Fotos: Assessoria

Nessa quinta-feira, 19, no Ginásio Municipal de Esportes, daquela cidade, foi assinado e divulgado os projetos locais de cultura selecionados para promoverem edições literárias, espetáculos, apresentações, exposições, de maneira presencial ou virtual, se permanecer as recomendações da pandemia.

O Grupo Técnico da Lei Aldir Blanc, instituído por decreto, pelo município, reuniu vários departamentos da Administração Municipal, capitaneados pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, através da Gerência de Cultura, que elaborou todo o plano de ação para a concepção de habilitação à Lei Aldir Blanc.

A partir daí, o Município instituiu o Cadastramento Cultural com intuito de mapear os artistas e promotores de cultura de Girau do Ponciano. Mas, também, esse cadastramento foi um dos quesitos primordiais para a habilitação dos concorrentes no edital de seleção para o recurso da Lei Aldir Blanc.

Este recurso vai minimizar o prejuízo que a classe dos agentes culturais sofrera. Todos os contemplados passaram por critérios para a sua inscrição, e uma seleção que contemplou os melhores projetos.

São grupos teatrais, músicos, técnicos e produtores culturais, escritores, artesãos, artistas plásticos, cultura tradicional, entre outras formas de manifestação cultural, que vão ratear os R$ 315.898,91, que serão repassados para todos os 12 seguimentos cadastrados, da cultura girauense.