Kleverson Levy
Kleverson Levy

Senado: Marx, Cunha, Renan e Quintella... não esqueçam o Biu!

Kléverson Levy|
Senador Benedito de Lira (PP)
Senador Benedito de Lira (PP) / Foto: Facebook

Na disputa ao Senado Federal, leia-se duas vagas para este ano em Alagoas, as cadeiras se tornaram as mais acirradas dos últimos pleitos. 

Dúvidas não existem de que o cargo será pleiteado pelos senadores Renan Calheiros (MDB) e Biu de Lira (PP), em busca da reeleição; deputados federais Marx Beltrão (PSD) e Maurício Quintella (PR); além do deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB),.

Todos os citados acima, dizem os bastidores, são considerados páreo duro e "fortes" concorrentes. 

Enquanto nos escritórios políticos só se preocupam em falar que Calheiros está na frente ou não das pesquisas; Marx Beltrão não será pré-candidato ao Senado (ele é sim pré-candidato); Maurício Quintella é aliado de 'peso' do governador Renan Filho (MDB) e o segundo voto da chapa; que Rodrigo Cunha é o "novo"; daí esquecem de Biu de Lira. 

Se voltarmos, no passado bem próximo, lembraremos que o senador Biu foi o fator 'supresa' da eleição de 2010.

Relembrando 2010

À época, quietinho para conquistar os votos através do forrozinho, De Lira - com a cômica dancinha do "Forró do Biu" - conseguiu exatos 904.345 votos (35,94% dos válidos) contra os 840.809 votos (33,42% dos válidos) de Renan Calheiros.

Aliás, um resultado ainda não digerido por Calheiros? Será?

Entretanto, Biu ganhou ainda mais a simpatia do povo com a exibição - no guia eleitoral - do personagem do ‘Cabeça’, que ficou conhecido em todo o Estado e usado - exclusivamente - para derrotar a então candidata Heloísa Helena (Psol). 

Naquele ano de 2010, o "Cabeça de Biu" só não mexeu com o senador Renan, que era um dos favoritos pela reeleição e fazia - de fato - uma 'dobradinha' para derrotar HH.

Foi o que aconteceu! Biu e Renan eleitos!

Uma nova história!

2018, todavia, uma nova eleição e uma nova história. 

Sempre escrevo que cada eleição é uma eleição, independente dos candidatos, tem-se um eleitorado novo e diferente do pleito anterior. 

Se há oito anos Biu venceu com uma "dancinha da enganação", para este ano terá que inovar. A concorrência é grande, os nomes de 'peso', 2010 foi 2010, a dancinha não cola mais, o eleitor mudou e as redes sociais hoje serão cruciais nesta eleição. 

Sabemos que na política todo dia é dia de fazer política. Imagine, principalmente, em ano eleitoral. Quem está na disputa eleitoral sabe que político profissional "respira política 24hrs", sem dó e nem piedade. 

E o Biu continua, dia a dia, apesar de ninguém enxergar, fazendo a política dele pelo interior de Alagoas. Caladinho, sem gravar vídeos ou usar exageradamente suas redes sociais, De Lira vai sendo esquecido por seus concorrentes e lembrado quando chega nas cidades que visita.  

Portanto, enquanto se preocupam com pré-candidaturas de Marx, Cunha, Renan e Quintella... esquecem de Biu!

O Biu não é o novo, também não está com o Governo do Estado ao lado, mas dizem - segundo os mais próximos - que ele tem serviços prestados nos municípios alagoanos. 

Assim, De Lira não é carta fora da disputa ao Senado Federal. 

A eleição de 2018 também não é só Marx, Cunha, Renan e Quintella.

Lembre-se do "Cabeça" e o forrozeiro de 2010, personagens de Biu de Lira.

Né? Biu surpreende!

Vida que Segue! 

Redes Sociais: Kleversonlevy
Email: [email protected]
 

A cool cat.
A cool cat.
SOBRE O AUTOR

Blog do jornalista Kleverson Levy, especialista na cobertura jornalística do interior do Estado

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados