Coluna Labafero

Nas redes sociais, Collor revela versão bem-humorada e comenta até sobre BBB

Agência Senado Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Senador Fernando Collor

O senador Fernando Collor (Pros) parece que se rendeu às redes sociais e mostrou um novo Collor de ser.

No Twitter, Collor agora troca informações com os seguidores e fala até sobre BBB. "Torci muito pelo Babu. Mas sou sempre a favor da democracia! Que vença o mais votado! Uma boa noite!".

Na nova versão de um senador mais “debochado” e íntimo das redes, Fernando chegou a responder críticas com um tom bem-humorado.

 

Projeto de Lei queria ampliar valor de “coronavoucher” para famílias em Maceió

Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Vereadores em sessão na Câmara Municipal de Maceió

A Proposta de Lei sugerida pelo vereador Galba Netto (MDB) queria um complemento do “coronavoucher” no valor de R$ 439,00, para beneficiários com os mesmos critérios do recebimento do auxílio federal para famílias em Maceió. Para isso, a verba  seria oriunda das emendas impositivas dos parlamentares do município.

A indicação das emendas foi para que evitar a alegação de ausência de fonte de receita. Ainda que precise de complemento por parte do tesouro municipal, a situação resolve-se com o decreto de calamidade, sem a necessidade de se aprovar um orçamento suplementar, como efetuado no Congresso Nacional.

Em justificativa, a PL reforçava que o valor destinado para auxílio federal não é suficiente para atender mensalmente uma família que se encontra, no momento, sem a possibilidade de trabalho e sustento das suas necessidades básicas.

Em declaração na sessão da última terça-feira (28), Galba lamentou a exclusão da proposta na Ordem do Dia, reforçando que o momento pede medidas mais efetivas para amenizar o sofrimento da população da cidade de Maceió.

Júlio Cezar é o segundo prefeito alagoano a testar positivo para o coronavírus

Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar

O prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar, testou positivo para o coronavírus. O anúncio foi feito por meio das redes sociais, nesta quarta-feira (28), após a divulgação do resultado. Ele é o segundo prefeito alagoano a contrair a doença.

Júlio Cezar relatou que está isolamento deste sábado (25) e que apresenta sintomas leves. “Comunico que não estava em meus planos, mas seguindo orientação médica fiz o teste do Covid-19, cujo resultado saiu hoje e deu POSITIVO para o coronavírus. Estou bem e não apresento sintomas graves, estou em casa, em isolamento social desde o último sábado (25) onde permanecerei até cumprir o meu clico de 14 dias de quarentena. Esse vírus não respeita ninguém”, disse ele em suas redes sociais.

Outro prefeito, que também cumpre o período de quarentena, é o de Murici, Olavo Neto. No município, a Justiça decretou toque de recolher após o número de casos confirmados aumentar.

Collor diz que impeachment de Bolsonaro é desenlace anunciado

Agência Senado Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Senador Fernando Collor

Em entrevista ao UOL, o senador por Alagoas, Fernando Collor (Pros) disse que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) caminha para sofrer um processo de impeachment. 

“Pelo que já vivi, isso são favas contadas. Se houver manifestação do Supremo [Tribunal Federal] indo para o Congresso, será autorizado esse processo imediatamente”, disse Collor.

De acordo com o senador, ainda há dependência do oferecimento de denúncia —mas, se isso ocorrer, o quadro político deve encaminhar a ação para o impeachment. "É imprevisível se vai ser de um lado ou do outro; mas que é um desenlace anunciado, é".

Deputada Ângela Garrote comunica que testou negativo para coronavírus

Vinícius Firmino/Ascom ALE Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Deputada Ângela Garrote

Após os deputados estaduais Antônio Albuquerque e Galba Novais testarem positivo para o novo coronavírus e o exame do deputado Francisco Tenório apontar que ele teve a doença, mas já está curado, vários parlamentares realizaram exames para detectar se foram infectados.

A deputada Ângela Garrote divulgou em suas redes sociais que realizou o teste e que o resultado deu negativo.

“Por recomendação médica, realizei o exame para Covid-19. O resultado saiu hoje e FOI NEGATIVO! “, postou a deputada, junto com uma imagem do exame.

Entre os parlamentares que testaram negativo, até o momento estão, Jó Pereira, Davi Maia, Davi Davino, Cabo Bebeto e Léo Loureiro. Outros deputados ainda aguardam o resultado de exames laboratoriais.

Confira o exame divulgado pela deputada Ângela Garrote:

 

Arthur Lira critica Guedes: Mais preocupado com bancos do que com a reconstrução do país

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O deputado federal alagoano Arthur Lira, líder do PP na Câmara, disse que o Ministro da Economia, Paulo Guedes, está mais preocupado com "bancos, mercado financeiro e bolsa de valores" do que com a reconstrução do país.

Em entrevista à jornalista Renata Agostini, da CNN, Lira questionou: "Tem coisa pior do que obra inacabada? Quem tem que colocar a mão no bolso primeiro neste momento é o governo. No mundo todo está sendo feito isso. Aqui não faremos, por quê?... Na minha visão, gerar emprego, alavancar a economia, entregar as obras: isso é pensar na reconstrução do país".

"O que vai nos trazer no curto prazo pensar em aprovar reformas neste momento? Os ganhos com a aprovação da reforma da Previdência no curto prazo já foram embora diante da crise do coronavírus", diz.

Segundo ele, o Congresso se dispôs a aprovar o estado de calamidade pública e o Orçamento de Guerra para abrir espaço para gastos, mas o governo está bloqueando recursos para obras. Além disso, argumenta o líder do Progressistas na Câmara, os desembolsos do governo neste momento não podem focar somente na área da saúde, porque os problemas do país agora não se restringem à área.

"Por que votamos tudo isso: exceção à regra de ouro, PEC de guerra... para ficar bonito? Enquanto isso, dinheiro para obras está sendo contingenciado", afirma.

As declarações ocorrem num momento em que o governo debate o Plano Pró-Brasil, que visa montar bases para a reconstrução da economia após a pandemia do novo coronavírus.

O plano foi apresentado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, contendo a projeção de R$ 30 bilhões em obras para os próximos três anos. O montante refere-se a obras comandadas pelo Ministério da Infraestrutura, de Tarcísio de Freitas.

Sem responsabilidade, prefeito ignora isolamento social e faz farra com amigos

Foto: reprodução CorreioNotícias Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Prefeito Ramom Camilo com amigos

O isolamento social foi totalmente ignorado pelo prefeito de Dois Riachos, no sertão alagoano. Fotos de Ramom Camilo, acompanhado de amigos, durante uma farra rodaram as redes sociais durante o final de semana e gerou uma grande discussão sobre as medidas de prevenção ao Covid-19. 


Pelas imagens, a festa dos amigos contou com uma participação de muitas pessoas, inclusive com banho coletivo de piscina, abraços e fotos. Se por um lado, alguns prefeitos estão preocupados de conter o avanço da doença para as cidades, principalmente na zona rural, Ramom Camilo apareceu bem à vontade em reunir os amigos. 


Além de ofertar o risco de contaminação de todos presentes no local, o prefeito ainda quebra o princípio da responsabilidade de incentivar a quebra do isolamento social em época de pandemia.

Arthur Lira pode ter recebido de Bolsonaro o comando do Banco do Nordeste

Foto: Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true O presidente Jair Bolsonaro e um dos líderes do Centrão, deputado federal Arthur Lira (PP-AL), durante gravação de vídeo.

Em meio a uma pandemia e a mistura de uma crise política e econômica, o presidente Jair Bolsonaro, já está tomando decisões que, a seu ver, podem facilitar seu governo, desde a sucessão de Rodrigo Maia, na Presidência da Câmara, até a sua possível reeleição.

Corre nos bastidores de Brasília que Bolsonaro apoiará o deputado federal Arthur Lira, lider do Centrão, na disputa pelo comando da Câmara dos Deputados. No entanto, de acordo com o jornalista, Robson Bonin, da coluna Radar da revista Veja, o parlamentar alagoano irá receber do presidente, a presidência do Banco do Nordeste.

Ainda de acordo com o jornalista, Bolsonaro teria prometido o cargo a Lira na semana passada.

“O Planalto havia prometido o mesmo ao PL de outro ilustre integrante da crônica político policial, Valdemar Costa Neto. Eles até já tinham um “quadro técnico” para colocar no comando do banco, um cupincha que atende pela alcunha de “Maranhãozinho”, afirmou o jornalista em sua coluna.

Athur Lira responde a dois processos pela Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Na última quinta-feira (23), o Minstério Público Federal (MPF) divulgou que a 1ª Vara Federal de Curitiba decretou o bloqueio mensal de 10% dos salários do deputado alagoano e de mais três deputados de ouros estados O bloqueio atende pedidos da força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) e da Petrobras.

 

 

Secretário de estado do Gabinete Civil de Alagoas está com covid-19

Vanessa Alencar/CadaMinuto/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fábio Farias

Mais um integrante do Governo de Alagoas está com covid-19. Por meio das redes sociais, o Governo anunciou que o secretário de Estado do Gabinete Civil, Fábio Farias, está com a covid.

“Estou bem, tranquilo e confiante, com acompanhamento médico, e permanecerei trabalhando remotamente, em isolamento”, declarou Farias.

 

Após fala de Bolsonaro, Collor diz que “pronunciamento foi raso”

Foto: Poder 360/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fenando Collor

O senador Fernando Collor utilizou seu twitter para rechaçar o pronunciamento feito pelo presidente Jair Bolsonaro na tarde desta sexta-feira, dia 24, quando “explicou” o motivo da saída do agora ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro de sua equipe.

Na sua postagem Collor colocou que foi um “pronunciamento raso, diante das acusações graves da manhã, que requerem esclarecimentos”.

O senador ainda destacou que “a crise institucional precisa ser superada o quanto antes. O quadro econômico e social pede isso”.

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 [email protected]
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 [email protected]