Raízes da África
Raízes da África

Sou bem puta, como Micaela que tinha 12 anos. Foi morta por um cara de 26, porque não quis fazer sexo com ele.

Raízes da África|

Sou bem puta, como Micaela que tinha 12 anos. Foi morta por um cara de 26 porque não quis fazer sexo com ele. Bom, mas ela tinha vários facebooks e postava fotos “provocantes”, quer o quê? Uma garota no Brasil foi drogada e então estuprada por mais de 30 homens, tudo organizado pelo namorado dela, como vingança por uma suposta infidelidade. Filmaram e postaram em diferentes redes sociais para a curtição de muitos. Mas escuta, a menina com 16 anos tinha um filho e ainda por cima se drogava, uma putinha... Ou Daiana, que foi a uma entrevista de trabalho à noite, e de shortinho, que ideia, super puta. O namorado deu 49 facadas em Serena porque ela largou dele, mas a menina era total puta. Marina e Maria José... viajando sozinhas! Duas mulheres sozinhas! Elas também, esperavam o quê? Rosa, de 74 anos, levou uma surra brutal do namorado, mas com certeza alguma coisa ela fez, deve ter enchido o saco dele... e era assanhada a velha, dava pra todo mundo na associação de aposentados. Mailén foi estuprada por Miguel, duas vezes, na casa dele. Bom, ela escolheu ir na casa do cara, o que esperava que acontecesse? Tremenda puta. Cíntia foi morta a facadas na frente dos três filhos pelo marido que tinha abandonado. O ex namorado de Macarena cortou o pescoço dela com um estilete, também porque ela largou dele. Mas ela era miss, se mostrava muito a mina. E podemos continuar por muito tempo, porque a lista de vítimas da violência machista é eterna. E também é eterna a enxurrada de lixo igualmente machista para justificar cada caso. Ángeles. Areceli. Lola. Uma a cada 30 horas, ou menos. No Brasil? Um estupro a cada 11 minutos. No México? 7 mulheres assassinadas por dia, muitas mais desaparecidas e nunca encontradas com vida. Todas, todas mesmo, foram chamadas de putas. Amanhã posso ser eu a puta morta/estuprada/espancada do dia. Bom, mas esse é o tipo de aporrinhação que só interessa às feminazis, que são muito exageradas. E são umas putas. Sempre, sempre putas.

O texto não é meu, não sei quem escreveu. Mas esse assunto é meu, é seu, é nosso.

Muito certo. Tão certo

Fonte: internet

 

 

SOBRE O AUTOR

Raizes da Africa

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados