Encontre-se por Carol Fontan
Encontre-se por Carol Fontan

Uma vida de "Fake News"

Encontre-se por Carol Fontan|

Barriguinhas chapadas, alimentação saudável, cabelos hidratados e esvoaçantes, festas e muita cantoria com amigos, declarações de amor, viagens, premiações de trabalho, personalidade do ano, mensagens de superação e motivação, amor e muitos sorrisos….  

Isso é só um pouco do mundo que vemos nas famosas redes sociais, e acredito que essa sempre foi a proposta né?! compartilhar os momentos agradáveis, era para ser assim se soubéssemos utilizar e não sermos nós os usados. 

Esse fim de ano visitei algumas pessoas, algumas eu  só conhecia através das redes e outras eu já conhecia pessoalmente, comecei a observar que em ambas as situações, se tratava de vidas bem diferentes compartilhadas pela mesma pessoa. Tal observação chegou até me entristecer… 

Se você se propor a enxergar o outro, talvez perceba a tristeza profunda que carregam em seus olhos enquanto forçam um sorriso, talvez percebam o enorme esforço para socializar e se manter em uma conversa no qual estam desinteressados enquanto lutam com sua vontade de estar em sua cama dormindo. Talvez percebam que eles estão se embebedando por que no fundo estão desesperados por uma direção e respostas para suas angústias, que nem vontade para fazer lista de meta eles tem mais, mas talvez até faça para ter um conteúdo para postar no stories. 

Talvez você perceba o quanto estam lutando para parecem serem fortes ou felizes por terem superados todas as suas dores, mas por dentro estão tão despedaçados que não aguentam nem mais um tropeço e estão aterrorizados com essa hipótese, talvez percebam toda a culpa por trás dos sorrisos e gentilezas.  Essas pessoas criaram um personagem para aguentar e continuar, entretanto se sentem presos a eles e querem agora serem livres de disfarces.

Enquanto eu processava todas essas expressões, eu me questionava o quão contraditório era com aquela vida apresentada nas redes, e o quanto deve ser cansativo manter esse papel, essa falsa vida. 

há, mas eu seleciono o que posto, lá eu mostro apenas o que quero que vejam…  Isso é fato, trata-se de  uma vida editada por você. 

E mais uma vez eu me questiono, se é para ser assim? Porquê passar a mensagem que existe uma vida perfeita?  são produtores de uma novela e os que têm uma vida real são os telespectadores que se alimentam de uma fantasia que o destroem e o afastam de sua própria felicidade real…. não seria isso uma crueldade? ou só autossabotagem? 

Quanta discrepância nesse novo estilo de vida, onde as pessoas deixam de estar presentes para registrar em fotos e vídeos para terem o que postar, mas nem sequer apreciam o sentimento de estar ali, quem faz isso por eles? aqueles consomem a vida deles como um produto e deixam de viver as suas… quem está vivendo então?...

Ferramenta é algo que temos e utilizamos quando precisamos, mas nesse caso nós somos a ferramenta….  Ou  de repente pode até ser uma ferramenta de fuga para não encarar a realidade e continuar com sua  autopunição. 

È, eu também faço uso da internet, é o que me permite estar aqui agora falando com você, entretanto acho interessante  que quando deixo de postar por alguns dias, alguns seguidores me cobram a presença digital como se eu não estando ali, eu não postando, fosse um sinal que nada estivesse acontecendo em minha vida, e é justamente o contrário. 

percebe a distorção de percepção que se propagou? como se a vida fosse online. 

Perceba que em todo o texto eu me incluo nas situações, eu faço parte do mundo e todas as suas complexidades, eu penso que a diferença é o perceber e tentar fazer algo a respeito para não virar parte da estatística. se você chegou até aqui é porque você também tem esse desejo. Então REAJA e atente-se que o re-agir é agir de novo, e quantas vezes forem necessárias, lute por você A vida é um presente, não devolva sem antes abrir. 

SOBRE O AUTOR

Especialista em ciência do bem estar, análise do comportamento humano, coaching e psicanálise em andamento eu tenho voltado meus textos a reflexões sobre o autoconhecimento provocativo, comparando aos padrões de comportamentos cotidianos, bem como fortalecimento emocional e gestão das emoções. Pode da uma olhada em alguns que tem no meu Instagram, porém não é o lugar ideias para textos, por isso pensei no blog.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados