Coluna Labafero

Renan Filho se posiciona contra redução do piso salarial dos jornalistas

Foto: Raíssa França Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Governador Renan Filho

O Governador Renan Filho (MDB), afirmou em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (07), no Palácio Republica dos Palmares que é contra a proposta que redução de 40% no salário dos jornalistas de Alagoas.

De acordo com o governador, qualquer redução de salário que venha ocorrer não é correta. "O cidadão se prepara para a renda que ele tem e a renda reduzir em 40%, transferindo para um rebaixamento e não tem nenhuma alternativa. Às vezes, em determinados momentos de crise, talvez não ter aumento é algo discutível”, afirmou.

Ainda segundo o governador, a categoria deve se mobilizar e buscar utilizar todos os meios de diálogos entre os contratantes. “Eu penso que o que deve estar acontecendo nas empresas de comunicação de Alagoas é que elas devem ter perdido faturamento em virtude da crise”, fianlizou. 

Empresário corre por fora na disputa pela prefeitura de Palmeira

Foto: Cortesia ao Cada Minuto / Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Palmeira dos Índios

Com o clima político tenso na pré-campanha na terra dos Xucurus-cariris, um nome vem ganhando força de forma paralela na disputa pela prefeitura de Palmeira dos Índios. O empresário Eugênio Sampaio vem sendo lembrado, por amigos, empresários e políticos da cidade, como um nome forte, capaz de definir o próximo pleito e se tornar o peso importante na balança política.

Eugênio Sampaio conhece bem os problemas da região e tem livre acesso no meio político alagoano. Na Fazenda Malícia, ele se reúne com amigos para prosear e debater os rumos que a cidade de Palmeira dos Índios está tomando. 

Temas que afligem a população como saúde, educação e geração de emprego e renda são os mais intensos na conversa.

Fake news: diretora de colégio em Maceió não morreu devido à H1N1

Ilustração/Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fake News

Uma nota que está circulando nas redes sociais afirmando que a diretora do colégio Santa Úrsula morreu vítima de H1N1 é falsa. Segundo apurou a reportagem com a coordenação geral da instituição de ensino, quem faleceu foi a irmã da diretora.

Ainda segundo a coordenação, a irmã da diretora estava internada e faleceu. Conforme apurou a reportagem, a vítima estava com pneumonia e teve uma parada cardíaca. 

A nota dizia que a diretora tinha morrido em decorrência da gripe e pedia para que as pessoas fossem se vacinar contra a H1N1. 

Ex-prefeito é condenado a devolver mais de R$ 200 mil por contratação de bandas

Arlindo Tavares Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Ex-Prefeito Oziel Barros

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Pilar Oziel Barros pela contratação irregular de bandas de forró para festejos realizados no município durante a sua administração. Com a condenação, o Barros e outros envolvidos no processo terão que devolver aos cofres públicos a quantia de R$ R$ 263.427,99.

Além dele, o empresário responsável pelas contratações das bandas também foi condenado. Em um trecho da decisão, o juiz André Tobias Granja afirmou que a contratação da empresa R.S.L Vieira Produções e Eventos - ME, foi realizada por meio de inexigibilidade de licitação,” o que fez surgir para a mesma a responsabilidade solidária frente à realização dos shows”.

“Parece que o país está bêbado”, diz Renan ao criticar propostas de Bolsonaro

Foto: Senado Federal Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Renan Calheiros

O senador Renan Calheiros listou uma série de medidas anunciadas pelo governo Bolsonaro durante este primeiro meses de sua administração. A constatação na visão do alagoano foi de que “de fora para dentro, parece que o país está bêbado”.

Calheiros já criticou diversas propostas como a liberação de arma, a redução das verbas para educação e a chamada “ordem para matar”.

 E desta vez foi motivado pelas medidas anunciadas para diminuir a fiscalização no trânsito, como o uso de cadeirinha para crianças e o número de pontos para motoristas infratores.

Concordando ou não, sendo de direita, esquerda ou centrão, as palavras do senhor presidente vão de encontro à preservação de vidas e contra a dor de milhares de famílias que perderam seus parentes em acidentes automobilísticos.

Marx prega projetos conjuntos e união de Rui e RF no caso Pinheiro

Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Deputado Marx Beltrão

O deputado federal Marx Beltrão sugeriu nesta quarta-feira (5) “a formulação de projetos conjuntos entre Município de Maceió e Governo de Alagoas” no enfrentamento da situação de calamidade vivida pelos moradores do Mutange, do Bebedouro e do Pinheiro.

Segundo Marx, “todos sabem das dificuldades financeiras da Prefeitura de Maceió e do Governo de Alagoas, por isso buscar recursos de modo conjunto em Brasília para projetos capazes de minimizar o sofrimento destas milhares de famílias é essencial”.

E mais: Beltrão foi categórico ao afirmar que “toda a bancada está pronta para apoiar esta causa em benefício da população. Em Brasília, podemos atuar em bloco em prol do Pinheiro. Precisamos que prefeito e governador somem esforços . Projetos pensados por equipes da Prefeitura e do Estado poderiam ser apresentados à bancada, para que ajudássemos junto a União”, garantiu o deputado.

Marx, que coordena a bancada alagoana no Congresso, é mais uma voz a defender a união de esforços entre Rui Palmeira e Renan Filho em busca de alternativas para o caso do “afundamento” do bairro, motivado pela atividade de mineração da Braskem.

Foto de presidente do TJ com “Lula livre” repercute nas redes

Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Tutmês Airan, Paulão e "Lula livre"

Repercutiu nas redes sociais uma fotografia do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Tutmés Airan, posando ao lado de uma enorme faixa com a imagem do ex-presidente Lula (PT) e a frase “Lula livre”.

A fotografia, onde o desembargador aparece com o deputado federal Paulão (PT) e com outras pessoas, foi tirada na Praça Deodoro, em frente ao prédio do Poder Judiciário de Alagoas.

O registro é do dia 30 de maio deste ano, durante o ato realizado na capital, paralelamente a várias outras cidades do país, contra os cortes na educação anunciados pelo governo federal e contra a reforma da Previdência. A manifestação, que começou na Praça Centenário, no Farol, terminou no Centro.

Internautas que compartilharam a imagem, principalmente em grupos de WhatsApp, questionam: é de bom tom o chefe de um Poder Judiciário posar em defesa de um presidiário já condenado... pela Justiça?

Estado de saúde do pai tira Rui da convenção do PSDB

Foto:Marco Antonio/Secom Maceió Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Rui Palmeira – Prefeito de Maceió.

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira, teve que desmarcar às pressas sua viagem a Brasília, ontem à tarde, onde participaria nesta sexta-feira (31) da convenção nacional de seu partido.

O seu pai, Guilherme Palmeira, ministro aposentado do Tribunal de Contas da União (TCU), apresentou um problema de saúde na quinta-feira e foi internado no Hospital Artur Ramos, com quadro de infecção urinária.

Segundo a assessoria do prefeito, o ministro já está melhor e deve ter alta nesse sábado.

"Nós estamos vivendo a maior crise econômica do país", diz presidente da AMA

Crédito: Igor Pereira/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Hugo Wanderley

O Cada Minuto entrevista deste sábado (31) traz uma entrevista exclusiva com o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) Hugo Wanderley.

Hugo comentou sobre os municípios alagoanos e disse que “não sente uma recuperação da economia” visto que o “quadro político está muito difícil no país”.

Segundo ele, as perspectivas não são boas nem a curto, nem médio e nem longo prazo e que isso preocupa os gestores municipais. “Nós estamos enfrentando a maior crise econômica do nosso país”, enfatizou.

A matéria completa vai ao ar neste sábado no site Cada Minuto e no CM PRESS.

Renan Filho quer que Congresso aprove MP do Saneamento

Ascom ALE/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Governador Renan Filho

O governador Renan Filho já deixou claro que defende que o Congresso aprove a Medida Provisória (MP) do Saneamento, que se vence dia 3 de junho.

Segundo o site Valor Econômico, para Renan, “tramitar o tema na forma de um projeto de lei, como querem outros governadores, atrasaria medidas em pelo menos seis meses”.

 

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com