Delegado se afasta da Polícia Civil para disputar eleição

Redação*|
Fábio Costa
Fábio Costa / Foto: Rebecca Moura

O delegado Fábio Costa anunciou, em suas redes sociais, seu afastamento das atividades na Polícia Civil para concorrer nas eleições deste ano. Oficialmente, ele apresentou requerimento à Delegacia Geral da Policial Civil para uma licença em caráter temporário.

O pedido tem como base a legislação eleitoral, que prevê aos delegados de polícia a desincompatibilização dos cargos em até três meses antes do pleito.

Filiado ao Progressistas, Fábio Costa se afasta da rotina como delegado porque deve disputar uma das vagas de deputado federal por Alagoas nas eleições gerais de 2 de outubro. A definição da candidatura só acontecerá durante a convenção da sigla.

Em sondagens com eleitores, ele sempre figurou entre os favoritos ao Senado Federal, mas está seguindo uma deliberação interna do partido, que o reposiciona na disputa ao cargo de deputado federal.

Confira, na íntegra, o anúncio que Fábio Costa fez nas redes sociais:

Olá, pessoal. Agora no início de julho, eu me afasto oficialmente das minhas funções como delegado de polícia.

A legislação eleitoral exige que eu, como delegado, me afaste três meses antes do pleito, e por isso mesmo estou me afastando temporariamente da delegacia de homicídios.

Ao lado de uma equipe extremamente competente, nós elucidamos diversos crimes de homicídio que resultaram em operações policiais para prender os suspeitos desses crimes.

Foi um período de muito trabalho nessa honrosa função, que desempenho com muito orgulho, dividindo minha rotina diária com a nobre atividade parlamentar na Câmara Municipal de Maceió.

Dessa vez, o desafio será outro. E quem me acompanha sabe que minha vida toda foi enfrentando desafios, desde meu primeiro dia de serviço público ajudando a salvar vidas como bombeiro militar.

A missão agora é outra, mas seguiremos firmes, sempre defendendo o que é certo e justo. Vamos em frente!

*Com assessoria

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados