Assessoria
Ministério Público Estadual

O Ministério Público Estadual (MPE) foi acionado após um homem identificado apenas como Mardey ter publicado a foto da suposta namorada ensanguentada nas redes sociais. A presidente da Associação Para Mulheres (AME), Júlia Nunes, disse que existem provas concretas do ocorrido.

Nas redes sociais, Júlia disse que vem recebendo informações de que o caso não procede e que não passava de uma fake news. “Não é fake news. Nós temos provas. Ontem, eu falei com a promotora que está à frente do caso e eu recebi várias testemunhas”, rebateu.

Na publicação feita pelo suspeito, ele postou fotos de uma perna ensanguentada e escreveu: “Hoje bati na minha namorada para ela aprender que quem manda sou eu. Ela apenas obedece. Tem certos tipos de mulheres que só vai assim ou matando”.