Blog do Sertão

Após ser executado, homem tem corpo totalmente carbonizado no Sertão

Wadson Correia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Na noite deste sábado (05), um homicídio brutal aconteceu na cidade de Mata Grande, região sertaneja do estado. Desta vez, um homem de 43 anos, identificado por Erivânio Oliveira foi executado e logo em seguida o assassino ateou fogo ao seu corpo. A vítima se encontrava em cima de um moto Dafra vermelha quando foi ateado fogo.

De acordo com o sargento Jalves, a vítima trabalha com produtos de eletro eletrônicos, em Maceió sendo natural de Guarujá, no estado de São Paulo. A população com medo não conseguiu apagar o fogo que tomava conta de Erivânio, uma cena nunca vista, no bairro da Cohab. “Nunca vi algo parecido. Misericórdia”, contou um morador. Militares tiveram que usar os extintores das viaturas para apagar o fogo que consumia à vítima.

Através de denúncias o capitão Wiston da 3ª Cia, colheu informações que a vítima exerce também a função de pistoleiro e que tinha planejado executar o seu algoz na noite deste sábado, no entanto, o assassino chegou primeiro e o fez como vítima. O autor do crime fugiu com duas armas que estava na cintura de Erivânio de Oliveira.

A esposa da vítima esteve no local, chorava bastante e não colaborou com maiores informações para a polícia devido o choque ao ver o marido totalmente queimado. “Essa região é conhecida por seus problemas de drogas, assassinatos por motivos fúteis e outros.”, relatou o Sargento da Jalves.

O agente civil Aquino Japiassu falou que já existem suspeitos. "O delegado responsável pela investigação é Walter Cunha titular de Mata Grande. Está fácil para os acusados pelo crime serem presos", disse. O autor do crime fugiu numa moto por uma estrada vicinal. O Instituto Médico Legal de Arapiraca foi acionado para remover o corpo. 

Esclarecimento:
Familiares da vítima repudiam qualquer alegação ou argumentação que Erivânio Oliveira, era pistoleiro e/ou se dirigiu até a cidade de Mata Grande, no interior de Alagoas, com o objetivo de realizar ‘algum acerto de conta’. Segundo os familiares, a vítima era trabalhador e não tinha nenhuma relação com crime.
 

Mata Grande está fora da dengue no carnaval

Ascom Mata Grande Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A secretaria municipal de Saúde em Mata Grande realizou durante a manhã deste sábado (05), uma parada para orientar a população sobre as doenças sexualmente transmissíveis e como combater a Dengue, na região.

Motoristas e passageiros colaboraram com o evento , no local foram distribuídos preservativos e cartazes ensinando como evitar a proliferação do mosquito da dengue. De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Lúcia Romero o trabalho foi bem sucedido.

“O pessoal ajudou bastante como o nosso trabalho de prevenção. Usem a camisinha!”, disse Lúcia. Segundo Rubens do setor que controla a endemias, Mata Grande no mês de fevereiro, não existiu nenhuma notificação de caso de dengue, sendo uma das únicas cidades de Alagoas a atingir uma meta de segurança.

“Vamos aproveitar o carnaval nos prevenindo e muito fácil curtir a folia sem correr risco de doenças. Agradeço ao prefeito Jacob Brandão pela força que vem dando a toda equipe”, finalizou a coordenadora de Atenção Básica de Saúde, Mabel Alencar.
 

Rádios Delmiro fazem a maior cobertura no carnaval do Sertão

Wadson Correia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Guiliano, Luciana, Jorge e Carlão.

As rádios Delmiro AM 760 e FM 89,9 estão fazendo a maior cobertura do carnaval na região do Sertão de Alagoas. Uma equipe de comunicadores está espalhada em diversas partes da região, além da cobertura realizada diretamente de Salvador, na Bahia.

O cantor e compositor baiano, Jorge Papapá comenta músicas e a folia, no estúdio. Guiliano Ribeiro, Luciana Lourenço, Márcia Queiroz, Anderson de Souza, Carlos Alberto, o “Carlão”, Diognes Modesto e outros comunicadores mostram os melhores momentos do carnaval na região sertaneja do estado. Parabéns pela cobertura e sucesso!!!
 

PF apreende dois mil pés maconha em Mata Grande

Assessoria PF Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Ninguém foi preso numa operação realizada pela Policia Federal, nesta quinta-feira (03), na cidade de Mata Grande, localizada na região sertaneja do Estado. Após denúncias, mais de 2 mil pés de maconha foram apreendidos, na zona rural do município.

A região é ideal para o plantio da erva devido o clima ser propício. A operação contou com a participação de 10 homens federais. Os dois mil pés de maconha apreendidos são da espécie (Cannabis) já plantada e mais 600 sementeiras. Como essa quantia segundo agentes da PF existiria um potencial para produzir 3 mil pés.

Não existia ninguém cuidando da droga quando policiais chegaram ao local que tem 1.200 metros quadrados. O material foi recolhido para incineração. O caso continua sendo investigado pela Polícia Federal para descobrir quem tomava conta da propriedade.

Ano passado

No sítio Serra Verde, zona rural do município, mais de uma tonelada de maconha foi apreendida. Em outra operação da PM uma quadrilha de traficantes de maconha que atuava no Sítio Faveira , foram encontradas com diversas mudas, sementes e pés da droga.

A operação foi desencadeada com base em diversas denúncias e no levantamento feito por policiais do 9º Batalhão. Também participaram da operação policiais do GPM de Canapi e Inhapi, além de agentes da Polícia Civil e policiais militares do Estado de Pernambuco, já que a área faz fronteira com aquele Estado.

No local da operação foram encontradas três sementeiras contendo aproximadamente 908 mudas da erva e 98 covas com 380 pés do produto, medindo de 30 a 40 centímetros cada uma.

Foram presos no local Cícero Andrade da Silva, Maria Josivalda dos Santos, além do menor C.A.S., de 17 anos. Alguns traficantes conseguiram fugir. Todos os envolvidos encontrados foram encaminhados à Delegacia Regional de Delmiro Gouveia onde foram adotadas as medidas cabíveis.

Já começou em Mata Grande o melhor carnaval do Sertão

Ascom Mata Grande Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Começou na manhã desta sexta-feira (04), a folia de carnaval na cidade de Mata Grande, Sertão de Alagoas. Saiu pelas principais ruas o bloco Maluco Beleza com centenas de pessoas. O vice-prefeito Erivaldo Mandú e secretários acompanharam o evento.

O bloco Maluco Beleza é o primeiro bloco a sair pelas ruas da cidade, na sexta-feira de carnaval. O objetivo é ressocializar pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Amanhã à noite, o bloco do Zé Pereira faz a animação da garotada com bonecos gigantes e orquestra de frevo.

Cinco bandas estão garantidas no palco central da cidade, são elas: Tribal Mix, Santa Cor, Pathuco, Embala e Atribo durante todo carnaval. O bloco as Peçinhas é uma verdadeira comédia - homem sertanejo vira “mulé”. Prêmio para o personagem mais produzido.

Durante a semana do carnaval sai pelas ruas o maior bloco do município, Calça Curta. O arrastão é puxado por trio elétrico com banda e orquestra de frevo. Na terça-feira (08), o bloco do Bacalhau entra em cena e o frevo só finaliza às 06 da manhã da quarta-feira de cinzas.


 

Jovem sofre tentativa de homicídio em Santana do Ipanema

Uma tentativa de homicídio foi registrada, na noite desta quinta-feira (03), na travessa Santa Sofia, no bairro da Camoxinga em Santana do Ipanema. Daniel Pereira da Silva, 18 anos foi socorrido para unidade hospitalar.

Policiais do 7º Batalhão ainda não sabem o motivo dos disparos. Daniel da Silva foi atingido por disparos e levados para Unidade de Emergência do Agreste em Arapiraca.

O acusado pelos disparos fugiu sem conseguir ser identificado
 

INSS orienta sindicatos dos trabalhadores rurais no Sertão

Servidores da Gerência Executiva do INSS Maceió orientam os dirigentes dos sindicatos dos trabalhadores rurais do Pólo Sertão sobre a comprovação de atividade rural e o cadastro do segurado especial, nesta quinta-feira, 3, na cidade de Santana do Ipanema, a 204 km da capital. O encontro tem início às 9h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, localizado na Rua Prefeito Joaquim Ferreira – Centro daquela cidade.

Essa capacitação atende a uma solicitação da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAG/AL). Os instrutores serão os servidores Luzia Cordeiro Villarins e Geraldo dos Santos. Geraldo vai orientar sobre o acesso ao Cadastro Nacional de Informações Sociais do Segurado Especial (CNIS-Rural). Os sindicatos possuem convênio com o INSS e já fizeram capacitação para utilizarem os sistemas. Mas, estão com dificuldades para incluírem as informações.

Luzia Vilarins vai esclarecer sobre os documentos que podem comprovar a atividade desses trabalhadores para terem acesso a benefícios como aposentadoria, auxílio doença, salário maternidade e pensão por morte, de acordo com a Instrução Normativa nº 45.

CNIS rural – Esse cadastro permite aos trabalhadores ter acesso aos seus direitos previdenciários com mais rapidez. Ele conterá todos os dados necessários para o reconhecimento automático de direitos, sem que os trabalhadores precisem apresentar comprovações quando forem requerer, por exemplo, aposentadorias, salário maternidade ou auxílio doença. Para facilitar a inclusão dos agricultores familiares no cadastro o INSS fez parceria com a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

Cadastro - Para cadastrar os trabalhadores rurais, cada sindicato passa pelo processo de capacitação, realizado pelo INSS. A partir da habilitação, o sindicato convoca seus filiados para que compareçam à sede da entidade e apresentem os documentos que comprovem a atividade no meio rural.

As informações serão incluídas no banco de dados que alimentará o CNIS-Rural. Os dados terão atualização anual, em função das variações características do trabalho no campo. A cada ano, os trabalhadores retornam ao sindicato para incluir novas informações.

Cruzamento - Para estruturar o CNIS-Rural, o INSS faz o cruzamento do banco de dados da previdência com informações de outros órgãos de governo. Já foram agregadas informações dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário, da Pesca e Aquicultura, do Trabalho e Emprego e da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária e da Receita Federal do Brasil.

O objetivo desse cruzamento é mapear as informações oficiais já existentes sobre trabalhadores rurais em todo o país. Esses dados serão agregados aqueles captados pelo cadastramento, tornando possível a estruturação completa do CNIS-Rural.

A criação do CNIS-Rural começou a se tornar realidade com a aprovação da Lei nº 11.718, de junho de 2008, que definiu, entre outros itens, quem integra a agricultura familiar. A lei determinou ainda a realização do cadastramento dos trabalhadores rurais, como um dos instrumentos para a estruturação do Cadastro Nacional Rural.
 

Assalto na BR-316 deixa um ferido da família Ferro

Na madrugada desta quarta-feira (02), uma pessoa ficou ferida após ser vítima de assalto na BR-316, nas proximidades da Lagoa do Girau, município de Minador do Negão. Dois homens armados com pistolas conseguiram fugir do local sem deixar pista para a polícia.

Rafael Ferro Sobrinho, 19 anos, acabou sendo atingido com dois disparos. Jucelino de Oliveira Ferro estava com R$ 1 mil e seguia para comprar gado na cidade de Dois Riachos, segundo policiais do 10º Batalhão.

O jovem foi socorrido por uma equipe do Samu de Cacimbinhas para o Hospital Regional Santa Rita, em Palmeira dos Índios. Rafael Ferro, não corre risco de morte. Os assaltantes fugiram em um veículo Eco Sport, não identificado.

Militares das cidades de Estrela de Alagoas, Minador do Negão e Cacimbinhas fizeram buscas mas ninguém foi preso.
 

Mulher passa mal ao “descobrir’ que matou agricultor em Mata Grande

Mais notícia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Maria de Fátima

Na noite desta segunda-feira (28), policias da 3ª Cia do 9° Batalhão foram acionados para uma ocorrência no sítio Tinguí, Zona Rural de Mata Grande. Uma confusão por ciúmes provocou a execução de Edmilson José da Silva, 24 anos.

De acordo com o cabo Wellington, familiares de Edmilson José denunciaram que Maria de Fátima Lima, 43 efetuou uma facada na barriga da vítima , que tentava separar uma confusão por ciúmes.

Maria Fátima estava brigando com Maria Hélia irmã da vítima. “O rapaz foi separar a confusão e acabou sendo atingido na barriga por uma faca de mesa”, falou o cabo Wellington.

A acusada saiu da residência onde aconteceu a confusão e seguiu para outra casa próximo ao local do crime. Maria de Fátima ficou surpresa e passou mal quando foi dada voz de prisão. Ela não acreditava que tinha matado Edmilson José que tinha ficado sangrando no chão.

Maria Fátima foi encaminhada para delegacia regional de Delmiro Gouveia onde continua presa. O delegado que investigará o caso é Walter Cunha delegado titular de Mata Grande.

Confira os melhores momentos dos matagrandenses na folia

Wadson Correia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Organizadores do evento, Iran Malta e Núbia Vilar

Mais uma vez conterrâneos de Mata Grande se encontram na Avenida Silvio Vianna, no bairro da Ponta Verde, em Maceió, para acompanhar os desfiles dos blocos Pinto da Madrugada e Pecinhas, no último sábado (26). O bloco dos matagrandenses se concentrou, mas não saiu.

O evento reuniu cerca de 500 pessoas. Este é o segundo ano que a concentração acontece nas proximidades do Bar do Pirata, na orla da capital. A novidade deste ano foi a porta-bandeira que estava trajada com as cores da bandeira de Mata Grande.

Uma das organizadoras, Núbia Vilar, destacou o apoio de todos para que o evento acontecesse. “A festinha só está acontecendo graças o empenho de todos. O ano que vem estamos estudando colocar uma orquestra de frevo para animar ainda mais”, falou.

Cleide Vilar mesmo sob o sol quente, não perdeu o ritmo do samba mostrando o símbolo que representa os matagrandenses na folia. “Sempre é bom reencontrar amigos matando a saudades. Todos gostaram da surpresa desse ano”, brincou.

O prefeito da cidade, Jacob Brandão prestigiou a folia dos matagrandenses e parabenizou pela organização do bloco. “Estou revendo amigos no dia de hoje é gratificante. Prontificamos a ajudar com alguma coisa no bloco, mas a organização preferiu que não. Estou sempre à disposição”, garantiu Brandão.

Vereadores Júlio Brandão, Karine Gomes, Samyr Malta estiveram presentes. O promotor José Antônio não perdeu a folia e se divertiu ao lado da família e amigos. Iran Malta, outro organizador do evento garantiu que o ano que vem o bloco terá novidades. “Esse ano teve uma quantidade maior de pessoas em relação ao ano passado. Vamos caprichar no próximo ano”, finalizou Iran Malta.

Clique aqui e veja as fotos

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com