Acusado de assassinar gari dentro de ônibus passará por audiência de custódia

Redação|
Foto: Sandro Lima

Nesta terça-feira (30), o acusado de assassinar o suspeito de assassinar a facadas o gari, Renilson Freire de Souza, de 38 anos, dentro de um ônibus no bairro do Farol, passará por uma audiência de custódia, onde o juiz vai decidir sobre a prisão preventiva. 

Filipe Cristiano da Silva, 37 anos, foi preso ainda ontem por policiais militares e acabou confessando o crime. Na audiência de custódia é que a o juiz vai decidir se o acusado continuará preso ou será posto em liberdade, respondendo pelo assassinato. 

Testemunhas relataram que Filipe Cristiano entrou no coletivo pela porta de desembarque, sem máscara de proteção contra a Covid-19, sem pagar passagem  e que o motorista teria se recusado a seguir viagem.

A discussão entre Filipe e Renilson começou após o gari pedir para que Filipe usasse a máscara dentro do ônibus. Houve discussão, Renilson empurrou Filipe por duas vezes para fora do coletivo, na terceira vez, o gari foi esfaqueado e caiu.

Segundo familiares, Filipe tem histórico de violência e sofre de possível transtorno mental. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados