Foto: Reprodução
Henri Castelli

Em entrevista exclusiva ao CadaMinuto nesta terça-feira (12), dois dos empresários citados no Boletim de Ocorrências acerca da agressão ao ator Henri Castelli, negaram qualquer participação no fato. Segundo eles, os outros dois envolvidos na briga, inclusive, já depuseram à polícia confirmando serem os autores das agressões e informando que a dupla de empresários não tem envolvimento no episódio.

“Temos pelo menos 30 testemunhas de que não participamos da briga e os próprios envolvidos no caso já disseram isso ao delegado. Nós não estávamos sequer próximos aos dois que já assumiram a participação... Até hoje não sabemos porque nossos nomes foram citados”, lamentaram os empresários, frisando o constrangimento enfrentado por terem os nomes na ocorrência policial. 

Os empresários, que são irmãos, prosseguiram contando que sequer conhecem a motivação da briga. “Estávamos numa mesa com nossas esposas e outros três casais amigos e vimos quando o ator chegou ao local, acompanhado do Carlinhos Maia e de mais umas dez ou doze pessoas. Ele sentou em uma mesa e ficou no celular. Quando o vimos novamente, já foi a confusão, então nos afastamos, com nossas esposas, para o lado oposto da briga, e vimos quando os seguranças chegaram para separá-los ”, relataram.

Eles disseram que, ao serem surpreendidos com a notícia de que haviam sido citados no BO, procuraram o delegado responsável pelo caso, Fabrício Lima, da Delegacia da Barra de São Miguel, para esclarecer a situação: “Acreditamos que tudo foi esclarecido e que estaremos fora do inquérito, já que até os envolvidos confirmaram que não participamos do episódio, mas se for necessário, apontaremos várias outras testemunhas também”.

Stories

Ontem, o ator Henri Castelli divulgou, em suas redes sociais, que teve a mandíbula quebrada depois que foi agredido durante uma festa de pré-réveillon na Barra de São Miguel, no dia 30 de dezembro de 2020. No vídeo, ele contou que não sabe o motivo da agressão e que não havia nem mesmo conversado com os agressores.

Algumas testemunhas relataram que a briga teria começado com uma discussão entre o ator e o proprietário de uma casa de shows para onde Henri Castelli foi, com um grupo de amigos, antes da festa de pré-réveillon. O ator teria feito críticas ao evento, desagradando o empresário.

Inquérito

Ao CadaMinuto, o delegado Fabrício Lima explicou que não poderia informar maiores detalhes sobre a ocorrência, já que o Inquérito Policial (IP) ainda está em andamento. 

Ele confirmou que  as partes e algumas testemunhas já foram ouvidas e, possivelmente na semana que vem, o IP acerca do caso que repercutiu em toda a imprensa nacional será concluído - com o indiciamento dos envolvidos - e remetido ao Ministério Público Estadual.