Ricardo Mota
Ricardo Mota

Assembleia dá a Paulo Dantas o dinheiro que negou a Renan Filho e a Klever Loureiro

Ricardo Mota|
Plenário da Assembleia Legislativa
Plenário da Assembleia Legislativa / Ascom ALE

Em tese, Paulo Dantas poderá remanejar até R$ 4 bilhões do orçamento do Estado para este ano, graças aos seus ex-colegas da Assembleia Legislativa.

A generosidade dos deputados estaduais para com o governo-tampão chama mais a atenção porque o mesmo pedido - de remanejamento - havia sido feito pelo ex-governador Renan Filho, ainda no ano passado, e por Klever Loureiro em abril. Ambos sem sucesso.

No caso de Filho, a solicitação já estava no projeto de Lei Orçamentária de 2022, aprovada em dezembro do ano passado e sancionada em janeiro deste ano: 40%, no total, mas a Casa só concedeu autorização para 10%.

Já Klever Loureiro, ainda em abril, solicitou os outros 30% que haviam sido rejeitados pelos deputados. Pediu e não levou.

Dantas, no entanto, não tem do que se queixar dos colegas: dos R$ 12 bi do orçamento, ele pode destinar para novas finalidades não previstas na LOA ¼ do total orçado para este ano - R$ 12,6 bilhão.

É verdade: a Casa não aprovou os 30% solicitados, graças a um acordo com a pequena oposição, que conseguiu tirar 5% do valor total a ser remanejado. Já dá para fazer um festão.

Claro: se o dinheiro, de fato, estiver nos cofres da Fazenda Estadual, fora – imagina-se – das despesas obrigatórias. 

Mas, cá entre nós, é um empurrão e tanto na gestão de Paulo Dantas. Principalmente em se tratando de um estado tão pobre e carente de quase tudo – qualquer dinheiro ajuda a irrigar a popularidade do governante.

O São João está garantido. 

Em tempo

O novo valor possibilita que o governador libere os R$ 109 milhões já destinados às emendas parlamentares.

Num ano eleitoral, é mel na chupeta. 

 

SOBRE O AUTOR

Jornalista, escritor e músico.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados