A Comissão de Ética do MDB de Alagoas decidiu suspender a filiação de Luciano Barbosa, provisoriamente, por 70 dias.

Na sequência, foi aberto um processo de expulsão do vice-governador do partido a que ele ainda é filiado, além de ser candidato a prefeito em Arapiraca.

A direção do MDB local – e nacional – espera que o Barbosa não resista a mais esse cerco a sua candidatura, mas pode não ser esta ainda a “bala de prata”.

O jogo é bruto e mortal.