Novo presidente da UVEAL prega união de todos pelo fortalecimento da entidade

Assessoria 9c19340f 6f22 4ed3 a7af 2087f23b6f52 Fabiano Leão, novo presidente da UVEAL

O vereador Fabiano Leão (PMDB) foi aclamado como novo presidente da União dos Vereadores e Alagoas (UVEAL) no último sábado (23) na sede da entidade, em Maceió, pela chapa “Unidos pela UVEAL”. O novo presidente declarou que agora é hora de união e que as diferenças ideológicas já foram superadas. 

“Esta é apenas uma etapa e a partir de agora vamos precisar do apoio e da união de todos. Não represento o grupo A ou grupo B e sim uma UVEAL de todos”, disse Leão. Fabiano é vereador pelo município de Arapiraca e está em seu segundo mandato. Ele é filho do ex-deputado Demuriez Leão. 

A nova diretoria está formada pelos vereadores Fabiano Leão (PMDB – Arapiraca), presidente; Alando Lima (PROS – Igreja Nova), vice-presidente; Tayrone dos Santos (PMDB- Pilar), 2º vice-presidente; Tereza Nelma (PSDB – Maceió), secretária Geral; e José Edson dos Santos, o Edinho (PMDB – Coruripe), tesoureiro geral. 

Prestigiaram o pleito o presidente da União dos Vereadores do Brasil (UVB), Gilson Conzatti; o vereador de Iraí/RS e presidente da União dos Vereadores do Rio Grande do Norte (UVERN), Bruno Melo; o vereador Ibamar Costa de Upanema/RN; a vereadora Luiza Dantas, de Baía da Traição/PB; o vereador Erick Silveira, de São Benedito do Sul/PE; e o vereador de Murici/AL, Anízio Amorim. 

Também prestigiaram a eleição o prefeito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley (PMDB) presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e os deputados estaduais Ronaldo Medeiros e Isnaldo Bulhões, além do secretário estadual da Agricultura, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos.
 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

"Prefeitura gasta dinheiro público pagando salário de 5 mil pra suplente de vereador", diz Vytor Ferro

Arquivo pessoal E1e9a1d0 a4e9 4779 88ce fb6d942b6856 Apresentador faz denúncia em Arapiraca

O apresentador de TV Kledyson Vytor Ferro Vanderlei formulou, esta semana, uma denúncia no Ministério Público (MP) contra servidores que não trabalham na prefeitura de Arapiraca. Segundo o radialista os ‘Fantasmas da Casa Azul” são alguns suplentes de vereador e chegam a receber salários de até R$ 5 mil conforme divulgado pelo Portal da Transparência.  

Vytor Ferro foi candidato a vereador pelo município de Arapiraca na eleição de 2016 pelo PMDB na coligação “Juntos por Novas Conquistas” e obteve 625 votos. Ele resolveu procurar o órgão público para protocolar a denúncia após verificar que pelo menos três suplentes de vereador foram nomeados para cargos comissionados com salário que chega a R$ 5 mil.    

Vytor até esperou que essa atitude fosse tomada pelos vereadores da cidade, mas ficou decepcionado com a postura dos representantes do povo na Câmara Municipal. “Eu tive 625 votos e represento uma população e vim aqui na sede do MP para fazer denúncias sobre cargos de servidores fantasmas. Enquanto faltam medicamentos e as ruas estão esburacadas eles usam os recursos público pra isso”, disse Vytor Ferro que tem um programa semanal na TV Pajuçara/Record. 

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura de Arapiraca, os três suplentes de vereador estão lotados com cargos comissionados na administração pública, mas não foi detalhado o cargo de cada um deles e o órgão ao qual estão vinculados. São eles: Fábio Bernardo (JFB) que recebeu 376 votos. Genildo Joaquim (Genildo das Chaves) que teve 444 votos e Marcelo Casaforte que obteve 133 votos em 2016.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arapiraca explicou que não existe cargo em comissão na administração municipal com salário no valor de R$ 5 mil. Os valores publicados referem-se a pagamentos retroativos de dois meses após a contratação dos referidos servidores.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Léo Saturnino esclarece jogo de empurra-empurra sobre falta de medicamentos em Arapiraca

Cláudio Roberto D2a58d06 5f73 425e bb48 72570f1c4b99 "Faltam medicamentos e a culpa não é dos vereadores", diz Léo

Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Arapiraca (CMA), na noite da última terça-feira (19), o vereador Léo Saturnino (PMDB) disse que mesmo com a aprovação do Projeto que permite o convênio com o Consórcio Intermunicipal do Sul do Estado de Alagoas (Conisul), a falta de medicamentos para os postos e unidades de Saúde ainda vai continuar. 

Na teoria, o convênio com o Conisul autoriza o município a fazer a aquisição de medicamentos e insumos por meio de compras nas áreas médica, odontológica, especializada, ambulatorial e de assistência farmacêutica, de forma direta ou indireta, suplementares ou complementares ao Sistema Único de Saúde (SUS). Na prática, o entrave burocrático ainda vai fazer com que esses itens só estejam disponíveis no mínimo em 45 dias.   

“A falta de medicamento ainda vai permanecer durante uns 45 dias. O processo de compra destes itens não será resolvido de imediato, mas espero que o sistema esteja em pleno funcionamento o mais rápido possível porque quem está doente muitas vezes não pode esperar”, destacou.   

O vereador aproveitou para esclarecer que nem ele e nem o vereador Fábio Henrique (PCdoB) são os responsáveis pela falta de medicamentos nos postos e unidades de Saúde. 

“Chagaram a dizer que a falta de remédios e insumos seria por conta de que nós (Eu e o Fábio) não queríamos aprovar o Projeto do Conisul e isso jamais foi nosso pensamento. Pelo contrário, a ideia inicial do convênio foi de minha autoria e esta casa aprovou o Projeto que teve meu voto e também o voto do Fábio Henrique”, disse Léo. 

Segundo o vereador, a população tem a obrigação de saber quem são os verdadeiros culpados por todo o caos existente na saúde na atualidade. E disse ainda que nenhum vereador atrapalhou o processo para a compra de medicamentos. 

“O problema existe, a população é testemunha disso e sabe exatamente de quem é a culpa e não é dos vereadores”, finalizou. 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Vereador Dr. Fábio cobra normalização do serviço de coleta de lixo em Arapiraca

B1eb4356 1dcc 44d8 ba5f b82950c859a8

O vereador Dr. Fábio (PR) usou a Tribuna da Câmara Municipal de Arapiraca, na sessão ordinária desta terça-feira (19), para pedir a secretaria de Serviços Públicos que melhore o atendimento à população no que se refere ao recolhimento de lixo domiciliar. “É um absurdo ver o lixo acumular nas ruas da cidade por falta de coleta nos dias determinados para este serviço”, reclamou.

O problema sobre as falhas da coleta regular de lixo em Arapiraca está se tornando recorrente e o assunto foi bastante discutido na última sessão do Poder Legislativo municipal. O vereador Dr. Fábio disse que chegou a visitar algumas comunidades e constatou uma situação ainda pior, onde o ‘caminhão do lixo’ só estava passando uma vez por semana.

O vereador solicita que a secretaria de Serviços Públicos ofereça o serviço pelo menos quatro vezes por semana. De acordo com o parlamentar, que recebeu o apoio dos demais vereadores, desde o início do ano que moradores de dezenas de bairros tem reclamado que a rotina de coleta não tem sido a mesma na administração do prefeito Rogério Teófilo (PSDB).

“Notei que em alguns locais já é possível perceber uma melhora substancial. Por outro lado, nós vereadores, questionamos os motivos que levaram a administração municipal a reduzir os valores pagos à empresa responsável pela limpeza urbana e coleta de lixo, ocasionando com isso uma redução muito grande na qualidade dos serviços”, destacou.

A presidência da Câmara Municipal deve protocolar um pedido, nos próximos dias, para que a secretária da pasta compareça ao Poder Legislativo, em audiência pública, para explicar os motivos da redução dos serviços.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Mesmo após polêmica dos tratores, Sergio do Sindicato será candidato a deputado

Tribuna do Sertão 91018431 2d47 4ab2 aeee bdfd442e95f0 Sérgio quer tratores de volta e será candidato em 2018

O vereador Sérgio do Sindicato (PPS), envolvido recentemente no caso dos “Tratores de Arapiraca” será candidato a deputado estadual nas eleições de 2018. Mesmo em meio à polêmica sobre o uso de máquinas públicas que estariam sendo utilizadas em benefício próprio, o vereador pretende entrar na disputa por uma das cadeiras da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE). 

No início do mês, a prefeitura de Arapiraca revogou, por meio da Justiça, a cessão de tratores pertencentes à secretaria municipal de Agricultura e que estavam na propriedade do vereador sendo usados apenas para serviços determinados pelo político. O vereador recebeu o pedido de reintegração de posse e as máquinas foram encaminhadas para um galpão da prefeitura.

Mas Sérgio do Sindicato pede a devolução dos tratores à Associação de Moradores da Vila Fernandes, que tem como presidente seu irmão. O vereador alega que um trator foi conseguido por meio de uma Emenda Parlamentar do deputado Paulão (PT), e o outro teria cido cedido, em 2014, pela então prefeita Célia Rocha.

Por sua vez, a prefeitura alega que é proprietária das máquinas e que teve que acionar a Justiça para rever os tratores, após vários pedidos de devolução feitos ao vereador que não foram atendidos. A secretaria de Agricultura entende que os equipamentos devem ser utilizados em benefício de toda população de Arapiraca e que é a própria secretaria que deve determinar qual área ou comunidade deve ser atendida. 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Fernando Collor conclama União por Alagoas em encontro com ex-governadores

Cortesia 3070a1b4 7ccf 4a16 a965 3be6d9fdbb70 Collor, Manoel, Renan, Teotônio, Moacir e Ronaldo

O senador Fernando Collor (PTC) pede a união da classe política em defesa de Alagoas. A mensagem do ex-presidente do Brasil foi passada durante solenidade, no último sábado (16), quando o senador foi homenageado pelo governador Renan Filho (PMDB) como parte do calendário festivo do bicentenário do Estado.  

Participaram do ato solene, no Palácio Floriano Peixoto, em Maceió, outros quatro ex-governadores: Moacir Andrade, Manoel Gomes de Barros, Ronaldo Lessa e Teotônio Vilela Filho. Collor discursou em nome dos homenageados e disse que o momento pode ser configurado como um grande marco na política alagoana que consegue unir as diferenças ideológicas sem bandeiras partidárias.

“Espero que a classe política alagoana se una quando o tema em debate fizer referência a Alagoas. Neste momento, todos os ex-governadores deixaram de lado qualquer divergência política para, juntos, celebrarem a história de nossa Alagoas", destacou Collor.

O governador Renan Filho assinou o decreto que concedeu a Medalha do Mérito da República Marechal Deodoro da Fonseca aos homenageados, a mais alta honraria do Poder Executivo.

"Aqui, nesta solenidade, a classe política está prestando uma homenagem a Alagoas. Um estado que tem diversos exemplos de luta, bravuras, vitórias e tantos outros. Mas que sempre ressurgiu nos momentos mais difíceis da história para se reafirmar como estado digno, honrado, de gente trabalhadora e motivo de orgulho para todo o país. A presença de cada ex-governador, hoje, mostra a maturidade política destes homens públicos que superaram divergências ideológicas em prol do nosso Estado".

Os ex-governadores Guilherme Palmeira e Geraldo Bulhões foram convidados, mas não compareceram alegando motivos particulares.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Vereador Fabiano Leão parabeniza os 200 anos de Alagoas e enaltece atual gestão

Cortesia E6b4f623 79a0 4303 924f 860e6cffc922 Vereador Fabiano Leão (PMDB/AL)

O vereador por Arapiraca, Fabiano Leão (PMDB) parabeniza Alagoas pelos seus 200 anos de emancipação, neste 16 de Setembro. Ele destacou a importância que tem o Estado para a região Nordeste e para o país, sobretudo nas áreas do turismo e do artesanato, além de ressaltar o compromisso do governo Renan Filho com a população alagoana. 

“Todo cidadão de Alagoas está de parabéns por mais um ano de emancipação política e nesta data que marca os dois séculos de sua independência reconhecemos os avanços que estão sendo viabilizados com ações de um governo sério, comprometido com os principais problemas da população e campeão em transparência no Brasil”, destacou. 

Nestes dois dias, sábado (16) e domingo (17) Alagoas comemora o bicentenário de sua emancipação política com uma Virada Cultural que terá como destaque a diversidade musical alagoana. A será realizada no bairro Jaraguá, no Centro Histórico de Maceió. Serão três palcos que vão receber mais de 100 artistas, sendo dois no estacionamento do Jaraguá e um na Praça Dois Leões. 
 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Célia Rocha e Luciano Barbosa não estarão juntos na eleição de 2018

Arquivo/Cada Minuto 33434ab6 f731 4a16 b71e 52edce226647 Luciano Barbosa e Célia Rocha

A eleição de 2018 pode distanciar dois grandes nomes da política no interior de Alagoas. Aliados por quase 20 anos, a ex-prefeita de Arapiraca, Célia Rocha e o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, correm o risco de estar em palanques diferentes no pleito do ano que vem. 

O fato é que Célia, que já administrou a segunda maior cidade do Estado por três mandatos, anunciou que será candidata a deputada estadual e tem vários motivos pessoais para não ficar ao lado do senador Renan Calheiros (PMDB) e consequentemente do filho, Renanzinho, governador de Alagoas. 

Em tese, Célia Rocha vai para a disputa de uma das vagas na Assembleia Legislativa (ALE), mas na condição de oposição ao governo o que a deixará, momentaneamente, afastada do ex-prefeito Luciano Barbosa. Este que pode repetir a dobradinha do PMDB e ser mantido na chapa de Renan Filho que buscará renovar o mandato por mais quatro anos. No plano B, Luciano sairia como candidato a federal. 

Nesta condição, Célia terá ainda motivos de sobra para se reaproximar do prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB) o qual sempre teve grande amizade e estima. Aliados políticos num passado recente, Célia e Rogério podem se unir e formar uma chapa que teria como candidato ao governo o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, ao senado o ex-governador Teotônio Vilela Filho e outro nome (a definir), além de Rodrigo Cunha e Severino Pessoa como candidatos a deputado federal.  

Rogério terá ainda que encontrar espaço para o filho, Moacir Neto, que também será candidato a deputado estadual. Já o outro nome para a disputa ao Senado pode ser Benedito de Lira (Biu) que tem colaborado com a gestão tucana em Arapiraca desde o início do atual mandato.  
 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Prefeitura de Marechal Deodoro realiza Dia Mundial de Limpeza de Praias neste sábado (16)

Ilustrativa Ccb8ab40 4f21 412f a0e9 46d434b03219 Praia do Francês, Litoral Sul de Alagoas

A Prefeitura de Marechal Deodoro, por meio da Secretária de Meio Ambiente, Saneamento, Pesca e Aquicultura, realizará neste sábado (16) o Dia Mundial de Limpeza de Praias – Clean Up The World. O evento acontece a partir das 7 da manhã na Praia do Francês.

O Dia Mundial de Limpeza de Praias é um programa que acontece em todo o mundo em prol da preservação das praias sendo um dos movimentos internacionais de meio ambiente mais inspirador e efetivo que existe, utilizando a mobilização social como instrumento de engajamento popular para conservação e proteção dos recursos naturais.

Em Marechal Deodoro, a ação não será apenas de recolhimento de lixo. Quem for participar, poderá adotar mudas de árvores, doar ração para cão e gato e adotar algum animal. Além disso, também haverá recebimento de óleo de cozinha, usados para a produção de sabão e exposição e venda dos produtos pelos integrantes da cooperativa, entre outras atividades. Além da limpeza na areia, a ação também ocorrerá no mar e nos arrecifes, por pescadores e mergulhadores. O evento será finalizado com um aulão de zumba.

O evento vai contar com a participação dos catadores da Coopmar, mas é aberto à toda a população. Todos os resíduos recicláveis que forem recolhidos serão levados para a sede da Cooperativa de Catadores.

O Dia Mundial de Limpeza de Praias – Clean Up The World é realizado pela prefeitura de Marechal Deodoro e tem o apoio das pousadas Aconchego, Capitães de Areia, Sempre Graciosa, Panorama, Lua Cheia, Paraíso do Francês, Brisa do Mar, Brunmar, La Dolce Vitta; Supermercado Super Giro, Supermercado Compre Sempre, Hotel Ponta Verde, Fábrica Francês e Gelo e Líder Embalagens.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Jefferson Barreto quer mobilizar prefeitos em prol da manutenção do Programa do Leite

Genival Silva 6a7abb61 4ba9 4ab8 9946 b5176ecb59a6 prefeito fará mobilização para manter programa

O prefeito de Jaramataia, Jefferson Barreto (PSB) cobra do governo uma ação mais enérgica para evitar que centenas de famílias e dezenas de agricultores familiares sejam prejudicadas com a suspensão parcial ou total do Programa do Leite na Região.  

Barreto acredita que só com o empenho do governo do Estado e da bancada federal, em Brasília, será possível convencer o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a evitar o contingenciamento deste importante serviço que garante alimento à mesa da população, além de garantir renda aos produtores de leite.  

“O Programa ajuda as famílias carentes e garante renda de dezenas e dezenas de agricultores familiares que fornecem o produto. A quebra dessa corrente prejudica os dois lados e temos que unir os municípios beneficiados para manter o sistema em funcionamento”, diz.  

Mobilização

Jefferson Barreto destaca ainda que o prejuízo já é sentido em boa parte do Estado em virtude da diminuição do repasse de recursos para manter o Programa do Leite em total funcionamento. A ideia do prefeito de Jaramataia é promover uma mobilização com vários gestores numa audiência com o governador Renan Filho (PMDB) para, em seguida, também pressionar o governo federal com esta mesma pauta.  

“A diminuição da verba para manter este programa prejudica diretamente as famílias carentes, sem contar na economia do Estado e do Município. Antes eram mais de 80 mil litros de leite por dia, agora são pouco mais de 40 mil, isso gera prejuízo aos demais produtores da Bacia Leiteira”, destaca Jefferson. 

O outro lado

Em defesa do governo do Estado, o vice-presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), deputado Chico Tenório lembra que a situação só não está pior porque o governador Renan Filho antecipou as contrapartidas para o pagamento dos produtores.

O parlamentar afirma que o governo federal não liberou nenhum recurso em 2017, enquanto o Estado já liberou mais de R$ 7 milhões. Tenório disse também que o secretário de Agricultura, Álvaro Vasconcelos, garantiu que serão antecipados, ainda esta semana, mais R$ 2,5 milhões para evitar que o programa pare. 
 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com