Blog do Celio Gomes
Blog do Celio Gomes

Arthur Lira e a Robótica

Blog do Celio Gomes|
Deputado Arthur Lira
Deputado Arthur Lira / Foto: AP

Robótica é alta tecnologia. É a vanguarda na produção da máquina inteligente. É a dimensão incontornável em qualquer futuro imaginado. Pois em Alagoas, ao que parece, toda essa engrenagem de ponta selou parceria com o que há de mais atrasado na política. E o que tudo isso tem a ver com o presidente da Câmara dos Deputados, o alagoano Arthur Lira? É uma história cheia de conexões, sendo narrada em capítulos cada vez mais barulhentos.

Uma forte suspeita de maracutaia vem sendo detalhada na imprensa nacional envolvendo recursos do Ministério da Educação. Todo dia sai uma encrenca – maior que a de ontem, menor que a de amanhã. É um combo explosivo: Bolsonaro, Arthur Lira, o centrão, orçamento secreto, licitações escandalosamente combinadas e muito dinheiro público na jogada.

Informa a Folha de S. Paulo: Sete cidades alagoanas receberam neste ano R$ 26 milhões de dinheiro federal para robótica, apesar de sofrerem com uma série de deficiências de infraestrutura básica, incluindo falta de computadores, internet e água encanada. Uma empresa alagoana com sede em Maceió está no coração do negócio. É a Megalic, uma desconhecida marca agora a caminho daquela estranha notoriedade.

De novo a Folha: Todos os municípios têm contratos com uma mesma empresa de aliados do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), responsável por controlar em Brasília a distribuição de parte das bilionárias emendas de relator. Cada kit foi adquirido pelas prefeituras por R$ 14 mil, valor muito superior ao praticado no mercado e ao de produtos de ponta de nível internacional.

Nesta quarta-feira, em nova reportagem, o jornal informa que a Megalic já apresenta em 2022 faturamento de 54 milhões de reais. Toda essa dinheirama saiu dos cofres das prefeituras, antes irrigados, é óbvio, com os recursos do FNDE, órgão do MEC chefiado por indicado pelo centrão de Arthur Lira.

Para obter um faturamento em níveis estratosféricos, a Megalic teria inflacionado seus preços para o MEC. Também nesta quarta a Folha revela que aliado de Lira vendeu kit robótica 420% mais caro do que declarou ter pago E completa: Empresa [Megalic] que obteve verba federal pagou R$ 2.700 por produto vendido depois por R$ 14 mil; Lira diz não ter envolvimento com compras.

A tal Megalic é da família do vereador da capital João Catunda, um desses jovens de primeiro mandato que, Brasil afora, estão praticando a nova política. Ele deixou o PSD e se filiou ao Progressistas, o mesmo partido de Arthur Lira, seu aliado e natural referência na trajetória pública. 

Até agora consolida-se um rastro de múltiplas inconveniências diante da lei: fraude em licitação, tráfico de influência, pagamento de propina, corrupção... Me inclua fora dessa, repete o presidente da Câmara toda vez que é procurado para falar sobre esses fatos. Tá difícil. O noticiário vai esquentar pra cima de Arthur Lira. A ver o tamanho do estrago político, que já começou, em pleno ano eleitoral.

(Voltei).

SOBRE O AUTOR

Sou formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Tenho quase trinta anos de jornalismo. Comecei, com estágios e trabalhos temporários, a partir de 1990. Em 1991 entrei na TV Gazeta de Alagoas. Na empresa exerci os postos de editor, produtor, chefe de redação e diretor de jornalismo. Depois fui editor de política em O Jornal. Adiante, trabalhei como editor de política e editor-chefe no jornal Gazeta de Alagoas. Tive também uma passagem pela TV Pajuçara como editor de telejornais. Exerci ainda o cargo de coordenador editorial na Imprensa Oficial Graciliano Ramos. Durante essa trajetória, nos diferentes veículos, escrevi reportagens e tive um blog com textos diários

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados