Voney Malta
Voney Malta

Lula sobre Bolsonaro: "Você não vê uma frase inteira dele dizendo alguma coisa que preste, é só bobagem"

Voney Malta|
Lula e Bolsonaro lideram intenções de votos, segundo Paraná Pesquisa
Lula e Bolsonaro lideram intenções de votos, segundo Paraná Pesquisa / Foto: Reprodução / Internet

Com o desemprego em torno de 14%, gasolina perto dos R$ 7, gás de cozinha mais de 100 reais, inflação subindo de elevador, dólar também, ameaça de ficarmos sem energia elétrica - e o covid-19 ainda matando brasileiros todos os dias, certamente o inimigo da nação não é o STF ou algum ministro individualmente.  

Essa retórica do presidente Jair Bolsonaro é usada para confundir sobre essa realidade perversa que atinge todos brasileiros, uma vez que não há qualquer plano claro para o enfrentamento de todas essas crises, só incentivo ao confronto e em responsabilizar pessoas e instituições pelo caos, pela incapacidade e incopet~encia para governar.

Daí aparece o ex-presidente Lula - líder em todas as pesquisas eleitorais e fazendo política constantemente ao participar de reuniõe e encontros  com lideranças empresarias e políticas -  que, em entrevista a Mano Brown, ataca Jair Bolsonaro exatamente em seu comportamento, em sua forma de gestão, e anuncia que não sabe se será candidato em 2022.

Leia abaixo alguns trechos da entrevista:

- "Bolsonaro não é de direita. Ele tem que ser analisado mais pra Hitler e Mussolini do que pra um cara de direita. Porque ele não pensa. Ele não constrói um pensamento, ele constrói bobagem. Você não vê uma frase inteira dele dizendo alguma coisa que preste, é só bobagem".

- Jair Bolsonaro "Não tem 3 minutos de argumento pra nada sério, Por isso que a vida dele é fake news" .

- "A direita não fala uma linguagem que eu admiro que ela fale. Ele (Bolsonaro) ganhou porque muita gente do nosso povo votou com ele. Nós perdemos no debate ideológico. A direita tem sua importância sim, eu admiro um cara de direita que debate com firmeza. O que não acho é que esteja preparado pra enfrentar o debate destrutivo que eles fizeram".

-"Quando você estiver revoltado, quando você não tiver acreditado em ninguém, quando você achar que ninguém presta, preste você. Em vez de você achar que a solução estão em outra pessoa, seja você, faça você,. faça você a politica".

- "Não estou candidato ainda, só vou decidir se vou ser candidato em março. Eu sei que é difícil acreditar que alguém que está em 1º lugar nas pesquisas não é candidato, mas eu não sou por uma simples razão. Primeiro porque não quero ser candidato de mim mesmo. Preciso construir uma candidatura que venha de baixo pra cima. Eu quero ouvir muita gente, quero conversar com muita gente. Por que? Porque de todo mundo que tá pensando em ser candidato, todo mundo pode prometer o que quiser. Eu não posso, porque eu já fiz. Porque eu tenho um patamar. Eu não posso fazer menos do que fiz. Eu aprendi uma lição. Você não conserta esse país se você não colocar os pobres no orçamento. Você colocar o pobre no orçamento e o rico no imposto de renda, aí você começa a resolver os problemas do país".

Leia aqui a entrevista na íntegra.

 

 

SOBRE O AUTOR

Blogueiro do Cadaminuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados