Kleverson Levy
Kleverson Levy

Postado em 20/01/2017 às 10:49 0

Derrotado nas urnas, filho de Celso Luiz reassume cargo no Estado

Luiz Pedro (PMDB) havia sido empossado em 2015 no Inmeq e, antes do período eleitoral de 2016, deixou o cargo para ser candidato a prefeito de Mata Grade


Por Kléverson Levy

Foto: Divulgação

Luiz Pedro reassume cargo de diretor-presidente do Inmeq

Eis que o governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), tem sido "bonzinho" com alguns aliados que foram derrotados nas urnas de 2016. 

Desta vez, quem ganhou o prêmio de consolação e re-assume o cargo no Estado é Luiz Pedro Brandão (PMDB), filho do ex-prefeito Celso Luiz (PMDB) de Canapi, que retornou ao posto de diretor-presidente do Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Alagoas (INMEQ). 

Em janeiro de 2015, Luiz Pedro havia sido empossado no Inmeq e, antes do período eleitoral, deixou o cargo para ser candidato a prefeito de Mata Grade.

Porém, o filho do ex-todo-poderoso da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) perdeu o pleito para o candidato da família Brandão. Erivaldo Mandú (PP) saiu vitorioso das urnas com 6.935 votos (54,47% válidos) contra 5.797 votos (45,53% válidos) de Luiz Pedro. 

Aos 23 anos de idade, o jovem - novamente - volta ao cargo importante no governo Renan Filho, já que o Inmeq é vinculado à Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (SECTI), sendo responsável pela execução das atividades do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) em Alagoas.  

Contudo, a nomeação de Luiz Pedro Brandão está publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) da última segunda-feira, 16,  através do Decreto Nº 51.575, de 13 de Janeiro de 2017. 

Apesar de ter sido o maior derrotado das eleições de 2016, em Alagoas, Celso Luiz ainda consegue emplacar familiares, aliados e amigos na administração Calheirista. 

Resultado em outubro de 2016: Celso não conseguiu eleger seu sucessor, Madson Paulino (PMDB), em Canapi. Perdeu a Prefeitura de Belém com o irmão e ex-prefeito de Inhapi, Oberdan Tenório, o Bel (PMDB). Foi derrotado nas urnas de Inhapi com o irmão mais novo, conhecido como Tenorinho Malta (PMDB), e, por último, o filho em Mata Grande. 

Leia também: Celso Luiz é o maior derrotado das eleições de 2016 em Alagoas

Portanto, isso sim é Alagoas da velha e boa política com os amigos e aliados! 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 


Postado em 19/01/2017 às 13:59 0

De volta: Bloco Filhos da Pauta é atração no Jaraguá Folia 2017

Comemorando 25 anos da sua fundação, o bloco de comunicadores de Alagoas participa das prévias carnavalescas de Maceió após sete anos


Por Kléverson Levy

Divulgação

Bloco Filhos da Pauta

As prévias carnavalescas de 2017 - em Maceió - serão ainda mais irreverentes neste ano.

Com o propósito de arrastar centenas de foliões pelas ruas de Jaraguá, o Bloco Filhos da Pauta faz sua reestreia no carnaval vindouro.

Comemorando 25 anos da sua fundação, jornalistas, RRPP, radialistas, gráficos, comunicadores, estudantes de comunicação e simpatizantes seguem, até hoje, o desfile do bloco Filhos da Pauta.

O bloco, que desfilou pela primeira vez em 1991, retorna em 2017, no Jaraguá Folia, com o tema "Ói nós aqui de novo". Esse ano o bloco homenageará o tituleiro Claudionor Medeiros da Silva, o “Macarrão”, falecido no ano passado.

Formado tradicionalmente por comunicadores, o desfile do bloco que leva em seu estandarte a ilustração de um jornalista - o pauteiro – exibindo um jornal e um microfone, será na sexta-feira, 17 de fevereiro e promete muito frevo e animação.

Uma banda agitará a concentração a partir das 20 hs, no Coreto do Jaraguá, com saída pelas ruas do bairro marcada para 21h:30 ao som do frevo da Orquestra Terremoto. O evento envolverá mais de 30 músicos da cidade de Coqueiro Seco que tocarão frevos e marchinhas durante todo percurso. . 

A edição 2017 do Filhos da Pauta tem como patrocinadores o Sindicato dos Corretores de Seguros de Alagoas (Sincor), o Hospital de Olhos Santa Luzia, a Agência Labox, a Agência Ímpeto e a Devassa. Conta ainda com o apoio do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal), Sindicado dos Gráficos de Alagoas (SindGraf) e do jornal Tribuna Independente.

A comercialização das camisas segue para segundo fase desde a última segunda-feira (16).

Até agora, mais de 300 jornalistas, radialistas, gráficos, RRPPs e demais comunicadores adquiriram suas camisas e a organização espera ampliar rapidamente esse número com a participação do restante do público alagoano, que será divulgada nas redes sociais do bloco: Facebook: @FilhosDaPauta e Instagram: @blocofilhosdapauta2017.

Mais informações e venda de camisas: 9 9335-1786 e 9 9618-9515

 

Homenageados

O bloco tradicionalmente homenageia comunicadores alagoanos em seus desfiles. Entre os homenageados estão os jornalistas Denis Agra, Amaury Barbosa, Freitas Neto e Teófilo Lins, que foram caricaturados em bonecos gigantes confeccionados por Jaquelane Santos que passaram a participar dos desfiles na comemoração de dez anos de existência do bloco.

Em 2009, em seu último desfile, os organizadores homenagearam o radialista e compositor do primeiro frevo do bloco, Edécio Lopes, falecido em 2008. O frevo-homenagem “Edécio no Passo” foi composto pelo jornalista Ricardo Mota.

Nesta 25ª edição, o Filhos da Pauta homenageia Claudionor Medeiros da Silva, o “Macarrão”, falecido ano passado. Figura emblemática do bloco, o tituleiro da Sergasa (Serviços Gráficos de Alagoas S/A) era diretor do Sindicato dos Gráficos de Alagoas (Sindgráficos-AL) e, ao lado de Freitas Neto, Denis Agra e Edécio Lopes, foi um dos fundadores do bloco e um grande apreciador do frevo e do carnaval.

Além da homenagem a Macarrão, o bloco sairá com alas em homenagem ao jornalista Freitas Neto e ao relações públicas Luiz Gonzaga, o eterno professor Gonzaga do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Alagoas.

O Filhos da Pauta 

Desde 1991, profissionais de várias categorias desfilam pelas ruas dos bairros mais nobres de Maceió ao som de marchinhas populares e outras criadas pelos próprios formadores de opinião. O estandarte e as camisas do bloco estampam o símbolo, um jornalista na função de pauteiro, com um jornal e um microfone na mão. 

“Não tinha imagem melhor para ilustrar o nome do bloco, que aliando a correria à vida maluca de um jornalista de redação”, brincou um dos idealizadores do bloco e radialista, Marcos Guimarães.

Criado por 20 jornalistas de uma só geração, o Filhos da Pauta surgiu a partir de um bate-papo na Casa da Comunicação, no bairro do Prado. Hoje o bloco leva mais de 3 mil pessoas, entre elas os velhos e bons jornalistas das redações de veículos, jornalistas recém-formados e aspirantes pelas ruas da Ponta Verde, Pajuçara e Jaraguá. 

De acordo com Marcos, em 2002 o Filhos da Pauta desfilou junto com os blocos Meninos da Albânia, Gela Guela, Caveira, Pó de Giz e Nana Banana em todo o percurso do Maceió Fest, considerado, à época, a maior prévia carnavalesca de Alagoas. Naquele ano, os foliões acompanharam o trio elétrico ao som de orquestras de frevo de Olinda (PE) e músicos de Marechal Deodoro (AL). 

A cada ano os idealizadores Plínio Nicácio, Valdice Gomes, Mozart Cintra, Diana Monteiro, Joaldo Cavalcante, Fátima Almeida, Valter Oliveira, Anivaldo Miranda, Marcelo Firmino, José Osmando e o próprio Marcos Guimarães homenageiam um jornalista com atuação marcante nas redações e que não está mais entre nós.

Em 2009, eles demonstraram, através de um frevo feito pelo jornalista Ricardo Mota, a admiração pelo radialista Edécio Lopes, falecido em 2008. 

“Além de Edécio, já homenageamos os nossos amigos Dênis Agra, Amaury Barbosa, Freitas Neto e Teófilo Lins. A gente criou quatro bonecos gigantes com a caricatura deles e os levamos durante todo o trajeto do Carnaval”, lembrou Marcos.

O bloco desfilou por 19 anos  pela orla marítima da capital e foi responsável pela fundação da Liga de Blocos Independente de Maceió. O ultimo desfile ocorreu em 2009.

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com

Com informações da equipe do Bloco Filhos da Pauta e fotos/arquivo de Plínio Nicácio

 


Postado em 18/01/2017 às 16:07 0

Vereadores 'buscam' estatuto da Uveal para definir data da eleição

Informações repassadas ao blog são de que há mais de um mês a documentação havia sido solicitada sem retorno da presidência atual


Por Kléverson Levy

Foto: Cortesia

Presidente e ex-vereador por Paulo Jacinto, Fabrício Faustino (PSD), e o vereador Domício Júnior (PSL) de Jequiá da Praia

Representando a chapa "Nova Uveal", o vereador Domício Júnior (PSL), de Jequiá da Praia, candidato a vice-presidente, esteve na sede da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal) para solicitar uma cópia do estatuto da entidade. 

Sem data definida para a eleição da nova diretoria, o atual presidente e ex-vereador por Paulo Jacinto, Fabrício Faustino (PSD), recebeu uma comitiva de parlamentares - na última segunda-feira, 16 - que foi obter mais informações sobre o pleito da Uveal. 

"Solicitamos o Estatuto da entidade há mais de um mês para definir uma data para eleição, porém, fomos informados que seria através de ofício enviado à Uveal. Fizemos o ofício, estivemos na sede e vamos definir uma data com as demais chapas concorrentes. Precisamos de união e consenso para realizar uma eleição tranquila e sem parcialidade", explicou Domício Júnior. 

De acordo com o que foi informado o blog, a data para eleição e a posse da nova diretoria para o Biênio 2017-2018 continuam indefinida. Porém, disse o presidente que o estatuto determina que o pleito aconteça em março. 

"A eleição ocorrerá no mês de março, assim define nosso estatuto. Estamos formando uma comissão eleitoral e alinhando algumas regras para que não haja dúvidas quanto aos critérios para à inscrição e formação de chapas. Assumi a Uveal com missão de conduzir o processo eleitoral de forma imparcial e com muita responsabilidade, mantendo o respeito aos colegas postulantes ao cargo e, principalmente, a história da nossa entidade. Me orgulho de ter feito parte durante muitos anos ao lado da atual diretoria", disse Faustino. 

Ainda sobre a eleição, Fabrício reforçou que vai se reunir com todos os candidatos para se chegar, inclusive, numa "união por uma entidade fortalecida". 

"Irei reunir todos os candidatos na tentativa de uma grande união. Afinal, eles devem manter o equilíbrio e pensar numa entidade fortalecida cada vez mais. A Uveal é, de fato, a maior entidade política representativa do Estado de Alagoas. São mais de mil (1.000) vereadores. Com os ânimos acirrados, que é natural, surgem muitas conversas", concluiu Fabrício Faustino. 

Acirramento 

Por outro lado, o pleito da Uveal vem ganhando novos capítulos após a entrada do PSDB Alagoas. No início desta semana, o tucanato alagoano anunciou que o partido está no páreo da disputa pela presidência da entidade. 

Segundo fontes do blog, ao "lançar chapa própria" com 78 vereadores, os tucanos poderão até indicar o nome da vereadora por Maceió, Tereza Nelma, que também esteve na Uveal procurando o "venturoso" estatuto.

Na disputa, além da dupla Domício Júnior e Anizão Amorim, continuam Renildo Vasconcelos Calheiros Sobrinho, o Renildo Calheiros (PMDB) também de Murici; José Edson dos Santos, o Edinho, de Coruripe; Tayronne Henrique dos Santos, o Tayrone, da cidade do Pilar, ambos do PMDB; e Valmir Filho (DEM), o Valmirzinho, de Limoeiro de Anadia.

Dos nomes citados acima, por exemplo, comenta-se nos bastidores que haverá mais uma união em prol da Uveal.

Ao blog, a informação é que José Edson dos Santos, o Edinho, de Coruripe, e Renildo Vasconcelos Calheiros Sobrinho, o Renildo Calheiros, de Murici, ambos do PMDB, marcharão juntos na eleição. 

Será? 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com


Postado em 17/01/2017 às 10:19 0

Jornalista vai depor na PF por denunciar deputado

Presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (SindJornal) repudiou ação de parlamentar considerado ataque à imprensa alagoana


Por Kléverson Levy

Foto: Robson Lima/Gazeta de Alagoas

Davi Soares atuou desde 2014 no CadaMinuto

A imprensa alagoana - mais uma vez -  tem o direito à informação cessado por divulgar o que realmente deve ser de conhecimento da sociedade.

Foi o que aconteceu com o jornalista Davi Soares, do site Diário do Poder, e ex-blogueiro do Cadaminuto, que prestará depoimento nesta terça-feira (17) à Polícia Federal (PF). 

Leia tambémDeputado alagoano tenta usar PF para intimidar jornalista 

Soares publicou a matéria “Certidão atesta: JHC chefiava mãe ao denunciar esquema”, em agosto de 2016, mostrando que o deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB), empregava a própria mãe e ex-prefeita de Ibateguara, Eudócia Caldas, em seu gabinete de deputado estadual, na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), em 2013.

O jornalista, embasado na apuração e ao receber o documento (Ver certidão abaixo) oficial de uma fonte, confirmou a lotação de Eudócia Caldas no gabinete do filho e a existência da certidão com o próprio signatário do documento e ex-diretor-geral da ALE, Luciano Suruagy Amaral Filho, antes da publicação da matéria.

Além disso, como preza o bom jornalista, Davi soares também entrou em contato com a assessoria de JHC, encaminhou a imagem da certidão e pediu esclarecimentos sobre os fatos, porém, não obteve retorno. 

Por conta da informação publicada no Diário do Poder, JHC prestou queixa à Polícia Federal (PF) contra o profissional questionando a divulgação da certidão com fé pública, reconhecida em cartório e que atesta que o parlamentar empregava sua mãe.

"Bom dia, colegas da imprensa. Sem nada a temer, prestarei depoimento na Polícia Federal às 11h da manhã desta terça (17), a respeito da queixa prestada pelo deputado federal contra mim, após a divulgação de certidão pública que atestava, em 2013, que o parlamentar chefiava a própria mãe, lotada em seu gabinete. Estarei de posse do documento autenticado em cartório que divulguei em 2016, após o tema voltar ao noticiário nacional. Estou à disposição da sociedade alagoana para qualquer esclarecimento, certo de que o ataque à liberdade constitucional de imprensa e a tentativa de criminalizar a atividade jornalística não terão sucesso", respondeu Davi Soares em texto enviado aos colegas jornalistas. 

Sindjornal repudia ação de JHC

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (SindJornal), Flávio Miguel de Oliveira Peixoto, o Mineirinho, repudiou a ação do deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB-AL), contra o exercício do trabalho do jornalista Davi Soares. 

Ao repudiar mais uma tentativa de JHC de intimidar o trabalho da imprensa alagoana, o dirigente sindical citou o recente relatório da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), que demonstrou o crescimento de 17,52% de casos de violência contra jornalistas em 2016.

“Repudiamos qualquer atitude que busque impedir o trabalho da imprensa, vivemos numa Democracia e o jornalista possui papel fundamental para garantir que a sociedade tenha conhecimento dos fatos. Não aceitamos ações daqueles que investem no cerceamento do trabalho jornalístico. Gostaria de lembrar que no último dia 12, no Rio de Janeiro, a Federação Nacional dos Jornalistas lançou o Relatório de Violência Contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil 2016 e infelizmente, os casos de violência contra jornalistas cresceram 17,52% no ano passado em comparação com 2015. Agressões físicas ou verbais, ameaças, intimidações, cerceamento por meio de ações judiciais, impedimentos ao exercício profissional e à atividade sindical, prisão, censura, atentados e assassinatos ilustram o cenário que causa revolta em todos nós”, declarou o presidente do SindJornal.

Por fim, nas redes sociais, Davi Soares recebeu irrestrita e absoluta solidariedade dos colegas jornalistas alagoanos. Em união com todos, concordamos, portanto, que é preciso dar um basta em quem quer barrar o exercício do jornalismo e, consequentemente, da liberdade de expressão e informação.

Escreveu George Orwell: "Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade."

Concluo, todavia, com esta frase de Maria Eugênia Labouriau: “Ser jornalista é saber passar informações ao grande público, é saber defender a sociedade através dos jornais e procurar saber o que ela procura e onde precisa ser ajudada”. 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 


Postado em 13/01/2017 às 14:53 0

Decretos mostram "má gestão" em municípios alagoanos 

Prefeitos publicaram situações de emergência administrativa e de suspensão de procedimentos administrativos, pregão presencial, contratações e aquisições


Por Kléverson Levy

Assessoria/Arquivo

Igreja Nova

Tenho acompanhado o início de algumas gestões municipais desde 01 de janeiro de 2017. De lá para cá, muitos prefeitos têm reclamado da situação que encontraram os Executivos municipais. 

Entre patrimônio delapidado, obras não concluídas, contas zeradas, pagamentos em atrasos e o famigerado "rombo financeiro", os novos gestores estão com dificuldades para administrar suas respectivas cidades. 

Hoje, 13, por exemplo, dois municípios alagoanos publicaram no Diário Oficial do Estado (DOE) - grande fonte de material jornalístico - decretos de emergência administrativa e de suspensão de procedimentos administrativos, pregão presencial, contratações e aquisições. 

O prefeito de Cajueiro, Palmery Neto (PMDB), de acordo com o DOE, declarou estado de emergência administrativa em relação aos serviços e fornecimentos essenciais na cidade pelo prazo de 90 dias. 

O decreto 02/2017 foi assinado pelo gestor devido o desconhecimento da real situação econômica, financeira e patrimonial do município por conta do não cumprimento integral pela administração anterior dos procedimentos inerentes ao Processo de Transição de Governo. 

Já na cidade de Igreja Nova, a prefeita Verônica Dantas Lima e Silva, a Dona Vera Dantas (PMDB), constatou irregularidades nos procedimentos administrativos e no pregão presencial realizados por seu antecessor. 

Segundo o que foi assinado pela prefeita, a suspensão de qualquer contratação ou aquisição efetivada nos últimos 180 (cento e oitenta) dias, em especial os contratos referentes aos processos licitatórios de 2016, é necessária para evitar "dispêndio de dinheiro público de maneira incorreta". 

Com isso, o decreto obrigou a antiga gestão municipal fornecer todo o acervo de contratações e aquisições (processos licitatórios na íntegra), por ser de domínio público, no prazo de 05 (cinco) dias, bem como, o bloqueio das contas do município até o montante do valor das despesas realizadas com os contratos e pregão no valor de R$ 1.770.000,00 (um milhão, setecentos e setenta mil reais).

Herança Maldita 

Porém, essa realidade administrativa encontrada pelo novos gestores se estende para outros municípios do Estado. 

Só para constar como exemplo, ao assumir o mandato, o prefeito de Paulo Jacinto,  Marcos Lisboa (PMDB), encontrou lixo acumulado, equipamentos esportivos abandonados e danificados, transporte escolar comprometido, caçambas e tratores quebrados e falta de ambulâncias como "herança maldita" deixada pelo ex-prefeito.

Leia mais aqui: Prefeito recebe município com "herança maldita" deixada por antecessor

Todavia, o que se vê ( e vimos) dos gestores que saem da administração pública no final de mandato e, principalmente, os que não elegem  um sucessor, é o sucateamento da máquina pública e o desrespeito com o erário que pertence ao povo.  

Os decretos publicados no Diário Oficial do Estado (DOE), desde que os mandatos iniciaram em 01 de janeiro, são um retrato da falta de comprometimento de ex-prefeitos com o bem público e, posteriormente, com a população da cidade. 

Eis que, em breve, esse mau gestor irá pedir voto novamente. Que não seja de tapinhas nas costas e aperto de mão, afinal, cara de pau e cinismo deixarão - quem sabe um dia - de fazer parte da política

Vida que Segue! 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 


Postado em 11/01/2017 às 18:35 0

Ex-prefeito diz que jatinho e lancha pertencem a "amigo senador"

Cristiano Matheus foi alvo de críticas que gerou várias polêmicas na internet, após publicações de fotos ao lado da esposa em Angra dos Reis-RJ


Por Kléverson Levy

Foto: Cortesia

Senador Wilder Pedro de Morais (PP), o piloto e Cristiano Matheus

Desde que circularam imagens mostrando "ostentação" nas redes sociais, o ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus (PMDB), foi alvo de críticas que geraram várias polêmicas na internet.

Nas fotos, além do ex-prefeito, a esposa Mayanne Souza também aparece nos registros de uma viagem a bordo de um jatinho, no Aeroporto Zumbi dos Palmares, e à frente de uma lancha em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.  

O texto, junto às imagens que circulam pelas redes sociais, diz o seguinte:

"Para quem estava sentindo falta do ex-prefeito de Marechal Deodoro, não chorem, ele está super bem! Acusado em desvios milionários, Christiano Mateus já começa a torrar dinheiro com a "mulher" alugando jatinho e lancha no Rio de Janeiro e Angra dos Reis. De pobretão de Pão de Açúcar a esnobe Milionário". 

Devido aos fatos acima, Cristiano Matheus enviou um texto ao blog e que ainda foi publicado em sua página oficial no Facebook. Sobre tais acusações de "ostentação e torrar o dinheiro público no Rio de Janeiro", o ex-prefeito disse ser vítima de calúnias e acusações. 

"Novamente sou vítima de calúnias e acusações. Para os poderosos que compram a tudo e a todos, é difícil entender que uma pessoa de origem humilde conseguiu fazer um bom trabalho na prefeitura de Marechal Deodoro. Para esses, é difícil reconhecer que o batalhador de Pão de Açúcar conseguiu transformar a realidade de Marechal Deodoro. A cidade cresceu como nunca antes havia conseguido", alegou Matheus. 

Quanto ao fato das fotos de sua esposa no jatinho e registros em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, Cristiano explicou que tudo pertence ao empresário e senador pelo Estado de Goiás, Wilder Pedro de Morais (PP), com quem tem uma relação de amizade desde que foi deputado federal. 

"As fotos com minha esposa são da viagem que fiz com meu amigo Wilder Morais, um dos maiores empresários do país. Eu o convidei para conhecer o nosso réveillon e ele veio aproveitar as belezas de nosso estado. Após o réveillon, Wilder me convidou para conhecer um de seus principais empreendimentos: o Hotel Nacional, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro. Saímos de Maceió em seu jatinho particular. De lá, fomos para Angra dos Reis e depois para a fazenda de Wilder, em Goiás. Meu amigo Wilder Morais é um dos maiores empresários do país e também é senador pelo Estado de Goiás. Nos conhecemos quando exerci meu mandato de deputado federal por Alagoas. Eu sempre o convido para vir a Alagoas e ele sempre me convida para ir ao seu estado", completou.   

Por fim, o ex-prefeito de Marechal Deodoro reforçou que os boatos são de pessoas que "continuam a perseguir aqueles [no caso, o próprio Matheus] que conseguiram superar as dificuldades impostas pela vida". 

"Sempre respeitei os recursos públicos e enquanto fui prefeito trabalhei pelo povo. Os boatos que espalham não me atingem. Mostram apenas que essas pessoas continuam a perseguir aqueles que conseguiram superar as dificuldades impostas pela vida. Não adianta me caluniar. O povo sabe o que fiz por Marechal Deodoro. A verdade sempre vai vencer",  finalizou Cristiano Matheus. 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 


Postado em 11/01/2017 às 14:53 0

Seguidores criam página para "cobrar" candidatura de HH em 2018

Amigos e eleitores apoiam nome da ex-senadora para que continue no Estado de Alagoas e se candidate ao cargo de deputada federal


Por Kléverson Levy

Ascom CMM

Heloísa Helena (Rede)

Com quase cinco (5) mil seguidores, a página "Heloísa Helena Deputada Federal 2018", no Facebook, tem o intuito de "cobrar" da ex-senadora Heloísa Helena (Rede) que ela lance uma candidatura na eleição de 2018.

Em 31 de dezembro, HH encerrou o segundo mandato na Câmara de Vereadores de Maceió sem dizer - ao certo - qual será o seu futuro político.

Por enquanto, a ex-senadora tem participado de eventos fora de Alagoas para contribuir com a política partidária de sua sigla: a Rede Sustentabilidade.  

De acordo com o administrador da página "Heloísa Helena Deputada Federal 2018", a criação foi idealizada por amigos e eleitores. Nela, os seguidores apoiam o nome da ex-vereadora por Maceió para que continue no Estado e se candidate ao cargo de deputada federal. 

"O número de seguidores e curtidas na página está crescendo muito. Convidem seus amigos, selecione o nome deles e enviem o convite. Não tem nada definido sobre 2018 e ela está tranquila, ajudando na estruturação da Rede em todo o Brasil. Lembrando que esta página foi criada justamente para torcer  que ela dispute uma vaga na Câmara Federal em 2018 por Alagoas", descreve uma postagem.

Futuro Político

Porém, numa visita à TV Arapuan, no Estado da Paraíba, afiliada à Rede TV, Heloísa Helena concedeu entrevista ao programa Rede Verdade. Ao ser indagada também sobre futuro político, HH deixou claro que apenas está ajudando na estruturação de seu partido pelo Brasil. 

"Se tivesse uma definição eu dizia porque eu detesto esses mistérios da política. Mas, sinceramente, começava a dizer agora até para tentar vê se alguém pedia voto em Alagoas, porque lá é difícil de dar entrevista. No momento, eu quero dar minha contribuição na estruturação da Rede e aglutinar setores sociais, independente de serem da Rede ou de outros partidos, para ajudar Marina Silva na candidatura à presidência do Brasil",  enfatizou HH.  

Por outro lado, ao ser questionada o porquê de não ter sido eleita senadora por Alagoas, a ex-vereadora não titubeou na resposta. Veja a resposta (no tempo de 7' 54'') no vídeo abaixo!

Confira também a entrevista completa!

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 


Postado em 10/01/2017 às 15:58 0

Vereadores querem "consenso" para fortalecer Uveal

Candidatos se reúnem na Praia do Francês com Del Cavalcante (PMDB) e Marcelo Moringa (PSDC), de Marechal Deodoro, confirmando mais apoio


Por Kléverson Levy

Foto: Cortesia do Blog

Vereadores se reúnem em Marechal Deodoro em busca de "consenso" político

Com a aproximação da eleição para nova diretoria da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal) no biênio 2017-2018, parlamentares trabalham para que haja "consenso" entre os nomes colocados na disputa pela presidência. 

A candidatura que mantém solidez (é o que se vê na imprensa) - até o momento - é a do vereador Anízio de Amorim, o Anizão (PMDB), de Murici, juntamente com Domício Júnior (PSL), de Jequiá da Praia.

Candidatos a presidente e vice-presidente, respectivamente, Anizão e Domício estão aberto ao diálogo - e dialogando diariamente - para se chegar numa composição de união pela entidade.  

Ao que tudo indica, segundo fontes do blog, novas alianças políticas estão sendo debatidas - via bastidores - com a possibilidade de se ter uma chapa única pela Uveal. 

Prevista para acontecer em fevereiro, a eleição ganhou dimensão no Estado por se tratar de uma entidade de destaque na maioria dos municípios alagoanos. 

Pelas redes sociais, a dupla Anizão/Domício mostra que permanece se reunindo com colegas parlamentares garantindo mais apoios à candidatura lançada.

Na Praia do Francês, o encontro aconteceu com Del Cavalcante (PMDB) e Marcelo Moringa (PSDC), de Marechal Deodoro, os afitriões dessa nova reunião.

Por lá, estiveram ainda Júnior do Dira e Raymi Barros (Anadia); Popó e James Miolo (Campo Alegre); Paulino Bugarim (Pilar); além de Fabiano Leão (Arapiraca).   

"Estamos propondo ideias, traçando metas e buscando o apoio dos colegas vereadores de todo Estado de Alagoas. Queremos uma nova Uveal, com novas propostas, e a mesma credibilidade e respeito que têm as entidades e instituições alagoanas. Nossa ideia, em comum com o grupo que nos apoia, é fazer uma Uveal mais forte com a cooperação de todos os vereadores e Câmaras Municipais. Vamos fortalecer nossa entidade com a união de todos", explicou Anizão ao blog. 

Portanto, se as conversas avançarem, é provável que os postulantes ao cargo de presidente da Uveal cheguem ao "consenso" em prol de uma entidade que almejam tê-la politicamente fortalecida. 

Dentre os nomes, além da dupla Domício Júnior e Anizão Amorim, continuam Renildo Vasconcelos Calheiros Sobrinho, o Renildo Calheiros (PMDB) também de Murici; José Edson dos Santos, o Edinho, de Coruripe; Tayronne Henrique dos Santos, o Tayrone, da cidade do Pilar, ambos do PMDB; e Valmir Filho (DEM), o Valmirzinho, de Limoeiro de Anadia.

Até o momento, repito: é o que se desenha - nos bastidores - a eleição pela presidência da União dos Vereadores de Alagoas. 

Leia também: Confirmado: vereadores se unem pela presidência da Uveal  

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com


Postado em 06/01/2017 às 08:30 0

Prefeito recebe município com "herança maldita" deixada por antecessor

Lixo acumulado, equipamentos esportivos abandonados e danificados, transporte escolar comprometido, caçambas e tratores quebrados, e falta de ambulância foram deixados como herança


Por Kléverson Levy

Internet

Marcos Lisboa (PMDB) de Paulo Jacinto

Desde que assumiu a Prefeitura de Paulo Jacinto, em 01 de janeiro, o prefeito Marcos Lisboa (PMDB) encontrou o município cheio de problemas para sua nova administração. 

Lixo acumulado, equipamentos esportivos abandonados e danificados, transporte escolar comprometido, caçambas e tratores quebrados e a falta de ambulâncias foram alguns itens adquiridos pelo novo gestor como "herança maldita". 

O ex-prefeito Ivanildo Pereira do Nascimento, o Nildo do Jaime (PSB), saiu da gestão deixando prejuízos - financeiros e administrativos - para os gestores que foram empossados há cinco dias. 

Em contato com o blog, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura informou que a situação tem sido normalizada - aos poucos - para garantir que a população não seja prejudicada. Segundo a assessoria, os 7.500 habitantes sofriam diariamente com a ineficiência da gestão municipal anterior. 

"A novidade é que parte do lixo espalhado pela cidade mostrado nas imagens já foi coletado. Estamos com mutirões nas ruas trabalhando arduamente na limpeza urbana desde o primeiro dia pós-posse. Mas continuamos com equipamentos esportivos danificados, transporte escolar comprometido, caçambas e tratores quebrados, e falta de ambulância", explicou a assessoria.

Ainda de acordo com a Ascom, o  evento comemorativo pelo encerramento da gestão de Nildo do Jaime foi cancelada e não aconteceu na Praça de Eventos da cidade, no dia 30 de dezembro, o que ocasionaria o pagamento com o recurso da Repatriação. 

"Assumimos a prefeitura com esse quadro apresentado. Mesmo sabendo que esse fundo [repatriação] é destinado prioritariamente para pagamento de salários em atraso e que será fundamental para recuperação da cidade, o prefeito queria usar o dinheiro para uma festa montada de última hora. Apesar do pedido de segurança protocolado no BPM em Palmeira dos Índios e das indicações de festa nas redes sociais oficiais dos artistas que, supostamente, fariam os shows, a festa não aconteceu", finalizou. 

Essa é terceira vez que Marcos Lisboa (PMDB) é eleito prefeito da pequena Paulo Jacinto. Lisboa obteve 2.727 votos (55,95% válidos), em 02 de outubro de 2016, e vai comandar os destinos da cidade pelos próximos quatro anos (2017-2020). 

Redes Sociais: Kleversonlevy

Email: kleversonlevy@gmail.com


Postado em 04/01/2017 às 13:03 0

Belezas naturais: Barra de Jequiá é destaque em rede nacional

O município de Jequiá da Praia, no litoral sul de Alagoas, é considerado como uma região que apresenta cenários selvagens com praias, rio e lagoa


Por Kléverson Levy

Arquivo: Kléverson Levy

Barra de Jequiá, em Jequiá da Praia, Alagoas

Jequiá da Praia, no litoral sul de Alagoas, foi manchete em rede nacional  ao destacar o complexo turístico Dunas de Marapé, da Barra de Jequiá, no Bom Dia Brasil da Rede Globo. 

A reportagem é da jornalista alagoana Thaise Cavalcante, da TV Gazeta, que mostrou as belezas naturais existentes no município. Através de um passeio que passa pelo Rio Jequiá, a equipe conheceu os mangues, o banho de lama e seguiu até a Praia de Jacarecica do Sul nas belíssimas falésias.

Vale ressaltar que a cidade do sul é a que mais apresenta cenários selvagens. A praia, os manguezais e a lagoa, em conjunto com o clima forte e exuberante, mostram uma região paradisíaca. 

Barra de Jequiá é conhecida também por ter uma paisagem vital comum a animais e plantas, além do encontro do rio com o mar. Os visitantes poderão aguçar melhor toda essa riqueza nos passeios de barcos e caminhões disponíveis no local.

Além da vegetação belíssima pelo vasto coqueiral no entorno da cidade, mangues e restingas; praias e lagoas são atrativos principais para os turistas. A população chega aos 12 mil habitantes distribuídos entre o centro da cidade e os povoados. A gastronomia principal são os frutos do mar como o peixe, camarão, siri e caranguejo.

Quem visita a cidade não pode deixar de mergulhar nas águas dos Povoados de Barra de Jequiá, Jacarecica do Sul e Lagoa Azeda, os mais procurados da região. Para preservar tanta beleza foi criada em 2001 a Reserva Extrativista Marinha da Lagoa do Jequiá (Resex Jequiá) que é uma unidade de conservação federal do Brasil.

A Resex, considerada uma das maiores do País, foi criada por Decreto Presidencial em 27 de setembro de 2001, com uma área de 10.203 hectares em nosso Estado. A Reserva Extrativista tem como objetivo assegurar o uso sustentável e a conservação dos recursos naturais renováveis, protegendo os meios de vida e a cultura da população extrativista local.

Para chegar na região, saindo de Maceió pela rodovia AL-101 Sul, depois que passar pela cidade da Barra de São Miguel, entrar no primeiro trevo, à esquerda, segue passando pela Praia do Gunga e entrada da cidade de Roteiro. O próximo município é Jequiá da Praia, a cerca de 60 km da capital alagoana.

Redes Sociais: Kleversonlevy

Email: kleversonlevy@gmail.com

Confira abaixo a reportagem do Bom Dia Brasil!

 


Postado em 03/01/2017 às 11:19 0

Kátia Born assume Secretaria de Saúde de Palmeira dos Índios

Ex-prefeita de Maceió havia sido cogitada para o cargo em Palmeira desde que o prefeito começou a montar o secretariado de sua gestão


Por Kléverson Levy

Foto: Assessoria

Júlio Cezar, Kátia Born e Márcio Henrique

Depois de passar pela Prefeitura de Rio Largo, como secretária municipal de Saúde na gestão do ex-prefeito Toninho Lins (PSB), a ex-prefeita de Maceió, Kátia Born (PSB), agora assume a Secretaria de Saúde de Palmeira dos Índios.

Born foi uma indicação oficializada pelo prefeito Júlio Cezar (PSB) que empossou a ex-presidente (ou atual?) do PSB - em Alagoas - no dia ontem, 02. 

A ex-prefeita de Maceió havia sido cogitada para o cargo em Palmeira desde que JC começou a montar o secretariado da sua gestão, no início de dezembro de 2016, após rumores dando conta do nome de Born para a pasta.

Como já falei em outras postagens aqui no blog, Kátia tem um bom currículo político e experiência como gestora desde que foi veradora, prefeita e passou por algumas Secretarias no governo Teotônio Vilela (PSDB), além de ter ficado na saúde de Rio Largo. 

Como missão inicial dos trabalhos na Sesau palmeirense, Born participou da abertura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na manhã desta terça-feira, 03, como foi divulgado nas redes sociais pelo prefeito JC.

"Agora é oficial. Acabamos de participar de reunião na UPA e na ocasião determinei a abertura da Unidade que reabre suas portas amanhã [hoje, 03] às 07h. População não pode ficar sem assistência na UPA", escreveu Júlio Cezar em sua página oficial do Facebook. 

Por outro lado, é esperar o trabalho que será feito pela ex-prefeita de Maceió e que a população palmeirense espera ansiosa pelas mudanças - em todas áreas - que foram prometidas pelos novos gestores.  

É aguardar! 

Redes Sociais: Kleversonlevy

Email: kleversonlevy@gmail.com


Postado em 30/12/2016 às 09:02 0

Vereadores de Palmeira estão confinados para garantir eleição da Câmara 

O grupo dos nove, intitulado de G-9, quer eleger o vereador Júnior Miranda (PSL) para retornar ao comando da casa



Foto: Cortesia

Vereadores se reúnem para garantir eleição da Câmara de Palmeira

A prática é antiga! Aliás, ocorreu em décadas passadas. Contudo, os vereadores eleitos de Palmeira dos Índios ressurgiram com essa velha novidade.

De acordo com informações colhidas pelo blog, nove (9) parlamentares eleitos no último dia 02 de outubro querem ganhar a eleição da Câmara de Vereadores do município confinados numa casa de praia na Barra de São Miguel. 

Por incrível que pareça todos os quinze vereadores palmeirenses afirmam apoiar o prefeito Júlio Cezar (PSB). Porém, nesse imbróglio político os nobres edis estão divididos em dois grupos na disputa pelo legislativo municipal: G-9 e G-6.  

Júnior Miranda (PSL), Abrão do BMG, (PRTB), Dindó da CASAL (PRTB), Fabiano Gomes (PSC), Toninho Garrote (PP), Fábio Targino (PEN), Pedrinho Gaia (PMDB), Madson Monteiro (PHS) e Joelma Toledo (PMDB) estão confiantes na eleição da  Câmara. 

Nesse grupo, o G-9 quer eleger o vereador Júnior Miranda para o cargo de presidente. Miranda, para quem não lembra, ocupou uma cadeira e foi presidente da casa na época em Albérico Cordeiro (PTB) era prefeito. 

Lá, em meados de 2001, Júnior Miranda "pintou e bordou" quando o Poder Legislativo estava sob seu comando. Atualmente, o "futuro" presidente - considerado um mandatário ardiloso na arte de se beneficiar politicamente - também tem dominado seus colegas de chapa com promessas que englobam até cargos no Executivo. 

Do G-9, apenas Fábio Targino é vereador de mandato (reeleito) e Joelma Toledo assumiu o cargo como primeira suplente nessa legislatura que encerra em 31 de dezembro. 

O restante, confinados à beira-mar e água fresca ( às custas de quem?), também foram eleitos para o quadriênio 2017-2020.  

G-6

Por outro lado, o grupo dos seis (6) - G-6 - tem Agenor Leôncio (PSB), Val enfermeiro (PMN), Maxuel Feitosa (PMN), Ronaldo Raimundo (PROS), Ana Adelaide (PMDB) e Cristiano Ramos (PDT) encabeçando a chapa digamos que "oposicionista".

No enredo para eleição da Câmara de Palmeira, o próprio prefeito Júlio Cezar tenta acalmar os ânimos e apagar o fogo que se acendeu ao nome escolhido pelo gestor. 

JC havia garantido que o seu (dele) presidente no legislativo seria o vereador Agenor Leôncio, do mesmo partido (PSB), que estaria sendo cotado para ficar no próximo biênio. 

Entretanto, Júnior Miranda - o enxadrista em vereança palmeirense - saiu na frente, virou o jogo e atraiu para si a maioria na casa. 

Portanto, resta agora saber como ficará o G-9 e G-6, após o resultado do pleito legislativo. Afinal, os 15 parlamentares estão "compromissados" com o prefeito JC que tem conversado com ambos grupos. 

Todavia, nesse verdadeiro imbróglio o interesse continua sendo o político-pessoal, vantagem própria, cargos no Executivo e uma mostra de que a política palmeirense parece que mudou apenas de nomes e partidos. 

Ressalte-se que o "jogo sujo" pelo Poder fez a eleição de 02 de outubro mudar o cenário político da Câmara de Palmeira dos Índios. Será que vai haver mudanças em 2017-2020 ou continuaremos com a mesquinhez política que deveria ficar no passado?

Será?

Que venha 2017!

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com