Leilão da SMTT tem 111 lotes arrematados

Assessoria|
Foto: Assessoria

O primeiro leilão de 2022 da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT) foi realizado nessa terça-feira (25), na modalidade online, através do site www.focoleiloes.com.br. No total, o evento teve como resultado final 111 lotes arrematados, dos 116 disponíveis no leilão.

Os veículos se encontram nas condições de conservados, enquanto outros foram caracterizados como sucata aproveitável e ainda como sucata aproveitável com motor inservível. Foram ofertados mais dois lotes de sucatas inservíveis.

O período que envolveu toda a realização deste leilão vem desde a data da publicação do edital, em 29 de dezembro de 2021. O tempo para visitação ocorreu de 19 a 24 deste mês, até a da realização dos lances para os lotes apresentados.

A integrante da comissão de leilões, Cleane Carlos, explicou que o objetivo primordial do evento foi limpar o pátio e dar destino aos veículos não procurados por seus proprietários. Ela ainda pontuou sobre o resultado do leilão.

"A expectativa era grande e foi atendida. Houve uma boa procura pelos lotes colocados à disposição para compra. É importante ressaltar que além do que foi arrematado, tivemos os lotes 115 e 116 de sucatas inservíveis, que não tiveram empresa homologada para participar do leilão", destacou servidora.

Um dos destaques do leilão foi uma caminhonete modelo Amarok, de 2015/2016, branca. O lance inicial foi de R$ 10.200,00. O veículo foi arrematado por R$ 60.600,00, configurando-se como o lote com o valor mais expressivo. Ao final do leilão, o valor contabilizado do que foi arrematado ficou em R$ 333.650,00.

Após o fechamento, começou a contar o prazo de 24 horas para que a pessoa que arrematou determinado item efetue o pagamento integral do boleto. É importante ressaltar que o montante final é definido após a confirmação da quitação do valor acordado, no momento do arremate, ou seja, após a confirmação do pagamento.

"Agora vamos fazer todo o acompanhamento, para que tudo seja fechado a contento. Se um dos compradores acaba não pagando o valor acordado, os penúltimo e antepenúltimo a darem lances assumem a peça em questão, caso ainda haja o interesse da parte deles, e isso pode, consequentemente, diminuir o número final", esclarece Cleane.

Dos valores arrematados e pagos, parte do que foi arrecadado é utilizado para cobrir as despesas com o processo licitatório. Outro montante é destinado à quitação de pendências como o tempo que o veículo ficou no pátio, guincho e outras despesas, conforme determina resolução do Conselho Nacional de Trânsito. Do quantitativo referente às tarifas, como pátio e guincho, 5% é destinado à SMTT, que tem a intenção de realizar outros leilões no decorrer de 2022.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados