Foto: Vinicius Firmino/ALE
Projeto de deputada Fátima Canuto que cria o dia da valorização da mulher advogada é aprovado

Foi aprovado em segundo turno, o projeto de lei 247/2019 da deputada estadual Fátima Canuto que institui o dia da valorização da mulher advogada no calendário oficial do Estado de Alagoas, a ser comemorado no dia 10 de março.

Durante o seu discurso na manhã desta terça-feira (11), a parlamentar enfatizou que hoje, dia do advogado e dia da criação dos cursos jurídicos, é um dia importante para os profissionais que lutam por justiça no país.

Ainda durante o discurso, a deputada citou o projeto de lei dela e comentou sobre a mulher advogada no estado. “ O meu objetivo com o projeto é de premiar as advogadas alagoanas que, assim como eu, trabalham arduamente em prol de uma justiça célere e justa”.

“Como parlamentar, advogada e mulher, vejo que cada vez mais precisamos trabalhar e encorajar mais mulheres, visando o empoderamento e a ocupação de postos na sociedade”, disse.

Fátima disse que apesar do crescimento de mulheres no meio da advocacia, foi só apenas em 2016, que a OAB Alagoas teve a primeira mulher como presidente do órgão. “A Dra Fernanda Marinella conduziu, com maestria, ética e muito trabalho. Hoje, Marinella faz parte do Conselho Federal e, ao lado de outras conselheiras, dentre elas a Dra Valentina, com o apoio inclusive da Presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada, dra Daniela Borges, criou o movimento na OAB “paridade já”.

Para ela, “o movimento ‘Paridade Já’ constrói uma sociedade mais igualitária, possibilitando a igualdade de representação, ter um lugar de fala e de voz e participar das discussões e decisões que dizem respeito principalmente às mulheres, como por exemplo: honorários, assédio e maternidade, dentre outros”.

Por fim, a parlamentar reforçou que ficou feliz com a aprovação do projeto e que ele mostra a importância da mulher advogada que precisa ser cada vez mais valorizada.