Resenha100Nota
Resenha100Nota

As lições do Cinema: Perseverança

Bruno Omena|

Perseverar. Ir em busca dos objetivos, seguir em frente mesmo diante das dificuldades tal como Chris Gardner que foi à procura da felicidade dia após dia, lutando e resistindo. Por ele, pelo filho, pelos dois.

É como Rocky Balboa, o boxeador cinderelo, nos ensinou. Não importa o quão forte você consegue bater, mas sim o quanto consegue suportar, porque a vida te baterá forte e não podemos permanecer no chão. O mundo não pára esperando por nossas lamentações. Tampouco espere por tapinhas nas costas por fazer o seu trabalho. Ás vezes, é pela cobrança que nos dedicamos mais e podemos extrair o melhor daquilo que investimos tempo e suor. Quando o jovem Andrew Neiman entrou para a turma do exigente professor Fletcher, no filme "Whiplash", sua perseverança em se tornar um excepcional baterista de jazz foi testada ao limite e é no limite que provamos o quão somos obcecados em continuar em frente.
Outra adversidade comum enfrentada pelos sonhadores (Todo perseverante é um realizador de sonhos) é desviar dos "profetas do impossível", aqueles que sempre aparecem na primeira adversidade com palavras de DESconforto: "Isso não é pra você.", "Melhor tentar outra coisa.", "É impossível!".
Em "Homens de Honra", Carl Brashear, que venceu o racismo da década de 50 nos Estados Unidos para se tornar o primeiro afro americano Mergulhador de Combate Chefe da Marinha, teve que abafar as vozes que gritavam que aquele não era o seu lugar, mas Carl sabia que apenas ele mesmo ditaria seu destino.
Acreditar em si e trabalhar em prol dessa fé é fundamental.
Um pequeno hobbit já salvou o mundo, ou pelo menos a Terra Média, assim como os pais do pequeno Lorenzo ("O Óleo se Lorenzo") conseguiram salvar o filho acometido por uma doença rara que a medicina não conseguia explicar.
E mesmo se no final você descobrir que não tem a devida habilidade para determinado segmento, todos perceberão que tens o talento de perseverar.

*Instagram para Contato: @resenha100nota

SOBRE O AUTOR

Meus caros amigos, quem vos fala é Bruno Omena, cinéfilo e exército de um homem só, responsável pelo perfil @resenha100nota do Instagram e por este blog, Resenha100nota. Nesse espaço vamos falar sobre os lançamentos do cinema, dicas de filmes pra ver em casa, resgatar as pérolas da época do VHS e tentar descobrir onde os cinéfilos alagoanos se escondem. Como disse Humphrey Bogart, no clássico Casablanca: "Louis, eu acho que este é o começo de uma bela amizade!"

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados