Coluna Labafero

JHC pode concorrer à presidência da Câmara dos Deputados

Assessoria 24d29d55 6e9c 46c6 a685 3b754be70148 Deputado JHC

 

O PSB está dando apoio - e corda - para que o deputado federal reeleito JHC, terceiro secretário da Câmara dos Deputados, concorra à presidência da Casa no próximo ano.

A informação é do site O Antagonista.

O parlamentar alagoano, campeão de votos, iria para o embate com o candidato do Centrão, Rodrigo Maia.

Políticos citam Era Collor para criticar “superministérios”

Agência Senado/Arquivo 990b82ed fc80 4185 a1ec b62af79cfbe0 Senador Humberto Costa

O senador Humberto Costa (PT) disse, na sessão de ontem, no Senado, que a última experiência de superministério parecida com a que esta sendo proposta pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) foi no governo Collor, com Zélia Cardoso de Mello, e terminou com “o confisco da poupança, quebradeira de empresas, invasão internacional desordenada, desastre econômico”.

Já o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) defendeu a fusão – desde que feita com cautela - de ministérios, mas, em post no Twitter, também lembrou os fracassos “coloridos” na junção de ministérios.

FHC também disse que o juiz Sérgio Moro é um homem sério, mas que preferia vê-lo no STF ao invés de comandando o Ministério da Justiça.

Condenação de Joãozinho Pereira é devastadora. E pode não ser a única

Assessoria 1346793574nova imagem Joãzinho Pereira

A condenação de Joãozinho Pereira e de sua irmã, Pauline Pereira, atual prefeita de Campo Alegre, por fraude em licitações de gêneros alimentícios, cometidas no exercício do mandato de prefeito do município alagoano de Teotônio Vilela, no ano de 2005 é devastadora em vários aspectos.

As provas são contundentes, e esta denúncia está longe de ser a única. Além das fraudes em licitações de alimentos, Joãozinho e os Pereiras, em outubro de 2014, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça Federal condenou por improbidade administrativa, o ex-deputado pela contratação de 165 pessoas para a função de professor sem concurso, com salários pagos pelo Fundef.

Em outra ação, que fiscalizou a execução do Programa Nacional do Transporte Escolar (PNATE), mostra-se uma diferença de até 150% no valor de contratação, por quilômetro rodado, de veículos similares entre contratos realizados com um ano de diferença.

Lembrando que Pereira lutou muito para manter seus direitos políticos por conta de outro processo, envolvendo um posto de combustível.

Joãzinho foi alvo de uma disputa entre os Calheiros e os Liras, chegou a ser cotado para ser vice de Renan Filho, e hoje, enrolado na Justiça, luta para sobreviver politicamente.

Não está fácil a vida para ele.

Políticos alagoanos divulgam selfies com Bolsonaro e filhos

44c97f47 de5b 4f53 a2cd 0d15b66127ee

Virou uma febre nas redes sociais após a eleição a divulgação, por parte de prefeitos e “lideranças” políticas alagoanas a divulgação de selfies ou notícias com a proximação dos mesmos ao presidente eleito Jair Bolsonaro, ou a seus filhos.

Só nos últimos dois dias surgiram várias “chefes de campanha” de Bolsonaro em Alagoas e no Nordeste.

Como dizia Luiz Gonzaga. O rio corre para o mar.

Rui Palmeira espera que Bolsonaro una o país e retome o crescimento

Foto: Assessoria 992bdcf3 cc38 4664 bb73 5f7654ae9f76 Rui Palmeira

Outro político alagoano utilizou as redes sociais para parabenizar Jair Bolsonaro (PSL). O prefeito Rui Palmeira publicou uma mensagem no twitter e disse que espera que Bolsonaro “promova a união em nosso país e retome o crescimento”.

Para Rui, o principal desafio para o futuro governo do presidente Bolsonaro é a saída da crise econômica. “Maceió, assim como milhares de municípios brasileiros, tem sofrido com a queda nos repasses de recursos federais, o que nos traz grande dificuldade para realizamos melhorias”.

“A retomada do crescimento é necessária para que o nosso país estenda a mão a quem mais precisa e cuide de sua gente. O momento agora é de união em torno de um só propósito: um país mais justo”, finalizou Palmeira.

Nas redes sociais, Bruno Toledo ataca Paulão: "condenado na Justiça"

Ascom ALE/Arquivo 13aff69c b866 4d85 bb74 87d7efdc3f9d Deputado Bruno Toledo

O deputado estadual Bruno Toledo (Pros) “atacou” o deputado Paulão (PT) nas redes sociais afirmando que ele é “um condenado na Justiça” e que o PT condenou o país ao atraso.

Bruno se posicionou após Paulão ter dado uma entrevista dizendo que a bancada federal alagoana é um retrocesso.

Retrocesso é o que o PT fez no Brasil nesses anos, condenando o país ao atraso. Mas Paulão, que é condenado na Justiça, nunca demonstrou coragem contra Zé Dirceu, Lula e outros bandidos vermelhos”, disse.

Toledo ainda disse que “a tentativa de desqualificar o deputado Severino Pessoa é uma vigarice de quem se acha o arauto da moralidade”. “Mesmo diante do que já sofreu nas mãos da Justiça, como com a Taturana. Paulão poderia pegar a Bíblia furtada de Haddad e aprender a olhar a trave no próprio olho, antes de apontar cisco no olho de quem quer que seja. Diferente de Paulão, não há escândalos contra Severino Pessoa”, finalizou Toledo.

Dos nove deputados federais eleitos, apenas Marx Beltrão comenta resultado da eleição

Reprodução redes sociais 97c61271 4cc4 41dd ab06 4417515a1fd7

Dos deputados federais eleitos no primeiro turno, apenas Marx Beltrão comentou a vitória de Jair Bolsonaro nas urnas. Beltrão já havia anunciado seu apoio ao candidato do PSL no início do segundo turno.

Ele lembrou que o processo eleitoral foi bastante acirrado, com a divisão do país com opiniões extremas e distintas. No entanto, não somente ele declarou apoio a Bolsonaro. Sérgio Toledo (PR); Severino Pessoa (PRB) e Nivaldo Albuquerque (PTB) também afirmaram votar no candidato.

“O próximo presidente terá a missão de unificar o país, dialogar com o congresso, e acima de tudo, ouvir a população e atender seus anseios. Torço para que o Brasil seja não o país do futuro, mas o país do presente, que respeita seus filhos, com igualdade de oportunidades para que eles possam vislumbrar um futuro melhor para si e para as próximas gerações. Que a democracia prevaleça e saia fortalecida desse pleito tão atribulado. Contem sempre com meu trabalho pelo Brasil e por nossa amada Alagoas”, disse Marx.

Já os deputados Isnaldo Bulhões (MDB); Paulão (PT) e Tereza Nelma (PSDB) declararam seus apoios ao candidato Fernando Haddad (PT).

“Desejo boa sorte e que siga os princípios democráticos para pacificar o país”, diz Renan Filho após vitória de Bolsonaro

Maciel Rufino/Cada Minuto Ead388d4 ec74 4691 8fc7 88987e07c85c Renan Filho (MDB)

Em suas redes sociais, o governador Renan Filho (MDB) comentou a finalização do processo eleitoral e deixou uma mensagem de agradecimento aos alagoanos pelos votos dados a Fernando Haddad (PT), seu candidato neste segundo turno.

O governador ainda parabenizou o candidato Jair Bolsonaro pela sua vitória nas urnas e desejou boa sorte, destacando a necessidade do diálogo entre os estados e municípios.

“Concluído o processo eleitoral, desejo ao presidente eleito boa sorte e que siga os princípios democráticos para pacificar o país e estabelecer o necessário diálogo com instituições, estados e municípios e os diversos seguimentos da nossa sociedade”, afirmou ele.

O candidato do Governador, Fernando Haddad recebeu a maior votação em todo o Nordeste e em Alagoas ficou com 59,92%. “Aproveito para agradecer aos alagoanos pelos votos dados a Fernando Haddad, 59,92% no estado e também para parabenizar os conterrâneos que escolheram outros projetos e saíram vitoriosos”, colocou ele.

Arapiraca teve nova votação apertada e Haddad vence com maioria dos votos

Agência Brasil 9165a62e fdff 4436 9434 33c725c9aee3 O candidato à Presidência da República Fernando Haddad

Assim como no primeiro turno, a cidade de Arapiraca apresentou um resultado apertado entre os candidatos Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

Mesmo com o aperto, Haddad venceu com 53,99% dos votos válidos, totalizando 56 mil. Já Bolsonaro ficou com 46,01%, totalizando 48 mil votos.

No primeiro turno, Jair ficou com 38,74% e Haddad com 34,49%. Da região agreste, Fernando Haddad venceu em todas as cidades.

Dos municípios alagoanos,  novo presidente do Brasil só vence em Maceió

Foto: Metrópoles F190771a bdfa 4235 af24 d94fb62cb67d Jair Bolsonaro

Encerrada a apuração com 100% das urnas foi possível perceber que dos 102 municípios alagoanos Jair Bolsonaro (PSL) venceu somente na capital com 61,63% dos votos válidos.

O novo presidente já havia vencido na capital no primeiro turno e aumentou a quantidade de votos 268.027 mil. Ele havia vencido em 14 cidades, mas nesse segundo turno acabou perdendo espaço para Fernando Haddad, que manteve a liderança.

Nas cidades da região metropolitana, Rio Largo e Pilar os candidatos ficaram empatados.

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com