Clau Soares

MBA Arapiraca reúne mais de 700 pessoas em sua oitava edição

  • Redação
  • 26/10/2019 18:19
  • Clau Soares

Mais de 700 pessoas estiveram presentes no Management Business Arapiraca (MBA) 2019, realizado pelo Grupo A5VC, nestas quinta-feira (24) e sexta-feira (25), no Levino’s Hall. Foram seis palestras, com mais de dez horas de conteúdo. Empresas, profissionais e estudantes prestigiaram o evento que  trouxe ainda os estandes dos patrocinadores locais, degustação de pratos de buffets e restaurantes da região, além de muita troca de ideias e contatos entre os participantes.

Na primeira noite, a consultora, palestrante e diretora da Conecta Consultoria Pollyana Fonseca ministrou a palestra “Atendimento, um diferencial competitivo”; o master coach com formação internacional, treinador, palestrante, hipnólogo e empresário Beto Chaves falou sobre “O Poder de uma decisão; Rick Chesther deu show e levantou o público com sua história empreendedora durante a palestra “Pega a Visão”.

O influenciador digital Rey Costa abriu a noite de palestras da sexta-feira com o tema “Como as redes sociais podem aumentar suas vendas”; o especialista em inovação e marketing para pequenos negócios, Bruno Miranda, falou sobre “O Segredo Mágico das Vendas” e, literalmente, trouxe mágica ao palco do MBA Arapiraca.  O empreendedor, escritor e palestrante Fred Alecrim manteve o público atento, na última atração do MBA, com o tema “Inovar é ação”.

Para a empreendedora Mariselia Gonçalves, participar do MBA Arapiraca 2019  trouxe muita inspiração. Durante as duas noites, ela chamou a atenção de quem estava no local. Com o filho Luiz de um aninho e quatro meses no colo, a jovem não deixou de estar presente e prestar atenção nas palestras. “Foi incrível! Estou muito feliz de ter ido, aprendi muito em pouco tempo. OMBA é rico em informações construtivas. Facilmente se adquire aprendizado, seja com os palestrantes que não deixaram a desejar até a presente edição, seja pelos contatos que a gente faz com outros participantes”, destacou.

Com os ingressos esgotados, esta oitava edição consolida o sucesso da iniciativa, como o maior evento de empreendedorismo, vendas e marketing do interior de Alagoas. “É uma satisfação enorme poder realizar este evento. É o oitavo ano consecutivo do MBA Arapiraca e conseguimos entregar um evento com um nível altíssimo de satisfação”, afirmou o empresário e idealizador Yuri Tavares.

Os influenciadores digitais de Arapiraca também prestigiaram a iniciativa. Estiveram presentes, Yanne Bezerra, João Paulo Tenório (Arapiraca do Deboche), Ágatha Venceslau (Rapunzel Bolada), Ana Vitória , Gui Ferreira (Achei Arapiraca), Eric Brito (Dicas Arapiraca), Monick D’Olivier, Clau Soares (jornalista – Blog da Clau Soares) e Lohuama Alves (jornalista).

Em Arapiraca: Senac oferece ferramenta de orientação profissional para público de centro de compras

  • Redação
  • 24/07/2019 09:30
  • Clau Soares

Ascom/Senac 

 

O Senac oferece ao público do Arapiraca Garden Shopping, até o dia 4 de agosto, uma programação gratuita de palestras, oficinas e sorteio de cursos, além da Bússola das Profissões, um game interativo, disponível no site www.al.senac.br/bussola, que apresenta uma temática espacial e, por meio de perguntas sobre personalidade e comportamento, traça o perfil profissional que mais se aproxima das habilidades do usuário, recomendando algumas áreas de atuação.

 

A programação está sendo realizada no estande, localizado na praça de eventos do centro de compras, onde é possível assistir a palestras sobre diversos temas, como “Estratégia de Marketing para o Comércio”, “A Comunicação Profissional como Ferramenta de Trabalho”, “Gestão Empresarial: Amplie seus Limites”, “Dispositivos Móveis: A Era da Mobilidade”, “Vencendo o Medo de Falar em Público”, “Maquiagem: Cores e Estilos”, “Gestão do Salão de Beleza: Os passos para o Sucesso Profissional”, “Criatividade e Inovação: Amplie seus Limites e Aumente o seu Valor”, além de participar de oficinas de Bolo Decorado, Cupcakes, Doces Finos, Canapés Variados, Penteados Práticos, e Design de Barba e Cortes Estilizados.

Dia do Amigo PET acontece no próximo sábado em Arapiraca

  • Redação
  • 18/07/2019 09:47
  • Clau Soares

Fonte: Live Comunicação

Para incentivar a adoção de animais abandonados, o Grupo Coagro e a associação Protetoras Arapiraca estão promovendo o “Dia do Amigo PET”, no próximo sábado, 20 de julho, a partir das 8h, na Loja Coagro, na Rua Expedicionário Brasileiro, número 145.

A ação reunirá diversos cães, entre adultos e filhotes, fêmeas e machos, prontos para ganhar um lar. Os animais fazem parte do banco de protetores recolhidos pela associação e atualmente estão em local temporário. 

Os cachorros e cadelas serão entregues saudáveis e vermifugados, sendo preciso fazer castração na época adequada. Além disso, a Coagro irá disponibilizar gratuitamente um kit com alguns produtos para os animais adotados. Durante o evento, também haverá sorteio de brindes.

O engenheiro agrônomo Ricardo Barreto, presidente do Grupo Coagro, destacou a ação e aproveitou para lançar uma nova promoção. “Atividades como essa demonstram a preocupação da empresa com os animais que precisam tanto da nossa atenção e cuidado”, disse.

“Além disso, os clientes que comprarem artigos pet até o final de julho em uma das lojas de Arapiraca estarão colaborando também, pois 5% da renda será destinada as Protetoras. Eles ainda poderão participar da nossa campanha de aniversário, que está sorteando vários prêmios”, acrescentou. 

Entusiasmada com a campanha, Luiza Almeida, uma das diretoras da Associação Protetoras fez uma convocação: “Estamos constantemente na luta, buscando dar aos animais protetores, cuidadores; mas também retirando-os das ruas, onde vivem em abandono e em condições insalubres. Precisamos pensar nessa ação como imprescindível para quem ama e cuida dos animais”. 

Os interessados devem comparecer a Loja da Coagro com um documento de identidade com foto e comprovante de residência, e devem também ser maiores de 18 anos.

Forró do Cabrunco: a banda arapiraquense e o encanto do forró genuinamente nordestino

  • Redação
  • 16/07/2019 15:53
  • Clau Soares
Foto: Lucas Gottardi

Para nós, que moramos no Nordeste, não há um período determinado para dançar um bom forró. De janeiro a janeiro, é só marcar hora e lugar, que a galera já se anima para dançar juntinho o ritmo que exala alegria e aconchego, características bem nossas. Em Arapiraca, o arrasta-pé é garantido pelo grupo Forró do Cabrunco, que exalta a vertente tradicional, mas também faz bonito com os forrós modernos.

Os jovens arquitetos Tadeu Nascimento, Elias Querino, Kátryson Muniz, João Marcos Alves e Jader Petuba; e o farmacêutico Victor Lima compõem o sexteto que carrega uma história peculiar. Todos eles são graduados pela Universidade Federal de Alagoas de Arapiraca. Foi lá, nos corredores da universidade, que eles deram os primeiros passos para a formação do grupo.

“A banda surge a partir de dois momentos, entre 2013 e 2014. O primeiro, através de um projeto musical de alguns membros da banda, "Swing da Sexta". Nós levávamos os instrumentos, tocávamos e deixávamos aberto pra quem também quisesse tocar. O segundo, durante uma viagem de faculdade para Minas Gerais, em 2014. Levamos alguns instrumentos pra "fazer zuada" e o repertório de ida e volta foi o bom e velho forrozinho”, relembra o baixista Jader.

O que era um hobbie virou projeto musical. Apesar de alguns membros terem bandas de rock, na época, foi o forró que se impôs, naturalmente, à medida que os convites para tocar foram surgindo. “Tinha uma aceitação positiva, éramos (mais) jovens com uma pegada descontraída, tocando músicas consideradas velhas, mas que todo mundo conhecia e curtia”, avalia o músico.

Eles são antenados com as músicas modernas, porém a valorização da cultura nordestina está no DNA da banda. “O forró tradicional é onde o Forró do Cabrunco se encontra. É o ponto em comum dos seis da banda. É o que nos uniu e é o que nos faz continuar. Sentimo-nos orgulhosos em vestir essa camisa e poder contribuir um pouco pra que a cultura nordestina permaneça viva”.

 

Agenda cheia

Nos últimos dois anos, o Forró do Cabrunco virou preferência do público – e não só em Arapiraca, mas também em outras cidades do interior de Alagoas. Este ano, foram 12 shows somente em junho, entre eles, o Aravantu. Para dar conta do recado, os meninos ajustam as rotinas – eles têm ainda uma “vida normal” e os shows.

“Os meses de junho dos últimos anos realmente têm sido bem intensos. Em nenhuma outra época, somos tão solicitados. Sabendo disso, já entramos nessa fase preparados pra dedicar mais tempo e sacrificar algumas coisas pra manter o compromisso que esse mês pede. Nossa prioridade, em junho, torna-se,  de fato, o Forró do Cabrunco”, afirma Petuba.

A banda tem recebido o apoio de amigos e de algumas empresas, como do professor Rafael Rust, do jornalista e artista Breno Airan, dos músicos Janu Leite e Andrey Felipe, além da CCTS Arapiraca, e da Cerveja Delacruz.

Vem novidade aí

Para 2019, a banda Forró do Cabrunco deve lançar o seu primeiro clipe, com música autoral e inédita e direção do cineasta Tarcísio Ferreira. “Ainda não temos uma data específica para o lançamento. Será em breve e estamos preparando tudo para que seja um dia de comemoração e muito forró”, garantiu o baixista. A gente já está na expectativa.

Quer acompanhar a banda e ficar por dentro da agenda dos shows? Segue na rede social: https://www.instagram.com/forrodocabrunco/

Inaugurado há um mês, Parrilla Grill é sucesso em Arapiraca

  • Redação
  • 28/06/2019 14:05
  • Clau Soares
Fotos: Divulgação

A carne de qualidade e o ambiente aconchegante com toques rústico e moderno conquistam o cliente que freqüenta o Parrilla Grill, inaugurado há cerca de um mês, na Avenida Ceci Cunha, em Arapiraca. Misto de restaurante e boteco, é o lugar ideal para estar com a família ou amigos e degustar bons pratos e boas bebidas.

Com a casa cheia desde que abriu as portas, o Parrilla já se tornou um dos pontos mais freqüentados da cidade. O empresário Edmilson Júnior, que vinha planejando a abertura do empreendimento há alguns anos, afirmou que, em virtude da lacuna na cidade de um local neste formato, contava com a aceitação do público, entretanto a procura foi bem maior do que o esperado. “Estamos sempre lotados. Tivemos que reformular a operação dos garçons e da cozinha”, explica. 

O sucesso não é para menos. Todos os pratos são feitos com carnes e cortes nobres de bovinos, suínos, frango e cordeiro, fornecidos pelo Frigorífico Dom Grill, o principal parceiro da casa. Para montar o cardápio e a cozinha, o restaurante teve a assessoria do chef Kiko Rosivaldo Santos, cujo currículo inclui a sub-chefia do aclamado restaurante Maria Antonieta (Maceió). 

Como o próprio nome sugere, o uso da parrilla, um tipo especial de churrasqueira no qual as carnes são assadas somente com a brasa incandescente, sem a interferência da fumaça e das chamas, é outro diferencial.  O empresário Edmilson Júnior explica que a  parrilha é uma tendência no universo do churrasco, e junto com a técnica culinária, oferece ao consumidor uma carne com sabor, textura e apresentação únicos.

Todos os pratos são feitos na hora e, por isso, levam entre 40 e 50 minutos para ficarem prontos. Enquanto isso, o cliente pode apreciar uma boa bebida, além da tradicional cerveja, há vinhos, drinks e destilados, e degustar os petiscos que têm um tempo de preparo menor. A picanha de novilha e a costela no bafo são os mais pedidos. 

E para quem não abre mão de um doce ou sobremesa, o cardápio conta com as delícias da HK Cakes, tradicional doceria da cidade. 

Ambientes
A casa conta ainda com dois ambientes: o externo, onde às sextas e aos sábados, há música ao vivo (couvert R$ 8,90) ou no interno, para quem prefere ficar em um local mais reservado. 

Funcionamento
O Parrilla Gril abre de quarta à sexta-feira, das 17h à meia-noite; no sábado, de 11h à meia-noite; e no domingo, das 11h às 22h. Edmilson Júnior ressalta que o horário deve ser ampliado nos próximos dias, com a inclusão de pratos executivos no horário de almoço. O novo cardápio está sendo elaborado. 

Endereço e contatos
Avenida Deputada Ceci Cunha, 928
Tel.: 82 99130-1021
Instagram: @parrillagrilll (o cardápio está disponível no perfil)

Filmes arapiraquenses serão exibidos gratuitamente no Sesc Arapiraca

  • Redação
  • 27/05/2019 12:27
  • Clau Soares
Tarcísio Ferreira é estreante na Mostra

Com assessoria

Embora um tanto silenciosa, a produção cinematográfica em Alagoas tem resultado em grandes trabalhos (mais conhecidos no próprio meio do que pelo grande público, diga-se). Iniciativas como a Mostra NAVI, que acontecerá nos próximos dias 31 de maio e 01 de junho, no Sesc Arapiraca, são uma oportunidade de assistir aos filmes, gratuitamente, e ainda poder bater um papo com seus produtores.

Nesta edição, nomes arapiraquenses premiados, como os dos cineastas Rafhael Barbosa, Leandro Alves e Wagno Godez, que já são referência no universo do audiovisual, voltam a ser destaque, juntamente com novos aficionados pela arte cinematográfica. Dentre os filmes que serão exibidos, estão “Besta-Fera”, de Wagno Godez; “Nas Quebradas do Boi”, de Igor Machado; “O Homem das Coisas”, uma realização do projeto NAVI nas Comunidades, contemplado pelo edital a ALGÁS, e “À Margem”, do estreante Tarcísio Ferreira.

Além das exibições, a mostra contará com a presença dos realizadores para um bate-papo após o final de cada sessão.  

 

Mostra NAVI

A  MOSTRA NAVI teve sua primeira edição em 2017 e contou com um público de mais de 200 pessoas, mostrando o potencial do cinema arapiraquense. Em sua segunda edição (2018), já com a parceria do Sesc, por meio do Projeto Arte em Circuito, a mostra teve em sua programação os filmes vencedores da VIII MOSTRA SURURU DE CINEMA ALAGOANO e  a estreia do filme AVALANCHE, de Leandro Alves, e dos dois filmes realizados nas oficinas de formação do NAVI: Leve A’mar e Serrote. Foi provado que a cena audiovisual de Arapiraca começou a se construir de maneira atuante, com a perspectiva de um futuro produtivo, com capacidade de contribuir para o fortalecimento da identidade cultural do município.

NAVI

O Núcleo do audiovisual de Arapiraca – NAVI é um projeto da AAMA – Associação dos Artistas da Massaranduba tem como objetivo desenvolver ações de formação, fomento, produção, difusão e circulação do audiovisual no município de Arapiraca, na perspectiva da economia criativa e da transformação social a partir da formação de jovens.

 

PROJETO ARTE EM CIRCUITO

O Projeto Arte em Circuito tem o objetivo de ampliar e democratizar o acesso à programação cultural, bem como desenvolver o processo de formação de público e do fazer artístico, cujos saberes e a diversidade sejam valorizados e haja oportunidade de uma aprendizagem contínua para os participantes.

PROGRAMAÇÃO

III MOSTRA NAVI

31 DE MAIO – SEXTA-FEIRA

O poeta do barro vermelho

Animação / Livre / 2019

Direção: Matheus Nobre

Neste sarau animado, o ativista ambiental Toinho Pescador conta, através de seus próprios versos, um pouco de sua história e de sua cidade, ambas fortemente ligadas ao Rio São Francisco. Através de suas percepções do quê e de como as coisas mudaram, vemos um contraste entre passado e presente e somos alertados sobre os desafios que o rio encara nos dias de hoje e de como todo o ecossistema é afetado.

A feijoada de Vovó Maria Conga

Documentário / 20 min / Livre / 2018

Direção: Rafhael Barbosa e Werner Salles

À Margem

Documentário / 15 min / Livre/ 2019

Direção: Tarcísio Ferreira

Hoje cercado por condomínios de alto padrão e bairros planejados, o Lago da Perucaba, localizado na periferia de Arapiraca – AL, abriga uma pequena vila de pescadores que resiste a investidas e sabotagens da especulação imobiliária devido à sua localização. Estigmatizada como lugar desabitado e inutilizado, a vila agora serve de apoio para pesca e sobrevivência de diversas famílias depois da evasão da maioria de seus moradores.

Nas Quebradas Do Boi

Documentário / 20 min / Livre / 2019

Direção: Igor Machado

 

01 DE JUNHO – SÁBADO

Parteiras

Documentário / 24 min / Livre / 2018

Direção: Arilene Castro

Projeto Raízes do saber: Valorização da pessoa idosa do campo de Alagoas.

Coração Sem Freio

Ficção / 08 min / Livre / 2018

Direção: Cris da Silva e Hallana Lamenha

Débora não tem freio no coração.

O Homem das Coisas

Documentário / 13 min / Livre / 2018

Direção: Coletiva

Seu Edvaldo gosta de coisas velhas. Documentário realizado por alunos da Comunidade Rural Bananeiras em Arapiraca/AL, através do Projeto NAVI NAS COMUNIDADES.

Besta-Fera

Ficção / 22 min / 12 anos / 2018

Direção: Wagno Godez

Final do século XIX, Isolados no sertão alagoano, mãe e filho acolhem um homem desconhecido e ferido em casa, fato que muda os rumos de suas vidas.

 

SERVIÇO

III MOSTRA NAVI

Local: Teatro Hermeto Pascoal – Sesc Arapiraca (Rua Manoel Cazuza, S/N, Santa Edwiges, Arapiraca/AL)

Data: 31 de maio e 01 de junho de 2019

Horário: 19h

ENTRADA FRANCA.

 

Universo azul: 1º Sensse Day vem com 12h de debate sobre autismo

  • Redação
  • 28/03/2019 10:34
  • Clau Soares

Fonte: Assessoria

A cidade de Arapiraca recebe neste sábado (30) o “1º Sensse Day”, com o mote “Autismo: Pensando Através do Espectro”. A iniciativa é realizada pela Clínica Sensse: Mente e Corpo com o objetivo de aproximar pais, profissionais das áreas de Saúde, Educação, Assistência Social e Cultura, estudantes e interessados no tema.

A integração dessas forças tem um comum objetivo: enxergar sob a ótica dos autistas este “universo azul” e suas várias matizes dentro de uma paleta de possibilidades. Compreender isto é um passo já fundamental na caminhada de entendimento do outro.

As inscrições poderão ser feitas até as 19h desta sexta-feira (29) através do www.doity.com.br/sensse-day, tendo um investimento de R$ 80 para pais e profissionais e R$ 50 para estudantes, com certificado de 10h de carga horária.

PRIMEIRA EDIÇÃO

O evento-piloto acontecerá no Centro Universitário Regional do Brasil (Unirb), no bairro Planalto, do outro lado do Arapiraca Garden Shopping. Ele terá início com o credenciamento às 7h30 e segue até as 18h30. Isto é, cerca de 12h de debates voltados para o TEA, a contar com especialistas renomados na linha de frente.

Pela manhã, haverá a palestra “Neurolinguística e Autismo: a aquisição de linguagem na criança com TEA”, do professor mestre de Letras da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) Ronaldo Nobre Leão.

Na sequência, após o coffee break, o primeiro workshop do dia: “Intervenções Neuropsicológicas na pessoa com TEA”, com a psicóloga, neuropsicóloga e professora mestre Priscila Bezerra Barbosa, especializada em Processos Cognitivos e Medidas de Avaliação.

Na parte da tarde, dividido em dois momentos, o workshop diretamente de Curitiba do professor pós-doutor e psicólogo José Raimundo Facion com o tema “Autismo e Comportamento: diagnóstico, diagnóstico diferencial e tratamento à luz da Análise do Comportamento Aplicada”. Ele estudou a fundo o Autismo em universidades da Alemanha e hoje é diretor do Instituto Nacional de Pós-Graduação e Eventos Acadêmicos (INAPEA).

Depois destes encontros, acontecerá ainda uma mesa-redonda e espaço para questionamento dos participantes.

Este 1º Sensse Day vem para reverenciar também o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, data que tem o intuito de esclarecer sobre este transtorno que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.

CLÍNICA SENSSE

Com efeito, é necessária uma equipe multidisciplinar para cuidar devidamente das pessoas com autismo, composta por profissionais de Psicologia, Neurologia, Nutrição Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia e Psicopedagogia.

Tudo isso há na Clínica Sensse: Mente e Corpo, situada na Rua São Nicolau, nº 269 A, no bairro Brasília. Em todas as esferas, o acolhimento lá é certo. Para mais informações, o contato telefônico é o (82) 999.511.757.

Baque Alagoano anuncia apresentações no carnaval de Maceió e de Pernambuco

  • Redação
  • 26/02/2019 12:57
  • Clau Soares

Fonte: Assessoria 

O Maracatu Baque Alagoano não para! Ainda celebrando o sucesso da 2ª edição do Polo dos Maracatus, com presença maciça do público, o grupo anuncia que no próximo domingo (03) e segunda-feira (04) estará nas ruas históricas do Recife e Olinda, respectivamente, para cortejos de carnaval. E mais: a festa continua na terça (05), com a Noite Afro no Polo da Praia, em Maceió.

No Recife, o grupo fará sua concentração às 20h na Rua da Moeda, próximo à estátua de Chico Science, e seguirá pelas ruas do Recife Antigo até a Praça do Arsenal. Vale destacar que o local escolhido é o monumento ao cantor, nas imediações do Cais da Alfândega.

Já em Olinda a concentração será pela manhã, às 10h, próximo a igreja do Bonfim, em frente ao número 315. De lá, o cortejo sai em direção aos Quatro Cantos, Mercado da Ribeira, casa de Alceu Valença e termina na Igreja de São Pedro.

O retorno para casa tem a última apresentação desse carnaval, na Terça-Feira Gorda, quando o Baque Alagoano será uma das atrações da Noite Afro do carnaval de Maceió, no palco que será montado em frente ao Lopana, na Praia de Pajuçara. A festa começa a partir das 19h e vai contar, ainda, com Afro Mandela, Afro Afoxé e Mulheres na Roda de Samba.

Este é o ano com maior número de apresentações do Baque durante prévias e carnaval desde sua fundação, em 2007. Após levar 85 batuqueiros e batuqueiras ao Jaraguá Folia, o grupo se orgulha de manter praticamente o mesmo número pelas ruas de Pernambuco, levando um pouco do sotaque alagoano no maracatu de baque virado.

“O Baque Alagoano realmente está superando todas as expectativas em relação a apresentações, em todos os sentidos. Acredito que o maracatu está vivendo um momento muito importante de destaque na cultura alagoana, estando presente em vários momentos, além das prévias e carnaval”, pontuou Théo Carneiro, coordenador artístico-cultural do MBA.

 

SERVIÇO - Apresentações de carnaval do Baque Alagoano

Dia 03/03 - Recife Antigo

Concentração às 20h na Rua da Moeda, próximo à estátua de Chico Science

 Dia 04/03 - Olinda

Concentração às 10h próximo a igreja do Bonfim, em frente ao número 315

 Dia 05/03 - Maceió

Noite Afro no Polo Praia, em frente ao Lopana a partir das 19h

Festival da Diversidade traz filmes e palestras para Arapiraca

  • Redação
  • 07/02/2019 10:05
  • Clau Soares

Uma grande mobilização, para alertar a sociedade alagoana sobre a diversidade, acontecerá do dia 11 ao dia 13 de fevereiro, em Arapiraca. Criado pelo grupo Cinesystem, o projeto conta com apoio da Associação Pestalozzi e Garden Shopping. 

O Festival da Diversidade, como foi intitulado, acontece em todo o país e abordará diversos temas de inclusão que buscam representar a pluralidade do ser humano.

Durante os três dias, a Pestalozzi Arapiraca irá promover uma série de palestras, apresentações e debates sobre a diversidade, sempre no período da manhã. O espaço será destinado à escolas, universidades, mas também será aberto ao público que queira saber mais sobre o tema.

“Uma grande oportunidade para mostrarmos o trabalho da nossa instituição na inclusão de crianças e jovens, numa sociedade tão desigual. Oportunidade para debatermos melhorias e formas de encararmos a vida dessa galera”, explicou Fabiana Cavalcante, gerente da Associação. 

Além disso, seis filmes que abordam o assunto serão exibidos em horários alternados no Cinesystem: "A pé ele não vai longe"; "Infiltrado na Klan"; "Moonlight"; "Sob a luz do luar"; "Tully"; "Colette" e "Com amor, Simon". 

Para assistir às obras cinematográficas, o público poderá comprar as entradas nos guichês de atendimento, na entrada do cinema, ou nos caixas a um preço especial – R$10 por filme. Também serão disponibilizados descontos para quem optar assistir três ou os seis filmes do festival, todos com valores promocionais.

“Buscamos apoiar, valorizar e dar visibilidade a grupos que precisam de espaço para mostrarem suas experiências. O festival acontece por todo o país, mas aqui em Arapiraca teremos uma programação diferente e atrativa a todos”, comentou Jean Barbosa, coordenador de vendas do Cinesystem.

A gestora de marketing do Garden Shopping, Daniela Santos, elogiou a ação e destacou a importância de eventos desse porte para população. “Nosso empreendimento sempre estará aberto a essas iniciativas. Abordar temas sociais é falar sobre nosso dia a dia e como podemos melhorá-lo”, afirmou.

Outra novidade do festival é que também na próxima semana, especificamente entre os dias 11 e 17, todas as pipocas ou combos vendidos terão percentual de valor revertido para Pestalozzi. 

Programação de Palestras

TODOS OS DIAS DAS 8H ÀS 12H

11/02 – “A diversidade e o respeito contribuem para a construção de uma sociedade inclusiva”

Ciclo de Palestras:

• Cilene Ferreira – Professora - Tema: “A importância de pais co-terapeutas no Desenvolvimento e Reabilitação de Crianças Autistas”

• Equipe Multiprofissional da Pestalozzi – Tema: “A importância da Equipe Multiprofissional no processo de inclusão”.

• Monica Nunes e Luiz Felipe – Tema: “Inclusão com Acolhimento”

12/02 - “A importância do respeito à diversidade na Escola: Não deixe a diversidade se transformar em adversidade”.

Mesa Redonda:

• Thayse Dulles – Psicóloga – Tema: “Adversidade e a diversidade, superando diferenças”

• Karla Thialla – Psicóloga – Tema: “Inclusão social na Escola: do respeito às adversidades à inclusão das diferenças”

Apresentação Cultural: Afrolozzi

13/02 - “Diferente é o Mundo que queremos”

Apresentação Teatral - Le Monde Bleu – O Mundo Azul 

LE MONDE BLEU - O MUNDO AZUL é um espetáculo performance, que trata do TEA - Transtorno do Espectro Autista – através da visão de uma mãe de primeira viagem que descobre que seu filho é autista com apenas 1 ano de idade. E a partir daí começam as andanças pelos tratamentos multidisciplinares, de onde surge a inspiração para o espetáculo. Cenas do cotidiano e a vivência se misturam, trazendo o público para dentro do mundo do autismo de uma forma sensível, visceral e única. Dayane Teles é atriz, formada em Comunicação Social com ênfase em Publicidade Propaganda e possui Especialização em Metodologia do ensino das artes.

Bate Papo: Equipe SAUT e CAEEP da Pestalozzi

Apresentação Cultural: Cia Fulô de Mandacaru

Após reforma, Pecado da Gula surpreende clientes com decoração requintada e novidades no cardápio

  • Redação
  • 27/12/2018 21:42
  • Clau Soares

Quem nunca recorreu à tradição do Pecado da Gula, em Arapiraca, para comprar uma torta para celebrar um aniversário - ou qualquer outra data importante - ainda irá fazê-lo. Com mais de 20 anos de portas abertas, a doceria é uma referência na cidade e difícil é encontrar quem nunca saboreou suas tortas, doces de festa ou salgados.  No último domingo (22), a empresa reabriu as portas, na Rua Estudante de Oliveira Leite,  com uma nova estrutura física e a oferta de um novo produto, o gelato. O sucesso foi imediato e a casa está cheia, desde então. 

A reforma do Pecado da Gula durou exatos 100 dias. O tempo foi suficiente para trazer uma empresa repaginada, com cara de bistrô e ar europeu. Tudo na obra teve o acompanhamento direto dos proprietários, Renata Aníbal e Paulo Henrique Micheloto, junto com o trabalho da designer de interiores, Júlia Barros, e do arquiteto Josival Júnior. “Fomos contratados em setembro. Foi uma correria para fazer projeto arquitetônico, fachada, especificação de revestimentos, materiais, e encontrar fornecedores que entregassem os produtos que a gente precisava a tempo”, explicou Josival Júnior.

A ideia dos proprietários foi trazer um ambiente especial para os clientes, a partir das suas experiências em viagens. Em uma das paredes, os quadros com imagens adquiridas pelo casal, ao redor do mundo, chamam a atenção, além dos lustres e dos confortáveis ambientes próximos às janelas que conduzem a visão para a rua. “Ficou show. Super- aconchegante e o bom é que mantiveram o mesmo preço”, afirmou a cliente Isabella Senna, em uma rede social.

Mais de 20 anos em Arapiraca

Com duas décadas de existência, o Pecado da Gula tem uma história afetiva com seus clientes. "Vi muita gente crescer aqui, vindo lanchar com a turminha, depois da aula. Hoje, posso dizer que temos uma história", afirma Renata Aníbal. Inclusive, os próprios filhos do casal, Nicholas e Daphne Micheloto, cresceram junto com a empresa. Estudantes, eles aproveitaram as férias para ajudar os pais na reforma e ainda na reinauguração.

Quando o Pecado da Gula teve início, era a própria Renata quem fazia as tortas, enquanto Paulo ficava no balcão.  Ao longo dos anos,  a oferta de produtos mudou bastante,  a equipe cresceu (são 27 funcionários hoje), mas a qualidade permaneceu, o que motiva o retorno dos antigos clientes e a chegada de novos. "Cada torta é batida individualmente. Todos os nossos produtos são artesanais", destaca a empresária que apresentou ao Blog as instalações modernas e organizadas da cozinha e do estoque de matéria-prima.

Nova casa, novo cardápio

Além do gelato (um sorvete mais cremoso e de sabor marcante), que já ganhou o coração dos consumidores, o Pecado da Gula deve ofertar, em breve, cafés, suco, e mais opções de salgados.  Renata destaca que, mesmo com tantas mudanças, além de manter a qualidade e os preços dos produtos, a maior preocupação é continuar a atender bem cada cliente. "Temos uma clientela muito fiel ao Pecado da Gula", afirma. E isso, em tempos de amores líquidos, é algo realmente para se orgulhar e cuidar.

Arapiraquense promove workshop para fotografias com smartphone

  • Redação
  • 10/12/2018 12:56
  • Clau Soares

Texto e foto: Assessoria

O lado fotógrafo de cada um de nós foi aflorado com as redes sociais, que exigem uma certa ousadia. O Instagram, a rede que mais cresce no mundo, nos instiga a registrar e compartilhar com nossos seguidores o que comemos, por onde andamos, para onde estamos indo e até as belezas que podemos encontramos pelas ruas no caminho para o trabalho.

Ter que andar com uma câmera para cima e para baixo não cabe mais. Um bom smartphone resolve e supera expectativas. Mas mesmo com uma imagem de qualidade, há quem reclame que as fotos não saem tão bonitas. Chegam a duvidar que seja possível fazer tanta coisa bacana pelo celular. 

De fato um bom smartphone resolve. Mas são necessárias técnicas para aperfeiçoar o olhar. Pensando em fotografia de qualidade com baixo custo, já que nem todo mundo tem como investir em cursos e equipamentos profissionais, o fotógrafo Valdeir Gois – que atua com fotografia há oito anos - montou o workshop para fotografias com smartphone. 

Posição adequada do celular, como adquirir uma boa luz, filtros ideais e aplicativos para edição são alguns pontos que serão abordados no próximo dia 15 de dezembro. O workshop vai acontecer das 8 às 12h, no auditório do espaço UniCoworking, na Avenida Ceci Cunha, 954, bairro Itapuã.

O investimento é de R$ 100 mais 1kg de alimento. Os alimentos doados serão revertidos para a campanha Natal Solidário da rádio 96 FM Arapiraca. 

Inscrições e maiores informações através dos números 99900-5164 e 98134-2588.

O Boticário inaugura nova loja em Arapiraca

  • Redação
  • 06/12/2018 13:22
  • Clau Soares

Texto e fotos: assessoria

O Boticário, maior franqueadora de cosméticos do mundo, inaugura na manhã desta quinta (06) um novo modelo de loja no Arapiraca Garden Shopping. A unidade, que está localizada ao lado das lojas Americanas, traz um layout mais moderno e interativo com foco na valorização da exposição dos produtos e no incentivo à experimentação.

O novo espaço conta com camarim de maquiagem para que as consumidoras tenham acesso a todas as linhas de produtos ao mesmo tempo e façam a experimentação com conforto e praticidade. Há também um local especial para customização dos presentes onde estão disponíveis embalagens, fitas, cartões e canetas coloridas.

Quem visitar a loja a partir desta quinta já pode conhecer todas as novidades que a marca preparou para o Natal e festas de fim de ano. São mais de 50 opções de kits compostos pelos best-sellers e por produtos queridinhos do público que irão deixar o presente ainda mais inesquecível.

Workshop sobre mesa posta atrai público interessado em receber bem

  • Redação
  • 24/11/2018 18:02
  • Clau Soares

Organizar a mesa para servir bem à família e convidados é uma dessas práticas que a rotina corrida, cheia de obrigações, pode até não permitir diariamente, mas que pode ser feita a qualquer tempo para mimar quem amamos. Há até um nome para este tipo de ambientação: mesa posta. Nas redes sociais, o compartilhamento de ideias e dicas se tornou um verdadeiro movimento que reúne amantes e profissionais.

Para compartilhar ainda mais informações sobre o assunto, foi realizado, neste sábado (24), na loja Innovare, o primeiro workshop da área com o tema “Mesas natalinas e dicas de como receber bem em casa”, conduzido pela equipe do Mesas e Mais (@mesasemais). Gratuito, o evento reuniu cerca de 30 pessoas.  

A meseira Amanda Araújo, além de compor o grupo Mesas e Mais, possui um perfil no Instagram com mais de 22 mil seguidores, o @donadenossacasa, no qual ela publica, há cerca de quatro anos, receitas culinárias e ainda dicas para montar mesas em diferentes ocasiões. Ela foi uma das palestrantes do workshop, junto com Mariana Marques e Cláudia Bichler – também membros do Mesas e Mais. “Adoro cozinhar. E comecei a ter a necessidade de fazer mesas que pudessem comportar a comida que eu faço”, frisou Amanda.  

Para as meseiras, toda refeição é especial e também um motivo para caprichar nos detalhes. Desde o café da manhã até um chá com amigas. E, por isso, estão sempre procurando mais informações e inspirações. Silvia Oliveira é mediadora de um grupo  sobre mesa posta no whatsapp e avaliou como positivo a realização do workshop. “Foi maravilhoso. Tiramos muitas dúvidas” , avaliou.

A empresária e anfitriã Lívia Tavares celebrou o sucesso do evento e ressaltou que outras ações serão realizadas para reunir. “Fiquei muito feliz por tantas pessoas terem tido interesse. Tivemos que limitar o número de participantes, em virtude do espaço. Em breve, traremos mais novidades, em formatos diferentes”, destacou.  

Para os participantes do workshop, foi servido coffee break com bolos, biscoitos, salada de frutas e bebidinhas.

Embaixadores da Via G traduzem tendências do São Paulo Fashion Week 2018

  • Redação
  • 08/11/2018 16:01
  • Clau Soares
Arquivo pessoal
Débora e Felipe são apaixonados pelo mundo fashion

Um mergulho no universo da moda. Assim pode ser resumida a incursão dos embaixadores da Loja Via G, no São Paulo Fashion Week, número 46, no final do último mês. A blogueira Débora Lima e o fotógrafo Felipe Leão saíram de Arapiraca para a Terra da Garoa com a missão de mostrar tudo que rola na maior semana de moda do Brasil nas redes sociais da Maison e captar quais tendências serão mais fortes nesta e nas próximas temporadas. 

O que pode parecer futilidade para alguns, na verdade, é estratégico para empresas que atuam no ramo da moda. São estes grandes eventos do segmento que antecipam aquilo que vai estar em alta nas vitrines mundo afora. “Ter esse conhecimento é importante para a loja acertar nas compras com fornecedores e agradar ao cliente que sempre quer estar por dentro do que é tendência”, destacou o diretor da Via G, Thiago Tenório. 

E para traduzir o que passou pela passarela do SPFW nº 46, nada melhor do que quem realmente vive a moda. A blogueira e personal stylist, Débora Lima, acompanhou tudo, junto com o namorado Felipe Leão, e transformou em conteúdo para o Instagram da Via G - @lojasviag, inclusive os stories permanecem nos Destaques do perfil on-line. “A ideia foi essa: estar lá e poder trazer o conteúdo em primeira mão para quem segue a loja, como se também estivesse lá”, explicou a blogger. 

Eles estiveram na platéia dos desfiles das disputadas PatBo, Apartamento 03 e Água de Coco, mas também observaram o que o público, sempre tão antenado quanto as próprias estrelas da SPFW, usava.  “Vimos muito Neon. Tanto dentro dos desfiles quanto fora. Mangas e ombras super-estruturados, tons terrosos, alfaiataria ampla com tons vibrantes, bermudas ciclistas, pegada esporte, tecidos leves e fluidos, babados, candy colors, botões grandes, handmade”, enumerou Débora. 

Para além do trabalho, a dupla frisou a experiência de estar imerso em um universo cercado de criatividade e estilo.Felipe Leão falou da oportunidade de aprender ainda mais e unir esforços para mostrar conteúdo de atraente para os clientes. “Temos o mesmo objetivo de informar, compartilhar conteúdo com a maior qualidade possível, de fazer com que cada vez mais e mais pessoas tenham acesso a esse tipo de conteúdo. Foi realmente gratificante, emocionante e realizador”, afirmou. 

A iniciativa foi um sucesso, com o engajamento dos seguidores que acompanharam as publicações, inclusive, participando das transmissões ao vivo, e elogiando o trabalho. A expectativa é que a loja continue a presentear os seguidores e clientes com muita informação e muita moda. Afinal, estamos todos com um “gostinho de quero mais”.

Chapa 2 “OAB Atuante por Todos” reúne 200 advogados durante lançamento de comitê em Arapiraca

  • Redação
  • 07/11/2018 12:42
  • Clau Soares
Emily Queiroz
Márcia Acioly recebeu colegas advogados e advogadas

Texto: Assessoria

"Arapiraca dando exemplo de democracia e de inclusão participativa das advogadas e advogados ao promover a inauguração do seu comitê com a presença de um grupo enorme de advogados que reconhece que o momento da advocacia alagoana é de muita preocupação”. Estas foram as palavras do advogado Fernando Falcão, candidato à presidência da Ordem dos advogados do Brasil Seccional de Alagoas (OAB/AL) pela Chapa 2 “OAB Atuante por Todos” durante o lançamento do comitê e do caderno de compromissos dos candidatos na cidade de Arapiraca.

O evento aconteceu na noite desta terça-feira (6), e reuniu mais de 200 advogados apoiadores e simpatizantes da chapa que tem como candidata para o cargo de vice-presidente a advogada arapiraquense Claudia Lany. O coquetel de lançamento dos compromissos aconteceu no FDS Coworking e superou as expectativas do grupo.

“Esse grupo de advogados comprometidos com os anseios de toda uma classe resolve colocar o seu nome na disputa pela subseção da OAB de Arapiraca promovendo debate de ideias e apresentação de compromissos que verdadeiramente poderão fazer da OAB uma entidade atuante por todos", destacou Fernando Falcão sobre os nomes que compõem a chapa da subseccional de Arapiraca, segundo colégio eleitoral de Alagoas.

O caderno de compromissos está disponível de forma on line e foi lançado oficialmente em Maceió durante a inauguração do comitê da chapa 2, na última quinta-feira. Durante as apresentações, a candidata a vice-presidente reforçou o desejo do resgate de uma Ordem que tenha como princípios a defesa dos profissionais.

“A inauguração do nosso Comitê e apresentação dos compromissos da Chapa 2, tanto da Subseção de Arapiraca como os da Seccional, em ocasião em que se fazem presentes nomes tão valorosos da Advocacia, de tantos colegas que sonham com uma OAB  altiva, só reforça a certeza de que estamos no caminho certo, em busca de uma OAB Atuante por Todos. Onde todos efetivamente participem, com o resgate dos verdadeiros princípios da ORDEM: A defesa incondicional de seus membros”, disse a advogada.

Lany explicou, ainda, que o convite para fazer parte do grupo a deixou imensamente honrada. “Posso resumir em duas palavras: honra e responsabilidade: “Sim, quando recebi o convite de Fernando Falcão para estar candidata à vice Presidente da OAB/AL, senti-me extremamente lisonjeada em poder representar a mulher advogada como, também, a todos os advogados do interior, colegas que militam no agreste, sertão e em todo interior do Estado. Junto com o sentimento de satisfação, aflora a consciência da responsabilidade que terei à frente de tão honroso cargo. Finalizo, salientando que não medirei esforços para corresponder à confiança depositada”.

O evento reuniu diversos segmentos da advocacia alagoana tendo, além de jovens advogados, presença de profissionais de alto prestígio na advocacia, a exemplo de Marcelo Brabo, atuante na área eleitoral. Para ele, a pluraridade da chapa pode ser atestada através da sua composição, tendo como destaque o grande números de mulheres que fazem parte da composição, quase 50%.

"É com imenso prazer que estamos em Arapiraca para mais um grande evento, o lançamento do nosso comitê onde temos uma grande chapa capitaneada pela nossa amiga Márcia Acioly e nosso amigo Abel Felipe num momento ímpar demonstrando a pujança a forma altaneira com que arapiraca se porta, a valorização de todo interior do Estado,  junto ao nosso presidente Fernando Falcão e a nossa vice presidente Claudia Lany e com a chapa por demais representativa com mais de 40 colegas advogadas, demonstrando que é uma chapa plural composta por mulheres, advogados da capital e do interior, com jovens e advogados públicos e privados", finalizou o advogado.

Fotos da galeria: Guido Jr.

Vera’s Boutique celebra 30 anos com um dia inteiro de comemoração

  • Redação
  • 03/10/2018 22:48
  • Clau Soares

A empresária Vera Lúcia da Silva, à frente da tradicional Vera’s Boutique, promoveu, na última sexta-feira (28), um dia de festa para comemorar os 30 anos da maison. Na loja, localizada na Rua Estudante de Oliveira Leite, ela recebeu pessoalmente cada convidado – clientes, imprensa e influenciadores digitais. 

Natural de Mato Grosso, Vera passou a infância em Petrolândia, em Pernambuco. Foi lá que conheceu seu esposo, José Marcolino, com quem divide também o sucesso nos negócios. Em Arapiraca, onde Marcolino trabalhou como funcionário do Banco do Brasil, ela iniciou a carreira, como vendedora de bijuterias e, posteriormente, como sacoleira de roupas. 

Com trabalho, força de vontade e apoio do marido, Vera abriu, há três décadas, a loja Vera´s Boutique. “Tenho um sentimento de gratidão. Gratidão aos meus clientes, a essa cidade maravilhosa que me acolheu, de uma história construída com muito amor pelo que faço. O começo não foi fácil. Enfrentei muitas dificuldades e superei com muita sabedoria e entusiasmo. Nestes 30 anos, eu aprendi e ensinei muito”, declarou a empresária. 

A empresária contribui ainda com o desenvolvimento de Arapiraca ao assumir cargos de liderança. Ela já foi presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, entre os anos 2010 e 2013, e retornou ao cargo este ano, aclamada por unanimidade. 

Vera é casada com José Marcolino há 36 anos, tem duas filhas, Monick e Nathália, e um neto, o Lucas. 

Bolo e influenciadores digitais 
O aniversário teve muita alegria, coleção nova e, claro, os parabéns com bolo de aniversário degustado pelos presentes. 

As digitais influencers Mirella Cabús e Juliana Ribeiro foram atrações à parte, desfilando looks  e atendendo aos inúmeros pedidos de fotos dos fãs.

Shopping em Arapiraca: cinco anos de atuação e muitos desafios pela frente

  • Redação
  • 28/09/2018 10:12
  • Clau Soares

Há cinco anos, chegava a Arapiraca, o primeiro shopping da cidade, o Arapiraca Garden Shopping, do Grupo Tenco. A novidade, que há muito era cobrada pela população, foi inaugurada com muito entusiasmo. Lojistas aceitaram o desafio e os consumidores elegeram o empreendimento como local para ter acesso a serviços e produtos, além de utilizar como espaço de lazer e encontros.

Com 125 lojas, inclusive academia e cinema, e cerca de 800 funcionários, o empreendimento é um avanço para o município, apesar dos encalços enfrentados nos últimos anos. Com altos custos, aliados à recessão econômica enfrentada em todo o País, muitos empresários tiveram que fechar as portas (como se recuperar do choque de ver uma fast fashion como a Marisa encerrar suas atividades na terrinha?).

O ciclo econômico de renovação e a vocação empreendedora de Arapiraca, entretanto, motivam mais investimentos por entes públicos e privados. Temos salão de beleza express, o Top Studio – um dos mais tradicionais da cidade, lojas fast fashion, uma praça de alimentação sempre badalada, farmácia e lojas que têm de tudo, como a 1 a 99, aberta recentemente. Ah, e vem mais por aí. A previsão é de abertura, ainda este ano, da sonhada livraria, uma franquia da rede Nobel.

A jovem empresária Nathalie Silva é freqüentadora assídua do shopping. Para ela, o centro de compras “foi mais um passo para o desenvolvimento da cidade. Deu oportunidade de emprego para muitas pessoas, inclusive para mim”. Ela destaca, no entanto, que nota “muitas lojas fechadas, a limpeza, às vezes, fica a desejar, falta mais atenção da segurança também. Parece que só estão lá de enfeite. E falta um espaço para os leitores”.

A comodidade e o horário de funcionamento, até as 22h, foram apontados como as maiores vantagens do shopping pela nutricionista Michelle Yanne. “O shopping é como uma segunda casa para mim. ‘É muito prático e fácil precisar comprar alguma coisa após as 18h e você ter esse poder de compra até as 22h, sem falar no lazer, é excepcional”, frisou.

Comemorações

Na última terça-feira (25), a celebração dos cinco anos de atuação teve bolo de aniversário, parabéns ao som da banda Art Choro, apresentação do saxofonista Marcos Senna e distribuição de brindes com a promoção “estoura balão” para os clientes que tivessem feito compras. O ápice das comemorações será o sorteio de um carro novo, no próximo domingo, dia 30, para clientes que seguirem as regras da campanha, além do show Pôr do Sol, também no domingo, dia 30, a partir das 14h30, com Péricles, Jammil, Boca de Forno, Mercinho e DJ Senna.

 Fotos: Live Comunicação/Assessoria

Em Campo Alegre, antigo engenho produz cachaça com selo internacional

  • Redação
  • 16/09/2018 11:24
  • Clau Soares

A cachaça é uma das mais populares bebidas alcoólicas entre os brasileiros. Fora do Brasil, é iguaria. Produzida a partir da fermentação do sumo da cana de açúcar, a aguardente traz em sua composição a própria história colonial do País. 

Diz-se que ela surgiu a partir de um acidente nos antigos engenhos quando os negros por cansaço deixavam o melado fermentar ou ainda quando os portugueses aprenderam a técnica da destilação com o povo árabe. O fato é que a cachaça é produzida no Brasil desde os idos de 1530, como apontam estudos históricos. E, para além dos clichês, é uma verdadeira paixão nacional. 

Em Alagoas, a produção artesanal de cachaça é tradição e pode ser vista de perto. A convite do Engenho Caraçuípe, no distrito de Luziápolis, no município de Campo a Alegre, acompanhamos como todo o processo é feito, desde a extração do caldo de cana até o armazenamento em barris de madeira nobre que conferem ainda mais valor à aguardente produzida.

A história da cachaçaria tem início em 1933, quando os irmãos Antônio e Benedito Coutinho adquirem o então Engenho. Desde aquela época, a cachaça já era produzida nos alambiques da empresa, mas foi interrompida em meados do século XX. Há nove anos, o casal Renato Coutinho (neto de Antônio) e Cristiane Dantas decidiu retomar a tradição da família. 

Nos primeiros quatro anos da nova gestão, o engenho apenas produziu a bebida e a manteve em estoque para envelhecimento. Somente há cinco anos, o produto, de qualidade reconhecida internacionalmente, chegou aos consumidores.

A beleza da estrutura física foi transformada em ponto turístico, com uma loja que oferta as bebidas do Engenho e produtos de artesãos da região, como as belas peças em palha, ideais para  presentear. 

Os visitantes podem fazer todo o itinerário da produção - precisa agendar antes - e, ao final, são surpreendidos com uma degustação das cachaças  Escorrega e Caraçuípe, esta da linha nobre, extremamente pura. Ambas  destiladas em alambiques de cobre e armazenadas nos barris de madeira que o visitante já terá se encantado ao ver. 

Para quem ficou com vontade conhecer, o Engenho fica às margens da Rodovia BR 101, km 159, em Luziápolis, Campo Alegre-AL. Para mais informações, basta ligar: Telefone: (82) 3275.9294 ou acessar o site: https://www.engenhocaracuipe.com.br/centro-de-visitacao/

Siga o blog também no Instagram: @blogdaclausoares

 

Entre linhas, tecidos e botões, ela liderou os negócios e inspirou a família

  • Redação
  • 18/06/2018 19:49
  • Clau Soares
Lucas Gottardi
D. Inês continua morando na mesma rua desde que chegou à Arapiraca

Arapiraca, na década de 1970, era conhecida em todo o País, e até internacionalmente, pela façanha econômica do fumo e pela feira livre que tomava quase todo o Centro da cidade. Enquanto a cultura fumageira vivia seu declínio, a feira continuava uma força decisiva para o crescimento local e atraía comerciantes e consumidores de todos os cantos, principalmente do Nordeste.

Foi justamente a feira livre que trouxe a família da pernambucana de Santa Cruz do Capibaribe, Inês Maria Feitosa do Nascimento, de 81 anos, para o agreste alagoano, há quase 50 anos. O esposo, Oscar Alves do Nascimento, chegou, primeiro. Vendia roupas na feira. Algum tempo depois, ela, junto com os filhos, veio passar as férias escolares com ele. O que era para ser temporário virou residência.

Além de cuidar das crianças, foram quatro no total, Inês costurava. Em Arapiraca, ia para a feira com o esposo. Com o tempo, as roupas foram substituídas por tecidos e, depois, por aviamentos. Aqui, os filhos crescidos já ajudavam no comércio.

A personalidade forte e o tino para os negócios estavam no DNA da jovem de Pernambuco. Enquanto a maioria das mulheres da época cuidava da casa e da prole, Inês, ainda solteira, já expressava a vontade de vender, mas o pai não deixava. Com o casamento, tudo mudou. Era o braço direito do marido que, em virtude da saúde frágil, se afastou cedo do trabalho.

Inês não se abalou e tomou a frente dos negócios, contando sempre com o apoio dos filhos. Foi assim que surgiu a Casa dos Retalhos, na Rua Guanabara, no bairro Capiatã. Até hoje, não há costureira na cidade que não conheça a loja que começou ao lado da casa onde a família morava e, há poucos anos, ganhou o nome da matriarca, Inês Aviamentos, e um prédio próprio em frente à casa onde ela reside.

Em um ambiente dominado por homens, ela liderava, fazia a escolha dos produtos, viajava. Pergunto se houve dificuldade e a resposta, entre risos, é uma lição preciosa de quem enfrentou a morte prematura de dois filhos, a grave doença do esposo e precisou ser a cabeça da família, a despeito do que sentia. “Tendo coragem, tudo é bom. Até hoje, não paro de trabalhar”, diz.

Atualmente, a empresa é comandada pelo filho e netos que herdaram o tino para os negócios e mantêm a loja em pleno funcionamento na Rua Guanabara. 

Siga o blog no Instagram: @blogdaclausoares - dicas de como viver bem em Arapiraca. 

Rock City Arapiraca trará CPM22 para a sua segunda edição

  • Redação
  • 04/06/2018 10:28
  • Clau Soares

Em clima de rock 'n roll, os organizadores do Rock City Arapiraca revelaram, na última semana, no Arapiraca Garden Shopping, o dia e as atrações do evento mais esperado pelos amantes dos acordes de guitarra. 

Será no dia 18 de agosto, no estacionamento do shopping, e terá no palco, as bandas CPM22, Valério Cazuza, as arapiraquenses Casa da Mata e Terapia.  E para encerrar, com o último show da noite, Vibrações com sua pegada original que conquistou fãs em todo o Brasil. 

Imprensa, influenciadores digitais e o público presente curtiram a noite de lançamento ao som acústico da banda alagoana L100. As portas do shopping fecharam, mas o público permaneceu empolgado cantando clássicos do rock nacional e internacional junto com o vocalista Léo e o violonista/ guitarrista Allan Costa. 

"Foi maravilhoso! Já amava L100, mas ontem eles estavam inspirados e o pessoal da Comedoria deu a maior assistência. Foi ótimo. O show vai ser inesquecível", declarou a estudante de nutrição e influenciadora digital Mayara Looze.

Arlisson Touro, um dos organizadores, explica que, este ano, além da programação diversificada, será montada uma estrutura com o tom de festival. "Temos muitas surpresas e apenas um desejo: fazer o público sentir ainda mais emoção com este evento que já faz parte do calendário da boa música em Alagoas. 

Os ingressos estão à venda na loja Fórum, no shopping, e no site www.rockcityarapiraca.com.br.

Arraiá dos Pocas antecipa clima junino durante lançamento da festa em Arapiraca

  • Redação
  • 17/05/2018 20:12
  • Clau Soares

O lançamento da 12ª edição do Arraiá dos Pocas surpreendeu a imprensa, influenciadores digitais, representantes da Prefeitura Municipal de Arapiraca e empresários locais, na noite desta quarta-feira (16), na Panificadora Rio Branco, em Arapiraca. Além do anúncio oficial das atrações da festa, o público foi para a rua assistir ao espetáculo do grupo de Coco de Roda "Balança Mas Não Cai", no trecho da Rua Domingos Correia com a Avenida Rio Branco. 

Foi neste clima que os organizadores destacaram a paixão pela tradição dos festejos juninos, o que motiva a realização anual do evento. "O Arraiá dos Pocas já faz parte do próprio calendário festivo de Arapiraca", destacou Antônio João Palmeira, que compõe a equipe que promove a festa.

A proposta desta edição, que acontecerá no dia 07 de julho, na AABB, é resgatar elementos tradicionais das festas de interior. O público pode esperar para ver até barracas típicas e parque de diversões na decoração. No palco, as atrações serão Toca do Vale, Kátia Cilene, José Orlando e Zé Neto. A cerveja é um atrativo à parte e os organizadores garantem que vai ter Devassa durante todo o Open Bar. “Desde 2007, realizamos a festa visando proporcionar diversão com segurança, qualidade e tradição para o público”, afirmou Valsandy  Cavalcanti Veras, durante a apresentação. 

"A noite de lançamento do Arraiá dos Pocas juntou comida típica de qualidade, gente bonita e a animação típica do povo nordestino. Tenho certeza que a edição deste ano vai ser um sucesso e vai levar, mais uma vez, o nome de Arapiraca para fora de forma muito positiva", avalia o coordenador adjunto de comunicação do município de Arapiraca, o jornalista Erick Balbino.

Durante o lançamento, quem também marcou presença foi o casal Malu Albuquerque e Rey Costa, influenciadores digitais residentes em Arapiraca e conhecidos em todo o País. Juntos, eles reúnem mais de um milhão de seguidores somente no Instagram. Eles estrelam a campanha publicitária do Arraiá dos Pocas 2018. 

O Arraiá dos Pocas 2018 conta com o patrocínio do Grupo Coringa, Grupo Márcio Garrote e Grupo JSG (Cerveja Devassa). 

Os ingressos serão vendidos a partir da próxima segunda-feira (21), na Loja Via G, no Centro da cidade. Mais informações: 82 99935.5209.

De Arapiraca para Fernando de Noronha: encantos sem fim

  • Redação
  • 12/05/2018 19:56
  • Clau Soares
Santiago Salazar
Fingindo costume em Noronha

Para iniciar essa conversa, é necessário dizer que a beleza de Fernando de Noronha nunca será completamente traduzida em fotos ou qualquer relato. Para sentir o que é aquele pedaço de terra em meio ao oceano, é realmente preciso estar lá.

Ao contrário de muitas pessoas que sonham toda a vida em conhecer o arquipélago, eu tinha apenas uma curiosidade comum. Toda a minha falta de expectativa, entretanto, foi substituída por um sentimento de encantamento e deslumbre ao ver de perto as paisagens privilegiadas de terras que, durante longos períodos de sua história, foram utilizadas meramente para fins militares (para proteção do próprio território no século XVIII e como base de guerra em 1942).

Por ser uma ilha, só é possível chegar ao local pelo ar, ou seja, de avião. Cruzeiros estão proibidos. Os voos saem somente de Recife e Natal diariamente e duram, em média, apenas uma hora. Viajei com um grupo de amigos. Fomos de carro (há a opção de ônibus) de Arapiraca até Recife onde embarcamos no voo para Noronha. Abril, maio e junho são os meses de baixa temporada e, por isso, pagamos um pouco menos tanto nas passagens quanto na hospedagem.

Desembarcamos na terça-feira, no final da tarde, e fomos direto ao Bar do Meio para ver o pôr do sol. Lá, tudo é espetáculo. Emociona ver o quanto a natureza foi generosa por ali. Tem que parar, respirar e apenas sentir. A hora de pagar a conta do bar é que não é lá muito feliz. Uma caipirinha sai por R$ 34.90 e a água, R$ 10. Claro que há lugares não tão caros, mas não espere nada tão para menos.

Na quarta-feira, fizemos um tour, com o fotógrafo Santiago Salazar. O dia de sol foi um verdadeiro presente. Passamos pela Capela de São Pedro e pelo Forte de Santo Antônio de onde se tem uma visão espetacular das duas costas do território, o Mar de Dentro e o Mar de Fora. De lá, seguimos para a Praia do Cachorro – o meu cantinho preferido em toda a Ilha. Lá, está o Buraco do Galego que ficou ainda mais famoso depois que Bruna Marquezine fez uma foto no ponto turístico e postou em suas redes sociais.  

Aqui, passamos pelo centro da Vila dos Remédios, um dos locais mais badalados da Ilha. Almoçamos e seguimos para a praia Cacimba do Padre – o destino que é ícone pela presença do Morro Dois Irmãos. Impressionante pela grandeza. Subimos um monte e a visão é de fazer chorar. De um lado, a Baía dos Porcos e, do outro, o Morro Dois Irmãos. Ali, a fé ressurge porque a energia é tão forte que te arrebata. Neste ponto, senti uma força e comoção inexplicáveis. Agradeci aos Céus pela oportunidade.

O próximo ponto foi a Ponta do Caracas. Mais mar, um platô de corais, uma margem com vegetação que lembra um grande campo de trigo. Ao fim da contemplação, nosso grupo se dividiu: uma parte voltou para ver o Pôr do Sol na Cacimba do Padre e o outro voltou para a pousada para descansar.

À noite, conferimos o Festival Gastronômico do Zé Maria. Uma orgia de comidas. Para mim, válida muito mais pela experiência criada pelo proprietário – um dos homens mais famosos do local, o próprio Zé Maria, do que pelos sabores. Sou mais a gastronomia de Alagoas.

Na quinta-feira, fomos à Baía do Sancho. A paisagem tira o fôlego mesmo. Não desci para a praia -que inclui três lances de escadas nada convidativos. Fiquei no mirante e pude ver o cardume de sardinhas que formavam um círculo em torno dos banhistas, as aves em busca de alimento, e toda a energia surreal do lugar. Não à toa, a Praia do Sancho foi eleita, duas vezes, a mais bonita do mundo. O dia estava chuvoso, mas não atrapalhou. Só o passeio de lancha, à tarde, foi em meio à chuva mesmo, mas ainda assim muito divertido e uma vista do mar para a ilha que ainda não tínhamos tido.

À noite, o cansaço bateu e preferi ficar na pousada. Na manhã de sexta, fomos ao Tamar, bem ao lado da nossa pousada, a Aleffawi, para ver lembrancinhas. Como sempre, tudo meio salgado. De lá, seguimos para o  Museu dos Tubarões. Mais uma vista perfeita, além dos cenários para fotos com o trono do tritão e a cauda da sereia e opções de souvenirs. Nosso tempo foi embora e retornamos para a pousada para o check out. Almoçamos em um restaurante local e partimos para o aeroporto – melhor lugar para comprar as lembrancinhas – deveria ter esperado para comprar lá.

Não deixei meu reino por lá. Dividi as passagens e a hospedagem no cartão de crédito. Comprei o pacote em uma agência de viagens, em Arapiraca. Levei dinheiro em espécie para alimentação, passeios e taxas (são duas: de Taxa de Preservação Ambiental que está em R$ 70,66 - por dia de permanência e o ingresso para o Panamar, R$ 97, que dá acesso a vários locais, inclusive à Praia do Sancho).

Viagem perfeita, surpreendente, e que vou sempre recomendar. Para quem quer levar filhos pequenos ou pessoas com dificuldades de locomoção, adianto que a Ilha tem pouca preocupação com acessibilidade. Para chegar aos locais, haja caminhadas e degraus. Os próprios moradores que vivem na Ilha para trabalhar, a maioria é do continente, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas, não podem contar com muito conforto. Para se ter uma ideia, nem maternidade tem e as gestantes são obrigadas, literalmente, a irem à Recife para fazer o parto. Para os menos atentos, nem se percebe essa parte “vida real” da Ilha...

(P.S.: Gratidão aos companheiros de viagem: Fabrício Azevedo, Maíra Nazário, Márcia Acioly, Petra Rani e Eduarda Azevedo que me incentivaram a embarcar na aventura e curtir tudo.)

Vejam na galeria algumas das imagens!

Siga-nos também no Instagram: @blogdaclausoares

Editoriais de moda dinamizam mercado e geram oportunidades de trabalho em Arapiraca

  • Redação
  • 24/04/2018 21:42
  • Clau Soares

Modelo, máquina fotográfica (ou celular) e um local. Engana-se quem imagina que para produzir um editorial de moda bastam apenas esses três itens. Se o resultado almejado são imagens que encantem o público da marca, o esforço terá que ser bem maior.  Foi essa a nossa constatação ao acompanhar a produção das lojas Via G para apresentar a coleção Outono-Inverno 2018.

A locação foi na Fazenda Boa Sorte, na zona rural do município de Viçosa, no interior de Alagoas. Para o trabalho, foram convidadas os modelos Débora Lima, Eduarda Morais, Nathalya Ferreira e João Luccas; os fotógrafos Valdeir Góis e Théo, além da presença da equipe da loja (Pedro Leandro, Pedro Malta e Iago) que já levou os looks separados e toda a estrutura com araras, ferro de passar e, claro, um lanche caprichado.

Iniciada a sessão de fotos, os modelos ficam a postos e fazem dezenas de trocas de roupas e acessórios. “Sempre tem momentos divertidos, mas existe muito compromisso, muita responsabilidade. ‘Por ser trabalho, acaba sendo cansativo, mas é incrível e compensa todo o esforço quando o vejo sendo bem realizado”, confessa Nathalya Ferreira.

Luz, ângulo, aproveitamento do cenário. Tudo é levado em conta pelo fotógrafo que se desdobra para não deixar a beleza do local apagar o destaque das peças. Para ele, ainda tem mais na volta para casa: o retoque final para que cada foto fique perfeita. Com as imagens prontas, é hora de apresentar tudo ao público nas redes sociais na internet e no site da loja (https://lojasviag.com.br), com qualidade digna de revista de moda internacional.

Para o empresário Thiago Tenório, que acompanhou de perto a sessão de fotos,  o investimento em editoriais mantém a marca em evidência e incentiva a equipe da loja. “O editorial serve de inspiração para nossos colaboradores. ‘Quando vamos fazer passamos alguns dias planejando e estudando o que mais está sendo usado”, explica.

Mais oportunidades

O fotógrafo Valdeir Góis é apaixonado por editoriais de moda. No mercado há seis anos, ele lembra que começou fazendo somente a cobertura fotográfica de eventos nas lojas, depois vieram os ensaios e, então, os editoriais que poucas empresas conheciam e, por isso mesmo, se recusavam a pagar. “Eu queria agregar valor e um ‘extra’ para mim. Comecei a visitar lojas e oferecer o trabalho. ‘Algo me dizia que iria dar certo. Hoje, 50% do meu salário vêm através da moda”, revela.

Para a estudante e digital influencer, Débora Lima, que também atua como modelo, os editoriais, que passaram a ser mais freqüentes com a explosão das redes sociais na internet, aproximam público e moda, disseminam conhecimento e geram oportunidades. “É importante tanto para quem faz quanto para quem recebe este material. ‘Sou apaixonada por tudo isso”, declara a jovem que faz um perfil conceitual de moda em suas redes sociais. 

Confira as fotos da sessão na Fazenda Boa Sorte na galeria de imagens desta matéria (pode levar alguns segundos para carregar). 

Fotos: Valdeir Góis

Siga-nos no Instagram: @blogdaclausoares

Balada Mix traz cinco atrações no próximo sábado para Arapiraca

  • Redação
  • 22/04/2018 11:24
  • Clau Soares

Com assessoria

O estacionamento do Arapiraca Garden Shopping será palco da segunda edição do Balada Mix Festival, no próximo sábado (28). A produção vai presentear o público com uma mistura de ritmos. Léo Santana, Devinho Novaes, Jonas Esticado, Geninho Batalha e DJ Pitão se apresentam para o público arapiraquense.

 “Léo Santana nos surpreendeu na Farra Chique 2017 e muitas pessoas pedirm sua presença novamente em outro evento nosso”, conta o produtor Júnior Balla sobre o retorno do artista baiano a Arapiraca.

 

Outro artista que também entrou na line up atendendo a pedidos do público foi o cantor Devinho Novaes, que tem ganhado cada vez mais destaque no cenário musical nacional. Jonas Esticado é conhecido como o artista com o repertório mais atualizado do país e também arrasta um legião de fãs que não resistem ao ritmo e ao charme do cantor.

 

Para representar Alagoas neste time de grandes atrações, a Farra Chique convocou Geninho Batalha e o DJ Pitão. Os ingressos estão disponíveis nas Lojas Via G e no Acesso Vip (Garden Shopping e Parque Shopping Maceió). Para mais informações (82) 99943-0909.