Blog do Sertão

Juíza que decretou prisão de Cícero Ferro é transferida de Mata Grande

Wadson Correia/ Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Juíza Danielle Burichel

A juíza Danielle Christine Silva Melo Burichel, que decretou o mês passado a prisão do ex-deputado Cícero Ferro (PMN), acusado de ter sido o autor intelectual da execução do vereador por Delmiro Gouveia, Fernando Aldo foi transferida da comarca de Mata Grande, região sertaneja do estado. O magistrado, Bruno Acioli Araújo assume o processo de Ferro.

Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) a transferência da juíza foi um procedimento normal e não tem nenhuma ligação com a decretação de prisão de Cícero Ferro, após a polêmica levanta pelo advogado do acusado, Welton Roberto.

Welton levantou a questão que a juíza poderia ser representada no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por ter decretado novamente a prisão do seu cliente sem existir nenhum fato novo, no caso.

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Maria Thereza de Assis Moura, deferiu o pedido de habeas corpus impetrado no órgão pela defesa do ex-parlamentar.

A presidente em exercício do TJ, Nelma Padilha explicou que é normal acontecer o rodízio de juízes quando estão atuando em estágio probatório. Danielle Burichel ficou à frente da comarca de Mata Grande a menos de um ano e agora atua na comarca de São Luiz do Quitunde, Litoral Norte de Alagoas.


Confira as mudanças:


DANIELLE CHRISTINE SILVA MELO BURICHEL (São Luiz do Quitunde)
EDUARDO JOSÉ LOUREIRO BURICHEL (Novo Lino)
ELIANA AUGUSTA DE MENEZES ACIOLY (Porto Real do Colégio)
LAILA KERCKHOFF DOS SANTOS (1ª Vara da Comarca de Rio Largo)
FAUSTO MAGNO DAVID ALVES (Maravilha)
ANDRÉ GUASTI MOTTA (Batalha)
LUCIANA JOSUÉ RAPOSO (Junqueiro)
BRUNO ACIOLI ARAÚJO (Mata Grande)
FABÍOLA MELO FEIJÃO (Colônia Leopoldina)
KLEBER BORBA ROCHA (Água Branca)
JOÃO PAULO MARTINS DA COSTA (Paulo Jacinto)
ELIANA NORMANDE ACIOLI ( 1ª Vara da Comarca de São Miguel dos Campos)
CLAUDEMIRO AVELINO DE SOUZA (4ª Vara da Comarca de Penedo)
ANTÔNIO BARROS DA SILVA LIMA (JECC da Comarca de São Miguel dos Campos)
GENEIR MARQUES DE CARVALHO FILHO (2ª Vara Criminal da Comarca da Capital)

2012: O povo é quem escolhe é ou não é?

O prefeito de Inhapi, Oberdan Tenório, o “Bel” pretende não sair candidato a reeleição, na eleição do ano que vem, coisa que nenhum prefeito rejeita. Enquanto isso, a oposição busca unir forças para enfrentar o nome apontado por Bel e o irmão Celso Luiz. E qual será a carta na manga do atual prefeito, ou não tem?

O ex-prefeito Renato Costa, pretende lançar a filha Cristina Costa, irmão do vereador por Delmiro Gouveia, Ezequiel Carvalho para enfrentar o atual grupo político. O sindicalista José Cícero, do Partido dos Trabalhadores (PT) irá sair mais uma vez candidato, que por sinal alcançou uma ótima votação.

Zé Cícero do sindicato, com é conhecido teve um entrave muito grande nas eleições de 2008, com o adversário político, Bel que gerou até processos na 27ª Zona Eleitoral de Mata Grande para ambos. Zé Cícero, até o momento está aberto para formação da coligação que ainda está distante.

A idéia de Oberdan é lançar o irmão mais novo, Tenorinho Malta como o possível sucessor. Bel vem trabalhando e colocando o nome de Tenorinho Malta constantemente nas festividades do município para criar uma aproximação com as pessoas.

Para conquistar novamente a confiança dos eleitores é preciso arregaçar as mangas e trabalhar no restinho do governo, transformando o município em um verdadeiro canteiro de obras. Bel mesmo assim é forte, mas caso contrário já sabe no que vai dá!
 

Polícia prende irmãos que mataram e atearam fogo em vítima

Wadson Correia / Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Erivânio Oliveira ficou totalmente queimado.

Policiais Civis da delegacia de Mata Grande, Alto Sertão, cumpriram mandado de prisão expedido pela juíza Danielle Burichel, na tarde desta quinta-feira (14). Dois irmãos foram presos acusados de matar e colocar fogo numa pessoa no bairro Cohab, área periférica da cidade, no dia 05 de março, deste ano.

O crime bárbaro deixou a população assustada. Segundo o agente Paulo Eugênio, a vítima identificada por Erivânio Oliveira foi executada com vários disparos de arma de fogo, em seguida os acusados Manoel Rodrigues dos Santos, conhecido por “Lalinha” e o irmão Antônio Rodrigues dos Santos, o “Tonhinho” arrastaram a vítima e colocaram em cima de uma motocicleta e atearam fogo.

O corpo de Erivânio ficou totalmente queimado e irreconhecível. A polícia não descarta que o crime tenha ligação com o tráfico de drogas no município. Na época, o capitão Wiston da 3ª Cia, colheu informações que a vítima exerce também a função de pistoleiro e que tinha planejado executar o seu algoz no dia em que foi morto.

De acordo com Paulo Eugênio, Lalinha confessou o crime ao delegado de Mata Grande, Walter Cunha. “O irmão de Lalinha nega sua participação, mas na verdade Tonhinho participou e vai responder pelo crime praticado”, disse.

Os acusados foram presos, na cidade vizinha de Inhapi e nesse momento estão na delegacia de Mata Grande, onde serão ouvidos pelo delegado, em seguida seguem para delegacia Regional de Delmiro Gouveia.
 

Inclusão Digital para deficiente mental inicia aulas em Delmiro

O Núcleo de Saúde Mental da Secretaria de Estado da Saúde (Seasu) realizou aula inaugural do Programa de Inclusão Digital do Projeto Infocaps. O evento aconteceu na Escola de Ensino Fundamental Governador Afrânio Salgado Lages, em Delmiro Gouveia, e reuniu 50 usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) do próprio município, de Água Branca e Mata Grande.

O objetivo do programa, que acontece graças à parceria entre Ministério da Saúde (MS), Sesau e Secretarias Municipais, é assegurar a reinserção social dos usuários dos Caps e deve acontecer em todas as 46 unidades do Estado. Por meio dele, a gerência do Núcleo de Saúde Mental da Sesau espera romper preconceitos e fortalecer a cidadania dos dependentes químicos e portadores de transtornos mentais, que terão acesso a cursos de informática.

Com isso, além de poderem se inserir no meio social, poderão se capacitar para ingressar no mercado de trabalho. “Não só os usuários, mas também os seus familiares passarão a dominar as ferramentas da informática, já que o projeto integra toda a rede social ligada aos usuários dos Caps”, frisou o gerente de Saúde Mental da Sesau, Berto Gonçalo.

Ainda segundo ele, a Sesau firmou parceria com as Secretarias de Saúde Municipais, já que as aulas serão ministradas em telecentros e lan houses disponibilizadas pelas prefeituras. Os cursos terão carga horária de 80 horas e serão coordenados pelos técnicos José Oséas Oliveira Filho e Cleilton Vieira da Coordenadoria Setorial de Gestão de Informática (CSGI).

“Este projeto tem como objetivo promover a inclusão digital de pessoas excluídas digitalmente, utilizando as tecnologias da informação como instrumentos de construção e exercício da cidadania, através da democratização do acesso e com ajuda da tecnologia disponível buscam-se integração entre educação, saúde e a tecnologia, visando à transformação social”, salientou Berto Gonçalo.

Ainda de acordo com ele, o Projeto INFOCAPS foi criado com base na Lei 10.216 de 2001, conhecida como Lei da Reforma Psiquiátrica. Ela redireciona o modelo assistencial em saúde mental, promovendo assim a reorganização das atividades e serviços. “Para iniciar o projeto foram escolhidos os Caps localizados na 3ª Região de Saúde, onde estão situados os municípios do Sertão de Alagoas”, destacou o gerente de Saúde Mental da Sesau.

Berto Gonçalo evidenciou que a reabilitação psicossocial representa um processo que visa gerar oportunidade às pessoas com sofrimento psíquico para alcançar uma melhor qualidade de vida na comunidade. “Portanto, esta reabilitação aponta para a redução de estigma e preconceito e visa promover eqüidade e oportunidade para os usuários da Saúde Mental, segundo especificou o estudioso Hirdes”, relembra.

Operação Limpeza: Polícia descobre desmanche de veículos

Cada Minuto Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

No início da noite deste sábado (09), as Polícias Militar e Civil realizaram a Operação Limpeza, no município de Mata Grande, no povoado Morro Vermelho, Alto Sertão de Alagoas. Duas pessoas foram presas. A casa de um dos acusados servia como local para o desmanche de veículos. Foram apreendidos vários documentos automotivos, motos e armas.

Segundo o sargento Jalves, policiais da 3ª CIA de Mata Grande e 9° Batalhão de Delmiro Gouveia já vinham investigando a quadrilha há algum tempo. Aelton José Fagundes , 25 anos estava saindo de casa numa moto quando foi abordado pela guarnição e acabou sendo preso em flagrante.

Aelton José estava numa moto CG 150 cc, cor preta, placa PPH-3940/SP, veículo roubado. “Uma das vítimas da quadrilha, que estava conosco reconheceu o acusado na hora. Assim, efetuamos a prisão”, explicou.

Ao entrar na residência, policiais encontram motos desmontadas, vários documentos automotivos, uma espingarda e um revólver, ambos com calibre 32, e onze munições intactas. Petrúcia Fagundes Gouveia, tia de Aelton José, também foi presa e levada para delegacia do município.

Ainda de acordo com o sargento, Aelton José é um dos integrantes da quadrilha que vinha atuado na divisa dos estados de Alagoas/Pernambuco, entre Mata Grande e Inajá-PE, na BR-316. “Outros três carros roubados na região podem ter ligação com a quadrilha. Vamos investigar e fazer a limpeza total na região”, declarou Jalves.

O delegado Walter Cunha, titular do 28° Distrito Policial vai continuar investigado o caso. A operação contou com a participação dos cabos Bernardo e Elenivaldo, soldado L. Carlos e o agente da Polícia Civil, Paulo. Toda operação foi comandada pelo major Reginaldo Rolim e capitão Winston.
 

Quadrilha alagoana que atuava na divisa dos estados é desbaratada na Bahia

Francisco Alves Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Jane Freitas acabou sendo presa

Uma quadrilha alagoana, especializada em roubos de veículos, que agia nas divisas dos estados de Alagoas, Pernambuco, Sergipe e Bahia foi desbaratada após uma denúncia anônima. Seis veículos roubados foram recuperados, a mulher que foi presa trabalhava no fórum de Mata Grande, Sertão de Alagoas. Outras três pessoas também estão presas.

O capitão do batalhão de Paulo Afonso-BA, Alex Rego contou com exclusividade ao CadaMinuto como os policiais descobriram o desmanche de veículos. O chefe da quadrilha conseguiu fugir, segundo os policiais.

De acordo com o capitão, que comanda as rondas nos bairros da cidade de Paulo Afonso, moradores denunciaram que existiam vários carros num galpão e ninguém morava no local, levantando suspeitas. A operação contou também com a participação do Grupo Tático Móvel (GTM).

O galpão onde os veículos roubados eram colocados fica localizado na Rua Sagrada Família, no bairro BTN3, local de pouca movimentação.“Recebemos a denúncia por telefone e fomos analisar. Nossos policiais conseguiram por um espaço na parede, identificar algumas placas e ao pesquisar, detectamos que era produto de roubo”, falou o capitão.

A Polícia Militar baiana contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal para analisar as placas de cada veículo.“Para entrar no galpão precisávamos de um mandado de buscas e apreensões e o comandante Neves conseguiu com o juiz Cláudio Pantoja”, disse Rego.

Seis carros foram apreendidos, além de auto-falantes, toca CD’s automotivos e motores desmanchados prontos para ser vendidos no ferro velho da cidade. No galpão foi encontrado, um Gol geração 01 de placa BJG-8243 de Monte Alegre-SE, Gol geração 03 de cor prata e placa KJL-0110 de Recife-PE, Uma NISSAN FRONTIER de cor preta, placa KHT-4171 Recife-PE e uma D-20 de cor branca, placa MCJ-0560 de Braço do Trombudo-SC. Segundo a polícia todos os veículos eram roubados.

O proprietário do estabelecimento foi localizado e levado para delegacia onde prestou depoimentos. O local foi alugado há aproximadamente dois meses por a uma pessoa que residia, na cidade vizinha de Santa Brígida- BA. Cada mês custava R$ 250,00.

Policiais chegaram a Santa Brígida e encontraram Jane Maria de Freitas, 42 anos. Jane Freitas, que foi presa e levada para delegacia regional de Paulo Afonso. Durante depoimento a acusada, alegou que não sabia que os veículos eram roubados e pertenciam ao esposo identificado por Jânios Deiam de Souza Santos, conhecido por “James Santos”.

“Não sabia que esses carros eram roubados, apenas meu marido comprava para revender”, explicou Jane Freitas. Os policiais perguntaram onde James Santos estava e a esposa respondeu que não sabia e não tinha previsão de retorno.

A polícia baiana identificou que os acusados são naturais de Alagoas, da cidade de Mata Grande, e não descarta que existam diversas pessoas envolvidas na quadrilha. Todo material apreendido foi conduzido para delegacia regional de Paulo Afonso, para ser entregue aos verdadeiros proprietários.

O delegado titular da cidade de Mata Grande, Walter Cunha deve investigar também se os crimes de roubos ocorridos na região têm algum tipo ligação com James Santos que está foragido. Jane Freitas trabalhou no fórum de Mata Grande, lotada no Cartório Eleitoral.

Outro desmanche

O delegado, Idelbrando Alves dando continuidade às investigações descobriu outro desmanche, no município de Santa Brígida, na residência de Jane Freitas, localizada na Rua Padre Cícero.

Policiais do Serviço de Investigação encontraram dessa vez, um caminhão de cor verde, sem placas que servia para transportar os veículos depenados para serem comercializados nos ferro velhos da região, cinco chassis roubados, além de Uno de cor vinho, placas BIG-2734, São Bernardo do Campo, São Paulo foram recolhidos para a delegacia.

Idelbrando Alves confirmou que todo material aprendido pertencia a James Santos, segundo depoimento da esposa presa em flagrante. As polícias dos quatro estados estão mobilizadas a procura do restante da quadrilha. Nessa nova operação foram presas três pessoas, Zé de Abílio Neto, Lúcio da cidade de Ouro Branco/AL. O nome da terceira pessoa não foi divulgado.
 


 

Faltam professores e transporte escolar na rede estadual de ensino

Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Mata Grande

As escolas estaduais, Demócrito Gracindo e Gentil de Albuquerque Malta, ambas localizada no município de Mata Grande, região sertaneja do Estado, estão sem professores nas principais disciplinas. E o pior, a 11ª Coordenadoria Regional de Ensino alega que não existe professores na reserva técnica para resolver o problema.

O problema da falta de professores teve início no ano letivo e prejudica milhares de alunos. De acordo com a diretora da escola Demócrito Gracindo, Maria Luzia vários ofícios já foram enviados para Secretaria de Educação do Estado alertando a carência.

“Os alunos estão sendo prejudicados, nas matérias de peso. A maioria dos alunos é da zona rural. Isso tem motivado uma evasão escolar”, explicou Luzia.

A diretora também relevou algo mais sério; falta transporte escolar para os sítios Serra do Sobrado e Boa Vista. Cerca de 30 alunos estão sem estudar por falta do transporte. “Não sei mais o que faça, a situação é alarmante”, criticou, Maria Luzia.

O CadaMinuto entrou em contato com a 11ª Coordenadoria Regional de Ensino, que antes funcionava em Mata Grande, hoje funciona na cidade de Piranhas. Jalsênia Pereira dos Recursos Humanos, falou que não existe professores na reserva técnica para atender as 21 escolas da rede estadual de ensino.

“Não temos professores na reserva técnica para atender todas as solicitações das escolas. Estamos solicitando de outras CREs professores disponíveis para preencher o espaço nas escolas de Mata Grande”, garantiu Jalsênia.

A secretaria de Educação do Estado se manifestou e admitiu carência de profissionais nas matérias exatas de matemática, física e química. “É uma carência, não só na rede pública de ensino como também nas redes privadas. Esse problema afeta todo o Brasil, mas já estamos resolvendo o mais rápido possível o caso de Mata Grande”, esclareceu a assessoria do órgão.



 

Traficante é morto com várias facadas em Pão de Açúcar

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Pão de Açúcar

Na noite desta quarta-feira (06), mais um homicídio foi registrado na cidade de Pão de Açúcar, Sertão de Alagoas. Reginaldo Oliveira da Silva, 35 anos, o “Régis da Cohab” foi morto com várias facadas no tórax, no bairro da Cohab, parte periférica da cidade.

Régis da Cohab chegou ser preso várias vezes, inclusive pela Polícia Federal por comandar o tráfico de drogas na região. Na época foi encontrado na residência três quilos de maconha, 20 pedras de crack e a arma.

No mesmo foi preso o comparsa Alexsandro Nunes Gusmão, vulgo Sandrão, os policiais encontraram cerca de três quilos de maconha. Que estava sendo vendido aos adolescentes, nas portas das escolas.

Segundo o chefe do cartório da delegacia, Pedro Natalício, nada foi encontrado dessa vez, na casa de Régis. “Tudo indica que houve luta corporal, tinha muita coisa revirada na casa”, explicou o agente. A polícia não descarta que o criminoso fugiu levando drogas que estavam na casa.

A vítima foi socorrida pela unidade móvel do Samu, mas não resistiu os ferimentos e morreu. O IML, ainda na noite de ontem recolheu o corpo para o exame de necropsia, em Arapiraca.

 

Vídeo de aluno sendo espancado em Mata Grande ganha repercussão nacional

As imagens foram divulgadas em rede nacional pela UOL.

Na última quinta-feira (31), um dia após a divulgação das imagens da agressão, o tema bullying foi discutido na Assembleia Legislativa do Estado. Após a divulgação do vídeo, o deputado João Henrique Caldas (PTN) sugeriu a criação de uma liga estadual para combater a prática.

Pai e filho são suspeitos de executar jovem no interior

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Cacimbinhas

Na noite desta segunda-feira (04), um jovem identificado por José Márcio da Costa, foi executado dentro de casa, na Rua Cecília Menezes, na cidade de Cacimbinhas.

A polícia acredita em vingança e já identificou os acusados pelo crime. Valdir Ferreira da Silva, 43, e o filho J. M. S. entraram na casa e efetuaram vários disparos de arma de fogo. José da Costa morreu no local.

Policiais fizeram buscas na região, mas ninguém foi preso. O corpo da vítima foi levado para o IML de Arapiraca.

 

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 [email protected]
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 [email protected]