Mulher encontrada em geladeira foi assassinada pelo “genro” e pela filha, de 13 anos, por não aceitar namoro

05/03/2024 16:08 - Geral
Por Redação*
Image

Um homem suspeito de participação na morte de Flávia dos Santos Carneiro, 43 anos, cujo corpo foi encontrado dentro de uma geladeira, em uma região de mata no bairro Guaxuma, Litoral Norte de Maceió, foi preso nesta terça-feira, 05, por agentes do 6º Distrito da Capital (6º DP) e da Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit).

Segundo informações da assessoria de Comunicação da PCAL o indivíduo detido, pai do suspeito de assassinar a vítima, foi capturado no bairro do Jacintinho por ser cúmplice. A ação policial também resultou na apreensão de uma menina de 13 anos, filha da vítima, que está envolvida no caso.

De acordo com as investigações, o crime foi cometido na casa da vítima, no Jacintinho, após uma discussão motivada pelo namoro da filha, que não era aceito pela mãe. O casal, composto pela adolescente de 13 anos e seu namorado de 22 anos, inclusive alugou uma casa no Benedito Bentes e foi dormir lá logo após o crime.

A adolescente confessou a participação dela e do namorado – que está sendo procurado pela polícia – no homicídio. A menina disse que, inicialmente, o casal deu uma pancada na cabeça da vítima, mas como ela não morreu, o foragido cometeu o assassinato a facadas.  

A primeira informação sobre o homicídio foi dada ao delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito Policia (6º DP), por um fretista que levou pai e filho até a área de mata, onde a geladeira foi jogada em uma ribanceira com a mulher dentro.

Ele contou ter sido contratado na noite de segunda-feira  (4) para fazer uma mudança entre dois endereços no Jacintinho e, nesta terça-feira, foi novamente procurado pelo homem que o contratou, desta vez para levar uma geladeira até o bairro do Benedito Bentes. Os dois acabaram resolvendo jogar a geladeira fora, na mata da Guaxuma.

Depois de deixar pai e filho no Jacintinho, o fretista foi até a delegacia, sendo acompanhado pela policial Daysirê Batista até o local onde a geladeira foi abandonada.

O delegado Thiago Prado, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) dará prosseguimento às investigações e instauração do inquérito policial.

*Com assessoria

Comentários

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Carregando..