Kleverson Levy
Kleverson Levy

Mata Grande: irmão e ex-secretário também são foragidos da Justiça

Kléverson Levy|
Jacob Brandão e o irmão, o vereador Júlio Brandão
Jacob Brandão e o irmão, o vereador Júlio Brandão / Foto: JG Notícias

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 12, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) informou que o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Mata Grande, Júlio Brandão (PP), irmão do ex-prefeito Jacob Brandão, também está foragido da Justiça. 

De acordo com o promotor Carlos Davi, um dos responsáveis para falar sobre a Operação Ànomos, Júlio - à época presidente da Câmara - mantinha o mesmo esquema na Câmara Municipal. 

"O mesmo esquema que ocorria na Prefeitura ocorria na Câmara de Vereadores, sobretudo, com locação de veículos. Estamos falando apenas de um nicho, ou seja, R$ 7 milhões, de uma Prefeitura que é locação de veículos. Se esse dinheiro chega na conta dá para mudar a cara de uma cidade como Mata Grande", disse Carlos Davi. 

Ainda segundo o representante de Ministério Público Estadual (MPE), o desvio milionário em Mata Grande se destaca  como um dos piores casos de corrupção existente. Para o promotor,  o político que faz isso mata o cidadão do mesmo jeito. 

"São milhões que davam para reformar todas escolas. Então, isso é um crime! Um genocídio! Não podemos tratar o corrupto com benevolência. O político que faz isso mata do mesmo jeito. Ele deixa aquela criança sem ter condições de chegar à escola, por conta da falta de conforto e risco de sofrer acidentes em carros paus-de-arara, por exemplo. Mata Grande é um caso que conseguiu se protagonizar, sem dúvida alguma, como uma das piores cidades em caso de corrupção", explicou o promotor. 

Ao encerrar a entrevista, o promotor pediu a colaboração da sociedade para que denuncie, caso saibam sobre o paradeiro dos foragidos. Ele reforçou que os irmãos, Júlio e Jacob Brandão, além do ex-secretário de Finanças, Carlos Henrique Lisboa, estão na lista de inclusão da difusão vermelha da Polícia Federal (PF). 

"Seu Jacob Brandão tem três mandados de prisão preventiva por fatos distintos abertos. É uma pessoa procurada pela Polícia. O MPE vai fazer a comunicação à Polícia Federal para inclusão de seu nome na difusão vermelha, que será divulgado para 188 países, e se ele for localizado tem voltar para Alagoas e responder pelo seus atos. Peço a colaboração da sociedade que se tiver notícias do paradeiro do seu Jacob entre em contato com as autoridades e nos comunique, inclusive, o senhor Júlio Brandão, irmão de Jacob Brandão, que está foragido. Essas pessoas têm que ser responsabilizadas pelos desvios cometidos naquela cidade. O Júlio e o ex-secretário de Finanças, Carlos Henrique Lisboa, entram ainda na difusão vermelha", conclui Carlos Davi. 

Em Tempo...

Vale ressaltar ainda a fala do procurador-geral de Justiça, do Ministério Público Estadual (MPE), Dr. Alfredo Gaspar de Mendonça: "O MP tem buscado os enfrentamentos necessários. Não vai ser leniente com casos de corrupção. Esses políticos têm que entender que se manter na ilegalidade vai ser cadeia. Políticos são eleitos para melhorar a vida do povo e não fazem. O tempo da impunidade acabou. Estamos cansados de um Estado sofrido, como Alagoas, com gestores que são eleitos democraticamente e não cumprem com o dever". 

Portanto, vida longa ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). 

Redes Sociais: Kleversonlevy 
Email: [email protected]  

A cool cat.
SOBRE O AUTOR

Blog do jornalista Kleverson Levy, especialista na cobertura jornalística do interior do Estado

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados