Blog do Dr Edvenis Vital
Blog do Dr Edvenis Vital

Alopecia e alimentação: 4 dicas para incrementar o cardápio e fortalecer os cabelos

Blog do Dr Edvenis Vital|

A queda de cabelo - ou alopecia - é um processo comum para muitas pessoas. Ela geralmente ocorre de forma natural, por predisposição genética, mas também pode ser agravada por uma série de fatores.

Ansiedade, estresse, reações alérgicas e fatores hormonais são alguns dos principais motivos por trás desse fenômeno. Além disso, falta de vitaminas e má alimentação também podem contribuir na saúde dos fios. E é justamente sobre esse fator que falaremos neste post.

Abaixo você vai receber 4 dicas para incrementar algumas vitaminas necessárias para fortalecer os cabelos no cardápio, entendendo as relações entre alopecia e alimentação. Confira!
 

1. Invista na hidratação

Um dos principais passos para organizar uma rotina de alimentação saudável é manter a hidratação em dia. Isso porque beber ao menos dois litros de água diariamente ajuda no crescimento forte e saudável do cabelo. Como ¼ do fio de um cabelo é composto por água, repor a hidratação constantemente ajuda a manter os fios fortes, brilhantes e saudáveis.
 

2. Vitaminas A, B, C e E

Diferentes ingredientes são ricos nessas vitaminas e inclui-los na dieta pode fazer toda a diferença na força os cabelos. Alimentos como a cenoura, a beterraba e o extrato de própolis possuem alta concentração de vitamina A. Já a vitamina B está presente em peixes, ovos, soja, nozes, fígado e até na gema de ovo.

A vitamina C pode ser encontrada em frutas como a laranja, o morango e o limão, ou ainda no suco de tomate e no brócolis. E por fim, a vitamina E está presente nas sementes, nos óleos vegetais e nos cereais integrais.
 

3. Reforce o ferro e as proteínas

Além das vitaminas, outros nutrientes como o ferro e as proteínas também podem ser muito eficientes no fortalecimento dos cabelos. Logo, adicione ao cardápio cereais, frutas secas, vegetais verdes e o feijão, que são ricos em ferro.

No mais, para reforçar a dieta adicione leite, ovos, frango e carne vermelha aos alimentos fundamentais. Isso porque, além de serem boas fontes de proteínas, eles ajudam a combater a alopecia.

 

4. Evite os vilões da alimentação

Açúcares e carboidratos refinados, como pão, massas e álcool, são alguns dos vilões de uma dieta focada em fortalecimento dos fios. Isso porque o efeito deles pode desequilibrar os hormônios e com isso, provocar uma série de danos no corpo. Consequentemente, atingem diretamente a saúde e resistência do cabelo.
 

Além deles, o consumo excessivo de chás e cafés também pode ser prejudicial. Isso porque eles podem impedir ou interferir na absorção de substâncias importantes para a prevenção da queda dos fios, como o ferro. Portanto, evite o consumo em excesso
 

Viu só? Amenizar a alopecia é possível e a alimentação pode ser um coadjuvante nessa busca pela preservação da estrutura capilar. Porém, lembre-se que a alimentação não substitui uma consulta médica.

Afinal, é lá que um dermatologista investigará as reais necessidades do seu corpo e tratar a alopecia baseado nessas informações, de forma assertiva e visando o melhor resultado possível. Por isso, dê prioridade a um tratamento clínico.

No mais, para acompanhar mais dicas de saúde, bem-estar e beleza, não deixe de acompanhar o blog!


 

SOBRE O AUTOR

Edvenis Vital Albino possui o título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e atua como membro ativo das sociedades brasileiras de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e de Medicina Estética (SBME). Com oito anos de dedicação aos estudos da pele, ele conta em seu currículo com especializações em Dermatologia Cirúrgica e em Medicina Estética. Referência em procedimentos injetáveis e em operações que envolvem laser médico, ele também possui passagem pelo Ospedale Delmati di Sant’Angelo Lodigiano Milão - IT, onde fez um Fellowship em Clínica Médica.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados