Complexo Tarcizo Freire realiza ação educativa sobre aleitamento materno

427c0e1a f9f4 4483 9d48 53790ff8e181

Dentro da  Semana Mundial da Amamentação, o Complexo Multidisciplinar de Equoterapia Tarcizo Freire está promovendo durante toda semana em sua sede no bairro Nova Esperança em Arapiraca palestras educativas com o tema sobre a importância do aleitamento para gestantes, mães e mulheres assistidas pela instituição filantropica.

A programação  elaboraqda pela direção do Complexo é direcionada para ações de promoção do aleitamento materno, inclui rodas de conversa, salas de espera e palestras. O objetivo, é orientar as mães, sobre a importância do aleitamento para uma melhor nutrição, vida saudável e desenvolvimento do bebê, destacando que o leite materno protege contra infecções e fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho, bem como as funções orais futuras como: fala, mastigação e deglutição.

A ação conta com a participação de profissionais da área da saúde do Complexo de Equoterapia Tarcizo Freire. O mês de agosto é conhecido como Agosto Dourado, porque simboliza a luta pelo incentivo à amamentação. A cor dourada está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno.

Há cerca de vinte anos, entre os dias 1º e sete de agosto acontecem ações, no mundo todo, em prol da amamentação. A Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) faz parte de uma história focada na sobrevivência, proteção e desenvolvimento da criança. Não há dúvidas de que o leite materno é o padrão ouro da alimentação para os lactentes.

Na lanterna, Asa enfrenta sábado (05) no Coaracy da Mata o Fortaleza

75c72cb7 2cdd 473e 87ff 01adfe6a7882

O ASA volta a jogar pelo campeonato brasileiro da Série C no próximo sábado, às 20 horas, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, diante do Fortaleza (CE). Bastante pressionado, o elenco alvinegro volta aos treinos nesta terça-feira (1), quando começa a preparação para enfrentar o time cearence.

O momento é tenso e, apesar das dificuldades, muitos torcedores acreditam na reação da equipe, apesar de enfatizarem a limitação do elenco. O fato lamentável é que vândalos picharam os muros do estádio Coaracy da Mata Fonseca,com protestos contra o time e a direção. 

ASA não terá o lateral Airton contra o Fortaleza. O lateral foi expulso na derrota para o Sampaio Corrêa por 1 a 0, sábado passado, quando já estava no banco de reservas. O jogador havia recebido cartão amarelo e o técnico Marcelo Vilar fez a substituição por Thiaguinho. Num momento de reclamação, ele acabou sendo expulso pelo árbitro da partida. 

A boa notícia é a volta do atacante Leandro Kivel, artilheiro da equipe com cinco gols. O jogador que estava suspenso pelo terceiro amarelo, não atuou diante do Sampaio Corrêa. O técnico Marcelo Vilar lamentou a ausência do jogador, até porque o ASA tem pecado bastante nas finalizações.

Em 12 jogos até agora realizados, o alvinegro somou 11 pontos, conquistou duas vitórias, cinco empates e sofreu cinco derrotas. O time arapiraquense marcou sete gols até o momento e sofreu 14, tendo saldo negativo de sete. É justamente pelo critério e gols marcados, que o time arapiraquense está na lanterna. 

 

 

Luciano Barbosa representa governador na Festa do Carro de Boi em Inhapi

D30da20b f326 4631 b38f 583ab1a46748

O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, representou o governador Renan Filho em mais uma edição da Festa do Carro de Boi, no sábado (29), em Inhapi, no Sertão alagoano.

A festa é uma organização do Sindicato das Trabalhadoras e dos Trabalhadores Rurais do Município de Inhapi, tendo como local o Parque de Exposições Curral do Gado, e conta com o apoio cultural do comércio da região e da Prefeitura de Inhapi.

Também prestigiou o evento, o deputado federal Paulo Fernando dos Santos, o Paulão (PT), o prefeito de Inhapi, José Cícero (PT), entre outras lideranças políticas do município e de cidades da região.

Durante a festa, Luciano Barbosa participou da obliteração de selo em homenagem ao evento, por meio da direção dos Correios em Alagoas.

Realizada há vários, a Festa do Carro de Boi de Inhapi tem como objetivo o resgate e a promoção da cultura na Região Nordeste.

Além da programação com shows, também houve sorteio beneficente de carros de bois novos e diversos brindes acessórios dos carreiros. Também foram arrecadados alimentos para entidades carentes.

A Festa do Carro de Boi de Inhapi está ganhando proporções nacionais e internacionais desde o ano de 2015, quando ganhou o título de maior encontro de carro de boi do Brasil, com 600 carros. Em 2016, a festa conquistou o título do maior encontro do mundo, nos ‘60 anos do Guinness Book’, ultrapassando marco de carros de bois. Hoje, é uma das festas oficiais do calendário alagoano, reconhecida pela Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Estado de Alagoas. Inhapi é mundialmente conhecida como a Terra do Carro de Boi.

 

 

 

Luciano Barbosa “Não existe desavenças pessoais com o prefeito de Arapiraca”

01b79d85 12b5 4caa 86d2 c2650af98f13

O vice governador e Secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa (PMDB) publicou na  manhã deste sábado (29),  uma nota objetiva, na sua página pessoal no facebook, afirmando que não tem nada contra o atual gestor do município, arapiraquense Rogério Teófilo (PSDB).

A decisão da publicação fooi motivada após a divulgação de uma nota, de origem atribuída a um professor, na qual as gestões de Luciano Barbosa e Célia Rocha são culpadas pelo suposto autor da situação de crise pela qual passa a rede municipal de educação que culminou na greve dos servidores, a qual já passa dos 80 dias a maior da história de Arapiraca.

Além disso, um assessor do Gabinete do prefeito, com status salarial de secretário municipal, resolveu mostrar “serviço” na última quinta-feira (27) e também postar uma nota reforçando o discurso da atual gestão de culpar os antigos gestores municipais.

No texto, o ex-secretário estadual de Educação, conhecido por seu destempero e falta de respeito com servidores públicos e outros profissionais cumpridores de suas obrigações, afirma, entre outras coisas, que as escolas municipais de tempo integral, criadas na gestão de Barbosa, são uma “ficção”.

Num texto breve, mas direto e politicamente sensato, Luciano Barbosa afirma que não precisa “do fracasso dos outros para ter sucesso na vida” e torce a crise na Educação municipal seja resolvida com base no diálogo entre servidores e Município.

Leia o texto na íntegra:

Como responder não ofende, quero dizer que não sou desafeto do prefeito de Arapiraca. Não confunda discordâncias políticas, próprias da democracia, com desavenças pessoais. E mais, eu não torço pelo quanto pior, melhor. Não preciso do fracasso dos outros para ter sucesso na vida. Pelo contrário, desejo que tudo seja resolvido e nossas crianças não sejam condenadas à ignorância e ao obscurantismo pela falta de educação. O que está em jogo não é a política miúda entre políticos, mas o futuro de uma cidade e de seus cidadãos. Torço, sinceramente, para que através do diálogo entre os professores e a prefeitura se encontre uma solução para o problema. Isso é o que mais importa.

 

A metralhadora giratória de Antonio Lenine

E72049c1 f49f 417d a954 4537830581b4

O secretário de Administração de Arapiraca, Antônio Lenine, além de fiel escudeiro, ganhou o aval do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) para ser o porta-voz do governo. Lenine, essa semana bateu pesado nos professores, que estão há mais de 70 dias com as atividades paralisadas reivindicando reajuste 7,64%, o prefeito oferece 2,33%.  O secretário entrou ao vivo por telefone, no programa do radialista Ailton Avlis, na Pajuçara FM, onde chegou a tachar de “baderneiros”, professores que faziam manifestação a favor do reajuste salarial..

Ação coletiva

O Sinteal, que não aprovou o destempero  de Antonio Lenine, já entrou com ação coletiva na Justiça e incentivou os mais de 1.500 servidores da área educacional a entrarem com processo individual. Pelo jeito, vem mais tempestade na turbulenta e estremecida relação entre o Poder Executivo e a área de Educação Municipal. A propósito, a secretária municipal de Educação, Mônica Pessoa, cunhada do deputado estadual Severino Pessoa, e indicada pelo parlamentar, anda afastada desse cenário nebuloso. Ninguém sabe se é por vontade própria, ou segue orientação do prefeito Teófilo . A vice-prefeita Fabiana Pessoa também tem ficado distante da polemica da maior greve da história de Arapiraca.

Reabertura do “Jerimum”

Finalmente, após um longo período fechado a Prefeitura de Arapiraca reabriu na última sexta-feira (28) o Restaurante Popular “Jerimum”. A iniciativa e da Secretaria Municipal de Assistência Social e Políticas para a Mulher, estará  A reabertura ao público aconteceu a partir das 11 horas e contou com a presença do prefeito Rogério Teófilo, secretários e a população. O restaurante é uma opção de boa alimentação a baixo custo, R$ 3,00, para pessoas que trabalham no comércio local de Arapiraca e até pessoas de outras cidades da região Agreste que acorrem a Arapiraca para resolver suas pendencias.

Reabertura 02

O “Jerimum” atende aos trabalhadores formais e informais de baixa renda, aposentados, estudantes, moradores de rua e famílias em situação de risco. Com o acompanhamento de nutricionistas, o cardápio é variado com feijão, arroz, salada de cenoura, repolho e tomate, duas opções de carne, suco e sobremesa. Os alimentos do Restaurante Popular são totalmente fornecidos pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, através do Programa de Aquisição de Alimentos, que beneficia a Agricultura Familiar de Arapiraca. O empreendimento foi implantado na gestão do então prefeito Luciano Barbosa.

JHC é o presidente estadual do PSB

O advogado do PSB em Brasília, Rafael Carneiro, que é especializado em Direito Eleitoral, anunciou a sentença que restabelece o deputado federal JHC como Presidente do PSB em Alagoas. De acordo com a decisão, da juíza Grace Correa Pereira Maia, “ a nomeação do novo presidente (JHC) se deu em razão da designação de nova comissão provisória em substituição à anterior, ato que se encontra devidamente amparado nos moldes do mencionado art. 23 do Estatuto do PSB, isso porque, avaliados, periodicamente, os trabalhos da comissão provisória, a Comissão Executiva pode dissolvê-la e designar nova comissão provisória”.

 Renegociação

Produtores com empréstimos para atividades rurais contratados entre 1º de janeiro de 2012 e 31 de dezembro de 2016 poderão renegociar seus débitos. A medida autorizada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) contempla agricultores na área de atuação da Sudene, órgão vinculado ao Ministério da Integração Nacional.Mais de um milhão de operações de crédito realizadas pelo FNE se enquadram nas condições. A iniciativa é complementar à Lei 13.340, regulamentada no final do ano passado para permitir – com descontos – a quitação ou renegociação de dívidas rurais contraídas até dezembro de 2011, nas regiões Norte e Nordeste.

AVANÇO

O presidente da Federação de Agricultura de Alagoas, Álvaro Almeida, assegurou que a medida autorizada pelo CMN atende pleitos do setor, a partir da articulação da CNA com as bancadas do Nordeste, especialmente a de Alagoas, no Congresso Nacional.

Cisp Igaci

 

A ordem de serviço para a construção do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) no município de Igaci, Agreste alagoano, foi assinada  pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Estado da Segurança Pública, Lima Júnior. A obra terá investimento de R$ 1.425.000,00, e será executada com recursos próprios do Governo do Estado. Renan Filho afirmou que a gestão tem trabalhado duro para reduzir os índices de violência e que a mudança na Segurança Pública em Alagoas é verdadeira.

 

Cisp Igaci 02

 

"Temos sete Centros Integrados de Segurança Pública já funcionando em Alagoas e mais cinco em construção; vamos elevar para 12 e, até o final do ano, lançar mais oito do tipo 1 e mais cinco do tipo 2, que é um Cisp maior, para cidades com mais de 50 mil habitantes ou situadas na Região Metropolitana", citou o governador. A cidade de Major Izidoro no alto Sertão também será contemplada xom um moderno Cisp, garantiu o governador a prefeita daquile municipio Santana Mariano.

Hospital Regional é referencia

Principal hospital da Região Agreste, Sertão e Baixo São Francisco, o Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, em Arapiraca, tornou-se referência estadual atuando como campo de estádio curricular. Cerca de 180 estudantes vindos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), do Cesmac e das escolas técnicas Ceproal e Santa Bárbara são cadastrados todo semestre, em regime de rodízio. O Hospital Regional tem como provedor o procurador de Justiça, Geraldo Magela Pirauá.

 Estagiários

Através do Núcleo de Educação Permanente (NEP), que foi criado há pouco mais de um ano, os estagiários, supervisionados pelos próprios professores das instituições, conhecem dia a dia o trabalho desenvolvido no hospital pelos profissionais de saúde de diversas áreas. Para poder iniciar o estágio, o estudante deve apresentar o termo assinado pelas partes, cartão de vacina e seguro de vida solicitado pela universidade.

Animais soltos em Arapiraca

O vereador por Arapiraca Willomaks da Saúde (PRP) lamentou na última sssão ordinária a situação por que passa o Centro de Zoonoses de Arapiraca. O local não tem nenhuma estrutura, podendo citar, como exemplo, a falta de um veículo para apreender os animais que vivem soltos pelas principais ruas do município, colocando em risco a vida das pessoas nas rodovias que cortam o município de Arapiraca. Nesta semana circulou nas redes sociais um cavalo pastando em frente a Concatedral de Nossa Senhora do Bom Conselho, no Largo Dom Fernando Gomes,

 

 

 

 

Sinteal e trabalhadores acionarão secretário de Teófilo na Justiça

Dc31fe3b 9fd5 4b3f 9ff2 47a268d9a857

As declarações ofensivas do secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Arapiraca, Antonio Lenine Pereira Filho, contra os servidores municipais da Educação, em greve há 82 dias, resultarão em milhares de ações contra ele na Justiça. A conhecida falta de habilidade política e de gestão do empresário, como é de conhecimento de quem atua nos bastidores do Município há muito tempo, tem contribuído diretamente para a manutenção da paralisação.

Em tom de voz agressivo, comum a ele, o empresário concedeu entrevista ao radialista Ailton Avlis na manhã da última segunda-feira (24). Na ocasião, ele afirmou que “facções” atuam nos bastidores de sindicatos, o que incluiu também o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal). “Há suspeita de que existem facções querendo tomar o poder [nos sindicatos]”, frisou Lenine.

E ele prosseguiu com seu ataque a servidores públicos que reivindicam seus direitos, negados friamente pela atual gestão municipal, que tem à frente um professor e proprietário de escola. “15, 20 baderneiros se posicionaram [nos portões] dando todo um prejuízo ao município, evitando que servidores entrem para seu dia de trabalho normal”, atacou.

O secretário esqueceu que os portões do Centro Administrativo foram fechados com cadeados e a Polícia Militar acionada por decisão dele próprio, em orientação ao prefeito Rogério Teófilo (PSDB), segundo informações colhidas pelo Jornal de Arapiraca junto a uma fonte da atual gestão, que não terá a identidade divulgada. Ainda durante a entrevista, o secretário atribuiu ao prefeito um suposto “temor” por algum tipo de vandalismo partindo justamente de quem estuda para educar, para formar cidadãos.

Antonio Lenine, em seu destempero e inabilidade política, também disse que “talvez seja isso que quem não costuma trabalhar esteja querendo”, ao se remeter a um suposto confronto que estaria sendo planejado pelo comando de greve, o que nunca foi tratado ou deliberado durante as assembleias da categoria.

A reação da categoria às declarações lamentáveis do secretário municipal, em greve ou não, foi imediata. Uma professora que não quis se identificar e que não pode aderir à paralisação, mas apoia o movimento afirmou que “foi muito doloroso ouvir esse homem me chamando de criminosa. Enquanto eu estava com livro na mão levando saber aos meus alunos, ser comparada com bandido, traficante, com gente ruim. Espero que ele pense muito bem no que ele vai dizer das próximas vezes”, desabafou em áudio.

E ela prosseguiu. “É um desrespeito com qualquer categoria. É muito forte o que ele falou. Já levamos nomes de vagabundos, desocupados, mas de facção... Considero imperdoável. Não espero mais nada de bom”, falou a professora.

Outra professora que também optou pelo anonimato temendo futuras perseguições da gestão municipal, destacou que o secretário “não tem habilidade, competência ou conhecimento para ocupar qualquer cargo público. É nisso que dá os conchavos políticos. Esse homem não deve saber nem administrar a empresa dele. Muito me admira o nosso prefeito ouvir esse senhor para alguma coisa. Não sei o que pensar do futuro da nossa cidade”, afirmou a educadora.

Já a professora Josi Pereira, que trabalha na Creche Sebastiana Bezerra, localizada no bairro Mangabeira, não teme prováveis perseguições. “Nós conhecemos a verdade. Temos que mostrar à sociedade que ele é o mentiroso. Ele colocou os cadeados [nos portões do Centro Administrativo]. Resistimos até agora e precisamos resistir ainda mais. Você tira o meu dinheiro e nós tiramos o seu sossego”, desafiou.

As respostas da categoria

O presidente do Núcleo Regional de Arapiraca do Sinteal, André Luís da Silva, disse que, a exemplo da categoria, também repudia a atitude do secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Arapiraca. “Ele não tem conhecimento do que é facção e muito menos do que é educação, do que é ser educador. Temos divergências, sim, no sindicato, mas a nossa luta está unida. Isso é normal em todas as classes. Divergências devem existir, afinal somos professores e temos o direito de divergir entre nós”.

As palavras do presidente do Núcleo Regional de Arapiraca do Sinteal, André Luís da Silva, reforçam o sentimento de indignação e repúdio que toma conta dos servidores do município e da população que conheceu um pouco mais do temperamento do secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Arapiraca, Lenine Pereira, alguém que até poucos dias, sequer existia para a cidade, mas age como quer nos bastidores da política local e também pelos corredores do Centro Administrativo.

O dirigente sindical antecipou que uma cópia da gravação já foi entregue aos advogados do Sinteal que também irá processar o secretário, já que os servidores da Educação já decidiram que irão, de forma individual, processar Lenine Pereira nas esferas cível e criminal. “Se bem que é de esperar esse tipo de secretário que não respeita servidor público e nem entende o que é uma greve numa gestão que tem um ex-secretário estadual de Educação que já mandou servidores tomarem naquele lugar também em reivindicações justas”, lembrou André Luís.

Bolo de aniversário

Durante assembleia realizada na manhã de ontem, os servidores aprovaram a continuidade da greve, mesmo com a campanha da Prefeitura disseminada em redes sociais e grupos de troca de mensagens informando que a paralisação acabou. Iniciativa que foi alvo de diversas críticas dos servidores durante seus pronunciamentos.

Entre as propostas, uma foi unânime. Aos 90 dias de greve, os servidores irão ao Centro Administrativo com um bolo de aniversário, em homenagem ao prefeito Rogério Teófilo e ao secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão. “Iremos cantar parabéns. Eles merecem essa homenagem”, salientou André Luís.

O dirigente sindical informou que o Sinteal já entrou com uma ação no Fórum de Arapiraca para que a “Justiça comum determine o aumento. Ele não teria a obrigação de dar o reajuste se a gente ganhasse a mais do que o piso, o que desde janeiro não acontece. Nenhum prefeito foi preso no Brasil por ter dado aumento a servidor. Isso ele sabe”, explicou.

Por fim, durante entrevista, o presidente do Núcleo Regional Arapiraca do Sinteal explicou que o ano letivo 2017 não está perdido, como pessoas andam espalhando. “Se a gente retornar em agosto, por exemplo, seguiremos até junho. Em julho iniciaremos o ano letivo 2018. Nada está perdido, a começar pela nossa luta”, finalizou André Luís.

Na próxima terça-feira, dia 1º, os servidores irão em caravana até o Tribunal de Justiça de Alagoas, em Maceió, com a finalidade de cobrar um posicionamento a respeito da legalidade da greve, condição dada como certa, e também para mostrar os contracheques que novamente terão descontos pelos dias de paralisação durante o mês de julho.

Gasoduto até Arapiraca chega em sua etapa final

Ced620f6 4a78 43fd 9477 400c0e3e583b

As obras do gasoduto Penedo–Arapiraca, que diversificará a matriz energética do agreste alagoano, está na etapa final de construção e tem previsão de finalização para o primeiro trimestre de 2018.


Conforme informações do Governo de Alagoas, por meio da Algás, o início da quarta etapa representa uma aproximação da conclusão do gasoduto, que levará gás natural de Penedo, passando por municípios como Igreja Nova, São Sebastião, até chegar a Arapiraca.

“Com o início da etapa final da obra, chegamos ao bairro de Batingas, em Arapiraca. O gasoduto irá até o bairro do Planalto, em frente ao Grupo Coringa, e estamos trabalhando para que a obra completa possa ser entregue nos primeiros meses do próximo ano”, esclarece o gerente de engenharia da Algás, André Alves.

O gasoduto
Com 66 km de extensão e investimentos de R$ 41 milhões, o gasoduto Penedo–Arapiraca é aguardado por todos da região, na esperança de que novas indústrias e comércios se instalem nesses municípios e consequentemente gerem empregos.

A implantação do gasoduto é um compromisso do governador Renan Filho (PMDB) e do vice-governador Luciano Barbosa (PMDB), para dinamizar ainda mais o desenvolvimento social e econômico de Arapiraca e de todo o Agreste.

“Os atributos desse combustível como baixo custo e rentabilidade atraem a atenção dos empresários. O gás natural é entendido como um vetor estratégico para estimular o desenvolvimento sustentável do agreste”, expõe o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti.
Ainda segundo informações da Algás, o gasoduto deverá abastecer não só o segmento industrial, mas também postos de combustíveis que comercializam gás natural veicular (GNV).

 

PC prende dona de correspondente bancário por estelionato em Arapiraca

574e9ab9 245d 48e9 8452 b0fddc580238

 A proprietária de uma agência do Multibank localizado no bairro Cacimbas, em Arapiraca foi presa na quinta-feira (27), suspeita de aplicar golpes em clientes. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. Mais de 50 pessoas já denunciaram a empresa nos últimos dias.

De acordo com informações, os clientes efetuavam os pagamentos de boletos e os valores não eram repassados para a central, que funciona na Paraíba, o que configura crime de estelionato. O valor do prejuízo não foi divulgado. 

Contra Angélica Ohane de Oliveira Lima Silva, já existia um mandado de prisão também pelo crime de estelionato. A acusada atuava de forma ilegal como corretora de imóveis e vendia os mesmos terrenos, que não eram de sua propriedade a vários clientes, que pagavam e não recebiam o bem. Segundo apurou a reportagem, alguns desses espaços pertencem a Prefeitura de Arapiraca.

A acusada está presa e a disposição da justiça na Central de Polícia de Arapiraca.A Polícia acredita que outras vítimas da mulher devem ir a Delegacia de Polícia Civil, para relatar o caso e deixar contatos para prosseguimento das apurações.

 

 

Pesquisa Ibrape revela desaprovação de Teófilo em Arapiraca

390e0147 e2bc 48dc a2d2 eb5c4f4fa121

Uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (25) revelou que 71% dos arapiraquenses desaprovam a administração do prefeito Rogério Teófilo.  Segundo o estudo, realizado pelo Instituto Brasileiro de Pesquisas de Opinião Pública (Ibrape), passados sete meses do início da nova gestão na cidade de Arapiraca, apenas 23% dos cidadãos aprovam o trabalho desenvolvido, enquanto 6% não sabem ou não quiseram opinar.

Questionados como está sendo a nova gestão, 47% dos cidadãos arapiraquenses responderam que é péssima, 18% regular, 17% ruim, 12% bom, 4% não souberam responder e 2% classificaram como ótima.

A pesquisa também comparou o trabalho com o desenvolvido pela prefeita antecessora, Célia Rocha: 51% disseram que está pior, 18% não souberam ou não quiseram responder, 17% acreditam que está melhor e 14% igual.

Sobre as próximas eleições para o Executivo Municipal, 46% responderam não saber quem apoiar, 42% disseram fazer oposição ao atual governo e 12% reafirmaram apoio à Teófilo.

Em relação a gestão de Michel temer, 89% desaprovam, 7% aprovam e 4% não sabem ou não quiseram opinar.  Segundo a pesquisa, 63% dos arapiraquenses classificam a gestão do país como péssima, 19% ruim, 9% regular, 4% boa, 4% não souberam responder e 1% como ótima. No quis diz respeito ao governo estadual, de acordo com o estudo, 59% aprovam o governo de Renan Filho, 30% desaprovam e 11% não sabem ou não quiseram opinar.

Eleições 2018

O Instituto Brasileiro de Pesquisas de Opinião Pública também levantou as preferências dos arapiraquenses para governo e presidente nas eleições marcadas para outubro de 2018.

Governo Estadual

Para governo estadual, Renan Filho lidera com 41% das intenções e o prefeito de Maceió Rui Palmeira, apontado como possível principal candidato de oposição, aparece com 16%. Em seguida, JHC aparece com 3% e Mário Agra 2%. Os votos brancos e nulos somam 20% e indecisos 18%.

Senado

Na disputa pelo senado, Renan Calheiros e Teotonio Vilela aparecem empatados na preferência dos eleitores arapiraquenses, ambos com 29% das intenções.  Em seguida, aparece Benedito de Lira com 16%, João Caldas com 10% e Marx Beltrão com 9%. O votos brancos e nulos somam 26% e indecisos 20%.

Presidente

O ex-presidente Lula aparece com 45% da preferência dos arapiraquenses. Já o polêmico Jair Bolsonaro  tem 11%, Marina Silva 9%, Geraldo Alkmin 3%, Ciro Gomes 2% e João Dória 1%. Os votos brancos e nulos somam 17% e indecisos 10%.

Metodologia

Para a realização da pesquisa, foram entrevistados 800 eleitores, maiores de 16 anos, no dia 22 deste mês. Segundo o Ibrape, o nível de confiança do estudo é de 95% e a margem de erro máxima de 3,0 pontos percentuais para mais ou para menos, sobre os resultados obtidos no total da amostra.

As amostras foram coletadas nos bairros Alto do Cruzeiro, Arnon de Mello, Cidade Nova, Mangabeiras, Baixa Grande, Eldorado, Cavaco, Baixão, Zelia Barbosa, Poço Frio, Bananeira, Balsamo, Belo Jardim, Bom Jesus, Bom Sucesso, Massaranduba, Baixa Grande, Brasília, Cacimbas, Canafístula, Capim, Teotônio Vilela, Canaã, Catitus, Cazuzinhas, Padre Antônio Lima, Brisa do Lago, Centro, Brasiliana, Santa Edwiges, Capiatã, Frei Damião, Alfaville, Bela Morada e Cidade Sorriso.

Constam ainda os bairros Vila São Francisco, Fernandes, São José, Bom Nome, Santa Esmeralda, Novo Horizonte, Jardim Maria, Residencial Boa Vista, Recanto Boa Vista, Primavera, João Paulo, II, Planalto, Cohab Nova, Cohab do Planalto, Novo Planalto, Pau D’arco, Batinga, Nova Esperança, Boa vista, Morada, Nilo Coelho, Jardim Esperança, Jacarandá, Rosa Amélia. Adalberto Rocha, Verdes Campos, Chácara das Paimeiras e Guaribas

 

 

 

“Greve é motivada pela desorganização na Educação” afirma André Luiz

Josival Menezes-7 Segundos B5597dba 39d6 4120 a894 1f687c02c481

Os professores da rede municipal de ensino de Arapiraca sequem com o movimento de paralisação reivindicando 7,64 % de reajuste salarial enquanto o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) afirma que age de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal e não abre mão da sua proposta de 2,33”. Enquanto o Tribunal de Justiça de Alagoas não decide o impasse tem sequencia e o ano letivo 2017 está praticamente perdido na cidade mais importante do interior do Estado com uma paralisação que dura 74 dias.

 

 “Se preciso for, vamos permanecer a semana inteira aqui”, informou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal) em Arapiraca, André Luís, em entrevistas concedidas a emissoras de rádio na manhã desta terça-feira (25). De acordo com o sindicalista, o prefeito Rogério Teófilo não abre mão dos 2,33%, justificando que a Lei da Responsabilidade Fiscal não permite. “Só que já mostramos que o Fundeb [Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação] tem condições, basta a prefeitura se adaptar”, esclareceu.

“Quero deixar claro uma coisa, a culpa da greve não é dos servidores, mas da desorganização da educação de Arapiraca e do gestor, que está muito legalista e não quer resolver a situação”, completou o presidente. Sobre a ocupação no Centro Administrativo, André afirmou que não vai “arredar o pé” e que “vai continuar enquanto o prefeito não mudar e apresentar uma proposta”..

Desabafo do prefeito

O prefeito Rogério Teófilo após inumeros apelos,  concedeu entrevista  nesta terça-feira (25) por telefone, ao programa Pajuçara na Hora, comandado pelo radialista Ailton Avlis o gestor prestou esclarecimentos e pediu a compreensão por parte dos servidores grevistas, que continuam bloqueando todas as entradas do Centro Administrativo.

Teófilo,  reafirmou que não tem como conceder legalmente, o reajuste exigido pela categoria nas condições financeiras em que recebeu a prefeitura de Arapiraca. "A proposta da Administração Municipal é de 2,33%, que serão pagos retroativos ao mês de abril, data base da categoria. A prefeitura não tem condições de conceder algo além disso, por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal", pontuou.  

Indagado pelo radialista Ailton Avilis sobre o prejuízo causado pela ocupação dos servidores, o prefeito explicou que não é só a Educação que está com serviços e atendimentos paralisados. "Servidores responsáveis pelo fechamento da folha de julho não podem entrar para finalizar o processo, servidores da Saúde não podem dar encaminhamentos nos processos para cirurgia, servidores da Fazenda não podem dar assistência aos empresários e contribuintes de Arapiraca", lamentou o gestor.

 

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com