Santa Casa de Maceió otimiza dispensação de medicamentos

Assessoria|
Foto: Assessoria

O caminho que um medicamento para alívio de uma simples dor de cabeça ou das reações de uma quimioterapia percorre é o mesmo até chegar aos pacientes atendidos na Santa Casa de Maceió. Quem cuida de todo o processo é a equipe de Farmácia, responsável pela seleção, padronização e dispensação dos medicamentos para as farmácias satélites do Complexo hospitalar.

Preparação e dispensação dos medicamentos

 

De acordo com a gestora do Serviço de Farmácia do hospital alagoano, Lizete Vitorino, o trabalho é complexo e exige capacitação constante dos profissionais envolvidos no processo. “Participamos de várias comissões como a de padronização, farmácia e terapêutica, e de controle de infecção hospitalar, onde abordamos vários aspectos relacionados aos controles de qualidade necessários para a unificação até a aprovação dos materiais e medicamentos que serão utilizados no hospital”, explicou.

Com profissionais distribuídos nas unidades da Santa Casa de Maceió, os farmacêuticos e toda área administrativa trabalham para que os produtos cheguem às farmácias satélites de acordo com as necessidades de cada unidade de atendimento, a exemplo do Pronto Atendimento 24h e do Centro Cirúrgico.

Central de Distribuição Santa Casa de Maceió

“Nas farmácias satélites fazemos o atendimento das prescrições médicas, atendimentos de kits e OPME em blocos cirúrgicos, e atendimento em emergência e ambulatório, conforme a necessidade de cada serviço. Temos áreas de manipulação, como na oncologia e na nutrição parenteral, e de fracionamento de soluções orais, onde fazemos o preparo individualizado de medicamentos para esses pacientes”, explicou Lizete.

Lizete Vitorino, gestora do Serviço de Farmácia da Santa Casa de Maceió

Cada prescrição médica é avaliada pela equipe antes que as medicações sejam disponibilizadas aos balconistas. Nessas prescrições são avaliados aspectos referentes a interação medicamentosa, controle de protocolos relacionados (TEV, Antimicrobiano, e de Alergias), além de vários cuidados relacionados ao medicamento. Todos os aspectos referentes à diluição, preparação e administração de medicamentos de alta vigilância são avaliados previamente para que os balconistas possam fazer as dispensações em cada farmácia satélite. Logo após a dispensação, esses medicamentos são preparados e administrados pela equipe de enfermagem nos pacientes.

Avaliação clínica dos pacientes

“É uma grande satisfação podermos trabalhar todo um elenco de atividades relacionadas a atuação dos farmacêuticos dentro do ambiente hospitalar. O papel do farmacêutico clínico foi ganhando cada vez mais espaço na Santa Casa de Maceió, e, junto com a equipe médica, pode auxiliar no melhor resultado para pacientes em todos os graus de tratamento”, finaliza gestora do Serviço de Farmácia, Lizete Vitorino

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados