Coluna Labafero

Policial legislativo preso pela PF hoje é homem de confiança de Renan

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Quatro policiais legislativos foram presos hoje por suspeita de atrapalhar as investigações da Federal.

Entre eles está Pedro Carvalho Oliveira, que  foi conduzido coercitivamente - quando o investigado é levado a depor obrigatoriamente e liberado. Pedro é homem de confiança do presidente do Senado, Renan Calheiros.

De acordo com a PF, os policiais legislativos estavam destruindo documentos e fazendo varreduras em gabinetes dos senadores em busca de escutas colocadas pela PF.

Marquinhos Madeira se defende e diz "Continuo Deputado"

Foto: CadaMinuto/ Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Marquinhos Madeira

Leia na íntegra o texto de defesa do deputado estadual Marquinhos Madeira

O Deputado Estadual Marquinhos Madeira (PMDB), diante dos fatos já levados ao conhecimento público, relacionados ao julgamento do Tribunal Regional Eleitoral, cujo resultado foi pela cassação do mandato outorgado pelo povo alagoano, vem, por meio desta, levar ao conhecimento dos quase 27 mil eleitores que foram às urnas creditar o voto de confiança que, em momento algum, foi comprovada qualquer participação do parlamentar em prática eleitoral ilícita. 

"Afirmo categoricamente, que eu e toda a minha equipe, inclusive a servidora da saúde do município de União dos Palmares, popularmente conhecida como Irmã Socorro, desconhecem todas as pessoas citadas na acusação, que por sinal, mostra-se contraditória, uma vez que eu, ou nenhum membro da equipe, foi visto distribuindo qualquer material de campanha ou dinheiro no município de União dos Palmares.

Respeito a decisão judicial, todavia dela discordo, por ter sido tomada em resumo, baseada em denúncias realizadas por meio de ligações a um programa de rádio daquele município, e um suposto pedaço de papel contendo um número. Inclusive, as testemunhas ouvidas, informaram não conhecer a mim e nenhum dos meu assessores.

Outro fato que discordo, é do suplente, ex-deputado, Judson Cabral que foi derrotado com uma diferença de quase 10 mil votos - pessoa diretamente beneficiada com a condenação - ter sido aceito na ação como assistente simples de acusação. 

Logo após o resultado das eleições de 2014, tornou-se evidente a perseguição a qual estou sendo submetido, através de inverdades e notícias plantadas em boa parte da mídia - muitas vezes sem me ser concebida a oportunidade de esclarecer os fatos - com o intuito de desconstruir minha imagem e colocar sob júdice o exercício da função a qual fui conduzido legitimamente pelo povo alagoano. Vale salientar, que independente dos votos em questão, ainda assim, eu seria reeleito com uma grande margem de diferença para o 1º suplente.

Por fim, tranquilizo a todos, pois irei recorrer da decisão, e continuo na Assembleia Legislativa, exercendo meu papel de representante não somente dos quase 27 mil eleitores, mas de todos os alagoanos". 

Janot quer que Collor devolva R$ 154 milhões aos cofres públicos

Foto: Divulgação/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Senador Fernando Collor

O ministro do STF, Teori Zavascki, suspendeu o sigilo acerca da denúncia formulada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o senador Fernando Collor. Na denúncia, Rodrigo Janot pede que Collor restitua os cofres públicos em R$ 154 milhões.

A informação, divulgada inicialmente pela GloboNews, já repercute em outros meios de comunicação do país e também nas redes sociais.

Ainda de acordo com a denúncia da PGR, Collor é acusado de lavagem de dinheiro, peculato e corrupção. O senador também é suspeito de receber R$ 29 milhões em propinas relacionadas a contratos da BR Distribuidora.

Renan evita qualquer comentário sobre prisão de Cunha

Foto: Agência Senado/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Renan Calheiros

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), evitou comentar a prisão preventiva do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em saída rápida do plenário do Senado, o peemedebista ignorou os questionamentos de jornalistas e seguiu para seu gabinete sem responder perguntas.

Renan, que é do mesmo partido de Cunha, também é alvo da Lava-Jato, sendo investigado em nove inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) relacionados a essa operação.

Heloísa Helena: a homenageada constrangida

Foto: Facebook Rede Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Vereadora Heloísa Helena

Em clima de despedida, a vereadora Heloísa Helena receberá uma homenagem dos colegas de parlamento pelo tempo em que conviveu na Câmara Municipal. 

A proposta foi do vereador Galba Noaves Neto e ao contrário do que se esperava, Heloísa agradeceu a honra, mas disse que ficava altamente constrangida e se absteve ao voto.

Essa mesma homenagem já havia sido colocada em pauta pelo vereador Eduardo Canuto, que foi convencido pela própria Heloísa a desistir do projeto.

“Eu poderia até pedir vista e tentar convencer ao meu colega desistir, mas sei que não vou conseguir, por isso quero me abster do meu voto”, disse a vereadora.

Aparentemente envergonhada, Heloísa se emocionou ao receber os elogios dos colegas sobre a sua atuação durante os dois mandatos. Ela sem dúvida fez uma diferença nos debates na Casa de Mário Guimarães, assumiu o papel de oposição, brigou contra a aprovação de projetos e estigou debates bem mais produtivos.

Uma voz solitária que bateu de frente, comprou brigas e fez a sua diferença. Com certeza esta coluna concorda com a opinião dos vereadores: Heloísa Helena fará falta para o parlamento municipal.

Heloisa Helena comemora prisão de Cunha e diz; “Ainda faltam muitos”

Foto: Ascom Câmara de Maceió Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Vereadora Heloísa Helena ao discursar na Câmara de Maceió

A ex-senadora Heloisa Helena comemorou em suas Redes Sociais a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha. Heloisa escreveu um “Viva Sergio Moro” e lembrou que ainda faltam muitos para serem presos.

Heloisa foi ainda mais clara ao dizer que as prisões devem ocorrer “aqui e alhures” a “direita e a esquerda” e completou. “E os cupinchas defensores da corrupção contra o impeachment diziam que a Lava Jato ia acabar”  

 

Aeroporto de Arapiraca fica mais próximo após reunião em Brasília

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Após o governador Renan Filho e o ministro dos Transportes Mauricio Quintella aparar as arestas a construção de um aeroporto em Arapiraca, e outro em Maragogi parecem bem mais próximos. Uma reunião na Secretaria de Aviação Civil que contou com a participação do secretário Mosart Amaral definiu datas para o anúncio do local onde funcionará o aeroporto.

Este anúncio, junto com o prazo do início das obras, deve ser feito já no mês de janeiro em Arapiraca, com as presenças do ministro Mauricio Quintella, do governador Renan Filho e do prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo.

“A área para implantação do Aeroporto de Arapiraca já está reservada e o projeto está em andamento na Secretaria Nacional de Aviação Civil. Provavelmente a licitação para início das obras acontecerá em janeiro de 2017”, explicou Mosart Amaral em matéria da Agencia Alagoas

Prefeitos eleitos procuram ministros alagoanos antes de tomar posse

cortesia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true prefeito eleito de Palmeira com o senador Calheiros

Vários prefeitos eleitos este ano não esperaram nem tomar posse para ir a Brasília buscar verbas para os municípios que assumem a partir de janeiro.

Apesar da crise financeira, e do medo dos novos prefeitos de encontrar prefeituras arrasadas pelos seus  antecessores, os prefeitos tem encontrado um ambiente favorável para seus pleitos.

Afinal, não é todo dia que Alagoas tem dois ministros e um presidente do Senado para receber os prefeitos em Brasília

Com foco em 2018, Rui continuará sendo atacado até o fim da campanha

Guilherme Carvalho Filho/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Rui Palmeira ao lado de seu vice

A informação foi trazida ontem pelo blog do Edvaldo Junior , “o “chumbo grosso” que vem sendo visto no guia eleitoral contra Rui Palmeira, desde o início da campanha no segundo turno, deve continuar”

Com um marqueteiro ligado ao governador Renan Filho e uma diferença de mais de 30 pontos nas pesquisas, a ordem da campanha de Almeida é manter, e aumentar os ataques a Rui, visando fragiliza-lo para 2018.

Ou seja, serão dez dias de artilharia pesada

Almeida diz que Diario Oficial foi reativado após denúncia

Crédito: Vanessa Siqueira/CM/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Cícero Almeida

O candidato a prefeito Cicero Almeida, por meio de sua assessoria, disse que o Diario Oficial do Município, voltou a veicular as edições anteriores ao dia 1° de setembro por causa da ação que foi movida pela sua coligação. Maceió Voltar a Crescer.

Almeida disse ainda que a equipe de Rui não respondeu as denúncias e simplesmente recolocou os documentos no ar.

 

 

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com