Blog do Tinho

Sai Dudu Ronalsa, entra Cauê Castro

Blog do Tinho 4f8380ab 891e 4cef b15b c1e2799a85f5 Cauê Castro e Dudu Ronalsa

Se depender de um grupo ligado à Igreja católica em Maceió, já está certo o nome do sucessor para a vaga na Câmara de vereadores de Maceió.

Com a eleição de Dudu Ronalsa para deputado estadual, o grupo decidiu que Cauê Castro, ligado aos movimentos de juventude e as comunidades terapêuticas, é quem disputará uma vaga ao cargo de vereador.

Bem visto entre os grupos de igreja, Cauê tentará conquistar o espaço antes ocupado por Dudu Ronalsa.

 

Nomes novos para oxigenar a política alagoano.

 

JHC apresenta projeto que legaliza o rateio das sobras do FUNDEB para os profissionais do magistério

E3973660 d207 441d b4f8 5be42f9b2a7b

O Projeto de Lei 10880/18 destina recursos do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb) não utilizados para pagar profissionais do magistério (diretor, coordenador pedagógico, professor, etc) de educação básica da rede pública de ensino.

Pela proposta, a sobra orçamentária será dividida por quem estiver em exercício, de acordo com os meses trabalhados. O valor não será incorporado ao salário dos servidores e é possível que não sofram descontos, como ocorre atualmente.

O Projeto, de certo modo, também estimula os gestores a fazerem o uso adequado dos recursos, bem como, em tempo hábil, a valorização do profissional da educação.

A proposta, de autoria do Deputado Federal JHC (PSB-AL), inclui a regra na lei do Fundeb (11.494/07). Em sendo aprovado, o projeto pode, inclusive, facilitar o entendimento sobre outros direitos, como no caso dos precatórios do fundef.

Para o Deputado, a educação básica é o caminho para assegurar a todos os brasileiros a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhes os meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores.

“O professor é o pilar da educação. Sem efetiva valorização desses profissionais não há qualquer possibilidade de desenvolvimentos da qualidade do ensino e, consequentemente, dos índices educacionais. Além disso, o trabalho fundamental por eles exercido não é devidamente remunerado e nem valorizado”, afirmou JHC.

 

 

Em rodízio, Deputado Marx Beltrão será o primeiro a Coordenar a Bancada Federal

7c86bb6d 6463 49e6 bfa1 1e1149afed94 Marx Beltrão

 

A bancada de Alagoas em Brasília já tem um nome de ‘consenso’ para ser o novo Coordenador. O nome escolhido, para esse primeiro ano, foi o do deputado federal Marx Beltrão.

Beltrão na estava só no desejo de coordenar a banca, havia outros interessados, por esse motivo, foi firmado um acordo de que a coordenação da bancada terá, ao longo do mandato, um rodízio.

“Esse primeiro ano, acordamos que fica Marx, e assim vamos organizando o rodízio na Coordenação da Bancada, para que todos e o Estado de Alagoas seja mais bem representado”, disse o interlocutor.

O coordenador de bancada, entre outras, tem como principal função mediar às demandas do Estado, em uma constante interlocução do governo Estadual com o Federal, inclusive, agendando e participando de reuniões, como as da Comissão Mista de Orçamento por exemplo.

2020: Prefeita Pauline Pereira e Izabelle Pereira se filiam ao Partido Progressista

Blog do Tinho 32e92175 b252 4066 84f2 a2a8bc6f320d filiação Izabelle Pereira ao PP

A Prefeita do Município de Campo Alegre, Pauline Pereira e a Primeira-dama e Secretária de Saúde do Município de Teotônio Vilela, Izabelle Pereira,  estão de casa nova. As duas tiveram a ficha de filiação, do Partido Progressista, abonada pelo presidente da sigla em Alagoas e ex-senador Benedito de Lira e pelo líder do PP na Câmara, Deputado Federal Arthur Lira.

Izabelle Pereira estava sem filiação, e Pauline era filiada ao Partido da Mulher Brasileira(PMB).

A movimentação da prefeita e da primeira-dama é estratégica e visa cenários futuros da política alagoano, o que fica claro com a presença do líder da família e prefeito do município de Teotônio Vilela, Joãozinho Pereira, durante o ato de filiação.

Na reunião, que referendou o nome das duas lideranças da região sul do Estado, Izabelle Pereira relembrou a trajetória do Senador Benedito de Lira e a luta dele e do Deputado Arthur pelos municípios de Alagoas.

“Desenvolvemos, ao longo dos anos, respeito, admiração e gratidão ao eterno Senador Biu. Agradeço por me abraçar em um partido de grande representativa no estado e no país”, disse Izabelle Pereira.

A família Pereira havia feito um amplo movimento em 2017 para o MDB do Governador Renan Filho, firmando uma doce e forte aliança, porém, os últimos atos do governador, pressionando, com vista à eleição para a Presidência da Assembleia Legislativa, parece ter azedado a união.

Por ora, a deputada Jó Pereira, por força da legislação também, o Prefeito Joãozinho Pereira, e o ex-secretário Fernando Pereira, continuam no MDB.

 

JHC e presidente do Senado, Davi Alcolumbre, discutem pautas para Alagoas

Blog do Tinho A2a5a459 47f2 4820 ba12 f99127e9d48e Jhc e Davi Alcolumbre

O Deputado Federal alagoano, João Henrique Caldas (PSB), que assumiu o protagonismo dentro do seu partido, o PSB, ao disputar a presidência da Câmara, ganhando ainda mais musculatura no atual mandato, parabenizou os eleitos para chefiar a Câmara e o Senado Federal.

A Rodrigo Maia (DEM) e Davi Alcolumbre, JHC desejou sucesso na nova missão e se colocou a disposição para fazer um “Brasil ainda melhor e maior”.

O Deputado que ganhou ainda mais espaço e respeito dos colegas, devido a eleição diferenciada para a presidência da câmara, foi um dos primeiros a ser recebido pelo presidente do senado, Davi Alcolumbre. E entre os pontos, JHC apresentou diversas demandas de Alagoas, como também destacou a luta pelos Profissionais da Educação e o desenvolvimento do Estado de Alagoas e da capital, Maceió.

 

Por unanimidade, bancada do PSB decide apoiar o deputado JHC para a Presidência da Câmara

Blog do Tinho 3a170ed0 bafe 4a12 8316 f9de3277ab6d JHC

Em reunião definitiva, o Partido Socialista Brasileiro -PSB, em decisão conjunta e unânime da Bancada Federal, confirmou a candidatura do Deputado Federal por Alagoas, João Henrique Caldas JHC(PSB), para a Presidência da Câmara.

JHC foi um dos primeiros a lançar o nome, e desde o ano passado vem dialogando e buscando espaço para a discussão de uma nova câmara.

JHC deve marcar Gol de Placa na disputa pela Presidência da Câmara

62759854 b17c 433f 8e36 e9531cb48f6c

Assim como fez quando disputou a vaga pela terceira-secretaria da Câmara, em que disputou e venceu, deixando frustrados gregos e troianos da velha política, agora o deputado João Henrique Caldas(PSB), deve repetir o feito, porém com mais maestria.

Martelo quase batido que terá o apoio do PSB e possivelmente de líderes do bloco partidário, JHC já tem na ponta do lápis, perdão, no bloco de notas, o número de apoio garantido, até o momento suficiente para o segundo turno da disputa.

Mas, o deputado segue garimpando, isso mesmo, garimpando, porque os votos por mudanças e por uma Nova Câmara são votos preciosos e diferenciados.

Ciscando pra dentro! Sem ataques verborrágicos, nem posturas antidemocráticas, JHC segue dialogando, mostrando propostas e assumindo compromissos de um futuro presidente da Câmara coerente com as pautas necessárias ao Brasil.

