Voney Malta
Voney Malta

Mude de calçada! e o "peso" da reclusão estendida

Coach de desenvolvimento pessoal e de carreira, Farah Setton externa sensibilidade e entendimento da realidade que enfrentamos em texto publicado em sua rede social.  

Também tem o devido equilíbrio para expor a sua visão nesses tempos em que as relações pessoais, profissionais e a nossa liberdade total sujeitam-se aos devidos limites impostos pela covid.

Mas todos nós podemos “mudar de calçada”…, sempre. 

Leia abaixo:

Por Farah Setton

Estes dias venho sentindo o "peso" da reclusão estendida, seguida por tantas  perdas (agradecendo muito por toda minha família saudável) ...tenho o hábito de caminhar no calcadão ou ir à praia nos finais de semana, e me deu uma necessidade de sair agora a noitinha.  

Praia interditada, o jeito foi ir pelo lado de cá da calçada, fui andando reflexiva, fitando sobre a máscara os poucos que se aventuravam, e tive a sensação que partilhávamos  do mesmo sentimento de estranhamento, desse novo estranho mundo.  

A lua cheia estava como testemunha e alheia a tudo em sua natureza cíclica de nos encantar, apesar de tudo.

E me veio à mente o que sempre digo e acredito, sempre há qualquer coisa que seja de positivo em tudo...hoje foi mudar de calçada e sentir novos sentimentos, me veio lembranças diferentes a cada quadra que passava, bares que frequentei, que  não existem mais, e que "marcaram  época", a Jatiúca com pouquíssimas casas, lá bem atrás quando eu era criança, enfim, muitas lembranças, e fui avistando pessoas passando, poucos turistas debruçados nas pergolas dos hotéis,  passou até uma garota com os olhos em lágrimas.  

Uma caminhada sentimental, fui até o final, e entrei pelo Vera Arruda,  famílias, crianças,  cachorros e seus donos, todos passeando, conversando, o pipoqueiro lá parado, havia vida ali...e lembrei da sensação de viajar, porque caminhar muito, apreciar a vida, observar é uma das coisas que adoro fazer viajando.  

E viver novas experiências, e lembrei que coloquei na minha "to do" list, que todo mês eu vou fazer pelo menos duas coisas que nunca fiz, ir a lugares que nunca fui....e hoje percebi que às vezes basta mudar de calçada....

Leia aqui os comentários no facebook.

 

SOBRE O AUTOR

Blogueiro do Cadaminuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados