Click Due
Click Due

Arapiraca se prepara para lançar editais com recursos da Lei Aldir Blanc

Click Due|

 

 

 

Texto e foto: Lourdes Rizzatto

 

Artistas e fazedores da cultura em Arapiraca foram informados, na terça (15), através de reunião on line com a secretária de Cultura, Lazer e Juventude, Rosangela Carvalho, que o município se prepara para lançar editais com recursos federais do Ministério do Turismo, através da Lei Aldir Blanc. Arapiraca recebeu R$ 1.616.900,00 e, segundo a secretária, o objetivo é premiar todos os segmentos culturais de Arapiraca impactados pela pandemia da Covid-19.

 

A primeira ação referente aos editais, ainda este mês de setembro, será o chamamento de agentes culturais com o objetivo de auxiliar na inscrição dos projetos da sociedade civil. O chamamento da Comissão Avaliadora (pareceristas) também será nesta etapa. Serão credenciados dez agentes culturais e o valor do edital será de R$6.000,00. A Comissão Avaliadora (pareceristas) terá seis vagas e o edital será de R$5.000,00. Os inscritos nestas modalidades não poderão participar de outros editais do município. 

 

A segunda etapa contará com chamamento público referente aos Incisos II e III da Lei Aldir Blanc. Voltados ao subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, bem como iniciativas de fomento à cultura, estes itens ao todo irão beneficiar mais de 291 projetos. O edital “Art 2 LAB”, com recursos na ordem de R$ 495.000,00 será destinado, pela SMCLJ, ao recebimento de propostas de empresas e espaços culturais (escolas de arte, dança, estúdio fotográfico...) que tiveram suas atividades interrompidas durante a pandemia. O edital “Destalo” será voltado a editais de projetos e de premiação artística. Nesta etapa R$ 1.031.900,00 será destinado a comunidade cultural arapiraquense. 

 

Segundo, Janu Leite, superintendente de gestão da SMCLJ,  as regras de distribuição dos recursos dos editais serão: 100 Prêmios de R$1.000,00 (projetos individuais para trabalhadores da cultura); 50 Prêmios de R$4.000,00 (tem que agregar no projeto no mínimo três artistas e trabalhadores da cultura); 20 Prêmios de 10.000,00 (que agregue, no mínimo, sete artistas e trabalhadores da cultura); 10 Prêmios de R$20.000,00 (que agregue, no mínimo, quinze artistas e trabalhadores da cultura) e 05 Prêmios de R$30.000,00 (que agregue, no mínimo, vinte e dois artistas e trabalhadores da cultura).

 

Janu também informou a existência de prêmios especiais destinados aos patrimônios culturais. Serão cinco prêmios de R$10.000,00 para quadrilhas juninas; setenta prêmios individuais de R$1.000,00 para sanfoneiros, zabumbeiros e triangueiros, além de trinta e um prêmios de R$2.000,00 para as Destaladeiras de Fumo de Arapiraca (Cânticos de Trabalho). “Ouvimos e contamos com sugestões dos segmentos culturais de Arapiraca para a elaboração dos editais, mas esta foi a forma mais democrática que achamos para as inscrições dos projetos. Foi o modo encontrado para abrir ao máximo a participação da classe cultural e colocar na mão do artista os recursos para a realização do seu projeto”, finalizou Janu Leite. 

 

 

 

 

SOBRE O AUTOR

Blog sobre cultura e entretenimento em Arapiraca

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados