Blog do Paulo Marcelo
Blog do Paulo Marcelo

Prefeitura vai barrar pessoas de outras cidades que querem ser vacinadas em Arapiraca

Blog do Paulo Marcelo|
Luciano Barbosa (prefeito)
Luciano Barbosa (prefeito) / Ascom/Arapiraca

A Secretaria Municipal de Saúde vai barrar as pessoas que residem em outra cidade e que procuram os postos de vacinação contra a Covid-19 em Arapiraca. A partir desta quarta-feira (30), o processo de atualização do Cartão Nacional de Saúde, que antes poderia ser feito momentos antes da aplicação da dose, será feito exclusivamente na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência.

A medida pretende impedir que moradores de outras cidades tomem a vacina no lugar dos moradores de Arapiraca. Segundo a Secretaria de Saúde, cada cidade recebe doses para serem aplicadas exclusivamente em sua população. Nos últimos dias, os técnicos tem percebido uma grande quantidade de pessoas de cidades vizinhas que receberam o imunizante nos postos locais. 

Para evitar esse tipo de irregularidade, o prefeito Luciano Barbosa determinou a mudança no processo de atualização do Cartão Nacional de Saúde. A partir de agora, os postos de vacinação irão atualizar os cartões SUS apenas dos usuários que apresentarem comprovante de residência em seus nomes.  

A coordenadora de Doenças Imunopreveníveis de Arapiraca, enfermeira Mônica Suzy (foto), explica que quem não tem comprovante em seu próprio nome, deverá atualizar o Cartão SUS na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência. Ela destaca que será feito o possível para evitar essa irregularidade. 

“Percebemos que muitas pessoas de outras cidades estavam apresentando comprovantes de residência de terceiros e atualizando seus Cartões do SUS para endereço de Arapiraca. Estamos fazendo o possível para coibir esse tipo de irregularidade”, afirmou. 

Mônica revelou ainda que esta semana um ônibus de outra cidade parou ao lado de um dos postos de vacinação e todos os passageiros foram para a fila. Ao serem informados que a vacinação era exclusiva para moradores de Arapiraca, eles foram embora.

“Diariamente, mais de 80 atualizações estavam sendo feitas nos postos de imunização, o que não é normal. Pedi ajuda aos coordenadores de imunização das outras cidades da região e para o Conselho de Secretarias Municipais de Alagoas (Cosems) para que seja reforçada a importância de que as pessoas respeitem a fila de vacinação e só recebam imunizante na cidade onde moram”, finalizou Mônica Suzy.

 

SOBRE O AUTOR

Notícias e notas de Arapiraca

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados