Amigos e familiares dão último adeus a professora Zilma

Claudio Roberto 8b87f100 8fea 422a 9f17 72817ab659fc

Enquanto a Educação de Arapiraca fica mais pobre, o céu recebe mais uma professora, que vai ajudar na redação celestial”.Foi com essa frase emocionada que a professora Vilma se despediu da irmã Maria Zilma de Oliveira, Professora Zilma, durante o sepultamento ocorrido na manhã deste domingo (27), no Cemitério Pio XII, na Baixa Grande, em Arapiraca. A educadora morreu na madrugada deste sábado (26), no Hospital Chama, vítima de acidente vascular cerebral (AVC), após passar vários dias internada,

Por mais de dez anos, a professora Zilma, trabalhou na Câmara Municipal de Arapiraca, onde era a responsável pela revisão dos trabalhos da Casa, principalmente dos projetos, indicações e requerimentos. Vários servidores da Câmara Municipal de Arapiraca também estiveram presentes no velório e sepultamento.

O deputado estadual Ricardo Nezinho (MDB) lembrou quando foi presidente do Legislativo de Arapiraca do convite feito à professora Zilma, para fazer a revisão do livro contando a História do Legislativo através das atas.

“Professora Zilma teve um papel de fundamental importância para a educação de Alagoas, especialmente para Arapiraca, onde dedicou a sua vida aos ensinamentos, deixando um legado de aprendizado para todos aqueles que passaram pela suas mãos”, disse o deputado, bastante emocionado. ao relembrar que teve a felicidade de trabalhar com a educadora, na época em que foi presidente da Câmara.

Ainda durante o sepultamento no Cemitério Pio XII, na presença de dezenas de professores, políticos, empresários e amigos, a irmã da professora Zilma, a professora Vilma, disse que um país se constrói com educação e paz e bons ensinamentos e foi isso, durante toda a sua vida, que ela deixou como legado para toda a sociedade.

“Vai com Deus, minha irmã e companheira de quadro-negro. Vamos ficar aqui ouvindo você conjugar os verbos da vida e, a partir de agora, te ouvir a conjugar, não um verbo, mas um substantivo chamado eternidade ao lado do Pai, o Professor dos Professores”, concluiu Vilma, recebendo uma calorosa salva de palmas dos amigos que foram se despedir da Professora Zilma.

Além do deputado estadual Ricardo Nezinho, também acompanharam o velório, ocorrido na Osacre, os ex-presidentes da Câmara Municipal de Arapiraca, Gilvania Barros, representando a atual Mesa Diretora e os demais parlamentares, os ex-vereadores José Lopes, Ronaldy Vital Rios (Roninho), Josias Albuquerque, Márcio Marques, José de Macedo, além de outros ex-vereadores, a exemplo de Dorje do Queijo e Sargento Brás.

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Implantação da Zona Azul em Arapiraca é faca de dois gumes

9ecbdbb0 b2f3 480e 930a be03225d8349

A implantação da Zona Azul em Arapiraca está sendo discutida e caminha para a sua concretização. E mais ais tributos e arrocho para a população lojistas já sacrificados pela crise econômica. Os lojistas estabelecidos no centro tentam sobreviver e agora serão penalizados com mais tributos. Nas últimas décadas muitos estabelecimentos fecharam em toda Arapiraca. A implantação da Zona Azul é um tapa na cara da população caso a gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) que conta com a maioria no legislativo implantar a Zona Azul.

Implantação da Zona Azul 2

De acordo com a Lei já aprovada, a cobrança será definida pelo tempo  de quem estacionar o carro ou motocicleta nas vias públicas do centro da cidade. A proposta está em discussão e poderá ser implantada a qualquer momento, já que a lei existe. O incrível é que a equipe do prefeito Rogério Teófilo jura de pés juntos que a cobrança pelo estacionamento em vias públicas vai melhorar o “fluxo de veículos” e dar “oportunidades” e mais acessibilidade para todos estacionarem, mas terão que pagar por isso. A população deve reagir a sede de arrecadar sempre mais da atual gestão.

 Pavimentação entre o Cavaco e a comunidade Fernandes está paralisada

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Paraíba (Codevasf) emitiu, nesta sexta-feira (25) uma intimação solicitando da empresa FP Construtora explicações sobre a paralisação na obra de pavimentação asfáltica entre o Conjunto Residencial Jardim das Paineiras e o Sítio Fernandes, zona rural de Arapiraca.

Pavimentação 02

A obra foi paralisada sem aviso prévio à Codevasf ou à Prefeitura Municipal de Arapiraca, ferindo a Cláusula 12 do contrato firmado tendo como base a Lei n° 8.666/93, que institui normas para licitações e contratos da Administração Pública. A construtora tem um prazo de 10 (dez) dias corridos para justificar a paralisação, levando em conta a possível aplicação de sanções administrativas, sem prejuízo da rescisão do contrato.

 

 


 

 

 

Quem vai comandar o marketing na eleição 2018 em Alagoas

 

As cabeças que vão comandar o marketing político nas eleições 2018 em Alagoas estão praticamente definidos. A criatividade A criatividade, sensibilidade de cada um dará o tom e o padrão das campanhas eleitorais, principalmente majoritárias.

O objetivo é tocar a emoção do eleitor de todos os níveis e de todas as regiões do Estado.

 Os nomes da turma que vai trabalhar este ano em Alagoas todos com experiencias vigorosas e não vitoriosas.

 

Quem vai comandar o marketing 02

 

– Einhart Jacome – está em negociação avançada com Biu de Lira. Trabalhou com Téo Vilela nas duas campanhas ao governo do Estado. – Rui França – ex-Biu de Lira, agora deve fechar com Maurício Quintella. Tem estilo conhecido e admirado por vários políticos locais. Em 2012, trabalhou na eleição majoritária de Rogério Teófilo em Arapiraca e perdeu para Célia Rocha. Também não foi bem sucedido em 2012 em Penedo.

 

Quem vai comandar o marketing 03

 

Renato Soares – negocia com o deputado federal e ex-ministro do Turismo, Marx Beltrão, que deve se manter, pelo menos por enquanto, na briga pelo Senado. – Adriano Gehres com grande experiência em eleições da família Calheiros vai comandar a campanha de reeleição de Renan Filho para o governo e Renan Calheiros para o Senado... Quanto ao governado, foi ele o responsável pelo sucesso de 2014, apesar de não ter tido o mesmo êxito com Cícero Almeida, em 2016.

Esclarecimento sobre os "precatórios do Fundef"

Acerca dos precatórios do extinto FUNDEF, que estão sendo pagos judicialmente pela União a diversos municípios alagoanos, o Ministério Público Federal em Alagoas faz os seguintes esclarecimentos:

Por entender que a vultosa quantia poderia ser indevidamente destinada ao custeio de gastos outros que não a educação, o MPF requereu ao Poder Judiciário a indisponibilidade liminar dos valores dos precatórios, tendo obtido êxito na maioria dos casos. Ressalte-se que o objetivo do MPF é garantir que os referidos recursos sejam destinados à sua finalidade original, isto é, a educação de cada município beneficiado.

O Supremo Tribunal Federal nas Ações Cíveis Originárias 648, 669, 660 e 700 julgadas em 06/09/2017, bem como pelo Tribunal de Contas da União no Acórdão nº 1824/2017, de 23/08/2017, firmaram entendimento idêntico ao do MPF, no sentido de que os valores pagos pela União, através de precatório judicial, a título de complementação do FUNDEF, recebidos retroativamente, deverão ser destinados exclusivamente à educação.

O SINTEAL e outras entidades de classe têm promovido ações na Justiça Estadual, bem como intervenções nas ações propostas pelo MPF, requerendo que 60% do valor proveniente dos precatórios sejam rateados entre os professores em exercício no período correspondente ao do cálculo do valor do repasse.

O MPF em Alagoas não compartilha desse entendimento, tendo se manifestado de forma contrária ao aludido rateio em todas as ações, nas quais as entidades de classe intervieram, por ausência de amparo legal. O Tribunal de Contas da União, no Acórdão 1962/2017, de 06/09/2017, firmou entendimento idêntico ao do MPF, determinando a impossibilidade do aludido rateio entre os professores.

Nos acordos judiciais e nos termos de ajustamento de conduta firmados pelo MPF em Alagoas com os municípios alagoanos, em 2017 e em 2018, há cláusula expressa na qual o município se obriga a se abster de efetuar rateio, divisão e repartição dos valores do precatório entre os professores.

Assim, qualquer notícia no sentido de que o Ministério Público Federal em Alagoas concorda com o aludido rateio do valor proveniente dos precatórios entre os professores em exercício no período correspondente ao cálculo do valor do repasse é FALSA e pode estar sendo maliciosamente utilizada com fins políticos e eleitorais.

“Torcida organizada

A vereadora Aurélia Fernandes levou servidores da saúde para o plenário da Câmara Municipal de Arapiraca para prestigiarem seu retorno a Casa na noite desta quinta-feira (24) Após o pronunciamento afirmando que vai defender a gestão prefeito Rogério Teófilo e os pleitos da população foi muito aplaudida A vereadora Graça Lisboa discretamente, reprendeu o ato que de acordo com o Regimento não pode ocorrer aplausos em sessões ordinárias e deliberativas.

 

Repreendido

O vereador Pastor Marcos Caetano (PTC) voltou a criticar a imprensa pelas críticas à gestão do prefeito Rogério Teófilo afirmando que as denúncias e críticas são infundadas e improcedentes. “São Coisas de quem quer aparecer como criança antes do tempo e de crescer”. O vereador Moisés Machado (PDT) repreendeu o colega afirmando que quando se referir a essas pessoas tenha a coragem de citar os nomes para dirimir qualquer dúvida. 

 

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Moisés Machado volta a cobrar presença de Teófilo no Legislativo

0b7035a5 5376 4b54 bc06 5b2cdaa302ac

O vereador Moisés machado (PDT) voltou a cobrar em pronunciamento na sessão ordinária dessa sexta-feira (24) a presença do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) para explicar sobre a denuncia do suposto calote de R$ 600 mil a uma empresa de auditória, denunciada pelo administrador de empresas Luiz lobo ao Ministério Público Estadual (MPE) em abril deste ano.

A denúncia, obteve grande repercussão nos meios de comunicação de todo o Estado e revela um fato, que segundo o promotor Napoleão Amaral vai de encontro a todos os princípios da administração pública, que foi o pagamento de 10% do valor do débito pago ao auditor por uma empresa de construção civil que teria como sócio, o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Antônio Lenine Pereira Filho. De acordo com a denúncia feita ao MP, o pagamento teria sido efetuado através de uma Transferência Eletrônica Direta – (TED).

Moisés Machado reclamou que, apesar da aprovação por unanimidade do Requerimento de autoria dos demais vereadores Léo Saturnino (MDB) Sergio do Sindicato (PPS) Fábio Henrique (PCdoB) e Rogério Nezinho (MDB) o prefeito Rogério Teófilo não deu até o momento, nenhuma satisfação se vai comparecer ou não ao plenário do Poder legislativo.

O vereador Léo Saturnino em seu pronunciamento na sessão dessa quinta-feira (24) sugeriu que em razão do prefeito não dar nenhuma resposta aos vereadores, sugeriu que seja feito um Requerimento solicitando a presença do autor da denuncia Luiz lobo no plenário da Câmara Municipal para dar explicações mais detalhadas sobre o conteúdo da denúncia que se encontra no Ministério Público Estadual (MPE).

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Vereadores querem explicações sobre contratos de Oscips da gestão Teófilo

9cca0d10 512f 457f 8ee6 6253422017e9

A contratação de quatro Oscips – Organização da Sociedade Civil de Interesses Público pela Prefeitura de Arapiraca foi o principal assunto da sessão ordinária dessa quinta-feira (24) da Câmara Municipal de Arapiraca. O questionamento, foi levantado pelo vereador Moisés Machado (PDT) vice-presidente da Mesa Diretora e seguindo pelos vereadores Ricardo Nezinho (MDB) Sergio do Sindicato (PPS) Fábio Henrique (PCdoB) e Léo Saturnino (MDB).

 No período da tarde os vereadores estiveram reunidos e um requerimento ficou definido que seria apresentado pedindo ao Executivo explicações sobre os valores do contrato da contratação entre a Prefeitura e as empresas terceirizadas.

As quatro empresas com sede em Arapiraca são responsáveis por uma parceria com a gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) para gerenciar a contratação e o pagamento dos servidores contratados nas secretarias municipais de Saúde, Educação, e demais órgãos da administração tucana na cidade mais importante do interior do Estado. No Requerimento, os vereadores querem relação de funcionários valores do contrato e quanto estão ganhando além do impacto nos recursos públicos.

Em seu pronunciamento, o vereador Moisés Machado denunciou a má gestão dos recursos públicos para o pagamento dos servidores contratados e prestadores de serviço a Prefeitura de Arapiraca. De acordo com os vereadores, além dos de descontos absurdos que chegam a 50% citando o caso de uma recreadora que percebe um salário de R$ 1.200 e recebeu no holerite (demonstração de pagamento) apenas R$ 600, 00.

Os vereadores querem informações sobre os critérios dessas contratações, licitações, quantas empresas concorreram, se houve dispensa de licitação ou não. De acordo com o vereador Fábio Henrique, foram repassados para essas Oscips valores da ordem de R$ 18 milhões, 7 milhões, e 2 milhões respectivamente. Os vereadores questionam os altos valores repassados de recursos públicos sem o devido conhecimento e analise do Poder legislativo tampouco sua aprovação.

Compra de carteiras escolares

Outro assunto questionado e discutido na sessão ordinária dessa quinta-feira (24) na Câmara Municipal de Arapiraca foi a suposta compra irregular de carteiras escolares denunciada no Ministério Público (MP) Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – seccional de Arapiraca e protocolado na Câmara Municipal de Arapiraca pelo suplente de vereador e comunicador Vytor Ferro.

 

Cópia do documento foi entregue aos vereadores Léo Saturnino (MDB), Rogério Nezinho (MDB), Moisés Machado (PDT), Fábio Henrique (PCdoB) e Sérgio do Sindicato (PPS) e pede esclarecimentos sobre um contrato para a aquisição de carteiras escolares para a rede municipal de Ensino. Segundo a denúncia, o material teria sido adquirido sem a finalização do processo licitatório. 

No documento que foi entregue aos cinco vereadores, consta que o pedido foi feito pela empresa Delta Produtos e Serviços Ltda. No total, foram comprados dois mil conjuntos de mesa e cadeira destinados às escolas municipais de Arapiraca. Cópias de notas fiscais comprovam a chegada de três cargas entregues pela empresa. Uma com 520, outra com 212 e mais uma com 610 carteiras. No total 1.342 que teriam tomado destino até o momento supostamente ignorado.

Todo o mobiliário inclusive outros materiais destinados a iluminação pública foram localizados pelos vereadores na tarde desta quinta-feira (24) em um galpão ao lado direito do Distrito Industrial de Arapiraca.

A presidente da Mesa Diretora, Graça Lisboa, em seu pronunciamento defendeu o prefeito Rogério Teófilo, afirmando que o documento encaminhado e protocolado na Câmara Municipal de Arapiraca não tinha nenhuma validade pelo fato de não constar a assinatura do suplente de vereador e comunicador Vytor Ferro. “É um documento apócrifo e não está acompanhado dos comprovantes da denúncia” defendeu Graça Lisboa.

O fato provocou uma discussão entre a vereadora e o vereador Moisés Machado “Mande o Vytor Ferro fazer um novo procedimento no encaminhamento do documento”. A Casa que deve fazer esse procedimento, não sou menino de recado” respondeu Moisés Machado. A sessão foi marcada pelo retorno ao cargo da vereadora e ex-secretária municipal de Saúde, Aurélia Fernandes (PSB). Uma posse política para tirar do cargo a primeira suplente de vereadora, Sinielza Pessoa (PSD) irmã do deputado estadual Severino Pessoa que rompeu politicamente com o prefeito Rogério Teófilo.

A estratégia de Teófilo para demitir Aurélia Fernandes da pasta da Saúde teve o objetivo de não aumentar o número de vereadores no grupo de oposição que seriam seis. Com seis vereadores abre o precedente da abertura de uma Comissão Especial de investigação (CEI). Com o retorno de Aurélia Fernandes, continua com cinco vereadores. No lugar de Aurélia Fernandes na Saúde assumiu Karine Alécio Lima, que enfrenta o primeiro problema, uma greve de advertência dos agentes de saúde. A greve é de advertência de 24 horas podendo ser prolongada se osp leitos não foram atendidos em favor da categoria.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Aurélia Fernandes assume no Legislativo e acirra crise na gestão Teófilo

Fe3cf71d 510e 4ff6 84be eb154b4a553d

A vereadora por Arapiraca, Aurélia Fernandes (PSB) anunciou nesta quinta (24) que está saindo da Secretaria de Saúde do município, onde ocupou  pasta desde a posse de Rogério Teófilo na prefeitura, no inicio de 2017.

A saída de Aurélia é vista como estratégia do prefeito Rogério (PSDB) para ter mais um nome a seu favor na Câmara Municipal. Com a volta de Aurélia para a tribuna, Sinielza Pessoa (PSD), sua suplente, deixa de fazer parte do grupo de seis vereadores de oposição

Nesta quarta (23), Sinielza foi ao Ministério Público da cidade solicitar informações sobre a investigação contra Rogério Teófilo, onde o auditor Luiz Lôbo denunciou um calote de 600 mil e o pagamento irregular através da construtora de um de seus secretários. O caso está sendo investigado pelo Ministério Público (MP) desde abril deste ano. Com a posse da ex-titular da pasta da saúde acirra mais a crise na gestão do prefeito Rogério Teófilo na cidade mais importante do interior do Estado.

 Comunicado emitido pela Prefeitura:

 

A Prefeitura Municipal de Arapiraca informa que, em comum acordo com o Prefeito Rogério Teófilo, a assistente social Aurélia Fernandes está retomando, a partir de hoje, a sua vaga na Câmara Legislativa arapiraquense.

Enquanto esteve sob o comando da Secretaria de Saúde, a pasta conseguiu aumentar o número de atendimentos especializados, aumentar a cobertura do Programa Saúde da Família, e reduzir a taxa de mortalidade infantil para a menor da história de Arapiraca.

O Prefeito Rogério Teófilo agradece pelos serviços prestados e ratifica a amizade e parceria com a vereadora. A Prefeitura de Arapiraca informou que quem assume interinamente o comando da Secretaria de Saúde é a servidora Karine Alécio Lima, que atuava desde o início de 2018 como superintendente de Gestão Administrativa e Financeira da pasta.

 Contexto político

As cisões dentro da Prefeitura de Arapiraca tiveram inicio após Rogério Teófilo ter declarado apoio à reeleição do deputado federal, Arthur Lira (PP) nas eleições deste ano., e ter lançado a pré-candidatura de seu filho, Moacir Neto (PSDB) para deputado estadual.

De acordo com entendimentos em 2016, a família Pessoa esperava esse apoio nas próximas eleições para Fabiana Pessoa (PRB), vice-prefeita de Arapiraca, pré-candidata à deputada estadual, e seu esposo, Severino Pessoa (PRB) a deputado federal. O grupo tinha estado ao lado de Rogério desde sua eleição, em 2016, com participação decisiva do grupo politico do parlamentar, agora vítima da traição de Teófilo.

Com a ruptura, a maior parte dos aliados dos Pessoa que estavam vinculados à prefeitura pediram afastamento. É o caso de Mônica Pessoa, que deixou a pasta da Educação na última sexta-feira (18).

https://pix.7segundos.com.br/?tid=111715&tt=noticias&h=c806ca363faf1fcf9daec67940e6c5f53ed1deaa

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Retorno de Aurélia Fernandes ao Legislativo de Arapiraca pode ocorrer nesta quinta (24)

8ba3c7f5 9337 4d43 9a27 49e886a32a92

O retorno da atual secretária municipal de Saúde ao Legislativo de Arapiraca pode ocorrer na sessão ordinária dessa quinta-feira (24). A vereadora que está licenciada vai ocupar a vaga da primeira suplente Sinielza Pessoa (PSD) que passou a fazer parte do grupo de oposição ao prefeito Rogério Teófilo (PSDB) após o rompimento do grupo político do deputado estadual Severino Pessoa (PRB) com o gestor.

Na sessão ordinária dessa terça-feira (22) não houve quórum para a deliberação e aprovação das matérias. Apenas os vereadores do grupo de oposição marcaram presença em plenário. Do grupo do prefeito apenas a presidente da Casa Graça Lisboa (PDT). Se ocorrer quórum nessa quinta-feira (24) a sessão será realizada, uma vez que é interesse do prefeito para promover o retorno de sua aliada Aurélia Fernandes.

Já é certo que a secretária municipal de Saúde de Arapiraca, Aurélia Magna Fernandes (PSB) deixará o cargo e retoma automaticamente sua cadeira na Câmara de Vereadores, onde deve atuar na base de apoio ao prefeito. De acordo com notícias chegadas ao blog, três secretários de primeiro escalão possuem amplos poderes na atual gestão, são; Antônio Lenine Pereira Filho, de Planejamento Orçamento e Gestão   Adoniran Lúcio de Souza Guerra,, chefe de licitações e Daniel Soares, de Desenvolvimento Urbano e Obras, esse último genro do gestor.

A secretária, que vinha até se esforçando para melhorar a qualidade da Saúde Pública de Arapiraca vai pra o sacrifício a pedido do prefeito, que vem sendo alvo de várias denúncias sobre supostos atos de improbidade administrativa, já investigadas pelo Ministério Público Estadual. Nessa situação, mais do que nunca, Teófilo precisará de apoio no Legislativo.

Atualmente faz parte da oposição os vereadores: Sergio do Sindicato, (PPS) Rogério Nezinho (MDB) Léo Saturnino (MDB) que assume a presidência da Casa a partir do próximo ano, e Moises Machado (PDT) Fabio Henrique (PCdoB) e Sinielza Pessoa.(PSD).

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Vereadora pede ao MP conteúdo de denúncia contra Teófilo

Sete Segundos 34ffa948 6d41 40b0 a16b 798465fdd729

Na manhã dessa quarta-feira (23), a vereadora Maria Sinielza Lira Pessoa (PSD) deu entrada no Ministério Público Estadual com requerimento em que solicita acesso ao conteúdo da denúncia do administrador de empresas, Luiz Augusto Lôbo, no caso que  envolve a Prefeitura de Arapiraca e a empresa de consultoria.

O auditor denunciou Teófilo de um calote de 90% do valor da prestação de serviços totalizado em R$ 600 mil. Após a realização de uma auditória em abril do ano passado com mais de 200 páginas> O MP verificou que os 10% pagos ao auditor, para a prestação do serviço que auditou as gestões do ex-prefeito Luciano Barbosa (MDB) e da ex-prefeita Célia Rocha (PTC) foram pagas em um percentual de 10% no valor de R$ 60 mil pago por uma empreiteira, a Construir Construções, que tem como sócio Lenine Pereira, secretário municipal da gestão Teófilo. O pagamento foi feito através de uma Transferência Eletrônica Direta (TED)

O caso vinha sendo investigado pelo promotor Napoleão Amaral, da 4ª Promotoria de Justiça de Arapiraca. Atualmente passou para o promotor Roberto Paranhos que responde pela Promotoria de Justiça de Arapiraca, e deve dar andamento ao processo que pode trazer sérias e graves consequências para o prefeito Rogério Teófilo a frente do Executivo de Arapiraca.

No pedido, a vereadora alega ‘uso de atribuições’ - o de fiscalizar o Executivo - e fala em ‘fiscalização típica do desempenho das atividades do legislativo’. O deputado estadual Severino Pessoa irmão da vereadora, era, até dias atrás, integrante da base aliada de Teófilo e teve participação decisivas na sua vitória na eleição de 2016, e rompeu com o prefeito Rogério Teófilo.

O pedido de Sineilza fala ainda que “os fatos são graves e corrompem a probidade da Administração'. A vereadora alega querer prestar esclarecimento à comunidade e que, para tanto, necessita de acesso aos autos do processo. Desde o rompimento político entre o grupo do deputado estadual Severino Pessoa, o prefeito Rogério Teófilo vem sendo alvo de denúncias e da debandada de servidores contratados que fazem parte do grupo político do deputado estadual Severino Pessoa. .

https://pix.7segundos.com.br/?tid=111656&tt=noticias&h=6db683fb074cfc650afd60ac8194cbfdb0a8f1b0

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Complexo Tarcizo Freire conquista ll Etapa do Campeonato Alagoano de Paravôlei

Ff87f7fc 80ea 4ffb a8b2 380badb2b37b

A equipe do Complexo Multidisciplinar de Equoterapia Tarcizo Freire venceu a 2ª etapa do Campeonato Alagoano de Paravôlei 2018, no último domingo (20/05). O palco da competição foi o Ginásio de Esportes da AABB Arapiraca.

Em clima de integração, os atletas da instituição enfrentaram os times: Anthares - masculino e feminino (Maceió), e ADEFSMIC de São Miguel dos Campos. Por problemas internos, a Adefical, equipe de Campo Alegre que sediou a primeira fase do campeonato não participou.

Gilson Puríssimo, além de encontrar no esporte um novo caminho, o atleta ressalta a mudança de vida depois de conhecer o volei sentado no Complexo. “Tinha uma rotina monótona, vivia em casa só vendo Tv, não tinha ânimo pra nada. Agora, participando do paravôlei minha vida mudou totalmente para melhor. Conheço pessoas, interajo, brinco, me divirto bastante, e se Deus quiser, vamos competir em outros estados e trazer mais títulos para nossa instituição”, disse o atleta.

“O Complexo Tarcizo Freire apoia 100% o atleta paraolímpico, a ideia surgiu em 2017, com o paravôlei, atualmente a instituição disponibiliza a natação como uma modalidade para pessoas com e sem deficiência que residem em Arapiraca e cidades circunvizinhas.

É um momento ímpar de promoção a saúde, bem como, de sensibilização para a prática desportiva regular e inclusiva de pessoas com deficiência”, disse Tássio Gabriel, fisioterapeuta do Complexo.

A competição

As equipes jogaram entre si. No final da primeira fase a classificação ficou: Em 1º lugar - Complexo Tarcizo Freire; 2º Anthares (masculino); 3º ADEFSMIC, e 4º Anthares - feminino.  

Na fase semifinal:

Complexo Tarcizo Freire x Anthares (feminino); ADEFISMIC x Anthares (masculino).

A final foi disputada pelas equipes Anthares (masculino), e Complexo Tarcizo Freire, que levou a melhor, venceu por 2 sets a 0.  

“Particularmente estou muito feliz em poder proporcionar momentos únicos para os nossos atletas. A competição é um momento ímpar na vida de cada um deles. É muito gratificante ver a evolução de todos. O esporte adaptado em Alagoas merece mais apoio, e precisa ser mais divulgado, essas pessoas que participam são exemplos de superação, garra e esforço. Sinto-me honrado em presenciar isso diariamente com os meninos do Complexo Tarcizo Freire", destacou o técnico, Ivis Pereira.

O ParaVolei é um projeto que engloba o Voleibol Sentado , para pessoas com deficiência motora e multideficiências e o Involei , direcionado para pessoas com deficiência intelectual. A modalidade chegou ao Brasil em meados dos anos 2000, ocasião em que teve Amauri Ribeiro, ex-jogador da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino, como técnico da equipe de paravolei.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Por falta de quórum Legislativo de Arapiraca não realiza sessão ordinária

Ee7b9513 2046 407e 80ea bd76d6895c0a

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Arapiraca programada para ser realizada as 19h40 desta terça-feira (22) não ocorreu por falta de quórum. A ausência dos vereadores pode está relacionada a crise vivenciada pela gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) após o rompimento com o grupo político do deputado estadual Severino Pessoa (PRB), incluindo a vice-prefeita, Fabiana Pessoa, esposa do parlamentar.

Dos 17 vereadores marcaram presenças Moisés Machado, (PDT) vice-presidente da Mesa Diretora, Léo Saturnino (MDB)Rogério Nezinho (MDB) Fábio Henrique (PCdoB) e Sinielza Pessoa (PRB), irmã do deputado estadual Severino Pessoa. Do grupo do prefeito Rogério Teófilo compareceu apenas a presidente da Mesa Diretora, Graça Lisboa (PDT).  

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Obras da UPA Arapiraca estão paralisadas

A82efbde 0af4 41cc a675 d6feccfa6882

As obras da Unidade de Pronto Atendimento (Upa) de Arapiraca estão paralisadas. A ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Rogério Teófilo (PSDB) no dia 02 de junho de 2017, em ato que contou com a presença dos aliados políticos, o senador Benedito de Lira (PP) e o deputado federal Arthur Lira (PP) vereadores da sua base aliada e da secretária municipal de Saúde Aurélia Fernandes. Os parlamentares pepistas, conseguiram os recursos R$ 3.276.632,58 através do Ministério da Saúde.

A obra uma das mais aguardadas pelos arapiraquenses, está programada para funcionar 24h, foi iniciada e está com as obras paralisadas coberta pelo matagal no bairro Baixa Grande. As obras foram iniciadas pela empresa Plataforma Engenharia   na Rua João Alexandre dos Santos.

A paralisação das obras já dura dois meses e até o momento, não têm prazo para serem retomadas. Segundo a empresa responsável, o motivo da paralisação é para a troca das equipes, uma vez que os serviços terão uma nova etapa a partir de agora.

O terreno escolhido para receber a unidade fica na Rua João Alexandre dos Santos, próximo do Cemitério Pio XII, no bairro Baixa Grande. A obra foi iniciada em junho de 2017 e tem apenas as estruturas dos pilares concluídas. As outras edificações se encontram com metade dos serviços executados.

De acordo com o projeto, a UPA de Arapiraca tem previsão para ser concluída em julho deste ano, mas faltam ser finalizadas as obras de superestrutura e de alvenaria interna e externa.

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com