Vanessa Alencar
Vanessa Alencar

“Sem saída”: Corpo de Bombeiros aponta que HGE está também sem ‘alvará’, sem para-raios e sem alarmes

Vanessa Alencar|

Ausência de placas de sinalização de emergência orientando a saída; ausência de Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (o popular para-raios) e de Sistema de Bomba de Incêndio; problemas nas caixas de hidrante e inoperância dos sistemas de detecção, alarme e chuveiros elétricos. Essas foram algumas das irregularidades encontradas durante uma visita técnica realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) ao Hospital Geral do Estado (HGE), em outubro do ano passado.

O relatório da visita foi divulgado na sessão de ontem (01), na Assembleia Legislativa, pelo deputado Cabo Bebeto.

O documento, encaminhado pelo comandante-geral do CBMAL, Jacques Wolbeck, aponta que a edificação está irregular, sem alvará de vistorias da Corporação e com preventivos contra incêndio “deficientes, inoperantes e inexistentes", sendo urgente a necessidade de regularização dos sistemas de proteção contra incêndio e emergências do imóvel.

O relatório atende a um requerimento feito pela 9ª Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, presidida por Bebeto, em setembro do ano passado, depois que o parlamentar, acompanhado dos colegas Davi Maia e Dudu Ronalsa visitaram o HGE.

Durante a sessão de ontem, além de apresentar pontos do relatório, Bebeto também questionou a demora na entrega do documento, que está assinado desde outubro de 2021, e apelou para a entrada do Ministério Público Estadual no caso.

Entre os parlamentares que apartearam o discurso, Davi Maia afirmou que o HGE coloca em risco a vida dos pacientes e dos profissionais que lá atuam e lembrou a tragédia na boate Kiss, no Rio Grande Sul, na qual 242 pessoas morreram e 636 ficaram feridas durante um incêndio. Jó Pereira falou que, mesmo após sete ano se cinco meses de gestão, o governo do Estado não conseguiu solucionar os problemas do hospital.  

Reformas

A Sesau informou, por meio de sua assessoria, que o Estado contratou a empresa Lumar Construtora para elaborar o projeto de combate a incêndio do HGE. Informou ainda que a unidade hospitalar está passando por uma série de reformas estruturais para se adequar aos ajustes pedidos pelo CBMAL.

Ainda conforme a Sesau, o projeto solicitado em 2018, durante uma visita da Corporação ao HGE.

“O relatório encaminhado pelo Corpo de Bombeiros aos deputados que integram as comissões de Saúde e de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), sobre o HGE não dispor do projeto de segurança aprovado pela corporação, é de 2021, e antes desta data, o hospital já havia providenciado as adequações pertinentes”, destaca trecho da nota.

SOBRE O AUTOR

Jornalista formada pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e autora de quatro livros, Vanessa Alencar desenvolve suas atividades como assessora de imprensa e repórter do Cada Minuto, principalmente na área de política. Instagram e Twitter: vanessa_alencar E-mail: [email protected]

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados