Blog do Paulo Marcelo

Ex-deputado Valentim avalia gestão de Luciano e diz que ele ainda não mostrou a que veio

  • 24/07/2021 16:13
  • Blog do Paulo Marcelo
Arquivo pessoal
Cícero Valentim

“A gestão do prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa (MDB), não tem agradado nem mesmo aos apoiadores e correligionários. Considerado “centralizador” e de pouco diálogo, tem afastado aliados e ainda não mostrou à população pra que veio”. A avaliação é do ex-deputado Cícero Valentim (PSD) que disse ainda que nem os vereadores conseguem ser atendidos pela atual gestão.

O ex-parlamentar ainda comentou sobre as eleições de 2022 e não descarta ser candidato a deputado estadual. Valentim disse que espera que Luciano Barbosa consiga administrar tão bem como já fez em gestões anteriores, mas que o prefeito precisa atender às necessidades da população que reclama da ‘buraqueira’, que reclama dos animais soltos nas ruas e que não encontra medicamentos nos postos de saúde.

“O Luciano é uma pessoa séria, bem intencionada, mas é centralizador, ouve pouco. Ele é prefeito, secretário de obras, de educação, ele é tudo. Tem que escolher pessoas técnicas, alto nível, precisa escutar mais gente, é um problema do estilo dele de fazer política”, avaliou Valentim.

O município com mais de 230 mil habitantes também tem sofrido com os casos de Covid-19 que já fez 495 vítimas fatais e são mais de 30.293 casos. Em todo o Estado, são 227 mil pessoas infectadas e mais de 5.700 mortos pela doença. Mas nem mesmo diante do quadro, o prefeito teria procurado parlamentares para ajudar na crise.

Uma das preocupações é ainda com a cultura política local, pois a oposição, segundo o ex-deputado, também tem um papel importante. Ele lembra que quando era vereador por Arapiraca havia mais fiscalização, o plenário da Câmara Municipal era cheio, os discursos eram calorosos e a oposição fazia a sua parte.

“Existe um defeito grave em Arapiraca, o prefeito ganha a eleição e a oposição não cobra, não fiscaliza como manda o figurino, não bate muito. Tem que pensar mais na cidade, a oposição hoje é mais em cima do muro do que contrária e quem perde é o povo com uma Câmara passiva”, finalizou.

 

Servidor que teve celular arrancado das mãos diz que a política em Arapiraca é feita na base do 'chicote'

  • 23/07/2021 12:29
  • Blog do Paulo Marcelo
Arquivo pessoal
Ademir Roque

Por meio de nota, o servidor público Ademir Roque esclareceu os fatos registrados, no início da semana, em pleno Centro Administrativo de Arapiraca, quando teve seu celular arrancado das mãos e jogado ao chão pelo secretário-executivo municipal Vytor Ferro. A confusão ocorreu na última terça-feira (20), após ele ter gravado imagens sobre a falta de álcool em gel para uso em geral. Ademir diz que a política é feita pela gestão na base do ‘chicote’.  

Segundo Ademir, a investida do secretário se deu após ele perceber que estava sendo gravado um vídeo, num dos corredores do Centro Administrativo, mostrando a falta de álcool em gel para higienização das mãos de servidores e contribuintes do serviço público municipal. Imagens gravadas pelo próprio servidor circularam nas redes sociais e foi possível ver a aproximação do secretário e na sequencia a filmagem para. 

Na nota, Ademir conta o que o levou a pedir sua exoneração da secretaria de Estado de Assistência Social, que fora citado logo após a divulgação das imagens do bate-boca na prefeitura de Arapiraca. Ele se defende afirmando que não “planta situações” e que seu trabalho tem como objetivo alertar aos responsáveis para que o problema seja resolvido. 

 

NOTA NA ÍNTEGRA 

Com relação ao lamentável episódio ocorrido na última terça-feira (20), envolvendo a minha pessoa e o secretário Executivo da Prefeitura de Arapiraca, o Sr. Vytor Ferro, venho esclarecer o seguinte:

Há doze anos exerço um trabalho de fiscalizador, em que a minha principal ferramenta de trabalho é um aparelho celular. Com ele registro e publico nas minhas redes os principais problemas vivenciados pela população da minha cidade, sejam buracos nas ruas, esgotos a céu aberto, precariedade nos serviços públicos, falta de iluminação pública, entre outros.

Estes registros geralmente são reivindicados pela população, que sofre diariamente com os descasos do poder público, sejam eles de responsabilidade das esferas municipal, estadual ou federal. Da mesma forma que faço as denúncias, também volto ao local para registrar o atendimento da reivindicação, desde que ela seja solucionada. 

E assim ocorreu na última terça-feira (20) na sede da Prefeitura de Arapiraca. Dias antes, servidores haviam me procurado para denunciar que, em plena pandemia, os dispensadores de álcool em gel do prédio estariam vazios e, alguns deles, quebrados. 

Como de praxe, fui até o local e iniciei o registro da situação, quando o meu direito como cidadão e como repórter foi cerceado pelo secretário executivo da gestão, o Sr. Vytor Ferro, que, de acordo com imagens amplamente divulgadas, se aproximou de mim em tom ameaçador, tomou o meu celular e o arremessou contra a parede, vindo a danificar o visor do aparelho.

Como se já não bastasse, o Sr. secretário utilizou veículos de imprensa para divulgar que eu estaria no local a serviço da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seades), onde eu estava lotado há cerca de quinze dias apenas.

Volto a dizer que faço este trabalho há doze anos. Quem me conhece sabe que não sou de “plantar” situações. Registro o que é fato e o que não funciona direito, com apenas um objetivo: alertar aos responsáveis para que o problema seja resolvido. 

Diante de tamanho constrangimento sofrido pela minha pessoa, mas principalmente por terem citado injustamente uma suposta ligação com a secretaria na qual eu fazia parte, tomei a difícil decisão de pedir exoneração do cargo, cuja portaria deverá ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial do Estado (DOE).

Quero reiterar que a secretária Fabiana Pessoa, titular da pasta, não tem nenhum envolvimento com o fato ocorrido. Seu trabalho à frente da Secretaria vem sendo realizado de forma competente e honesta, sempre voltado aos mais necessitados.

O constrangimento e agressão sofridos por mim é lamentável nos dias de hoje. Isso é coisa de pessoas mesquinhas, que fazem política de forma vertical, na base do chicote e da tabica. Arapiraca não merece isso, o povo de Arapiraca não merece isso.

Quero dizer ao Sr. secretário e a quem interessar, que continuarei meu trabalho fiscalizador em Arapiraca. Não me abalo com ameaças, intimidações ou agressões. Continuarei firme dando a minha contribuição em busca de uma Arapiraca melhor, onde as pessoas possam viver bem e, principalmente, sem perder o direito de ir e vir e da livre expressão.

Ademir Roque

 

Felipe Neto chama presidente da Câmara dos Deputados de 'covarde' após ameaça de Braga Netto

  • 22/07/2021 15:12
  • Blog do Paulo Marcelo
G1
Felipe Neto

O influenciador digital (youtuber) Felipe Neto reagiu, nesta quinta-feira (22), à publicação do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), sobre a suposta ameaça feita pelo ministro Braga Netto (Defesa), que teria condicionado as eleições do próximo ano à aprovação do voto impresso, que está em pauta no Congresso Nacional. 

No Twitter, Arthur Lira disse que "a despeito do que sai ou não na imprensa, o fato é: o brasileiro quer vacina, quer trabalho e vai julgar seus representantes em outubro do ano que vem através do voto popular, secreto e soberano". 

Nos comentários da publicação, Felipe Neto chama o parlamentar alagoano de "covarde". Anteriormente, o youtuber já teceu críticas a Lira pelo fato do presidente da Câmara não pautar as dezenas de pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. 

Braga Netto nega ter ameaçado eleições de 2022 

Nesta quinta-feira, o Estado de S. Paulo informou que o ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, teria ameaçado as eleições de 2022 e condicionou a realização do pleito à aprovação do voto impresso. Segundo a reportagem, a mensagem foi levada ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), por meio de um interlocutor, que não teve o nome revelado. 

De acordo com a publicação, Braga Netto deu o aviso no dia 8 de julho e pediu para comunicar a quem interessasse que não haveria eleições em 2022 sem voto impresso, sendo que no momento da fala estava acompanhado dos chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.  

Com a repercussão negativa da notícia, Braga Netto negou que tenha ameaçado as instituições democráticas em uma mensagem golpistas encaminhada por um interlocutor do ministério a Arthur Lira, e disse que a informação é uma "invenção". O presidente da Câmara também negou que tenha recebido uma mensagem do tipo enviada pelo general. 

 

 

Rotary Club de Arapiraca empossa novo Conselho Diretor

  • 19/07/2021 21:28
  • Blog do Paulo Marcelo

O novo Conselho Diretor do Rotary Club de Arapiraca foi empossado, na última sexta-feira (16), em sua Sede Social, no Bairro São Luiz. O rotariano Waldson Kleber Ernesto Bezerra (Klebinho) tomou posse como presidente na gestão (2021-2022). Na oportunidade, também foi empossada a nova gestão da Casa da Amizade de Arapiraca tendo à frente a companheira Gizélia Cláudia Chaves Ernesto Bezerra.

O novo presidente do RC Arapiraca destacou o papel do Rotary na sociedade e pretende manter as ações implementadas pela gestão anterior. Klebinho disse que é hora de engajamento e que o Rotary não irá cruzar os braços diante dos novos desafios e problemas sociais causados pela Covid-19.

"Não devemos cruzar os braços, não podemos ficar parados diante das desigualdades e dos problemas sociais que surgiram diante dessa pandemia. Nosso dever é servir e agora, mais ainda, temos que estar engajados em servir e ajudar o próximo, amenizando as diferenças. Não podemos fechar os olhos diante de tanta desigualdade, da falta de acolhimento a comunidades carentes”, disse Klebinho.

Nas palavras do Presidente do Rotary Internacional (RI), Shekhar Mehta, da Índia, o lema “Servir para Transformar Vidas” incentiva os rotarianos a se envolverem mais em projetos humanitários. Esta é a segunda vez que o companheiro Kleber Ernesto assume a presidência do RC Arapiraca, clube que conta com 40 associados. Kleber e Gizélia assumem nos lugares do casal Jailton e Adjane de Araújo.

Jailton e Adjane de Araújo com Kleber e Gizélia Ernesto

 

Estiveram presentes os ex-Governadores do Distrito 4390 (atual 4391) José Firmino e Adailton Reis e o Governador Eleito para a gestão 2022-2023, Cláudio Canuto, associados representativos e o prefeito Luciano Barbosa. O atual Governador Distrital Jotta Alves foi representado pelo governador assistente, Denis Moura. 

Na ocasião, Walber Bezerra, filho do presidente empossado, ao lado de sua esposa, Larissa Cajueiro Bezerra, tomaram posse como novos associados dos respectivos clubes.

 

Vereador pede criação de feiras-livres em comunidades rurais de Arapiraca

  • 15/07/2021 11:28
  • Blog do Paulo Marcelo
Cláudio Roberto
Léo Saturnino (vereador)

Buscando a geração de renda e desenvolvimento da região, o vereador Léo Saturnino (MDB) solicitou que o legislativo encaminhasse um ofício à prefeitura de Arapiraca solicitando a instauração de feiras comunitárias em Vila Bananeiras, Batingas e no Cangandu. De acordo com o parlamentar, a implantação destas feiras trará possibilidade de rendimentos para a população da comunidade. 

“É importante para a participação dos agricultores familiares em suas próprias comunidades, comercializando o que produzem. Essas feiras comunitárias podem garantir renda às famílias locais que cultivam alimentos, frutas, verduras, hortaliças, além do artesanato e o varejo em geral de roupas, calçados, aviamentos, e outras mercadorias”, destacou o vereador. 

Léo também destaca o fato de que estas localidades não tem nenhum trabalho semelhante, sendo a população de baixa ou sem renda alguma, que tem dificuldade de se deslocar para vender seus produtos em outras feiras distantes. O vereador acredita que as ‘feirinhas’ vão impulsionar o comércio local, assim como desenvolver a economia com mais emprego e geração de renda.

Ele lembra que há vários anos, os moradores de Taboquinha, na zona rural, já contam com sua feira comunitária que vem contribuindo com a economia do local. O mesmo já acontece com a comunidade do Pau D'arco, que comercializa o que produz e ainda beneficia a agricultura familiar da região. 

 

Comerciante Valquiria Valentim é cotada para deputada federal por Arapiraca

  • 10/07/2021 19:10
  • Blog do Paulo Marcelo
Arquivo pessoal
Valquiria e Cícero Valentim

A votação de 2018 – quando ficou na suplência – com mais de 9 mil votos para deputada estadual, é um dos pontos favoráveis à comerciante Valquiria Valentim (PSD) cotada, até por outras legendas, para a disputa de uma das vagas na Câmara dos Deputados em 2022. Esposa do ex-deputado e ex-vereador Cícero Valentim, ela acredita que Arapiraca precisa voltar a ter uma mulher representando a cidade e o Agreste, em Brasília.

"Vimos que Arapiraca teve vários deputados e hoje temos apenas um em Brasília e carece de uma mulher que represente também a região. A política é um espaço que está em aberto que deve ser ocupado por aqueles que querem dias melhores para sua gente. Acredito que novas lideranças podem surgir para trazer coisas positivas para nossa região que, a meu ver, está desprestigiada", avalia Valquiria. 

Restando mais de um ano para a disputa nas urnas, ela afirma que deve aproveitar o período para conversar com lideranças regionais e não descarta a possibilidade de se candidatar no ano que vem, mas agradece por estar sendo lembrada para que Arapiraca tenha, mais uma vez, uma mulher na Câmara Federal, a exemplo da saudosa Ceci Cunha nos anos 90 e da ex-prefeita Célia Rocha nos anos 2000. Valquiria cita a insatisfação da população com os políticos, mas garante que é possível mudar essa realidade.

"É uma insatisfação muito grande com a classe política, basta ver na última eleição o número de pessoas que não votou, votou em branco ou nulo. Mostrar para as pessoas que nós podemos, se eleitos, mudar essa realidade triste da política", explicou. 

Ela ressalta ainda que os espaços políticos precisam de pessoas honestas e que não vivem da política. O PSD municipal também avalia nomes no cenário local para que possam fazer uma dobradinha numa possível candidatura de Valquiria Valentim. A estimativa é de definição até dezembro deste ano.

 

Vereador Adriano Targino diz que sua atuação na Câmara Municipal de Arapiraca tem comprometimento

  • 09/07/2021 14:52
  • Blog do Paulo Marcelo
Cláudio Roberto
Adriano Targino

O vereador Adriano Targino (Progressistas), que está em seu primeiro mandato na Casa Legislativa Herbene de  Melo, em Arapiraca, tem se dedicado a legislar com foco em uma gestão participativa, comparecendo a todas as sessões. Ele tem direcionado seu trabalho aos anseios populares, principalmente, às demandas sociais.  

Adriano foi eleito para a gestão 2021/2024 e se destaca como vereador atuante, competente e com um olhar idealista. O vereador  tem se destacado nas políticas públicas que tem por objetivo ajudar as famílias arapiraquenses, onde já atuava antes mesmo de ocupar uma das cadeiras do parlamento municipal.

“Faço meu trabalho com amor e dedicação. Tenho certeza que tudo que é feito com amor sai mais belo e não tende a destruição. Quero agradecer enormemente a população de Arapiraca pelo carinho e confiança que depositou em mim e reafirmo meu compromisso e dedicação para poder ajudar o maior número de pessoas possível”, afirmou.

Targino comentou quanto à sua presença nas sessões ordinárias e disse que tem seguido a agenda da Câmara Municipal, inclusive o que foi estabelecido pelo decreto do governo do Estado,  por conta da pandemia do novo coronavírus. Ainda assim, Adriano alertou:

“Sou um vereador atuante e que nunca faltei a nenhuma sessão daquela casa, a menos que não tenha havido  quórum. Inclusive, também atendo a população durante o dia, lá mesmo, na Câmara”, destacou.

Adriano reafirmou seu compromisso com os arapiraquenses e explicou que seu gabinete está à disposição da população e de todos os veículos de imprensa, mesmo aqueles que porventura não comparecem as reuniões ordinárias.

Fabiano Leão cobra providências sobre animais soltos nas ruas de Arapiraca

  • 06/07/2021 18:26
  • Blog do Paulo Marcelo
Cláudio Roberto
Fabiano Leão (PSDB)

O vereador Fabiano Leão (PSDB) pretender apresentar requerimento, que será encaminhado ao prefeito Luciano Barbosa (MDB), para a retirada dos animais que ‘perambulam’ pelas ruas de Arapiraca todos os dias. Ele disse que já passou da hora da prefeitura tomar uma providência definitiva por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

“Falar é fácil, quero ver fazer o que prometeu. O prefeito afirmou que um dos compromissos da atual gestão municipal seria o trabalho em defesa dos animais de rua, mas até agora é apenas discurso”, cobra o vereador. 

Fabiano Leão lembra que no início do ano, o prefeito anunciou a implantação de um Castra Móvel, programa gratuito de controle populacional de cães e gatos, mas o que se viu desde então é a reprodução cada vez maior destes animais, aumentando o problema de saúde pública.

“O programa Castra Móvel já é um sucesso em Palmeira dos Índios, então vamos colocar em prática em Arapiraca. Sem falar que tem crianças e adultos que têm medo e podem se machucar correndo e os animais também atravessam as vias e causam acidentes com ciclistas e motociclistas”, destacou Fabiano.  

O vereador pede ainda a aplicação da Lei que dispõe sobre a proibição de animais soltos em vias públicas e estabelece sansões administrativas. Fabiano questiona a prefeitura sobre a possibilidade de recolhimento dos cães soltos nas ruas, tendo em vista o grande número de denúncias recebidas pela população, até mesmo quem circula pelo Centro Comercial de Arapiraca.

“Cuidar dos animais de rua é questão de saúde pública, portanto, dever e responsabilidade do Poder Executivo. Por isso solicito ações concretas, efetivas e urgentes sobre a necessidade de cuidados aos animais que se encontram em situação de abandono, em especial os cachorros e gatos”, concluiu o vereador.

Rua São Francisco, Centro de Arapiraca

Servidores da prefeitura e clientes da Caixa têm motos guinchadas pela SMTT Arapiraca

  • 05/07/2021 17:30
  • Blog do Paulo Marcelo

Dois dias após a ação da prefeitura de Arapiraca que retirou os camelôs do Centro Comercial da Cidade, agora foi a vez da SMTT que realizou uma operação nas imediações da Agência Asa Gigante da Caixa Econômica Federal, no Santa Edwiges, nesta segunda-feira (5). Coincidentemente, a maioria que estava no banco, que fica ao lado do shopping, era servidor da prefeitura recebendo seus salários. 

Muitos tentaram argumentar que a Caixa Econômica não tem estacionamento, outros que a parada era rápida apenas para sacar o próprio salário, ou que a sinalização não estava correta, mas de nada adiantou a reclamação de motociclistas que tiveram seus veículos guinchados pelo órgão de trânsito municipal. Ouve bate boca e as imagens viralizaram. 

Segundo informações, os motociclistas também utilizam o local para estacionar suas motos devido ao valor cobrado no estacionamento no shopping. Vale lembrar que nas proximidades também estão o Fórum Municipal, Ministério Público do Trabalho, Centro Administrativo, Defensoria Pública, entre outros órgãos e empresas privadas.  

“Muitas pessoas freqüentam o shopping e não tem como arcar com o valor cobrado no estacionamento dentro do centro de compras e lazer, que tem um preço bem salgado” disse um servidor da prefeitura que teve sua moto guinchada pelos agentes da SMTT, nesta segunda-feira. 

O Superintendente Municipal de Transporte e Trânsito, Josenildo Souza, informou que a SMTT vem realizando um trabalho intenso para proporcionar um trânsito com mais mobilidade e segurança aos motoristas e pedestres.

“Nos últimos dias, os trabalhos de fiscalização em vagas de estacionamentos para pessoas idosas e deficientes estão sendo intensificados, além da desobstrução de vias e calçadas, proporcionando assim mais segurança aos pedestres que precisam andar nas calçadas”, explicou.

De acordo com o gestor, todas as ações são monitoradas e o órgão está à disposição através do número 118.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clima tenso: Ambulantes são obrigados a deixar o Centro Comercial de Arapiraca

  • 02/07/2021 18:51
  • Blog do Paulo Marcelo

Uma ação cobrada há anos por comerciantes formais foi realizada, nesta sexta-feira (2), no Centro Comercial de Arapiraca. Guardas municipais, fiscais da prefeitura e militares promoveram a remoção de comerciantes informais, os chamados vendedores ambulantes. 

O clima chegou a esquentar no início da tarde com a chegada de ambulantes que comercializam seus produtos apenas no segundo horário, como vendedores de alimentos e bebidas. Os mais resistentes à fiscalização tiveram seus matérias e produtos apreendidos pela Polícia Militar; as imagens da ação ganharam rapidamente as redes sociais e as pessoas culparam o prefeito Luciano Barbosa pela decisão e falta de bom senso. 

Em meio a uma crise econômica vivida pela população, o comércio informal cresceu bastante e tomou os espaços públicos da cidade. Por conta disso, houve resistência e muitos não aceitaram ser transferidos para outras áreas definidas pela prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo. 

A ação ocorreu principalmente nas imediações das praças Marques da Silva, Manoel André, Largo Don Fernando Gomes e Rua Aníbal Lima, área conhecida como Centro Novo. Porém, segundo os camelôs, esta fiscalização e eventual proibição deverão ocorrer em toda a cidade nos próximos dias. 

A venda de máscaras, sandálias, colchas, guarda-chuvas, entre outros artigos, tem garantido a sobrevivência de muitas pessoas, sobretudo em plena pandemia e com o aumento do desemprego, mas não houve acordo com a gestão municipal que adotou tolerância zero no Centro Comercial da Capital Agreste. 

Nos vídeos divulgados nas redes sociais, é possível conferir a revolta de quem trabalha no setor e o uso da força policial para desmontar e apreender bancas, carroças e produtos, deixando ambulantes revoltados com a atitude da administração que não poupou, nem mesmo, mulheres grávidas e idosas. Vendedores de comidas típicas sequer tiveram tempo para recolher seus produtos que foram jogados em cima de um caminhão do município. 

Com os ânimos exaltados, foi preciso o apoio dos militares, que passaram a acompanhar os trabalhos de fiscalização e remoção promovidos pela Prefeitura de Arapiraca. Ainda de acordo com os ambulantes, um dos vendedores chegou a receber voz de prisão, mas sua detenção não foi confirmada.

Mototaxistas e demais profissionais do comércio informal ensaiaram um protesto com ‘buzinaço’ e registrando em vídeos e fotos a ação truculenta desta sexta-feira. O manifesto foi desfeito com apoio dos agentes da SMTT e o trânsito fluiu normalmente.

O objetivo, segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rosa Lira, é criar um ambiente organizado, sem prejudicar o comércio de ambulantes. Uma das iniciativas do programa Cidade Viva é a realocação das pessoas que comercializam seus produtos em espaços públicos.

 

Após ameaças, vereadora pede proteção à Câmara de Maceió

  • 30/06/2021 17:56
  • Blog do Paulo Marcelo
Foto: Assessoria
Teca Nelma

A vereadora Teca Nelma (PSDB) solicitou, nesta quarta-feira (30), ao presidente da Câmara Municipal de Maceió garantias para sua integridade física e psicológica, assim como dos demais funcionários de seu gabinete. Entre as garantias está a proibição de armas no recinto da Casa de Leis. 

O pedido foi feito após o vereador delegado Fábio Costa divulgar em suas redes sociais que encaminhou ofício ao presidente da República, pedindo condenação para a vereadora Teca Nelma, com base da velha Lei de Segurança Nacional, além de punição pela Comissão de Ética da Câmara de Maceió. Ele acusa a vereadora de ter votado contra a aprovação de uma homenagem ao presidente Jair Bolsonaro, qualificando-o de genocida.

No oficio 134/2001, dirigido ao Presidente da República, o vereador delegado Fábio Costa denuncia a vereadora Teca Nelma de ter usado a tribuna do plenário para “proferir expressões injuriosas e caluniosas ao chamá-lo de GENOCIDA (sic) por mais de uma vez”. Acrescenta que “por se tratar de crime contra a honra, passível de ação penal pública condicionada à requisição do Ministro da Justiça” ele “vem à presença de Vossa Excelência dar conhecimento sobre os fatos apresentados para que caso entenda necessário apresente Queixa-Crime” contra a vereadora.

Teca afirma em oficio ao presidente da Câmara que após ser “ameaçada em plenário”, com denúncias à Comissão de Ética desta Casa, além de pedido punição à Presidência da República e da Advocacia Geral da União” pelo vereador delegado Fábio Cosa, passou a ter “como mulher e cidadã, vários temores. Isso porque, desde o início desta Legislatura, venho sendo tratada pelo mesmo vereador, com agressões verbais e clara animosidade persecutória”.

A vereadora Teca Nelma solicita que seja proibido o porte de armas no interior da Câmara Municipal, tanto dos vereadores como visitantes e servidores, com exceção apenas dos Guardas Municipais em serviço. Solicita ainda que transfira o gabinete do vereador Fábio Costa para outro local (atualmente ele é vizinho de porta). Como forma de se resguardar, a vereadora pede ainda ao presidente que sejam disponibilizadas as gravações de som e imagem da sessão completa da quarta-feira (dia 23), sem qualquer corte ou edição. Assim como que conste na ata oficial a transcrição das falas de todos os vereadores e vereadoras.

“Não abro mão das garantias constitucionais, nem do meu direito à livre expressão. Ninguém vai me censurar. Minhas divergências com o vereador delegado são profundas. Continuo a defender a vida, a paz e a democracia”, afirma Teca.

Na primeira discussão, 6 vereadores votaram contra o título, 17 a favor e 2 se abstiveram do voto. Em seguida, o vereador Leonardo Dias solicitou sessão extraordinária para segunda discussão da matéria, onde foram mantidos os votos.

APOIOS

O conflito ocorrido na Câmara de Vereadores ganhou projeção nacional. Os governadores Renan Filho (Alagoas) e Leite (Rio Grande do Sul), além dos ex-governadores Teotônio Vilela e Ronaldo Lessa se solidarizaram com ela. 

O mesmo ocorreu com a Direção Nacional do PSDB e do PSB. Apesar de ser partido do vereador delegado Fábio Costa, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira afirmou “total solidariedade à Teca”, acrescentando que quem defende o presidente Bolsonaro não deve continuar no partido. Várias deputadas e deputados federais, estaduais, partidos políticos e movimentos sociais, também se manifestaram ao lado da Teca condenando a tentativa de censurá-la. 

Inclusive, na última terça-feira (29) houve uma manifestação de protesto contra a aprovação do título de Cidadão Honorário a Bolsonaro, na frente da Câmara Municipal, em Maceió.

 

Deputada alagoana defende o direito ao acesso a absorventes pela população mais pobre

  • 30/06/2021 17:26
  • Blog do Paulo Marcelo
Assessoria
Cibele Moura

A deputada Cibele Moura (PSDB) é autora do projeto de lei ordinária nº 476/2021 que institui e define diretrizes para a política pública de Liberdade para Menstruar, no âmbito do Estado. A matéria, aprovada em segundo turno, tem como objetivo a plena conscientização acerca da menstruação, assim como o acesso aos absorventes higiênicos femininos, como fator de redução da desigualdade social, e visa a aceitação do ciclo menstrual como um processo natural do corpo; a atenção integral à saúde da mulher e aos cuidados básicos decorrentes da menstruação; e o direito à universalização do acesso ao absorvente a todas as mulheres durante o ciclo menstrual.

Dentre as diretrizes de que trata a Política de Liberdade para Menstruar está o desenvolvimento de programas, ações e articulações entre órgãos públicos, sociedade civil e a iniciativa privada, que visem à ampliação do pensamento livre de preconceito em torno da menstruação. Para embasar o projeto de lei, a deputada Cibele Moura usa dados publicados pela empresa "Sempre Livre", que realizou estudos com 9.062 pessoas, dando conta de que 22% das meninas entre 12 e 14 anos de idade não possuem acesso a produtos confiáveis relacionados a menstruação, por não possuírem condições financeiras para tal. Já na faixa dos 15 aos 17 anos, esse percentual sobe para 26%, enquanto que na faixa dos 18 aos 25 anos cai para 19%.

"Essa proposição possui o objetivo de se debruçar sobre um tema que recentemente tem surgido nos debates sobre os direitos e o bem-estar das mulheres, qual seja o da precariedade menstrual, que diz respeito a falta de acesso a produtos confiáveis e adequados relacionados à menstruação", justifica Cibele Moura.

O projeto observa ainda que a alta carga tributária de 34,48% incidente sobre os produtos de higiene corrobora com a dificuldade de acesso das mulheres a tais itens. 

"Embora haja isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), é preciso esforço dos demais Poderes competentes para tornar os produtos de higiene feminina mais acessíveis às mulheres, sobretudo àquelas mais vulneráveis", complementa a parlamentar. 

 

Prefeitura vai barrar pessoas de outras cidades que querem ser vacinadas em Arapiraca

  • 29/06/2021 20:13
  • Blog do Paulo Marcelo
Ascom/Arapiraca
Luciano Barbosa (prefeito)

A Secretaria Municipal de Saúde vai barrar as pessoas que residem em outra cidade e que procuram os postos de vacinação contra a Covid-19 em Arapiraca. A partir desta quarta-feira (30), o processo de atualização do Cartão Nacional de Saúde, que antes poderia ser feito momentos antes da aplicação da dose, será feito exclusivamente na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência.

A medida pretende impedir que moradores de outras cidades tomem a vacina no lugar dos moradores de Arapiraca. Segundo a Secretaria de Saúde, cada cidade recebe doses para serem aplicadas exclusivamente em sua população. Nos últimos dias, os técnicos tem percebido uma grande quantidade de pessoas de cidades vizinhas que receberam o imunizante nos postos locais. 

Para evitar esse tipo de irregularidade, o prefeito Luciano Barbosa determinou a mudança no processo de atualização do Cartão Nacional de Saúde. A partir de agora, os postos de vacinação irão atualizar os cartões SUS apenas dos usuários que apresentarem comprovante de residência em seus nomes.  

A coordenadora de Doenças Imunopreveníveis de Arapiraca, enfermeira Mônica Suzy (foto), explica que quem não tem comprovante em seu próprio nome, deverá atualizar o Cartão SUS na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência. Ela destaca que será feito o possível para evitar essa irregularidade. 

“Percebemos que muitas pessoas de outras cidades estavam apresentando comprovantes de residência de terceiros e atualizando seus Cartões do SUS para endereço de Arapiraca. Estamos fazendo o possível para coibir esse tipo de irregularidade”, afirmou. 

Mônica revelou ainda que esta semana um ônibus de outra cidade parou ao lado de um dos postos de vacinação e todos os passageiros foram para a fila. Ao serem informados que a vacinação era exclusiva para moradores de Arapiraca, eles foram embora.

“Diariamente, mais de 80 atualizações estavam sendo feitas nos postos de imunização, o que não é normal. Pedi ajuda aos coordenadores de imunização das outras cidades da região e para o Conselho de Secretarias Municipais de Alagoas (Cosems) para que seja reforçada a importância de que as pessoas respeitem a fila de vacinação e só recebam imunizante na cidade onde moram”, finalizou Mônica Suzy.

 

Vacinas sobram em Alagoas e prefeitos criam alternativas e sorteios para vacinar a população

  • 29/06/2021 18:52
  • Blog do Paulo Marcelo
Sesau/AL
Vacinas

Prefeitos alagoanos estão criando alternativas para convocar as pessoas para tomarem a vacina contra Covid-19, já que os imunizantes chegam mais rápido do que a capacidade de vacinação de seus municípios, ou seja, estão sobrando doses. A criatividade levou o gestor de São Sebastião, Zé Pacheco, a realizar um sorteio de R$ 500,00 para as pessoas que estavam com a segunda dose em atraso. 

A chegada de vacinas contra a Covid-19 aumentou consideravelmente no Brasil nos últimos dias e Alagoas também já sente este processo e os estoques estão cheios; falta a população comparecer de acordo com a faixa etária definida por cada secretaria municipal de saúde, além daqueles que ainda não retornaram para receberem a segunda dose.  

O prefeito de Rio Largo, Gilberto Gonçalves, faz questão de acompanhar a vacinação da população e confirmou que vai ampliar ainda mais o grupo prioritário, garantindo o acesso de um público maior. No início do mês, um mutirão convocou e vacinou os trabalhadores da saúde, da educação, portadores de comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores das indústrias, dos transportes coletivos, ferroviários e da limpeza urbana. 

Já em Maceió, o prefeito João Henrique Caldas (JHC) resolveu criar o “ônibus da vacina”, que percorre bairros pré-determinados, todos os dias, para imunizar os moradores. O gestor também criou alternativas como o “corujão” e a “maratona” para conseguir aplicar rapidamente as doses que recebe da Secretaria de Estado da Saúde enviadas pelo Ministério da Saúde. 

Em Alagoas, os números mostram que estão “sobrando” vacinas. Por isso o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Ayres, deve re-alinhar suas estratégias na distribuição e aplicação das vacinas junto aos 102 prefeitos alagoanos. Segundo o painel do vacinômetro do SUS, até o último sábado (26) Maceió, por exemplo, tinha aplicado 95,6% das doses de vacinas recebidas.

A vacinação contra a Covid-19 também já chegou para os povos tradicionais quilombolas da região de Serrana do Sertão Alagoano, formada pelos municípios de Água Branca, Canapi, Inhapi, Pariconha e Mata Grande, que concentram mais de 6 mil pessoas autodeclaradas descendentes e remanescentes de escravizados, segundo o Instituto de Geografia e Estatísticas (IBGE). Desse número, mais de mil foram vacinadas com a primeira dose, segundo o Ministério da Saúde, o que representa 17% do público-alvo (acima de 18 anos).  

 

Vereador parabeniza prefeitura e profissionais da saúde pela ampliação da vacinação em Arapiraca

  • 28/06/2021 19:18
  • Blog do Paulo Marcelo
Cláudio Roberto
Pablo Fênix (vereador)

O vereador Pablo Fênix (PSDB) enalteceu a prefeitura e todos os profissionais da saúde pela responsabilidade e dedicação diária no enfrentamento a Covid-19, em Arapiraca. A capital do Agreste ampliou a vacinação e começará a convocar as pessoas a partir dos 40 anos de idade nesta terça-feira (29). 

“A celeridade na abrangência das faixas etárias tem sido prioridade da gestão municipal e isso deve ser valorizado, pois mostra o esforço concentrado de muita gente envolvida para que o cidadão receba o imunizante com rapidez e segurança. Façamos a nossa parte para que vençamos juntos esta pandemia”, disse o vereador. 

Pablo faz questão de citar que a prefeitura está indo no caminho certo, mostrando que há disposição de vacinar a população o quanto antes possível. Para ele, o mais importante é ver o olhar de esperança nas famílias cada vez que um parente é incluído na faixa etária de vacinação em Arapiraca. 

“É importante frisar que a Secretaria de Saúde tem feito sua parte nesta vacinação e podemos ver a ampliação do número de pessoas que recebem as doses nos postos que funcionam todos os dias, inclusive domingos e feriados. O trabalho rápido e organizado das equipes também merece elogios e a prefeitura também ampliou o atendimento nas centrais de diagnóstico para identificar e dar os devidos procedimentos com brevidade”, destacou o vereador. 

Segundo a Secretaria de Saúde, com a chegada de novos imunizantes em Arapiraca, está sendo possível ampliar ainda mais a faixa etária de vacinação. Nesta terça-feira (29), as pessoas com 40 anos ou mais já poderão ir a um do três postos e receber a primeira dose da vacina. Mais de 96 mil doses já foram aplicadas em Arapiraca que se consolida como uma das cidades que mais vacinou contra a Covid-19 em Alagoas.

 

Valquíria Valentim destaca parceria com deputado Marx Beltrão e investimentos na Agricultura Familiar de Alagoas

  • 25/06/2021 19:11
  • Blog do Paulo Marcelo
Arquivo pessoal
Marx Beltrão, Valquíria e Cícero Valentim

A suplente de deputada Valquíria Valentim (PSD) confirmou, nesta sexta-feira (25), que a parceria feita com o deputado federal Marx Beltrão vai render ótimos benefícios para Arapiraca, sobretudo na área da Agricultura com a garantia da manutenção do Programa do Leite e com a aprovação do programa Plano Safra que garantirá o agro-negócio firme no Agreste do Estado. Segundo a comerciante, apesar da pandemia as notícias são boas notadamente para a Agricultura Familiar. 

“Mesmo em plena pandemia, é preciso investir na Agricultura Familiar de nossa região Agreste. Isso significa investir nas pessoas mais simples, na qualidade dos alimentos, na mesa da população alagoana. E continuar trabalhando pelo setor com apoio do deputado Marx Beltrão me dá muito orgulho, por que é a garantia dos alimentos, frutas, verduras e legumes para todos”, disse a empreendedora, esposa do ex-deputado Cícero Valentim. 

Valquíria lembra que esta semana o deputado Marx Beltrão, ao lado do secretário de Estado da Agricultura, Maykon Beltrão, se reuniu em Brasília com o ministro da Cidadania, João Romaneto, e garantiu mais R$ 12,6 milhões para a continuidade do Programa do Leite em Alagoas. Os valores vão ser aplicados nos trabalhos do Programa, que foi em muito fortalecido com a destinação de recursos estaduais por parte do Governo de Alagoas.

“Um investimento que irá ajudar os pequenos produtores de leite e garantirá renda para o sustento das famílias”, segundo o parlamentar.

O deputado alagoano também esteve presente no lançamento do programa Plano Safra. O segmento terá R$ 39,34 bilhões por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). O valor significa um aumento de 19% em relação ao plano anterior, de 2020/2021.

Os juros ao produtor ficarão entre 3% e 4,5%. Do montante reservado, R$ 21,7 bilhões serão para custeio das atividades agrícolas e R$ 17,6 bilhões para investimentos. A renda máxima anual para poder acessar o programa foi ampliada de R$ 415 mil para R$ 500 mil.

“O Plano Safra é da maior importância para todo o Brasil e, claro, para nossos agricultores alagoanos. Mesmo com toda a crise da pandemia, o agro-negócio tem se mantido firme, seja abastecendo a população, seja gerando empregos ou movimentando a economia”, destacou Marx Beltrão. 

 

Com bandeiras vermelhas, manifestantes saem às ruas contra o governo Bolsonaro em AL e mais 300 cidades do país

  • 19/06/2021 14:26
  • Blog do Paulo Marcelo

Com bandeiras vermelhas, centenas de manifestantes foram às ruas de Maceió, Arapiraca, Delmiro Gouveia e Palmeira dos Índios, neste sábado (19), num novo ato contra o governo Bolsonaro. Em faixas e cartazes, eles cobram mais ações do governo federal no enfrentamento à pandemia de Covid-19, além de redução do desemprego e da fome no país. 

Participam dos atos deste sábado integrantes das frentes Povo Sem Medo, Brasil Popular, Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central Sindical e Popular - Conlutas e Fórum por Direitos e Liberdades Democráticas Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), articulação Povo na Rua, Movimento Sem Terra (MST), Frente Nacional de Luta Campos e Cidade (FNL), e vários sindicatos, partidos políticos, grupos culturais, entidades LGBTs e movimentos estudantis, feministas, populares e antirracistas.  

Segundo os organizadores, mais de 300 cidades confirmaram as manifestações contra o presidente da República nesta data, além de atos paralelos que serão realizadas no exterior. Os 'bandeiras vermelhas" acreditam que a adesão de hoje foi bem maior do que a registrada no dia 29 de maio, quando cerca de 5 mil pessoas foram às ruas em Maceió, por exemplo. Não há informação sobre o número de manifestantes nas outras cidades alagoanas. 

 

 

 

Sem água há vinte dias, moradores ameaçam protestar em frente a Casal ou fechar rodovia em Arapiraca

  • 17/06/2021 18:43
  • Blog do Paulo Marcelo

Moradores do Residencial Agreste ameaçam realizar um protesto na porta do escritório da Casal, responsável pelo abastecimento e saneamento em Alagoas, por causa do desabastecimento de água na comunidade. Segundo eles, são cerca de vinte dias sem fornecimento de água, o que está prejudicando a comunidade.

Nesta quinta-feira (17), os moradores enviaram fotos e vídeos de vazamentos de água nas ruas do residencial o que, provavelmente, seja a causa da falta de água nas torneiras. A água jorra há vários dias em pelo menos dois pontos e com tanto desperdício os moradores querem saber por que a Casal não soluciona o problema evitando prejuízos. 

“Eu tenho três crianças em casa, estamos sofrendo muito. Estou tendo que comprar água mineral, pois nem o carro pipa a empresa manda para abastecer as residências”, reclama uma moradora. 

Rafaela Bispo mora no Agreste e também afirma que está tendo transtornos com a falta de água. Ela lembra que no ano passado foi precioso reunir vários moradores e fazer um protesto, fechando a rodovia AL-115, para que a Companhia de Abastecimento resolvesse o problema que é recorrente.

“Há mais de vinte dias estamos sofrendo com essa situação. No ano passado, depois do protesto, a água retornou, mas isso não resolveu nada, só naquele momento. A falta de água aqui é constante, mas passar mais de vinte dias sem água ninguém aguenta. A conta chega todo mês, mas água que é bom, nada”, desabafa.

A rodovia AL-115 chegou a ser bloqueada, em janeiro de 2020, com pneus e galhos de árvores e moradores atearam fogo, reclamando da falta de água no Residencial Agreste. Não foi a primeira vez que isso aconteceu, já que a questão é crônica neste local.

Rafaela informou que depois que os vídeos sobre os vazamentos foram viralizados nas redes sociais, a empresa enviou técnicos para o local e os vazamentos já estão sendo resolvidos. Pelo menos e um deles os trabalhos já foram iniciados, mas o abastecimento de água ainda não foi restabelecido em toda comunidade.  

O que diz a Casal

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e a empresa parceira Agreste Saneamento informaram que estão realizando serviços de manutenção preventiva no Sistema Adutor do Agreste desde a última terça-feira (15), com trabalhos de inspeção, lubrificação, limpeza e aperto de conjuntos moto bomba, painéis e outros equipamentos da estação de captação de Traipu, da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Arapiraca, bem como da malha adutora do sistema.

De acordo com a empresa, os trabalhos são necessários para garantir a continuidade do abastecimento e mais segurança hídrica para Craíbas, Igaci e para os seguintes bairros e localidades de Arapiraca: Alto do Cruzeiro, Baixa Grande, Brasiliana, Bom Sucesso, Caititus, Capiatã, Cavaco, Cohab Nova, Cohab Velha, Eldorado, Jardim Maria, Jardim Esperança, Novo Horizonte, Planalto, Santa Edwiges, Santa Esmeralda, Senador Arnon de Mello, Senador Nilo Coelho, Senador Teotônio Vilela e Vila São Vicente.

Durante a manutenção e para garantir a segurança dos profissionais envolvidos, o Sistema Adutor do Agreste precisará ter suas atividades paralisadas temporariamente. A previsão é que as instalações retornem a operar assim que os trabalhos forem concluídos. 

 

5ª Vara Criminal de Arapiraca teve a maior taxa de produtividade do Judiciário de Alagoas

  • 04/06/2021 09:12
  • Blog do Paulo Marcelo
DICOM
juiz Alfredo Mesquita

De acordo com levantamento do Juízo Proativo, a 5ª Vara Criminal de Arapiraca teve a maior taxa de produtividade entre todas as demais do Judiciário do Estado de Alagoas. A unidade recebeu 106 casos novos e conseguiu baixar 533 processos em 2020, alcançando a marca de 503% no índice de atendimento à demanda.

Para o juiz titular da 5ª vara, Alfredo Mesquita, o resultado positivo é fruto de planejamento e dedicação de toda sua equipe. 

“Tanto meus dois assessores quanto o Cartório da unidade executaram um trabalho exemplar, em muitas vezes excedendo o que se espera deles”, contou.

A taxa de produtividade de julgamento foi 610%, sendo também destaque na avaliação do Juízo Proativo para a unidade judiciária que julgou 647 processos no ano passado. Sua pontuação total foi de 69,99.

O magistrado Alfredo Mesquita também falou sobre os desafios que precisaram ser superados devido ao novo cenário trazido pela pandemia da Covid-19 e agradeceu o esforço de todos os envolvidos no sistema de Justiça que trabalham na 5ª Vara Criminal de Arapiraca.

“Também é importante frisar a atuação irretocável dos membros do Ministério Público e da Defensoria Pública que atuam na unidade, sem os quais não conseguiríamos realizar tantas instruções, principalmente em um ano tão difícil quanto foi o de 2020”, informou.

Os dados foram divulgados pela Divisão de Estatísticas da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário (APMP).

 

Jair Bolsonaro confirma Copa América e critica lobby contrário da TV Globo

  • 02/06/2021 02:42
  • Blog do Paulo Marcelo
Foco do Brasil
Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta terça-feira (1º), que a Copa América será realizada no Brasil no que depender do governo federal. Segundo ele, existe um movimento contrário da TV Globo porque os direitos de transmissão da competição Sul-Americana pertencem ao SBT. 

“Conversei com todos os ministros interessados e, da nossa parte, positivo. O que está havendo aqui? Um movimento da Globo contrário, porque o direito de transmissão é do SBT”, disse Bolsonaro. 

A Conmebol confirmou na última segunda-feira (31) que a Copa América 2021 será realizada no Brasil. De acordo com a organização, o torneio terá a mesma data de início, 11 de junho. A lista de cidades que vão receber os jogos ainda será divulgada.

O chefe do Executivo afirmou ainda que o ministro Marcelo Queiroga (Saúde) é favorável à realização do evento esportivo. Bolsonaro disse que a Copa América vai seguir o mesmo protocolo da Libertadores e da Sul-Americana.  

“No que depender de mim, de todos os ministros, inclusive o da Saúde, já está acertado, haverá [a Copa]. O protocolo é o mesmo da Libertadores e da Sul-Americana”, declarou. 

Na conversa, Bolsonaro criticou a TV Globo em mais de uma ocasião. Disse que ninguém de sua família assiste à emissora e, mais uma vez, fez referência a 2022, quando pode  implementar critérios mais duros para renovar a concessão do conglomerado de mídia.

“TV Globo, perderam, tá? E abre o olho para 2022”, disse.

O presidente ainda criticou a cobertura da emissora e da grande mídia sobre o tratamento precoce, cuja eficácia contra a covid-19 não é comprovada.

“O pessoal prefere se consultar com jornalista do que com médico. Estou com covid, [William] Bonner, Renata [Vasconcellos], Reinaldo Azevedo, o que vou tomar? Quem pensa dessa maneira, sem comentários. Felipe Neto, o que vou tomar? Uma vergonha para as crianças. Se bem que, aqui em casa, não entra há muito tempo a Globo, não tem como bloquear direto, mas ninguém assiste à Globo aqui”. 

 

Presidente estadual do Patriota, Cláudio Canuto, deseja boas vindas ao senador Flávio Bolsonaro

  • 01/06/2021 15:40
  • Blog do Paulo Marcelo
Arquivo pessoal
Cláudio Canuto (Patriota)

Por meio do twitter, o presidente estadual do Patriota, advogado Cláudio Canuto, felicitou a chegada do senador Flávio Bolsonaro (RJ) ao partido, nesta segunda-feira (31). A decisão é considerada importante porque pode indicar qual legenda vai abrigar o presidente Jair Bolsonaro durante as eleições de 2022. 

Em nome do Patriota, Cláudio Canuto afirmou que é motivo de muita honra receber o senador pelo Rio de Janeiro nesta legenda que terá papel fundamental também no pleito do próximo ano, em Alagoas. Segundo o advogado, o partido participará das eleições do próximo ano ainda mais fortalecido e com chances reais de ocupar cargos eletivos. 

“O Patriota em Alagoas deseja as boas vindas ao Senador da República Flávio Bolsonaro. Que Deus nos abençoe nessa nova jornada”, disse Claudio Canuto, presidente Estadual do partido. 

O filho do presidente Jair Bolsonaro era um dos integrantes do partido Republicanos, mas comunicou seu desligamento da sigla na última quarta-feira (26). Nesta terça-feira (1º), o senador confirmou que o presidente recebeu o convite oficial de Adilson Barroso (presidente da Executiva Nacional) para se filiar ao Patriota. 

Flávio Bolsonaro informou ainda que o presidente da República quer conversar com os deputados de sua base para, em breve, anunciar a decisão. O senador destacou que mesmo com a esquerda e a grande mídia torcendo contra, o Brasil caminha rumo ao progresso. 

 

Senador Collor ironiza atos contra o presidente Bolsonaro que ocorreram neste sábado

  • 29/05/2021 21:38
  • Blog do Paulo Marcelo

Num dia marcado por manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o senador alagoano e ex-presidente Fernando Collor de Melo (PROS) ironizou os movimentos isolados que ocorreram neste sábado (29) e que não atingiram as expectativas dos organizadores, mesmo nos grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.   

Collor acompanhou pela mídia nacional, as imagens dos atos contra o governo federal e com tom irônico disse que os movimentos respeitaram as medidas de isolamento social preconizadas pelas autoridades de saúde do mundo inteiro, desde o início da pandemia. O senador escreveu, em sua conta no twitter, que as manifestações deste sábado obedeceram ‘cirurgicamente’ tais recomendações.  

“Gostaria de parabenizar os participantes das manifestações de hoje contra o governo. As imagens mostram que foi obedecido cirurgicamente o distanciamento social de 5 km entre cada membro”, escreveu Collor.  

Outros políticos também comentaram o baixíssimo número de pessoas que foram às ruas contra o presidente Jair Bolsonaro, a exemplo de seu próprio filho e senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ). O parlamentar usou as redes sociais para ironizar os movimentos por todo o Brasil. 

Na legenda de uma imagem registrada por um drone, o senador escreveu: “Agora o “homi” cai”, seguida de uma hashtag que apoiava Jair Bolsonaro na presidência. Durante todo o dia de hoje, Flávio republicou mensagens que menosprezaram os movimentos pelo Brasil, além de publicações do próprio pai em que exaltava feitos à frente do governo federal. 

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) ironizou um dos atos. Ao publicar imagem de manifestantes espalhados, a parlamentar disse que o grupo não consegue “juntar gente”. “Realmente não é aglomeração. Pois vocês não conseguem juntar gente. Se tivesse 100 mil pessoas ali, seria impossível não aglomerar”, escreveu. 

O ministro das Comunicações do governo federal, Fábio Faria, ironizou os protestos ao dizer que as manifestações deste sábado são “aglomerações do bem”. Ele publicou uma reportagem do portal Congresso em Foco e criticou a abordagem do veículo sobre os atos.

“Gente, observem essa manchete e tirem suas próprias conclusões: ‘Protestos contra Bolsonaro ocorrem neste sábado com manuais de segurança’. É a boa e velha ‘aglomeração do bem'”, escreveu.

O deputado estadual Bruno Engler (PRTB-MG) criticou sindicalistas, funcionários públicos e estudantes que marcaram presença nos atos deste sábado.

“Manifestação composta por: funcionários públicos do segmento ‘fica em casa com salário em dia; sindicalistas; desesperados por dinheiro público; estudante vitalício que fica fazendo militância na universidade”, publicou o parlamentar. 

Manifestações grandes e pequenas, em sua maioria, aconteceram em mais de cem cidades neste sábado. Os atos traziam faixas e cartazes mostrando o descontentamento com a postura do presidente ante a pandemia de Covid-19 e os efeitos econômicos da crise sanitária. Os manifestantes também cobraram por vacinas para barrar a disseminação da doença viral.

O fato mais lamentável ocorreu na capital Pernambucana. O movimento que deveria ter sido pacífico, em Recife, terminou com forte repressão da Polícia Militar de Pernambuco (PM-PE), que chegou a disparar balas de borracha e usar spray de pimenta além de bombas de efeito moral contra centenas de manifestantes. Não há informações sobre presos e feridos. 

 

Fabiano Leão pede prorrogação do pagamento da cota única do IPTU em Arapiraca

  • 19/05/2021 14:01
  • Blog do Paulo Marcelo

Foi aprovado, na sessão ordinária desta terça-feira (18), o Projeto de Lei (PL) que pede a prorrogação do desconto da cota única do IPTU, em Arapiraca. A indicação é do vereador Fabiano Leão (PSDB) e a matéria aprovada encaminhada ao Executivo que deve acatar a sugestão do parlamentar. 

De acordo com o texto do vereador arapiraquense, o Projeto de Lei (36/2021) prorroga o vencimento para pagamentos com desconto de 30% (trinta porcento) na cota única do Imposto Predial e Territorial (IPTU) referente ao exercício de 2021 e dá outras providências. A medida permitirá o adiamento do prazo para quitação do imposto, aliviando o bolso do contribuinte neste momento. 

O vereador defende que é preciso minimizar os danos causados por conta da pandemia, como falta de trabalho e renda, por exemplo, para que se evite o agravamento da situação. Segundo Fabiano Leão, muitas empresas e autônomos já foram ou estão impedidos de desenvolver suas atividades e com isso, sem condições de pagar os impostos.  

“Os boletos e as cobranças administrativas do município continuam chegando, sem dar fôlego à população neste momento tão delicado da pandemia. É incabível que o poder público não tenha sensibilidade em ampliar o prazo para pagamento do IPTU ao mesmo tempo em que empresas fecham, empregos se perdem e rendas são duramente cortadas”, destacou.

 

Vereador Pablo Fênix destaca atuação do G-9 e diz que grupo está unido em defesa do povo de Arapiraca

  • 17/05/2021 07:42
  • Blog do Paulo Marcelo

Vereador Pablo Fênix (PSDB) destaca a união do G-9 e disse que todos os nove vereadores estão trabalhando na fiscalização dos atos da gestão de Arapiraca. O parlamentar falou ainda das demandas que vem recebendo da população, afirmando que queria muito atender todas as solicitações, mas há muito limite nas condições de sua atuação, mas ressalta que o Grupo dos 9 está unido em defesa do povo. 

A contribuição da Câmara Municipal de Arapiraca (CMA) para o crescimento da cidade e a importância do diálogo para a construção de políticas públicas são alguns dos temas destacados pelo vereador Pablo Fênix, em relação aos 85 anos (1936-2021) da Casa Herbene Melo. 

O parlamentar afirmou estar muito feliz por ser protagonista desse momento e em poder exercer uma oposição responsável.

“É uma honra poder ser protagonista nestes 85 anos da Câmara Municipal e por fazer parte deste grupo de nove vereadores que atuam com independência e responsabilidade, fiscalizando, cobrando e levando ao Executivo as demandas dos arapiraquenses. O Legislativo está vivendo o seu melhor momento, um período de amadurecimento democrático e respeito às opiniões divergentes”, frisou.

Na última semana, o G9 protocolou, no Ministério Público do Estado (MPE), denúncia envolvendo a contratação de uma empresa para a limpeza pública e coleta de lixo na cidade. Na oportunidade, também foi solicitado apoio do MPE para que a prefeitura apresente a prestação de contas do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores Públicos de Arapiraca (Imprev). 

Diante da falta de transparência e da dificuldade em se obter as informações da gestão municipal, é que o grupo de nove vereadores foi ao MPE relatar os fatos e denunciar, o que na visão dos edis, demonstra que a Prefeitura não está cumprindo com sua obrigação. O G-9 é formado pelos vereadores Thiago ML (presidente), Pablo Fênix, Fabiano Leão, Dr. Fábio, Zé Carlinhos, Melquisedec de Oliveira, Ginaldo Muniz (Bicudo), Adriano Targino e Márcio Marques.