo do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Washington Luiz, ela que na gestão passada foi a vice de Melina de Freitas (filha de Washington e hoje secretária de Estado da Cultura), é tida como a maior opositora na disputa pela Prefeitura. Vai enfrentar o ex-prefeito e atual deputado estadual Inácio Loiola, irmão de Washington. Com certeza a candidata  detonará o rombo milionário que Melina provocou na Prefeitura, cujo escândalo repercutiu nacionalmente, mas que não deu em nada, graças à força política da família.  

Piranhas – nepotista

Esta semana, o prefeito Manoel de Audálio, que não tem compromisso algum com a eleição deste ano (não vai para a reeleição e ninguém quer seu apoio por conta de sua rejeição) baixou uma portaria exonerando todos os ocupantes de cargos comissionados e contratados. Alega a crise econômica provocada pelo PT. Mas, nas redes sociais o prefeito  é taxado de nepotista, por ter empregado como secretários do município, a mulher e um filho, cuja renda mensal da dupla deve chegar a casa dos 15 mil reais.

Canapi

Vídeos nas redes sociais estão atacando o prefeito de Canapi, Celso Luiz. É que uma superprodução foi montada, narrando o desaparecimento de uma quantia milionária que entrou em dezembro último na Prefeitura, como parte de precatórios do governo federal. O dinheiro, segundo o Ministério Público estadual é para ser investido exclusivamente na Educação. Por sinal o recado foi dado para vários municípios alagoanos, que também foram beneficiados com esse tipo de  precatórios.

Jacaré dos Homens

Na terça-feira, o engenheiro Agrônomo, Nelson Marques Neto se reuniu na comunidade Caititu em Jacaré dos Homens, para desenvolver associativismo e planejamento forrageiro com os produtores de leite da comunidade assistida pela EMATER. “Essa ação visa aproveitar o período de chuvas, para iniciar o plantio de culturas para silagem, como; milho e sorgo, além da palma forrageira, a fim de garantir um alimento de qualidade para os animais no período de estiagem”, disse.

Penedo

 Os partidos: PHS, DEM, PMN, PPS, PSDC, PSD, PTB, PEN e PRB estão unidos em torno do nome do vereador Raimundo Jorge, para o cargo de prefeito. O atual gestor, Március Beltrão, que tentará mais um mandato, anda desgastado com o servidor público, que ameaça mais uma vez entrar em greve. No ano passado, professores ficaram cinco meses fora das salas de aulas, justamente por questão de reajuste salarial.   

Capela  

O capelense Marcos Calheiros foi reeleito para mais uma vez comandar o Sindicato dos Economistas de Alagoas- Sindecon. O pleito teve chapa única denominada “Trabalho e Ética”. Diz Calheiros, que o Sindecon tem sido forte em defesa da categoria, graças a uma parceria com o Conselho dos Economistas – Corecon,  órgão participativo e atuante em todas as esfera do País.

Igreja Nova  - bloco

Na eleição passada lá em Igreja Nova, três candidatos entraram no páreo pela disputa da Prefeitura, que resultou na vitória de Augusto, o Gusto com uma contagem de 6.073 votos, esse que vai para a reeleição mesmo com uma grande baixa na preferência popular. O segundo colocado, Paulo Silva obteve 4.690 votos e o terceiro, Dr. Maurício com 1.800. Detalhe é que os derrotados hoje estão unidos numa chapa só, encabeçada pelo Dr. Maurício (PSC).

Igreja Nova – outro

Lá em Igreja Nova o PMDB não quer ficar de fora, e anuncia o nome Márcio Tenório. Entra com o apoio de seu ex-sogro, o ex-prefeito Neiwton Silva, que na eleição passada teria apoiado o sobrinho, Paulo Silva, hoje rompidos politicamente, já que Paulo está em outro bloco. Na verdade mais uma vez o eleitor daquele município terá três opções neste pleito que se aproxima.

 


Postado em 30/05/2016 às 14:19 0

Mais de 60 secretários alagoanos participam de Congresso no CE

“Municípios Brasileiros – Acreditamos, fazemos e temos propostas” esse é o tema do evento


Por Edmilson Teixeira de Lima



Com informações da assessoria do Cosems

Mais de 60 secretários municipais de saúde, técnicos e assessores da área de Alagoas participam, a partir desta quarta-feira, do XXXII Congresso Nacional de Saúde, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. O evento vai até o sábado, deve reunir milhares de secretários de todo o país, profissionais, deputados, senadores, prefeitos e representantes do Ministério da Saúde.

O Congresso de 2016 traz o tema “Municípios Brasileiros – Acreditamos, fazemos e temos propostas” e tem como objetivo promover o encontro de ideias, troca de conhecimentos e proposições em prol do Sistema Único de Saúde (SUS). Dentre a programação estão oficinas, seminários, cursos e mesas que discutirão temas importantes sobre o SUS; atenção básica, financiamento, governança com poderes Judiciário e Legislativo; além de estratégias para o enfrentamento do vírus Zika e a epidemia da microcefalia.

 MOSTRA BRASIL

A 13ª Mostra “Brasil Aqui tem SUS” terá este ano, além da exposição de banners, apresentação oral e debate de todas as experiências selecionadas pelo edital. Neste tocante, Alagoas vai enriquecer o evento com a apresentação de seis trabalhos dos municípios de Arapiraca, Craíbas, Messias, Campo Alegre, Girau do Ponciano e Poço das Trincheiras.

A Vila SUS trará um espaço livre para o encontro e vai oferecer serviços para solução de problemas do gestor municipal, com atendimento das diversas Secretarias do Ministério da Saúde. O presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems), Ubiratan Pedrosa, também secretário de Saúde de Arapiraca, ressalta que o encontro será um momento importante para os secretários discutirem, atualizarem conhecimentos e trocarem experiências com outros gestores, sobretudo a gestão municipal do SUS.

“É uma oportunidade dos secretários observarem os outros municípios brasileiros e adaptarem ao SUS local. É um momento de os secretários tirarem dúvidas e resolverem problemas junto as representações do MS, bem como discutirem a política geral municipalista na área da saúde e estabelecerem bandeiras de luta. Na ocasião, devem ser tiradas deliberações políticas a respeito do movimento municipalista e da reforma sanitária”, destacou Pedrosa.


Postado em 26/05/2016 às 16:11 0

Secretário critica Sinteal e diz que o município paga melhor que o Estado

Relação entre prefeito, secretário e professores voltou a “azedar”


Por Edmilson Teixeira

O secretário municipal de Educação de Palmeira dos Índios, Luiz Lobo, que já se declarou pré-candidato a prefeito pelo PSL não economizou nas críticas ao Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Alagoas (Sinteal), durante entrevista ao radialista, Djalma Lima, na Rádio Farol FM. “É estranho o procedimento do Sinteal” disparou.

Lobo disse que os professores são valorizados em Palmeira e que o Sinteal   “reconheceria” tal valorização. Na avaliação do secretário não haveria motivos para os professores reclamarem do quanto ganham. “...Palmeira paga um dos melhores salários até maior que o do Estado” provocou o pré-candidato.

Os profissionais da educação não perdoam o governo James, a quem acusam de ser responsável pela redução de salários, perdas e perseguição política. O diálogo e a relação do governo municipal com os trabalhadores da educação e demais servidores sempre muito difícil. Os profissionais prometem mobilização.

Vale ressaltar que a relação entre governo e servidores públicos foi tão dura e difícil que até enterro simbólico do prefeito James Ribeiro já ocorreu. O fato que gerou grande repercussão seria até cômico se não fosse trágico.

“Nós tivemos o aumento que tínhamos direito porque anualmente o piso tem que ser reajustado. Será que esqueceram que reduziram em 20% os nossos salários? Tem nada não, quem já sofreu sete anos suporta sete meses” disse revoltada a professora, Maria de Lurdes.         

 
 

Postado em 26/05/2016 às 16:11 0

Secretário critica Sinteal e diz que o município paga melhor que o Estado

Relação entre prefeito, secretário e professores voltou a “azedar”


Por Edmilson Teixeira

O secretário municipal de Educação de Palmeira dos Índios, Luiz Lobo, que já se declarou pré-candidato a prefeito pelo PSL não economizou nas críticas ao Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Alagoas (Sinteal), durante entrevista ao radialista, Djalma Lima, na Rádio Farol FM. “É estranho o procedimento do Sinteal” disparou.

Lobo disse que os professores são valorizados em Palmeira e que o Sinteal   “reconheceria” tal valorização. Na avaliação do secretário não haveria motivos para os professores reclamarem do quanto ganham. “...Palmeira paga um dos melhores salários até maior que o do Estado” provocou o pré-candidato.

Os profissionais da educação não perdoam o governo James, a quem acusam de ser responsável pela redução de salários, perdas e perseguição política. O diálogo e a relação do governo municipal com os trabalhadores da educação e demais servidores sempre muito difícil. Os profissionais prometem mobilização.

Vale ressaltar que a relação entre governo e servidores públicos foi tão dura e difícil que até enterro simbólico do prefeito James Ribeiro já ocorreu. O fato que gerou grande repercussão seria até cômico se não fosse trágico.

“Nós tivemos o aumento que tínhamos direito porque anualmente o piso tem que ser reajustado. Será que esqueceram que reduziram em 20% os nossos salários? Tem nada não, quem já sofreu sete anos suporta sete meses” disse revoltada a professora, Maria de Lurdes.         

 
 

Postado em 25/05/2016 às 17:49 0

Festa do Jegue promete agitar AL neste final de semana


Por Edmilson Teixeira de Lima

Pelo 4º ano consecutivo, a cidade de Santa Luzia do Norte, região metropolitana de Maceió, vai promover a sua tradicional Corrida de Jegue. “É um evento raro do gênero, que vem ganhando dimensão em Alagoas, por se tratar de um esporte que envolve um animal que aparentemente está em extinção, sobretudo como meio de transporte para o homem” comentam os organizadores, afirmando que essa festa hoje, é bem maior do que a que se faz em Palmeira dos Índios, aonde essa cultura ainda prevalece; e que a cidade pernambucana de Panelas, é quem realmente mantém como grande tradição nacional a corrida de jegues. 

“Para atrair um grande público, a exemplo do ano passado, estamos com uma programação recheada de atratividades. Haverá concurso para quem mais comer cuscuz, além de show musical em praça pública com: Banda Forrozão, Farra Mix, Cicinho do Pandeiro, Forró Pancada e De Box Nascimento” disse Ailton Leian, um dos organizadores da festa, que ao lado de “Pedão” e Carlos Hamilton tem se empenhado para divulgar a festa.

 

Ainda segundo Ailton Leian, a expectativa para este ano, é contar com cerca de 50 corredores de jegues. Disse que no ano passado foram mais de 30,  o que impressionou  muita gente, por se tratar de uma animal raro de se ver hoje nas cidades, uma vez que a preferência do homem do campo agora, é andar de moto, e não mais de jegue como meio de transporte.

“Esse nosso evento está custando em torno de 10 mil reais; mas como tudo é de graça, nós estamos contando com o apoio da Prefeitura local e dos comerciantes da cidade”, comentou Carlos Hamilton. “Queremos ver a cidade tomada de gente. No ano passado, Santa Luzia recebeu mais de seis mil pessoas. Mas este ano, pela divulgação que vem sendo feita, acreditamos lotar a praça com 10 mil pessoas”, afirmou Pedão.


Postado em 23/05/2016 às 17:00 0

DEM se fortalece com PTB, PRP e PPS para vencer no Alto Sertão


Por Edmilson Teixeira de Lima

O partido Democratas (DEM) fechou aliança com o PTB, PRP e PPS, estruturando a oposição, a fim de disputar a Prefeitura de Mata Grande, onde a meta é agregar mais siglas para fortalecer o bloco. A chapa que ainda não tem seu vice é encabeçada pelo pré-candidato Jean Gomes, que afirma ser a alternativa para tirar o município das mesmices. (foto Correio Notícia)

“A gente chega com o propósito de inovar, sobretudo contando com um grupo de pessoas comprometidas em salvar a situação vivenciada pelo nosso município, que  hoje vive carente de um planejamento estratégico, que venha fortalecer serviços de saúde, educação e cidadania de um modo geral”, disse Jean.

“O Jean é o mais preparado candidato nesta disputa, disso eu não tenho dúvida: o homem já foi vereador por dois mandatos, oportunidade em que presidiu por três vezes a Câmara, foi diretor do Hospital, gerente da Ceal em Arapiraca e hoje gerencia uma agência do Banco do Brasil” comentou o ex-prefeito de Canapi, Zé Hermes que na última semana foi prestigiar a inauguração da sede do DEM, lá em Mata Grande, num evento que reuniu lideranças e pessoas liberais prontas para se engajarem na campanha.

Além de Jean, Mata Grande terá mais três candidatos, pelo menos até agora. Gerson Klayton (PT), Erivaldo Mandu (PP) atual vice-prefeito, e Luiz Pedro (PMDB), filho do prefeito de Canapi, Celso Luiz


Postado em 19/05/2016 às 13:04 0

Professores protestam nas ruas por falta de atenção do prefeito


Por Edmilson Teixeira de Lima

Mais de 5.400 alunos das 11 escolas da rede pública municipal de ensino de Boca da Mata ficaram sem aulas nesta quinta-feira, por conta de uma paralização de advertência dos professores, cujo movimento com faixas e cartazes vai continuar até amanhã pelas ruas da cidade, uma vez que a categoria precisa de uma atenção do prefeito Gustavo Feijó, no que se refere a uma reivindicação de reajuste salarial. Os professores apelam para um percentual de aumento na ordem de 13%, advertência que foi feita desde fevereiro último, mas que até agora a Prefeitura não se posicionou. O movimento, segundo um integrante, conta com 253 participantes, dos 472 servidores que atuam na Secretaria de Educação.

 

“O frustrante é que o prefeito Gustavo Feijó teria nos prometido na última segunda-feira, que iria apresentar uma proposta nesta quarta-feira (ontem), mas não deu as caras, nem também atende ao telefone. Por essa razão, fomos às ruas hoje com faixas e cartazes anunciando dois dias de paralização, sobretudo como advertência que o nosso movimento está vivo”, disse num tom desafiador a presidente do Sinteal/AL (municipal) Jaidê Quintela, prometendo que amanhã (quinta) a movimentação será na porta da Prefeitura e depois nas secretarias de Educação e Finanças.

Jaidê disse ainda, que o prefeito Gustavo Feijó chegou a dizer na reunião de segunda-feira, junto com o Sindicato e lideranças do movimento, que iria enxugar a folha no que for preciso, a fim encontrar um meio para dar um aumento aos servidores da Educação. “A secretária da pasta, Glaudênia Melo, nos afirmou que não há possibilidade da Prefeitura  nos conceder reajuste no momento, pelas dificuldades econômicas. Porém, se esse for o caso, nós já estamos prontos para deliberar uma assembleia  na próxima semana com a categoria, a fim  de agendar o início de uma grande paralisação”, ameaçou a sindicalista Jaidê Quintela.   


Postado em 19/05/2016 às 09:27 0

Em Palmeira clima político esquenta; prefeito pode ser a vítima  


Por Edmilson Teixeira de Lima

 Na política os grandes aliados também podem se tornar grandes inimigos, ou melhor, grandes adversários que diga ainda secretário de Articulação Política de Palmeira dos Índios, Antônio Fonseca, que anda soltando seu veneno sem piedade contra o prefeito, James Ribeiro (PMDB). “O homem bomba” como vem sendo chamado promete para esta quinta-feira (19) implodir o grupo do agora ex-aliado.

A verdade é que Fonseca assim como os Gaias, Salomão Torres e dos demais decidiram abandonar o ninho de James somente agora, após mamar praticamente oito anos nas tetas da Prefeitura, e justamente quando o prefeito está tomado por um índice de rejeição estratosférico e um isolamento político sem precedentes na história política palmeirense. Ou será uma armação?

E aí Fonseca, o qual será sua decisão? Todos na cidade esperam que sua promessa de “romper” seja anunciada hoje como prometido nas conversas com as lideranças políticas, imprensa, amigos e bastidores da política Xucurus. É de se estranhar que aliados históricos estejam abandonando o prefeito a esta altura de fim de governo. Ao que parece a população tem olhar de desconfiança.

O pleno de Fonseca como ele mesmo já revelou é deixar o ninho de James nesta quinta e colocar em prática o que ele mesmo classifica como sendo seu “Plano B”: emplacar o sobrinho Dr. Cesar, dono da Centroclin numa possível composição de vice-prefeito, ambição esta que terá muito trabalho para convencer os pré-candidatos.

Sabe-se que o novo inimigo político de James sabe muitos segredos, muitas histórias e sem dúvidas causará grande preocupação ao impopular alcaide. Com ego ferido porque James o preteriu para ser o candidato a prefeito do grupo, Fonseca não perdoa e sempre que pode destila veneno contra Ribeiro. Pense na confusão!

  

 


Postado em 18/05/2016 às 10:59 0

Municípios pedem socorro para salvar ambulâncias do SAMU que estão na “UTI”


Por Edmilson Teixeira de Lima

A crise financeira enfrentada pelas Prefeituras alagoanas também bateu na porta do serviço prestado pelo SAMU em 35 municípios que dispõem de bases de atendimentos. Vejam só;  hoje  13 cidades estão com suas  ambulâncias paradas há mais de dois meses, todas sucateadas, porque as Prefeituras não dispõem de recursos para colocá-las na ativa, já que  a missão é do Estado, conforme acerto na questão de manutenção dos referidos veículos. E foi por conta dessa situação, que na última segunda-feira em Maceió, secretários municipais de Saúde e o  Cosems/AL se reuniram, a fim de encontrar uma solução para o caso. 

A proposta de novo modelo de financiamento das bases descentralizadas do Samu, por parte da Secretaria de Estado da Saúde (SESAU), foi o ponto alto da discussão, já que os 35 municípios que têm estas bases (reguladas pelo Samu de Maceió e Arapiraca) terão de arcar com maiores custos de manutenção das ambulâncias, considerando que boa parte está sucateada e os gestores alegam não ter recursos financeiros para mantê-las, além de passar por momento de transição política. 

A apoiadora técnica do Cosems, Ana Porto, fez um estudo sobre a situação e ficou constatado que pelo menos 13 bases descentralizadas estão com ambulâncias paradas por mais de 60 dias e sem perspectiva de renovação da frota em 2017. Vale ressaltar que na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) de 2011 ficaram pactuadas as responsabilidades das duas partes. As despesas do Estado seriam com abastecimento e manutenção, fornecimento de Equipamento de Proteção Individual (EPIs), contratação de seguros, capacitação de servidores, entre outros compromissos. 

Já ao município caberia à contratação e pagamento dos servidores do Samu, manutenção da padronização visual das bases, manutenção predial das bases descentralizadas e despesa com a alimentação dos servidores. A proposta da Sesau é que o recurso do MS no valor de R$ 13.125,00 seja repassado para os municípios, mais a contrapartida estadual que seria de R$ 6.562,50, cabendo aos municípios contrapartida de igual valor. No entanto, pelos custos levantados, o valor total não é suficiente para a manutenção das bases descentralizadas do Samu.

Na opinião da Diretoria Ampliada os entes (estado e municípios) pactuaram as responsabilidades de cada um na CIB e somente será revogada se houver outra pactuação. “Um pacto só se desmancha quando os entes que pactuaram se sentam e repactuam. Os municípios estão passando por transição política e qualquer aumento de encargo de financiamento fará uma enorme diferença”, afirmou a vice-presidente do Cosems e secretária de Saúde de Pão de Açúcar, Normanda Santiago.

Normanda sugeriu que os secretários discutam com os respectivos prefeitos a situação, reforçando que a pactuação foi firmada pelo Estado, municípios e Ministério da Saúde, logo não é justo transferir a responsabilidade destas mudanças para os futuros secretários. A secretária de Saúde de Viçosa, Fátima Carnaúba, afirmou que as ambulâncias estão sucateadas, sendo inviável para os municípios assumirem o ônus.

 


Postado em 16/05/2016 às 18:18 0

Candidato diz ter apoio de 2 ex-prefeitos e 8 vereadores 


Por Edmilson Teixeira de Lima

Na pequena cidade de Carneiros, Sertão alagoano, o clima de campanha eleitoral ganha força com a presença três ex-prefeitos que estão unidos na formação de uma chapa, para disputar a Prefeitura. Trata-se de um movimento encabeçado por Geraldo Agra (PMDB), o Neguinho, foto de destaque que este ano está pronto para concorrer um terceiro mandato. Conta com o aval de Valmir Melo e Abdon Francisco, que também já foram prefeitos e Igor Agra, ex-vice-prefeito, além do atual presidente da Câmara, Jorge Luiz e mais sete vereadores.

Diz Neguinho, que seu bloco político já conta com 34 pré-candidatos que vão disputar cargos para vereador. “Juntos colocaremos nosso município de volta ao desenvolvimento” disse em seu discurso no último sábado, argumentando o apoio que tem recebido do governador Renan Filho e do presidente do Senado, Renan Calheiros, para abraçar de corpo e alma as eleições de outubro próximo na cidade de Carneiros. Neguinho é esposo da prefeita de Mar Vermelho, Juliana Almeida, líder do PMDB feminino em Alagoas.

O time de vereadores de mandatos que está apoiando o Neguinho é formado por oito da bancada: Jorge Luiz, Aparecida Agra, Ferrugem, Tedica, Elanne Mendonça, Zé Barbosa, Aldo de Zé Arnaldo e Júnior Melo; além de 26 nomes que estão dispostos também a concorrer  as nove cadeiras  da Câmara.