Blog do Sertão

Corpo é encontrado às margens de estrada

Um corpo foi encontrado sem identificação, às margens de uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado Caboclo, no município de São José da Tapera. O corpo tinha perfurações de arma de fogo.

No povoado ninguém conhecia a vítima. O corpo foi recolhido pelo IML para Arapiraca. Até o momento ninguém procurou a delegacia para tentar identificar a vítima.

Batalha

Na noite desta quinta-feira (31), dois homens armados efetuaram disparos de arma de fogo, contra José Manoel Gomes, 33 anos. A vítima trafegava pela rua quando recebeu os disparos.

Os acusados fugiram numa motocicleta, sem ser identificados por conta dos capacetes. Quem investiga o caso é o delegado tutelar, Rodrigo Cavalcante.

Santana do Ipanema

Um jovem J. H. P. de 13 anos, foi atingido por um disparo, na perna, na noite desta quinta-feira (31), no bairro Arthur Morais. O menor foi socorrido para o hospital regional, Clodolfo Rodrigues e passa bem. Todas as ocorrências estão registradas no 7º Batalhão de Santana do Ipanema.

 

Mais uma operadora de telefonia móvel funciona em Mata Grande

Ascom Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Jacob Brandão

Desde o início da semana, a população de Mata Grande tem outra opção de telefonia móvel funcionando. O prefeito Jacob Brandão (PP) preocupado com a falta de comunicação na região conseguiu outra operada, a VIVO, após uma grande luta. Brandão garantiu que ainda pretende implantar a TIM, no município.

No ano passado, o prefeito inaugurou a Claro tirando o município do atraso. “Estamos tirando Mata Grande, do atraso da forma que podemos. Meu sonho e colocar mais um operadora, dessa vez a TIM, e vamos conseguir”, falou Jacob Brandão.

A telefonia móvel contribui hoje para milhares de pessoas, principalmente as que utilizam o número móvel, no trabalho, a exemplo dos moto taxistas. “é só ligar que levou a pessoa onde ela quiser. Estou faturado mais”, explicou um moto taxista.

Aumento salarial

O prefeito aumentou em 5%, o salário de todos os funcionários do município. Na próxima semana, o projeto do Poder Executivo enviado para Câmara de Vereadores, apresentando um reajuste de 10% para os profissionais da educação deve ser aprovado pelos parlamentares.

Mata Grande é um dos únicos municípios de Alagoas que tem uma data base, pagando os funcionários no mês trabalhado. “O nosso governo sempre respeitou o funcionalismo público e vamos continuar respeitando”, finalizou Jacob Brandão.

 

Mata Grande: Aluno agredido em escola teve transferência negada

Imagem de celular Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Conselho Tutelar e o Ministério Público de Mata Grande trabalham em conjunto para apurar se a direção da Escola Estadual Gentil de Albuquerque Malta agiu corretamente ao tomar conhecimento da agressão sofrida por um aluno. Eles investigam se este foi mais um caso de bullying.

A vítima conversou com o CadaMinuto e falou que a direção da escola foi comunicada dias antes do episódio que deixou pais e alunos revoltados. “Pedi transferência para outro horário já por conta das ameaças, mas o diretor não fez nada”, explicou o menor espancado. O aluno que filmou o vídeo também foi punido com suspensão.

O menor vinha sofrendo ameaças de colegas porque assumiu ser homossexual. Durante entrevista à imprensa, o diretor da escola, José Timóteo, admitiu que foi procurado pelo jovem que queria mudar de turma.

“Não podemos mudar ninguém de turma para não existir uma evasão no período da manhã. A escola tomou as devidas atitudes punindo os envolvidos”, disse.

A juíza da cidade, Danielle Burichel ficou horrorizada quando assistiu as imagens das agressões. “O promotor vai seguir com o caso, vai apurar melhor o que aconteceu na escola e remeter a justiça”, falou a magistrada.

O vídeo circula na internet há uma semana e se espalhou rapidamente pelas ruas, nos aparelhos celulares. A vítima tem 15 anos e estava escrevendo um livro sobre preconceito, mas desistiu de ser escritor após ser humilhado com nove tapas no rosto e palavrões na escola.

O promotor Claúdio Telles deve ouvir pais e novamente os alunos que aparecem no vídeo. A reportagem entrou em contato com o promotor, mas não obtive sucesso. O caso de bullying deve ser analisado pela promotoria.

Bullying

É um termo em inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (bully - «tiranete» ou «valentão») ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender.

Também existem as vítimas/agressoras, ou autores/alvos, que em determinados momentos cometem agressões, porém também são vítimas de bullying pela turma

Idoso morre atropelado quando seguia para Roça

 

Um acidente deixou uma pessoa morta, na AL- 220 na madrugada desta quarta-feira (30), no município de Delmiro Gouveia. A vítima apenas foi identificada por “Badé” que seguia para Roça, numa carroça de burro quando foi atingido por um carro.

De acordo com informações do sargento Freire, a vítima não foi identificada, apenas o apelido de “Badé” se sabe até o momento, aparentemente com 70 anos de idade. “O veículo que ocasionou a colisão não foi encontrado, se evadindo do local”, explicou.

O corpo da vítima está no necrotério do hospital Antenor Serpa, em Delmiro esperando a remoção do Instituto de Médico Legal. A vítima foi encontrada por populares estendida no chão ao lado do animal que também morreu.
 

Direção de escola suspende aluno que protagonizou agressão contra colega

Imagem de celular Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A juíza de Mata Grande, Danielle Burichel, deve ouvir durante esta terça-feira (29), os conselheiros tutelares, diretores, pais e alunos que aparecem no vídeo gravado, na Escola Estadual Gentil Malta, no município. O vídeo, que circula desde a semana passada na internet, tem deixado pais preocupados com os filhos que estudam na escola.

As imagens mostram um jovem agredindo fisicamente outro adolescente durante o intervalo das aulas. No vídeo, divulgado na internet, o agressor procura o colega e começa agredi-lo com tapas no rosto e palavrões. “Vamos tentar resolver este caso que ganhou uma grande repercussão na cidade”, garantiu a juíza.

A conselheira, Roberta de Alencar, notou medo dos companheiros de trabalho na apuração do caso. “Fiquei sozinha para tentar resolver o caso, fiz todo procedimento legal. Todos do conselho foram comunicados sobre o fato”, revelou.

Danielle Burichel deve ouvir os conselheiros que estiveram no local, no dia das agressões, diretores e os envolvidos no vídeo, além dos pais. Na manhã desta terça-feira, o diretor da escola, José Timóteo se pronunciou sobre o caso, quebrando o silêncio.

“A escola tomou sua providência, com relação ao agressor que foi punido no mesmo dia, com uma suspensão. O aluno só deverá retornar a escola, na próxima quinta-feira, dia 31”, explicou Timóteo.
 

Vídeo de agressão mobiliza Conselho Tutelar e Polícia em Mata Grande

Imagem de celular Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Um vídeo que circula desde a semana passada na internet tem deixado pais preocupados com os filhos que estudam na Escola Estadual Gentil de Albuquerque Malta, em Mata Grande, região sertaneja de Alagoas.

As imagens mostram um jovem agredindo fisicamente outro adolescente durante o intervalo das aulas. No vídeo, divulgado na internet, o agressor procura o colega e começa agredi-lo com tapas no rosto e palavrões.

De acordo com a Conselheira Tutelar da cidade, Roberta Alencar, o vídeo ganhou as ruas através dos aparelhos celulares e gerou revolta aos pais dos alunos. “É um absurdo o que aconteceu. Não sei como me comportaria sendo a mãe deste adolescente sendo espancado. O Conselho Tutelar está acompanhando o caso”, falou.

A gritaria nos corredores não chamou atenção dos professores. No vídeo, uma funcionária da copa aparece ao lado do agressor, mas não apresentou nenhuma reação de separar a briga, provavelmente por medo. O motivo das agressões ainda não foi identificado.

Como o vídeo ganhou repercussão na região, pais de alunos pressionarem os conselheiros que estiverem na escola para orientar uma boa conduta educacional. Policiais militares foram acionados e fizeram uma varredura na instituição, recolhendo objetos cortantes, como estiletes, com o objetivo de evitar uma possível tragédia.

“Observamos um alto número de crianças e adolescentes portando estiletes. Por isso, recolhemos todos e entregamos a direção da escola como um ato de prevenção para que algo pior não venha acontecer”, frisou a conselheira.

A mãe do garoto agredido, Damiana da Graça, não tinha conhecimento do vídeo, apenas sabia da confusão na escola. “Meu filho é uma pessoa tranqüila. Não houve motivos graves para existir aquela agressão. Fiquei sabendo que existia um vídeo pelos meus vizinhos, mas não vi ainda”, explicou Damiana.

O CadaMinuto procurou saber se o agressor foi punido pela escola, mas o diretor José Timóteo não pode atender a ligação, já que estava em reunião na escola.

Mulher morre eletrocutada em máquina de lavar roupas

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Cacimbinhas

Genilza Bezerra Bispo, 38 anos, não conseguiu sobreviver após ser atingida com uma descarga elétrica quando lavava roupas, no povoado Minador do Lúcio, na cidade de Cacimbinhas, Sertão de Alagoas.

A vítima realizava faxina quando recebeu uma descarga elétrica. Segundo o sargento Francisco, Genilza Bispo ligou a tomada e puxou a fiação por cima do portão de ferro para máquina de lavar roupas e com a movimentação do portão (abre e fecha) acabou danificando a fiação.

“Quando Genilza pegou no portão recebeu a eletricidade, como estava molhada existiu maior condução da energia. Ela morreu no local em poucos minutos”, frisou o sargento.

Populares do povoado socorreram a vítima para o hospital de Cacimbinhas, mas já estava morta. “O fato deixou a proprietária da casa e vizinhos assustados”, finalizou Francisco.
 

Deputado federal quer implantar Escola Técnica em Mata Grande

Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O secretário Eliezer Moreira Pacheco, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC) disse, ontem, 23, ao deputado federal Joaquim Beltrão (PMDB/AL) que vai se empenhar para incluir os municípios de Coruripe, São José da Tapera, Major Isidoro, Viçosa e Mata Grande, na terceira fase de expansão do Instituto de Educação Profissional Tecnológica de Alagoas (Ifal).

Hoje, estão em processo de implantação em Alagoas os campus tecnológicos de Arapiraca, Piranhas, Maragogi, Santana do Ipanema, São Miguel dos Campos e Murici. Para os municípios solicitados por Joaquim Beltrão, o secretário vai providenciar que o Ifal faça o estudo de viabilidade e a demanda dos cursos que deverão ser implantados em cada unidade de acordo com a vocação da região.

Para implantação de um Campus, o município entra com a doação do terreno, enquanto o governo federal se responsabiliza pelo projeto padrão, construção, equipar a unidade, os recursos humanos, como o professor, além de promover ações de fomento ao fortalecimento, à expansão e à melhoria da qualidade da educação profissional e tecnológica e zelar pelo cumprimento da legislação educacional deste setor.
 

174 anos: veja como foi a Emancipação Política de Mata Grande

Ascom Mata Grande Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Mata Grande comemorou na última sexta-feira (18), Emancipação Política do município onde completou 174 anos. Cerca de seis mil pessoas prestigiaram o desfile que contou diversas novidades esse ano, uma delas foi apresentação do pelotão da Polícia Militar do 9º Batalhão de Delmiro Gouveia e da banda militar de Arapiraca.

O evento contou com a participação de várias autoridades, como o prefeito Jacob Brandão, vice Erivaldo Mandú, ex-prefeitos, Hélio Brandão, José Jorge e Gilberto Tenório, além dos vereadores Ivan Malta, Júlio Brandão e Josival Costa.

“Quero parabenizar todos matagrandenses nesse dia tão importante. O desfile está lindo e revela parte de nossa história. O nosso presente foi à entrega de diversas obras a população”, comemorou o prefeito.

O desfile contou com apresentação de sete bandas fanfarras da região, são elas: Banda da PM do pólo Arapiraca, duas da cidade Ouro Branco, fanfarra infantil Elque Limeira e Maestro Idalino, Barão de Água Branca, fanfarra de Olho D’Água do Casado, marcial Gentil de Albuquerque Malta e Nossa senhora da Conceição, ambas de Mata Grande.

Entraram na Avenida Ubaldo Malta, no Centro da cidade as escolas Lysette Lisboa, Educandário Lápis de Cor, alunos Educação para Jovens e Adultos (EJA), Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem) e Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

Além das escolas Monsenhor Aloísio Viana Martins, Professora Maria Olina Soares, Creche Casulo e Gentil Malta. Cada uma delas trouxeram estandes sobre assuntos da atualidade, como também lembraram autoridades do município, a exemplo primeiro foto-jornalista do Brasil, Augusto César Malta que fotografou o Rio de Janeiro, antigo.

Resumo da história

Os primeiros donos de terras foram Antonio de Souto Macedo, Sebastião de Sá (ambos considerados pioneiros na região), Francisco de Braz, Teodósio da Rocha, Nicolau Aranha, Baltazar Farias, Damião da Rocha, Antonio de Farias e Diogo de Campos. Os pioneiros na região, porém, foram mesmo Sebastião de Sá e Antonio Macedo. Os latifúndios eram constituídos por sesmarias doadas pelo governador da Capitania de Pernambuco, Francisco Barreto, em nome do Rei de Portugal, como recompensa pelo trabalho na guerra da restauração pernambucana.

Os dois pioneiros passaram a desenvolver a região através da criação de gado em seis fazendas. As terras deles acabaram doadas aos padres jesuítas, que logo depois foram expulsos do país e tiveram os bens sequestrados pela Coroa, vendidos, em seguida, em leilão.

A população começou a se formar em 1791, quando João Gonçalves Teixeira doou parte de suas terras para a construção de uma capela em homenagem a Nossa Senhora da Conceição. A propriedade tinha o nome de Cumbe, por conta da existência de uma pequena fonte que abastecia o povoado.

Em 1837, o povoado foi elevado à categoria de vila. Em 1902, se transformou em município autônomo com o nome de Paulo Afonso. Em 1929, voltou a ser chamado de Mata Grande.

Significado do Nome

A serra de terras férteis onde o povoado se formou deu nome ao município de Mata Grande.

 

Celso Luiz diz que não tem medo de adversários em Canapi

O ex-deputado Celso Luiz desmentiu a versão divulgada no blog que teria sido atingido com um soco durante o carnaval na cidade da Barra de São Miguel, Litoral Sul de Alagoas. Confirmou também que é candidato a prefeito de Canapi.

Celso explicou que apenas existiu um pequeno desentendimento com um dos seus familiares, mas o problema já foi sido resolvido. “Quem passou essa informação de soco no rosto, mentiu, nunca existiu isso. Apenas foi um mal entendido”, falou.

Ainda de acordo com Luiz, confirmou que é candidato a prefeito de Canapi e teria o maior prazer de enfrentar o ex-prefeito de Mata Grande, Hélio Brandão, na disputa. “Sou candidato em Canapi e o povo conhece meu trabalho. Tenho nome e sou da terra”, frisou

A assessoria do prefeito de Inhapi, Oberdan Tenório, o “Bel” afirmou que todos os buracos nas ruas estão sendo recuperados e as lâmpadas apagadas sendo substituídas. Uma forte chuva que provocou o dano pela cidade.
 

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 [email protected]
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 [email protected]