Em nota, direção de shopping fala que acolheu jovem que denunciou ato de racismo e registrou ocorrências

Redação|
Advogados e vítima estiveram presentes na delegacia
Advogados e vítima estiveram presentes na delegacia / Foto: Maria Luíza/CM

Por meio de uma nota, a direção do Parque Shopping Maceió comentou o ato de racismo denunciado pelo funcionário, Luiz Felipe. A direção esclareceu que promoveu o acolhimento de Luis Felipe o Serviço de Atendimento ao Consumidor, registrando as ocorrências. 

O jovem prestou nesta quinta-feira (25) uma denúncia contra um ex-professor da Universidade Federal de Alagoas por racismo. Os abusos, que iniciaram há 4 meses, aconteceram durante semanas e, segundo o jovem, ele relatou o fato ao segurança do shopping que, segundo ele, não fez nada. 

Leia mais: Funcionário denuncia ex-professor da Ufal por ato de racismo dentro de shopping em Maceió

“E aí, depois de muito tempo, ele fazendo o mesmo sinal de corte de tesoura e corte no pescoço, fui perguntar por qual motivo ele fazia aquilo e ele respondeu que eu ‘era o amigo neguinho da loja, o amigo cafuçu do shopping’. Não aceitando a situação fui até a segurança que nada fez”, relatou.

Na nota, a direção colocou que “o Parque Shopping Maceió ressaltou que repudia qualquer forma de discriminação e se solidariza com Luis Felipe, funcionário de uma das lojas do empreendimento. O shopping esclarece que acolheu Luis Felipe no Serviço de Atendimento ao Consumidor, registrando as ocorrências. A administração do shopping reforça que está à disposição das autoridades competentes para colaborar com as investigações". 

O caso foi denunciado no 6º Distrito Policial, onde Luis Felipe prestou depoimento. 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados