Raízes da África
Raízes da África

A moça me deu uma macarronada azeda, nem meu cachorro comeu- diz Quitéria

Raízes da África|

Quitéria é uma cidadã que vive em situação de rua, faz bem uns 10 anos. Preta, idosa é um número, socialmente, invisível. Não tomou nenhuma dose da vacina.

Dia destes Quitéria estava com a palavra afiada, a irritação corroendo as entranhas. Me mostrou uma embalagem de comida próxima ao combilu, seu amigo cachorro.

- Uma mulher passou aqui e me deu uma macarronada azeda, nem meu cachorro quis comer. O povo pensa que só porque a gente vive na rua tem que comer qualquer coisa, até comida estragada. Eu sou pobre, mas, não sou lixo arretou-se a preta.

É isso, a sociedade hegemônica, percebe moradores de rua como objetos descartáveis, uns depósitos úteis para o exercício  da caridade cristã, se for [email protected], então...

Salve, Quitéria!

 

SOBRE O AUTOR

Raizes da Africa

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados