Resenha100Nota
Resenha100Nota

"1917" - O favorito ao Oscar 2020 é um filme para ficar na história

Bruno Omena|

A próxima edição do Oscar que ocorrerá no dia 09 de fevereiro tem uma lista de nove filmes concorrendo ao principal prêmio da noite. Para a sorte do público todos os concorrentes estão acima da média e fazem jus a nomeação, porém uma produção dobra a meta e ultrapassa os concorrentes tornando-se uma obra que o tempo se encarregará de colocá-la entre os gigantes do cinema.
"1917", do diretor Sam Mendes, é estupendo. O longa sobre dois soldados britânicos enviados para entregar uma mensagem à um regimento no intuito de evitar a morte de 1600 colegas durante a Primeira Guerra Mundial é um primor.

Sam Mendes idealizou o filme de forma a aparentar um único take. Ou seja, acompanhamos o protagonista integralmente em sua jornada, seguindo seus passos e observando as mesmas ruínas da guerra que seus olhos veem.
O diretor tem o pleno domínio do jogo. Sabe onde colocar as peças para conseguir o efeito desejado. A trilha sonora pontua bem os atos e a fotografia é de encher os olhos. Os planos abertos estão entre os mais bonitos das últimas décadas no cinema.
Posso estar cometendo algum exagero, me perdoem o entusiamo, mas aposto que "1917" terá relevância semelhante a Apocalypse Now, filme de Francis Ford Coppola que revolucionou os filmes de guerra.

10.0

*Veja as resenhas dos demais indicados ao Oscar 2020 no instagram @resenha100nota !

SOBRE O AUTOR

Meus caros amigos, quem vos fala é Bruno Omena, cinéfilo e exército de um homem só, responsável pelo perfil @resenha100nota do Instagram e por este blog, Resenha100nota. Nesse espaço vamos falar sobre os lançamentos do cinema, dicas de filmes pra ver em casa, resgatar as pérolas da época do VHS e tentar descobrir onde os cinéfilos alagoanos se escondem. Como disse Humphrey Bogart, no clássico Casablanca: "Louis, eu acho que este é o começo de uma bela amizade!"

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados