Roberto Gonçalves
Roberto Gonçalves

Postado em 10/06/2017 às 21:29 0

Asa finaliza treinos para enfrentar o Salgueiro neste domingo (11)

Competição será as 16 h no Coaracy da Mata Fonseca


Por Roberto Gonçalves com Diário Arapiraca

O técnico Marcelo Vilar realizou no final na manhã deste sábado (10), o último trabalho com o elenco do ASA, antes de fazer sua estreia no domingo (11), às 16h, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, contra o Salgueiro-PE, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

Vilar chegou ao ASA na última quinta-feira (08) e prega determinação na equipe para sair da incômoda nona posição da tabela de classificação do grupo A. Para esta reação, o novo técnico não poderá contar com o lateral-esquerdo Airton, em compensação terá o retorno do zagueiro André Lima com quem já trabalhou em alguns clubes do futebol paraibano.

Durante os três dias de trabalho, o comandante alvinegro conversou bastante com os jogadores e realizou alguns treinamentos táticos para posicionar a equipe da forma que ele entende ser apropriada para encontrar a vitória contra o Caracará Pernambucano.

O lateral-direito Everton, que terá mais uma oportunidade na equipe titular comentou a intenção do treinador sobre a postura da equipe.

“Ele está batendo na tecla sobre as duas linhas de quatro para termos muita força defensiva e ofensiva. Ele tem um parâmetro de jogo e a gente sabe que a Série C é muito difícil.

São jogos pegados e a gente tem que tirar um ‘coelho da cartola’. O que ele passar, temos que assimilar o mais rápido possível para tentar fazer um bom jogo e sair de campo com os três pontos”, comentou o lateral.

O lateral-direito disse ainda que agora o grupo tem que buscar o ápice do que o treinador quer para domingo colocar tudo em prática.

Para este duelo contra o Salgueiro, o alvinegro ainda não está definido oficialmente, mas, de acordo com os treinamentos o time poderá entrar em campo com: Carlão; Everton, Mauro Viana, André Lima e Léo Campos; Mazinho, Juninho, Doda, Djalma (Tiago Souza), Jhulian (Jean Carlos) e Leandro Kivel.

Confira os nomes dos 22 jogadores relacionados para a partida.

Goleiros: Carlão e Luís Cetin;

Laterais: Everton e Léo Campos;

Zagueiros: Mauro Viana, André Lima, Eron e Luis Henrique;

Volantes: Mazinho, Leanderson, Kessi, Juninho e Gaspar;

Meias: Doda, Téssio, Djalma e Bruno Souto;

Atacantes: Leandro Kível, Márcio Telê, Jhulian Pires, Jean Carlos e Tiago Souza;


Postado em 10/06/2017 às 12:53 0

Prédio onde funcionou a Receita Federal em Arapiraca está abandonado

Localizado em área nobre do centro próximo ao Sebrae, Casa da Cultura e da Praça Luiz Pereira Lima local está servido para trafico e consumo de drogas


Por Roberto Gonçalves

drogas  

Localizado em uma das áreas mais nobres no centro da cdade de Arapiraca próximo ao Sebrae, Casa da Cultura a Praça Luiz Pereira Lima o prédio onde funcionou durante vários anos na Rua Engenheiro Gordilho de Castro a sede da Receita Federal é o retrato do abandono. Desativado há mais de dois anos a instituição federal passou a funcionar na Rua José Leite Barbosa, no prédio do INSS no bairro de Santa Edwvirgem.

O prédio moderno, bem construído no centro, está sendo utilizado como ponto de encontro para usuários de drogas e prostituição. Ni prédio, todas as portas e janelas foram quebradas e, no chão, diversos documentos de empresas estão espalhados em meio à sujeira.

Um morador que preferiu não se identificar relatou que há muito tempo não tem ninguém fazendo a segurança do patrimônio público por sinal muito valorizado. “Eu lamento que um prédio como esse esteja abandonado. Quebraram a porta principal e invadiram o prédio, que serve diariamente como ponto de droga e também de prostituição. Não tem ninguém vigiando e a gente vive com medo aqui”, desabafou.

Outro problema dos moradores próximos está relacionado  mau cheiro e da quantidade de mato ao redor do prédio. Trabalhando próximo a antiga sede da instituição federal há mais de um ano, um comerciante informou que todos os dias a situação é a mesma no local e a movimentação de usuários e traficantes é constante. Para ele, o problema já deveria ter sido solucionado, reclamou. “Esse prédio não pode ficar nessa situação, abandonado pelas autoridades. É preciso que algo seja feito o quanto antes”, completou.

 A Receita Federal informou que o imóvel pertence à União e é responsabilidade do órgão, mas que esbarra na burocracia envolvendo processo de licitação e que até o momento não foi possível a substituição de portas e janelas. Sobre os documentos espalhados, o delegado Plínio garantiu que na próxima semana será recolhido e descartado de maneira correta.

Sobre a sujeira  e o mato no local, a Prefeitura de Arapiraca informou que uma equipe da Superintendência de Limpeza Urbana irá realizar a limpeza na próxima semana.  O 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) informou que rondas são realizadas em diversos pontos da cidade de Arapiraca, mas que vai intensificar o patrulhamento na rua e adjacências.

 


Postado em 09/06/2017 às 10:48 0

Assédio moral derruba secretário de Educação de Traipu

Ex-secretário foi denunciado pelo Conselho Municipal da Merenda Escolar


Por Roberto Gonçalves

No cargo de secretário municipal de Educação do municipio ribeirinho de Traipu, Maurício Lessa, pediu exoneração. A informação foi confirmada  pela assessoria de comunicação da prefeitura do município, na tarde dessa quinta-feira (08).

Vereadores chegaram a relatar, em plenário do Legislativo que professores estariam sendo perseguidos pelo então secretário. Já o Conselho da Merenda do município denunciou assédio moral por parte de Maurício Lessa. .

De acordo com depoimentos,  havia conflitos internos na secretaria municipal de Educação do município os servidores estariam descontentes com a forma como Lessa conduzia os trabalhos a frente da pasta. Tentamos falar com Maurício Lessa para ouvir do ex-secretário o que teria motivado o seu pedido de exoneração, mas não obtivemos êxito.

 


Postado em 09/06/2017 às 06:12 0

Procurador geral pede demissão do cargo em Arapiraca

Henrique Correia de Vasconcelos explica que decisão teve motivação de foro íntimo, é o segundo do primeiro escalão a deixar o cargo


Por Roberto Gonçalves

Henrique Correia de Vasconcelos explica que decisão teve motivação de foro íntimo, é o segundo do primeiro escalão a deixar o cargo Alegando que sua decisão é exclusivamente de foro intimo e foi em comum acordo com o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) o procurador geral de Arapiraca pediu demissão do cargo que ocupava desde o inicio da gestão em janeiro deste ano. Com a saída de mais um integrante do primeiro escalão é o segundo a se afastar da gestão, o primeiro foi o secretário municipal de Agricultura,  o engenheiro agrônomo José Julio de Almeida Filho, mais conhecido como Julio Houly.

Houly entregou  o cargo de secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Arapiraca após 120 dias no cargo. O ex-secretário na época,  alegou que sua saída da equipe de Teófilo tinha motvação pessoal. De acordo com informações extra oficiais, Houly estaria com poderes limitados na pasta e estaria recebendo fortes interferências, fato que o desmotivou de continuar na pasta da agricultura onde possui larga experiencia com resultados positivos.

A gestão do prefeito Rogério Teófilo vem enfrantando sérias e graves turbulências, um dos fatos mais graves é a greve dos trabalhadores em educação que dura um mês e pode prejudicar o ano letivo 2017 com um prejuízo de 35 mil estudantes fora das salas de aula na segunda cidade mais importante cidade do interior do Estado.

O ex- procurador geral afirmou  que“O meu afastamento das atividades se deu, único e exclusivamente, por questões de foro íntimo. As razões foram apresentadas ao prefeito Rogério Teófilo e por ele acatadas”, explicou Vasconcelos após deixar o cargo.

Henrique que foi coordenador jurídico da campanha de Rogério Teófilo no ano passado e participou da equipe de transição do governo confirmou que o pedido foi feito por ele e elogiou a postura de Teófilo. “Tive a compreensão do prefeito, a quem nutro um grande respeito e tenho uma grande admiração”, justificou. O ex-procirador geral, é graduado em Direito pela Faculdade de Alagoas (FAL), pós-graduado em direito processual civil pela LFG-UNISUL e em direito eleitoral pela Escola Superior de Magistratura de Pernambuco.

 

 


Postado em 08/06/2017 às 09:56 0

Arapiraca pode perder recursos do Fundeb, diz vereador

Município enfrenta a maior greve das duas últimas décadas na educação


Por Roberto Gonçalves

O vereador Fabio Henrique (PC do B) em pronunciamento da tribuna do Legislativo de Arapiraca na última sessão ordinária lamentou  a atual situação pela qual passa a Educação em Arapiraca. Os trabalhadores em Educação estão em greve há um mês reivindicando 7,64% de reposição salarial. O prefeito Rogério Teófilo ofereeu 2,33% e não foi aceito pela categoria.

Os professores reivindicam reposição salarial desde fevereiro, e alunos das escolas do município sem aulas, o que tem prejudicado bastante o ano letivo que está prejudicado mesmo ocorrendo em tempo hábil o retorno dos professores as salas de aula. "Não se tem conhecimento, na história de Arapiraca, de algo tão grave. É preciso uma maior atenção por parte do prefeito Rogério Teófilo", avaliou o vereador.

Fábio Henrique lembra que Arapiraca já foi referência no Ideb. Para ele, com a paralisação das aulas, as notas dos alunos vão ser baixas, o que vai prejudicar futuramente o número de matrículas e até o recebimento de recursos do Governo Federal para as escolas do município.

Para a professora Juracilene Ramos, ex-presidente do núcleo Regional do Sonteal em Arapiraca, essa crise na educação municipal carece de uma resolução rápida do prefeito Rogério Teófilo e da titular da pasta municipal de Educação Mônica Pessoa.

A educadora que está fora das lutas sindicais por recomandação médica, é inadimissivel 35 mil crianças estarem fora das salas de aula em um momento de avaliação. Se uma proposta não deu certo que apresente outra, abra um canal de negociação com sensatez e transparência, avaliou a educadora.

 


Postado em 07/06/2017 às 12:34 0

Professores decidem pela continuidade da greve em Arapiraca

Paralisação já dura um mês e o ano letivo está prejudicado


Por Roberto Gonçalves

Os professores da rede municipal de ensino de Arapiraca em greve há um mês, na luta pela reposição salarial data base de maio da ordem de 7,64%, decidiram em assembleia geral na manhã desta quarta-feira (07) contnuar com o moviment de paralisação.

A proposta apresentada pelo prefeito Rogério Teófilo (PSDB) de 2,33%, não foi aceita pela categoria. O gestor justificou que o reajuste slicitado pelos professores vai de encntro a Lei de Resposabilidade Fiscal – (LRF).

De acordo com o representante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinteal) em Arapiraca, André Luiz, as propostas estabelecidas pelo prefeito fogem da realidade e não atende as reivindicações da categoria.

Durante a reunião que ocorreu no Centro Administrativo do Município, no bairro Santa Edwvirgem, os servidores pediram um reajuste salarial de 7,64%, e foram surpreendidos pela proposta de 2,33%, a partir do terceiro quadrimestre deste ano.

A gestão municipal alegou através de nota enviada à imprensa, que após realizar estudos técnicos e jurídicos sobre a atual realidade fiscal e financeira de Arapiraca, a proposta foi apresentada tendo como base a sustentabilidade jurídica.

“Qualquer aumento acima do valor apresentado, de 2,33%, fere a Lei de Responsabilidade Fiscal e inviabiliza o município no que diz respeito ao aporte de recursos federais”, diz o teor da nota divulgada pela Coordenação de Comunicação.

 

Próximas ações  

Após  assembleia desta quarta-feira (07) o Sinteal comunica que nesta quinta-feira (08), a equipe jurídica do Sinteal estará em Arapiraca, com a finalidade de definir as próximas ações com base na legislação. Em seguida, a comissão de greve irá ao Ministério Público Estadual, que ainda não se manifestou sobre um ofício encaminhado no último dia 16 de abril deste ano. No período da  tarde, o grupo irá à Defensoria Pública em Arapiraca. Na sexta-feira (09) trabalhadores, pais e alunos farão uma nova assembleia no Centro Administrativo de Arapiraca, a partir das 8 h.

 

 

 

 

 


Postado em 07/06/2017 às 07:47 0

Rogério Teófilo propõe 2,33% para professores em greve

Categoria considera proposta ridícula e greve pode continuar, eles reivindicam 7,64% de reposição


Por Roberto Gonçalves

A rede municipal de Educação de Arapiraca completa um mês de paralisação no próximo dia (09) deste mês. O encontro entre o comando de greve e o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) ocorreu na tarde desta terça-feira (06) e durou até a noite, sendo concluída por volta das 22 horas. No encontro entre as partes não se chegou a um entendimento, já que a contra proposta apresentada pelo gestor 2.33%, para ser pago somente em setembro não agradou aos professores. Para o gestor de ultrapassar o solicitado, vai de encontro a Lei de Responsabilidade Fiscal. 

A proposta foi considerada ridícula por parte das lideranças sindicais uma vez que o reajuste reivindicado é de de 7,64%. A categoria deverá realizar uma assembléia geral ainda nesta quarta-feira (07) para analisar a contra proposta do prefeito Rogério Teófilo, mas segundo as representantes da categoria não será aceita.

A greve dos professores em Arapiraca dura 46 dias e a situação do calendário escolar fica cada vez mais complicada na cidade mais importante do interior do Estado., já que além da greve dos professores a rede municipal de ensino sofre com a normalidade das aulas desde o inicio do ano, quando a contratação de professores se deu através do Processo Seletivo Simplificado (PSS) com apresentação de títulos.

A atual administração que tem como secretária de Educação, Fabiana Pessoa, de acordo com o sindicalista, não seguiu a orientação do Ministério Publico em prorrogar o contratado dos professores da gestão passada e iniciou uma nova seleção, próximo ao inicio das aulas. O  processo de inscrição e analise dos títulos foi longo e a o PSS já está na sua 14ª chamada comprometendo o cumprimento do calendário escolar.

Na semana passada, centenas de pais foram à Câmara Municipal desesperados pedir aos vereadores e ao deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) para tentar intervir no impasse entre professores e o Poder Executivo Estadual.

O presidente do Sinteal afirmou na manhã desta quarta feira (07) que a situação é dificil e que os professores não são mercenários, estão reivindicando reposição salarial e não reajuste. A data base da categoria é o mês de abril. Neste ano houve apenas na rede municipalde ensino apenas 15 dias de aula. A categoriarealiza nesta manhã na Escola Hugo Lima uma assembleia geral para uma tomada de posição.

 


Postado em 06/06/2017 às 12:06 0

Pingueiras ameaçam destruir arquivos do Legislativo de Arapiraca

Vários setores da Casa estão comprometidos inclusive o plenário


Por Roberto Gonçalves

O prédio da Câmara Municipal de Arapiraca localizado na Avenida Rio Branco no centro de Arapiraca vem ao longo dos últimos anos sofrendo com a falta de reforma em todo o seu espaço físico. O problema se agravou recentemente com as fortes chuvas e o grande número de pingueiras que atinge todos os setores da Casa Herbene Melo inclusive o plenário que ficou sem condições da realizaçãO das sessões ordinárias que estão sendo realizadas no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

De acordo com informaçções do um servidor que pediu para não ter seu nome mensiomado, na manhã desta terça-feira (06) as águas invadiram o setor do arquivo ameaçando destruir documentos. Em razão das infiltrações paredes divisórias estão passando corrente elétrica gerando insegurança para os servidores dediversos setores do Legislativo de Arapiraca.

Quando assumiu o comando da Mesa Diretora em janeiro deste ano, a vereadora Graça Lisboa (PDT) anunciou que faria uma reforma em toda a estrutuea física do prédio, decorridos cinco meses a reforma não foi iniciada. Mensalmente, são repassados da Prefeitura  para a Câmara Municipal recursos da ordem de mais de R$ hum milhão do duodécimo .     


Postado em 06/06/2017 às 10:30 0

Encontro entre Rogério Teófilo é o comando de greve é adiado

Greve na Educação vai completar um mês no próximo dia 09 e 35 mil estudantes estão fora das salas de aula


Por Roberto Gonçalves

A  falta de habilidade e o descaso com a educação tem prosseguimento na cidsde mais importante do interior do Estado com com a greve na rede municipal de educação que vai completar um mês no próximo dia (09) com um prejuizo de 35 mil estudantes fora das salas de aula.

 Um encontro que estava agendado desde a semana que passou entre dirigentes do Sinteal  e o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) para atarde desta segunda-feira (05) que estava agendada para  às 15h30, foi adiada, a pedido do gestor municipal, para às 17h30 desta terça-feira (06).

A informação foi passada pelo profesor André Luíz da Silva, do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal) em Arapiraca, durante entrevista a um programa de rádio e confirmada pela coordenação de comunicação da Prefeitura. Durante a entrevista, o servidor disse que a categoria está aberta para uma contraproposta, mas que só vai aceitar se o prefeito provar que não tem condições de conceder os 7,64% de aumento solicitado, com base em estudos, pelo Sindicato.

André afirmou,  que apesar do atraso do ano letivo, não vai haver perda para os cerca de 35 mil alunos que estão fora da sala de aula. O atraso na negociação, inclusive, tem prejudicado os pais dos estudantes, que por não ter com quem deixar seus filhos, acabaram perdendo os empregos.

“Queremos ser parceiros do Poder Executivo, estamos preocupados, mas greve é um direito de qualquer trabalhador”, disse André. “Estamos abertos à negociação e se tudo der certo as aulas já serão retomadas na próxima quinta-feira”, finalizou.

 


Postado em 06/06/2017 às 10:04 0

Dupla invade casa faz jovem refem para cometer roubo em Arapiraca

Movimentação na rua frustou a ação dos bandidos que fugiram sem nada levar


Por Roberto Gonçalves

Dupla invade casa  faz jovem refém para cometer roubo

Movimentação na rua frustou a ação dos bandidos que fugiram sem nada levar

Uma jovem de 19 anos que não teve o nome revelado, foi agredida e amarrada para permitir a ação de assaltantes que invadiram sua residência, na tarde desta segunda-feira (05), em Arapiraca, no Agreste do Estado. De acordo com as informações passadas pelos militares do 3º Batalhão (BPM), a dupla de criminosos invadiu a casa com intuito de roubar objetos de valor, mas fugiram sem levar nada ao perceber uma grande movimentação das proximidades da residência.

Os militares foram acionados para averiguar a ocorrência de invasão em domicílio no bairro Bonsucesso. A vítima, que teve a identidade preservada, informou que os criminosos entraram na residência pulando o muro e tentaram furtar alguns eletrodomésticos e eletrônicos.

Eles agrediram a proprietária e, logo após, amarraram-na. A dupla ainda tentou roubar a televisão, mas ao perceberem uma grande movimentação de pessoas próximo à residência, fugiram do local sem levar nada. O caso foi registrado na Central de Polícia Civil.


Postado em 03/06/2017 às 10:45 0

Ônibus escolar é alvo da ação de assaltantes em Arapiraca

Ocorrência foi registrada na zona rural do município


Por Roberto Gonçalves

Ocorrência foi registrada na zona rural do município Estudantes que viajavam  em um ônibus de transporte escolar foram alvos da ação de dois assaltantes e  tiveram os pertences roubados fato registrado  na tarde desta sexta-feira (02), em Arapiraca. De acordo com informações, o crime foi registrado nas proximidades da Baixa do Capim zona rural de Arapiraca.

Conforme o Relatório de Ocorrências do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o motorista do ônibus afirmou que foi abordado por dois homens, não identificados no momento em que transitava pela região. Havia vários alunos no veículo no momento da ação criminosa.

Os alunos informaram que após o crime os acusados fugiram em uma motocicleta Yamaha, de cor vermelha e demais características não anotadas. Além dos pertences das vítimas, dupla também levou a chave do ônibus para dificultar a locomoção do veículo após o assalto.

Uma guarnição motorizada Rocam esteve no local do ocorrido e orientou o condutor a registrar ocorrência na Central de Polícia Civil  de Arapiraca. Rondas foram realizadas pela região, mas nenhum suspeito foi localizado e preso.

 

 

 


Postado em 03/06/2017 às 07:32 0

Chuvas motivam a realização de “Sessões itinerantes” do Legislativo de Arapiraca

Águas invadem o plenário impedindo a realização dos trabalhos legislativos


Por Roberto Gonçalves

As fortes chuvas forçaram a Câmara Municipal de Arapiraca a voltar a realizar “sessões itinerantes” fora da sede do Poder Legislativo no auditório da Câmara de Diretores Lojistas – (CDL). No ano passado, na gestão da Mesa Diretora anterior foi realizada uma reforma no plenário, após uma vistória do Corpo de Bombeiros. Após assumir o comando da Casa a vereadora Graça Lisboa (PDT) anunciou que faria uma reforma na Casa Herbene Melo.  Decorridos cinco meses tudo no mesmo. A Prefeitura de Arapiraca repassa mensalmente a cada dia 20 do mês para a Câmara recursos de mais de R$ hum milhão.

Notas fiscais da compra de medicamentos

A Câmara Municipal de Arapiraca aprovou na sessão ordinária da última quarta-feira (31) requerimnto de autoria dos vereadores Secretária de Saúde, Aurélia Fernandes, Marcos Caetano e Willomaks da Saúde, requisitando todas as notas fiscais referentes à compra de medicamentos, do período de janeiro a abril deste ano. No pedido está incluído todos os processos licitatórios das aquisições feitas em 2016, pela secretaria Municipal de Saúde. O requerimento foi motivado em razão de constantes  reclamações  dos usuários do Sistema Único de Saúde – (Sus) nas redes sociais e emissoras de rádio.

Notas fiscais 02

A população está indo aos postos de saúde, e quando são atendidos, não conseguem adquirir os remédios receitados pelos próprios profissionais da Saúde do município. Os medicamentos indicados para o controle da pressão arterial  e as fitas para medição de diabéticos, entre outros, estão faltando nas  farmácias dos Postos de Saúde e Unidades Básicas de Saúde, justificaram os vereadoes. Os medicamentos indicados para o controle da pressão arterial  e as fitas para medição de diabéticos, entre outros, estão faltando nas  farmácias dos Postos de Saúde e Unidades Básicas de Saúde, justificaram os vereadoes. De acordo com o vereador, existe  a informação dos pacientes  de que até o ano de 2016, esses remédios eram fornecidos e na atual gestão não estão sendo liberados.

Greve prossegue

Apesar da interferência da Câmara Municipal e dos pais de alunos comando da greve e o gestor não chegam a um consenso Os professores da rede municipal de ensino de Arapiraca através do Sinteal, entregaram na tarde desta quarta-feira (31) ao prefeito Rogério Teófilo (PSDB) documento com o levantamento  financeiro e com a previsão de reajuste de 7,64% para a categoria. A equipe da prefeitura prometeu analisar, tecnicamente e legalmente, o estudo para chegar a um denominador comum, na próxima segunda-feira (05), às 15h30.

Greve prossegue 02

“Nosso esforço é assegurar uma proposta que atenda aos servidores, mas que também seja realista e que leve em conta todos os impactos, para que possamos cumprir, de fato, com o que ficar acordado”, garantiu o prefeito Rogério Teófilo, que vem conduzindo pessoalmente as negociações sem chegar a um consenso até o momento. O encontro na última quarta-feira (31) no Centro Admini8strativo contou com a presença da presidente da Câmara Municipal  de Arapiraca, Graça Lisboa (PDT)  vereador Melquisedec de Oliveira. Além dos sindicalistas, estiverem presentes a vice-prefeita Fabiana Pessoa e os secretários Mônica Pessoa (Educação), Antonio Lenine Filho (Planejamento, Orçamento e Gestão) e Fernando Lôbo (Fazenda).

Mudança da SMTT

Uma sede mais ampla, moderna e com capacidade de atender melhor os usuários da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Arapiraca (SMTT). Foi pensando nessas comodidades e na unidade de trabalho dos servidores, que a Prefeitura transferiu a sede da SMTT para a Avenida Deputada Ceci Cunha, 1640, no bairro Itapoã, próximo ao trevo da “Folhinha”, nesta quarta-feira (31). Antes a SMTT funcionava na Rua Minervina Francisca da Conceição, 900, no mesmo bairro. Agora a nova sede integra todas as unidades do órgão municipal de trânsito, como os departamentos de Trânsito, Transportes, Engenharia e oficinas, e garante melhor acesso a usuários e funcionários da autarquia.

Mudança da SMTT 02

De acordo com o superintendente Jodelmir Pereira de Souza, a nova sede, além de ser mais ampla, com estacionamento interno, atenderá a população arapiraquense e de outras cidades de forma mais confortável e agilidade nos serviços. “A nova sede tem uma localização estratégica, que garantirá mais comodidade e conforto aos usuários que terão também acesso mais rápido à Rodovia AL-220 e ao centro da cidade pela Avenida Ceci Cunha”, afirmou Jodelmir de Souza. O superintendente da SMTT informou também que os usuários já podem ir à nova sede. Mesmo com o processo de mudança em andamento a população será atendida e terá qualquer informação repassada.

Direito aos aposentados.

Os professores aposentados da rede municipal de ensino de Arapiraca que estavam em atividade em 2007, quando foi dada entrada na ação judicial de resgate dos recursos do antigo Fundef, têm direito aos R$ 30 milhões que estão retidos pela Justiça federal. Atualmente, o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) vem negociando com o Sinteal/Arapiraca a liberação desses recursos com a Justiça federal. Já o FGTS dos servidores da Câmara Municipal de Arapiraca cujo dpevito pe superir a R$ 1,5 milhão está sendo negociado entre o Legislativo e a Caixa Econômica. Os servidores estão agurdando noticias da presidente da Casa, Graça Lisboa.

Centro cultural

O prefeito de Traipu, Eduardo Tavares (PSDB) anunciou que a verba para a construção do Centro Cultural já está garantida. Os recursos são da ordem de R$ 731.250,00, oriundos do Ministério do Turismo, graças a emendas parlamentares apresentadas pelo deputado federal João Henrique Caldas (JHC) e pelo senador Renan Calheiros. “Essa conquista, importantíssima para Traipu, devemos também ao Ministro do Turismo, Marx Beltrão, meu amigo e amigo do povo traipuense. Esse ano, Traipu vai contar com um Centro Cultural, onde serão instalados o Memorial à Traipu, a Biblioteca Pública e um auditório para 250 pessoas. O Centro Cultural ficará encarregado de manter o Museu Imperial,” destacou o prefeito Eduardo Tavares.

Prisão de Aécio

O ministro Marco Aurélio, que foi sorteado ontem como novo relator do mais recente inquérito contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) no Supremo Tribunal Federal (STF), disse, poucos minutos após ser escolhido, que a decisão sobre a prisão do parlamentar deve sair do plenário da Corte. O relator anterior do caso, ministro Edson Fachin, já havia indicado que levaria o tema para deliberação do plenário, e não para a Segunda Turma, colegiado onde se costuma deliberar as questões referentes a inquéritos contra parlamentares.

Ambulância do sitio Fernandes

O vereador por Arapiraca, Sérgio do Sindicato (PPS) foi alvo de muitos comentários nas redes sociais pelo fato de que estaria cobrando de moradores da comunidade Fernandes, o custo de combustíveis para prestar socorro com uma ambulância que mantém na comunidade. Alguns vereadores mantém ambulâncias plotadas com seu nome e foto com destaque e querem que o município seja responsável pela despesa com combustíveis. A alegação do vereador é que as pessoas entrem com a despesa do combustível para manter a politica do assistencialismo.

Ambulância do Fernandes 2

No segundo mandato na Casa Herbene Melo, e o mais votado na eleição de 2016, com 5.116 votos, sem muita intimidade com a tribuna da Casa, Sérgio do Sindicato não respondeu as criticas dos internautas  nas redes sociais. A missão ficou por conta do vereador, Willomaks da Saúde que em pronunciamento da tribuna da Casa,  chamou de cultura do assistencialismo, ao querer que o vereador   pague água, luz ou gás da população carente, mas disse que o real papel do vereador, é criar leis que beneficiem essa mesma população.

Posto sem saúde
O comentário é do meu amigo jornalista João Rocha em sua págima pessoal no face-book,”Inaugurada há poucos dias, a Unidade Básica de Saúde (posto) do bairro Baixão, pertencente à Secretaria de Saúde de Arapiraca, deixou de atender à população. Os motivos são vários: faltou energia há mais de três dias, as últimas chuvas inundaram o prédio, aplicação de vacinas foi suspensa, o imóvel não tem portão de entrada e só há um vigilante que trabalha durante o dia. Enfim, o posto está abandonado. A população está revoltada e pede providências à prefeitura, uma vez que o dinheiro, do povo, aplicado no projeto, de nada valeu e o atendimento médico já era.”