Projeto de Lei retira benefícios de Collor e Dilma

Foto: Arquivo/Cadaminuto 8402fcb5 fd69 42db 85de 41789cf4c0e3 Collor e Dilma

Em tramitação no Senado, um Projeto de Lei de autoria do senador Álvaro Dias (PV-PR) retira de ex-presidentes que perderam o mandato por condenação do Senado em razão de crime de responsabilidade, ou pelo STF, por crime comum, benesses destinadas àqueles que comandaram o País: direito a quatro assessores e dois veículos oficiais com motoristas, para segurança e apoio pessoal, com despesas custeadas pela União.

Na prática, caso aprovada, a matéria atingirá apenas os ex-presidentes Fernando Collor (PTC) e Dilma Rousseff (PT).

Conforme a Agência Senado, o autor da proposição destacou que “não é razoável que se renda essa ‘homenagem’ aos ex-presidentes da República que tenham sido cassados pelo cometimento de crime”.

O senador destacou ainda que o projeto visa recuperar o bom senso institucional e normativo.

O texto está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa para o recebimento de emendas.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Renan Calheiros critica "exibicionismo” na Lava Jato

Foto: Agência Senado/Arquivo 57f753a8 0c09 43a9 9168 3a8910c3d520 Senador Renan Calheiros

Em entrevista à imprensa na tarde desta terça-feira, 20, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) disse que a Lava Jato não pode apresentar denúncias por “exibicionismo”.

Também citado na Lava Jato, Calheiros criticou a denúncia feita pelo MPF contra o ex-presidente Lula e defendeu que a operação é responsável por separar o joio do trigo.

“Ela tem a responsabilidade de acabar com esse exibicionismo, fazer denúncias que sejam consistentes. Acabar com o exibicionismo que nós vimos agora no episódio do ex-presidente Lula e vimos em outros episódios, porque isso, ao invés de dar prestígio ao Ministério Público, retira prestígio do Ministério Público”, afirmou.

"É preciso fazer denúncias, investigar, mas que tenham começo, meio e fim, que sejam consistentes, e não fazer denúncias por mobilização política, porque com isso o país perde, as instituições perdem também”, insistiu Calheiros.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Nem Lula nem Dilma passam por Maceió para apoiar Paulão

Arquivo/Folha Nobre 4aab6268 a3d1 4d4f 82a3 bd86fed41349

Apesar do esforço do deputado federal e candidato a prefeito de Maceió, Paulão em defender o legado do PT e de Lula e Dilma em Maceió, nenhum dos ex-presidentes passarão pela cidade para apoiar o candidato de seu partido.

Dilma não estará em nenhuma campanha e Lula, apesar de fazer uma tour pelo Nordeste, não incluiu Maceió entre seus roteiros.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Máfia das Sanguessugas: Justiça Federal mantém condenação contra João Caldas

E069cbf2 a66f 4f93 b0ef f792ae0e5742

Foi publicada ontem (19) no Diário Oficial da União o acórdão da decisão de forma unânime da 4º Turma do Tribunal Regional Federal da 5º Região que manteve parte das ações penais contra o ex-deputado federal João Caldas, pai do atual deputado e candidato a prefeito João Henrique Caldas, na chamada “Máfia das sanguessugas”

João Caldas é acusado de corrupção passiva e associação criminosa. Ele também era acusado de Apropriação de dinheiro público e fraude em licitação, mas foi absolvido destas duas ultimas  acusações

A chamada Máfia das Sanguessugas foi descoberta após uma operação da Policia Federal e do Ministério Público Federal que investigou e detectou irregularidades na venda de ambulâncias.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

STF rejeita pedido de advogados de Renan Calheiros

Agência Senado 6f7cfbd1 88a2 4ba5 9b54 eb7e345a0d1b Renan Calheiros

O Supremo Tribunal Federal (STF) não acatou o pedido feito pelos advogados do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL). Eles queriam que o prazo da defesa fosse ampliado.

Segundo o site Estadão, Calheiros é acusado de peculato e uso de documentos falsos pela Procuradoria-geral da República. As investigações apontam um suposto recebimento de propina da construtora Mendes Júnior pelo parlamentar para apresentar emendas que beneficiariam a empreiteira. Em troca, Renan teria despesas de um relacionamento extraconjugal pagas pela empresa.

Vale rememorar que, na época, o escândalo levou o peemedebista a renunciar à presidência do Senado.

Vamos aguardar cenas dos próximos capítulos...

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Mudança de Estratégia 2: Comitê de Cícero Almeida mira JHC

Crédito: Joyce Marina 65a446c3 2ef1 4eab 9b57 0a8cd0fc961d JHC

O candidato JHC (PSB) ganhou fôlego na disputa pela Prefeitura de Maceió, de acordo com as últimas pesquisas que o colocam como terceiro colocado na corrida pela cadeira de Rui Palmeira (PSDB). Diante do fato, o Comitê de Cícero Almeida (PMDB) recebeu uma missão do comando de marketing da campanha do aliado do governador Renan Filho: mirar em JHC.

E a mira dos seguidores de Almeida estaria certeira, com meta de explorar as fragilidades de JHC tentando impedir sua subida. Isto porque o crescimento de JHC nas pesquisas acendeu a luz amarela no Comitê de Cícero Almeida, que já se vê obrigado a tentar a todo custo reduzir o crescimento de JHC para garantir que ele, Almeida, chegue ao segundo turno da campanha eleitoral.

A artilharia do Comitê de Almeida parece pesada e envolve as denúncias de enriquecimento ilícito e aumento de patrimônio, nepotismo (a mãe Eudócia Caldas lotada no gabinete de JHC quando ele era deputado federal) e o fato de JHC ter como aliado a ex-prefeita Kátia Born. A temperatura deverá se elevar nesta reta final da campanha em Maceió.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Cicero Almeida muda estratégia para garantir segundo turno

Foto: Vanessa Alencar/CadaMinuto/Arquivo A8cb8206 db5b 445c 8cfd 187149a68afc Cícero Almeida

O deputado Cícero Almeida, candidato a prefeito de Maceió pelo PMDB, mudou toda a estratégia de campanha depois que a última pesquisa do Ibope mostrou sua queda na intenção de voto do eleitorado, de 31% para 28%. Almeida estreou a nova orientação neste sábado, 17, no Benedito Bentes, trocando a tradicional caminhada por carreata. 

A bem da verdade, a campanha de Almeida não vem dando sorte.

Confusão por falta de pagamento ao pessoal das bandeiras, envolvimento na máfia da lixo, julgamento à vista na Justiça sobre sua condenação na Operação Taturana, e uma rejeição amarga de 34% junto ao eleitor, a segunda mais alta entre os sete candidatos à Prefeitura da capital.

Mas entre os apoiadores de Almeida ainda é grande a confiança em reverter esta queda. "Segundo turno é outra eleição" explicou um deles para esta coluna.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Decisão do CNJ beneficia Washington Luiz

Foto: Ascom/TJ/AL/Arquivo 8ef7da6c 9ebe 4b5e 8991 f5231679209f Washington Luiz

Uma decisão do Pleno do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) beneficia o desembargador Washington Luiz, afastado da presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL).

Segundo divulgado pelo Blog do Jota, no Uol, o Conselho decidiu que magistrados afastados preventivamente respondendo a processo administrativo disciplinar devem continuar recebendo os auxílios moradia e alimentação.

A decisão foi tomada na última sessão virtual do plenário, durante análise do recurso de um juiz do Pará, José Admilson Gomes, afastado desde outubro de 2014.

Em julho, o presidente em exercício do TJ/AL, desembargador João Azevedo Lessa, determinou a suspensão do pagamento desses auxílios a Washington Luiz.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Pesquisa falsa é desmascarada ao ligar para funcionária do instituto verdadeiro

6d09ac5f 573f 4774 9f3e 3e43095c7e76

Das coisas inusitadas que acontece nas eleições em Maceió. Uma suposta pesquisa por telefone, que se utiliza do nome do Ibrape, está acontecendo desde a semana passada. Hoje a falsa pesquisadora conseguiu ligar para uma funcionária do Ibrape, o verdadeiro, localizado na Ponta Verde, para aferir o voto da funcionária. Porém o Instituto não realiza pesquisas pelo telefone. 

A funcionária gravou a conversa e pegou o número de quem estava ligando. (82) 98886-7435. Ouça o áudio.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Quintella se posiciona na eleição para embate com Renan

6b99e621 6a3a 42ca 9556 a5761147470a

O ministro dos Transportes Mauricio Quintella vem se tornando um dos políticos mais ativos nestas eleições municipais, sua movimentação, principalmente nos três maiores municípios alagoanos, demonstra claramente sua intenção de ir ao embate contra Renan Calheiros numa disputa para o Senado daqui a dois anos.

Quintella antagoniza com os candidatos dos Calheiros nestes três municípios, em Maceió Quintela vai de Rui e os Calheiros de Almeida, em Arapiraca, Quintela vai de Tarciso Freire e os Calheiros de Nezinho e em Palmeira, Quintela vai de Julio Cesar e os Calheiros vão de Verônica...2018 começa agora.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com