Blog do Celio Gomes
Blog do Celio Gomes

Segmento de food truck não atrapalha bares e restaurantes de Maceió

Blog do Celio Gomes|
Fila de espera na porta de restaurante
Fila de espera na porta de restaurante / Foto: Paula Góes

Os restaurantes da orla de Pajuçara e Ponta Verde, em Maceió, vivem abarrotados de clientes. Qualquer um pode ver isso praticamente todos os dias. Eu mesmo, num passeio investigativo para este texto, conferi diversas situações assim. A prova de que está tudo cheio são as filas de espera por uma mesa. Grupos, casais e famílias inteiras precisam de paciência para garantir a comilança. 

Como o leitor repara na foto, o restaurante está cheio. Todas as mesas na área externa estão ocupadas. O registro é da noite desta quarta-feira, dia 20. O estabelecimento cuidou de botar um banco na calçada para acomodar com mais conforto quem se dispõe a encarar uma filinha básica logo na hora do lazer. É dureza, mas muita gente tem essa disposição.

Nas temporadas de férias, nos feriadões ou simplesmente num fim de semana ensolarado, a demanda está sempre em alta. Afinal, somos o terceiro destino na procura por turistas, segundo levantamento que acaba de sair, como mostrou reportagem aqui do CADA MINUTO. Aliás, arrisco dizer que a rede de gastronomia por aqui não dá conta do movimento, agora retomando o ritmo após dois anos de pandemia de Covid-19.

Um sinal de que nesse segmento os negócios estão numa maré promissora é a abertura de estabelecimentos. Exemplo vistoso dessa expansão está no bairro histórico de Jaraguá. Ali, um grande restaurante acaba de inaugurar nova unidade, bem ao lado da Associação Comercial.

Portanto, não me parece que o setor de bares e restaurantes de Maceió esteja em crise em decorrência de concorrentes inesperados. É o que alguns figurões alegam na cruzada contra pequenos comerciantes que atuam no ramo de food truck. Como escrevi em texto anterior, gigantes querem esmagar os pequenos – com o auxílio luxuoso do Ministério Público Estadual.

A coisa tá pegando fogo. Pelo que entendi, no último dia 19 a Câmara Municipal tomou uma decisão que deve suspender a ofensiva contra os food trucks. Uma vitória parcial da galera que tenta, apenas, trabalhar em paz. A lei de 2017 que trata do tema foi revogada a pedido do próprio autor do projeto, o vereador Chico Filho.  

Mas a guerra está longe de acabar. Como disse o mesmo vereador, “a Câmara rachou”. Vamos esperar que a prefeitura apresente alguma ideia consistente, com seriedade, na defesa desses trabalhadores. Fato é que a pressão política nessa parada é fortíssima. Tem até político que é do ramo da gastronomia maquinando em causa própria. Aí já é demais, pilantragem pura. (Ainda voltarei ao assunto).

SOBRE O AUTOR

Sou formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Tenho quase trinta anos de jornalismo. Comecei, com estágios e trabalhos temporários, a partir de 1990. Em 1991 entrei na TV Gazeta de Alagoas. Na empresa exerci os postos de editor, produtor, chefe de redação e diretor de jornalismo. Depois fui editor de política em O Jornal. Adiante, trabalhei como editor de política e editor-chefe no jornal Gazeta de Alagoas. Tive também uma passagem pela TV Pajuçara como editor de telejornais. Exerci ainda o cargo de coordenador editorial na Imprensa Oficial Graciliano Ramos. Durante essa trajetória, nos diferentes veículos, escrevi reportagens e tive um blog com textos diários

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados