Justiça decreta prisão preventiva de homem que matou cachorro durante tosa em Maceió

Redação|
funcionário de clínica veterinária suspeito de matar cãozinho durante tosa
funcionário de clínica veterinária suspeito de matar cãozinho durante tosa / Foto: Reprodução/Vídeo

A Justiça de Alagoas decretou a prisão preventiva do homem que enforcou e matou o cachorro da raça Shih Tzu. A informação foi confirmada pelo delegado Leonam Pinheiro por meio das redes sociais.

Nesta quinta-feira (20), um funcionário de uma clínica veterinária localizada em Maceió foi preso em flagrante suspeito de matar cachorro da raça Shih Tzu, que havia sido deixado no local para ser tosado. Imagens da câmera de segurança do estabelecimento registraram o crime.  

Em uma segunda publicação do delegado, o acusado explica que o motivo de suas ações violentas foi o fato de o cachorro não se manter em pé para que ele realizasse o procedimento de tosa, o deixando estressado. Ele disse, ainda, que não matou o animal.  

O funcionário trabalhava na clínica veterinária há cerca de três meses. Em nota divulgada  nas redes sociais, a clínica "É o Bicho" confirmou que o crime ocorreu em uma de suas unidades e lamentou o fato, frisando não compactuar com nenhum tipo de maus-tratos. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados