Aprovado projeto de Alexandre Ayres que reconhece acervo do Mestre Nelson da Rabeca como patrimônio cultural e imaterial

15/05/2024 08:18 - Interior
Por Assessoria
Image

O projeto de lei nº 733/2024, de autoria do deputado estadual Alexandre Ayres (MDB), que reconhece o acervo artesanal/musical do mestre Nelson da Rabeca como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial de Alagoas foi aprovado em 2º turno, nesta terça-feira (14), em sessão na Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas (ALE/AL).

“Sou um deputado e cidadão apaixonado pela cultura do nosso estado. Nelson da Rabeca é um ícone musical, reconhecido nacionalmente e internacionalmente, e faltava esse reconhecimento”, justificou o parlamentar.

Ayres lembra que Nelson da Rabeca alcançou renomada originalidade e perfeição no ofício, compôs baiões, xotes, marchas e forró pé-de-serra, tornando-se uma referência nacional nesse segmento.

Compreende-se como acervo artesanal/musical do mestre Nelson da Rabeca, os registros feitos nas mais variadas mídias sobre sua história e suas artes, as ferramentas de trabalho e as peças (rabecas) artesanais produzidas por ele e por seus aprendizes.  “Eu vou lutar bastante na Assembleia Legislativa para que a gente reconheça esses ícones, seja na cultura, na música, para que as próximas gerações conheçam a história de Alagoas”, concluiu o parlamentar.

Entende-se por patrimônio cultural, os bens de natureza material e imaterial tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, em conformidade com o artigo 216 da Constituição Federal. O projeto vai para sanção do governador Paulo Dantas (MDB).

 

Nelson da Rabeca

Mestre Nelson da Rabeca, reconhecido como Patrimônio Vivo de Alagoas desde 2009. Seu Nelson, como também era conhecido, era natural de Joaquim Gomes, mas morava no município de Marechal Deodoro, na Região Metropolitana de Maceió. Foi trabalhador rural grande parte de sua vida, até descobrir seu dom para a música e se tornar rabequeiro.

Comentários

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Carregando..