“Construir pontes dentro do Legislativo. Assim será na #NovaCâmara. A sociedade irá se enxergar e se sentir representada. O Legislativo será exemplo de equilíbrio para o Brasil!”, afirma o deputado JHC.

E o Gol? Paciência. Artilheiro sabe a hora de finalizar.

Investimentos em Saúde, por pessoa, diminui na Gestão do Prefeito Pedoca Jatobá

8a31485d 55dd 4c4e 860f 3dfc2e230c15 São Miguel dos Campos

O Conselho Federal de Medicina (CFM), divulgou um levantamento nacional que mostra o investimento das gestões municipais per capita/ por pessoa em ações e Serviços Públicos de Saúde com recursos próprios dos municípios.

De acordo com o levantamento, desde o ano de 2013, quando o município de São Miguel dos Campos investiu na saúde R$ 216,28 por pessoa, o ano de 2017, na gestão do então Prefeito Pedoca Jatobá, foi o que teve o menor investimento em Saúde.

O relatório aponta que houve oscilação nos valores aplicados pelas gestões municipais para a Saúde de 2013 para 2016, mas foi em 2017 que os valores caíram drasticamente para R$ 181, 51 por pessoa, ficando abaixo de outras cidades com o contingente análogo.

Acesse o relatório completo

 

         

Presidente do SIMESC, Aldo Sobreira, cobra de Pedoca Jatobá compromissos de campanha com os Servidores Municipais

66ae9cbd 4a23 473d bafc a5a558c3342f SIMESC reunido com Prefeito

A diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de São Miguel dos Campos-SIMESC, esteve reunida, no último dia 15, com o Prefeito do Município, Pedoca Jatobá (DEM), para cobrar compromissos de campanha assumidos pelo prefeito, ainda não efetivados, mesmo após dois anos de mandato, e também no sentido de discutir as pautas de valorização e melhorias de trabalho para o funcionalismo municipal.

Porém, as respostas não foram satisfatórias, e os servidores devem ter que esperar mais alguns dias ou meses para terem respostas sobre melhorias de trabalho.

No final do ano de 2018, o SIMESC realizou reuniões/assembleias com mais de 200 servidores para discutir propostas sobre a data-base, bem como para colher reivindicações dos trabalhadores.

Segundo o presidente do Sindicado, Aldo Sobreira, “as assembleias surpreenderam a diretoria do SIMESC, pelo quórum e o interesse do trabalhador em discutir com seu sindicato garantias legais que ainda não estão sendo cumpridas”.

Sobreira afirmou que os trabalhadores colocaram em pauta e reivindicam compromissos do Prefeito Pedoca Jatobá, alguns assumidos, inclusive, na campanha, como a melhoria no risco de vida dos Guardas Municipais:

Fardamento adequado, de todos os funcionários, Material de Epis, Equipamento de proteção individual, mudança no projeto de Lei Nº 1.423 de 18 de agosto de 2015, que se refere ao risco de vida do guarda municipal que no seu contracheque traz a denominação de gratificação de risco de vida, para risco de vida, a melhoria do risco de vida dos GCMs, os médicos pedem aquisição de jaleco, pois os que eles têm estão surrados ou são de outra unidade de saúde, reajuste de 10% nos vencimentos de todos os trabalhadores, pois a data-base é 1º de janeiro e os 10% tínhamos como ganho e valorização real.

Perguntado pela reportagem se: a gestão municipal pretende realizar concurso público este ano? Existe um planejamento para tentar atingir os 100% de risco de vida dos Guardas Municipais? Os aprovados do último concurso, quando será finalizada as convocações? Não houve reajuste para a Educação nos últimos anos, existe uma previsão para 2019? O que os servidores podem esperar de melhorias e valorização? O Prefeito Pedoca Jatobá não respondeu a nenhum dos questionamentos. Ao sindicato, o prefeito pediu mais tempo para analisar as finanças.

Para Aldo Sobreira, “o PCCV quando foi criado era para poder unir trabalhadores, sindicato e gestão pública em um só projeto em busca da melhoria de todos os servidores e da população, por isso, nós do sindicato dos servidores municipais não abrimos mão de defender, de lutar e cobrar do poder público as melhorias para os trabalhadores que fazem este município se desenvolver em prol de toda comunidade miguelenses”, concluiu.

Áreas Correlatas:

O SIMESC esteve reunido com o setor responsável, e nós próximos dias novas adequações e melhorias para os servidores devem ser realizadas nos sentido da "alteração no Decreto de Lei Nº 13.902 de 1º de março de 2016, que fala sobre as áreas correlatas precisam ser corrigidas, pois as áreas correlatas que este decreto traz prejudicam todos os trabalhadores que por ventura tenham um grau de formação diferente deste decreto a onde não está sendo válido o trabalhador estudar pensando em um futuro melhor mudança urgente e valorizar todos os trabalhadores que tem a sua formação superior".

 

JHC diz que o “Bairro do Pinheiro não é palanque para se fazer política, o problema é sério e os moradores precisam de menos discursos e mais solução”.

E258e565 2207 4cf2 b1ff e109b0949dd8

O Deputado Federal João Henrique Caldas (PSB/AL), suspendeu agenda em Brasília, e esteve no Bairro do Pinheiro, a convite da organização SOS Pinheiro, que representa os moradores afetados pelo fenômeno ainda sem explicação, que provocou rachaduras e tremores na região.

Durante a visita e reunião com os moradores, o deputado ouviu reclamações diversas, desde a falta de estrutura da defesa civil, a burocracia para liberar o aluguel social para as famílias que não podem ficar em suas residências, a falta de acompanhamento e alternativas da gestão pública, até mesmo da ausência dos gestores municipais no bairro.

Menos discursos

Para o deputado, às famílias do Pinheiro e adjacências precisam de atenção, guarita e um plano imediato do poder público que garantam a sua moradia e qualidade de vida, pois além dos transtornos, a população ainda sofre com todos os problemas de ordem social e financeiros.

“Os moradores daquela região precisam muito mais do que reuniões de autoridades e falações. O Bairro do Pinheiro não é palanque para se fazer política, o problema é sério e os moradores precisam de menos discursos e mais solução”, afirmou JHC.

Famílias deixam suas casas

A Defesa Civil divulgou que, dentro da área vermelha, com risco muito alto de acomodação do solo, estão 1.824 pessoas em 493 residências. Na área laranja, de risco alto, estão 4.285 pessoas em 1.158 residências. Na amarela, de risco médio, estão 1.203 pessoas em 325 residências. Na área apontada como de baixo risco, foram registradas 12.787 pessoas em 3.456 residências. No total, o problema atinge direta e indiretamente 20.099 pessoas em 5.432 residências.

Ocupações irregulares

Outro problema evidenciado, é que os imóveis que estão sendo desocupados, pelo risco de desabamento, devido às rachaduras, ficam sem nenhuma segurança ou plano que possa garantir a não ocupação do imóvel, ficando suscetível ao fenômeno da ocupação irregular, podendo ocasionar, inclusive, um bolsão de miséria na localidade.

Mais ação

Para a reportagem, JHC disse que cada órgão deve agir de imediato, de acordo com a respectiva competência, que não adianta querer oferecer soluções mágicas e midiáticas, e que dentro do seu papel de fiscalizar e legislar, mesmo antes do problema aparecer, já havia cobrado medidas não apenas para o Bairro do Pinheiro como também para outras regiões.

“Mediante os tremores e as sequentes rachaduras que tem afetado aquela região, temos buscado informações para subsidiar nossas ações. De imediato acionamos a Agência Nacional de Mineração (ANM) que é responsável pela regulação e fiscalização do setor de mineração, no sentido de que ela apure o possível envolvimento da Braskem nesses tremores de terra”, completou JHC.

 

 

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com