Foto: IstoÉ
Antônia Fontenelle

Após ser chamada de “subcelebridade” pelo Secretário de Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar, a atriz e youtuber Antônia Fontenelle, que fez declarações polêmicas sobre o estado, em uma sequência de stories, ao comentar o caso de agressão ao ator Henri Castelli, fez um novo post no qual diz para o secretário: “crie vergonha na sua cara”.

Fontenelle, que teve a conta no Instagram bloqueada nesta quarta-feira (13) e foi batante criticada na internet devido aos ataques feitos à Alagoas, repostou uma notícia, onde Alfredo Gaspar aponta que ela foi preconceituosa com os alagoanos em sua declaração. A atriz criticou o secretário da SSP e nega ter sujado a imagem do estado.

“Caro secretário de segurança, o que o Sr. Chama de preconceito perto de uma mandíbula quebrada em duas partes? (sic) Crie vergonha na sua cara e cobre dos agressores, eles sim sujaram a imagem do seu estado e não eu”, escreveu a atriz.

A youtuber também fez referência a um dos agressores do ator: “sem falar que um deles ê (sic) faixa preta, ou seja, uma arma branca”, afirmou fazendo uma clara referência equivocada.

Vale ressaltar que as armas brancas, de acordo com definição jurídica, podem ser classificadas em sete espécies: perfurantes, cortantes, perfurocortantes, contundentes, cortocontundentes, perfurocontundentes e perfurocortocontundentes. Conforme relatos de envolvidos e testemunhas do episódio envolvendo Henri Castelli, não há menção ao uso desse tipo de arma.

Ontem (12), Alfredo Gaspar de Mendonça garantiu que todas as medidas policiais para apurar o crime ocorrido contra o ator Henri Castelli foram adotadas e repudiou a fala da atriz nas redes sociais contra os alagoanos.  

Ele se referiu a atriz como “subcelebridade” e afirmou que não pode admitir a generalização do caso e a forma preconceituosa contra o povo alagoano. 

“É lamentável que tenhamos que assistir determinadas subcelebridades se referindo com tamanho preconceito e falta de respeito aos alagoanos. Não somos um povo desordeiro, somos um povo de paz, a única coisa que pedimos é respeito”, afirmou Alfredo Gaspar.

O secretário lamentou o ocorrido com ator e reforçou que repudia ato de agressão contra qualquer cidadão. “Lamento o ato de violência sofrido pelo ator Henri Castelli em nosso estado, assim como lamento e repudio ato de agressão que ocorra contra qualquer cidadão, seja famoso ou não”, disse o secretário de Segurança alagoano.

Leia mais: "Turistas do Brasil, cuidado quando forem para Alagoas", diz atriz após polêmica com Castelli

Leia ainda: Empresários citados em B.O negam envolvimento em agressões a Henri Castelli

Leia também: Henri Castelli diz que teve mandíbula fraturada ao ser agredido "de forma gratuita e de surpresa" em Alagoas