Blog do Paulo Marcelo
Blog do Paulo Marcelo

Líder comunitária diz que Arapiraca precisa de melhores representantes na Assembleia e na Câmara Federal

Blog do Paulo Marcelo|
Edneusa Gadi
Edneusa Gadi / Cortesia

A mensagem é quase unânime: A grande maioria dos líderes comunitários de Arapiraca afirma que a cidade precisa ter mais e melhores políticos na Assembleia Legislativa (ALE) e na Câmara dos Deputados em 2022, com isso ganharia mais espaço e mais recursos para investimentos, como já ocorreu em outras épocas.

A líder comunitária e presidente da ONG Manoel Teles Solidário, Edneusa Gadi, acredita que a eleição de 2022 fará a diferença positiva para a capital do Agreste. Ele destaca também que só vai ser bem votado aquele ou aquela que tiver serviço prestado em Arapiraca e cita o nome do ex-deputado Cícero Valentim que pode voltar a ocupar uma cadeira na Casa de Tavares Bastos.  

“Arapiraca, com número menor de eleitores do que tem hoje, já contou com sete deputados estaduais. Eu acredito que agora o povo de Arapiraca está mais unido, pensando em Arapiraca, mas só chegará quem tem serviço prestado como Cícero Valentim, por exemplo, do projeto da moradia, voltado para as famílias carentes”, disse a presidente.

Segundo Edneusa Gadi, as mulheres precisam estar mais presentes nas decisões políticas importantes para a cidade e o estado de alagoas, por isso defende uma participação maior das representantes do Agreste tanto na ALE quanto na Câmara Federal. Ela também não descarta a possibilidade de participar das eleições de 2022. 

“As mulheres devem ter uma participação maior nas eleições de 2022. Temos que eleger também mulheres para a Assembleia Legislativa e para a Câmara dos Deputados, mas uma coisa é certa, quem não tiver serviço prestado, também não chegará. Desta vez Arapiraca terá ao menos cinco deputados estaduais e dois federais em defesa dos arapiraquenses”, concluiu. 

Cenário

A segunda maior cidade de Alagoas já contou com sete deputados estaduais e três federais na mesma legislatura, mas atualmente tem três estaduais e um federal, apesar de contar com a arapiraquense Tereza Nelma, mas que é radicada em Maceió.

Outra curiosidade, é que a cidade teve apenas uma mulher na Assembleia Legislativa, foi Luiza Evangelista da Silva, nos anos 70. Já como deputada federal foram duas mulheres, Josefa Santos Cunha (Ceci Cunha), nos anos 90, mais tarde Célia Rocha, nos anos 2000.      

 

SOBRE O AUTOR

Notícias e notas de Arapiraca

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados