Blog do Dr Edvenis Vital
Blog do Dr Edvenis Vital

Drenagem linfática: você sabe quando é indicada?

Blog do Dr Edvenis Vital|

Se você sofre com retenção de líquidos ou se sente inchada, a drenagem linfática é um ótimo procedimento para amenizar esses desconfortos. No entanto, esse tipo de massagem também pode ser indicado para outras inúmeras finalidades, como a redução de celulite e a eliminação de toxinas do corpo. 

Sabemos que em determinadas situações, nosso corpo pode passar por processos que causam inchaço, como na gestação, no período menstrual, após cirurgias e também após lesões ou traumatismo nos músculos. Se você está passando por algum desses momentos e tem sentindo inchaço e desconforto, esse texto é para você. Confira até o final! 

O que é a drenagem linfática?

Antes de partir para as indicações, vou explicar um pouco o que é e como é feito esse procedimento. A drenagem linfática é uma massagem realizada com movimentos suaves e circulares, de bombeamento e deslizamento, mantidos em em um ritmo lento. 

O principal objetivo da massagem é estimular e facilitar a passagem da linfa pelo sistema circulatório. A linfa, por sua vez, é um líquido que circula pelo nosso corpo, limpando o sangue e auxiliando no processo de imunização, permitindo aos glóbulos brancos desempenhar a função de defesa do organismo com a eliminação de vírus e bactérias. 

Quando a linfa se acumula em excesso nos tecidos é que ocorrem os inchaços e as dores e é justamente nessas situações que a drenagem linfática é indicada. A seguir vou apresentar algumas das indicações dessa poderosa massagem. 

Combater o inchaço

Como já foi citado anteriormente, em alguns casos o nosso corpo passa por um processo de inchaço e retenção de líquidos. A drenagem linfática é o procedimento mais recomendado para diminuir esses incômodos, uma vez que, através da massagem, é possível drenar os líquidos e as toxinas até os gânglios linfáticos, o que facilita a eliminação e alivia os desconfortos. 

Combater a celulite 

A drenagem linfática também é uma excelente alternativa para quem quer eliminar o aspecto de casca de laranja da pele, que muitas vezes também é causado pela retenção de líquidos. Sendo assim, a associação  da drenagem linfática com outros métodos torna possível obter um resultado ainda mais satisfatório. 

Melhorar a circulação sanguínea

Drenagem linfática e melhora da circulação sanguínea poderiam ser sinônimos. Isso porque a massagem estimula a microcirculação, o que contribui para a melhora da circulação sanguínea e diminui a sensação de pernas cansadas, além de evitar o aparecimento de vasinhos. 

Favorecer a cicatrização e reduzir hematomas

Se você passou por algum tipo de cirurgia ou está com algum edema, a drenagem linfática pode ser uma excelente aliada na recuperação, já que a massagem acelera a cicatrização, uma vez que promove uma melhora na irrigação sanguínea, na oxigenação dos tecidos e na regeneração organizada das fibras. 

Cuidados especiais e contraindicações

Em alguns casos, a drenagem linfática não é recomendada. A principais contraindicações são para pessoas com acne severa, uma vez que os movimentos durante a massagem podem piorar as lesões, e pessoas com machucados ou feridas abertas, já que as lesões podem evoluir para uma inflamação. 

Por isso, é de fundamental importância procurar um profissional qualificado antes de realizar o procedimento. Na dúvida, entre em contato com um médico dermatologista e verifique quais os procedimentos são os mais recomendados para o seu caso. Agende um horário na EVA clínica e conheça todos os nossos procedimentos. 

SOBRE O AUTOR

Edvenis Vital Albino possui o título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e atua como membro ativo das sociedades brasileiras de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e de Medicina Estética (SBME). Com oito anos de dedicação aos estudos da pele, ele conta em seu currículo com especializações em Dermatologia Cirúrgica e em Medicina Estética. Referência em procedimentos injetáveis e em operações que envolvem laser médico, ele também possui passagem pelo Ospedale Delmati di Sant’Angelo Lodigiano Milão - IT, onde fez um Fellowship em Clínica Médica.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados