Ricardo Mota
Ricardo Mota

Isnaldo Bulhões é o herdeiro dos Calheiros para federal, mas precisa de uma chapa

Ricardo Mota|

O MDB, partido do governador Renan Filho, está enfrentando dificuldades para montar sua chapa à Câmara Federal.

Faltam candidatos, e o único garantido na legenda é o já deputado Isnaldo Bulhões.

Aliás, ele também é o único representante do partido eleito por Alagoas, e lá chegou graças ao apoio dado pela família Calheiros. 

Bulhões se tornou o herdeiro dos votos do importante clã político local, quando a questão é a disputa de deputado federal.

A dose deve se repetir, com Bulhões recebendo, em 2022, a carga eleitoral calheirista. Só que vai precisar de mais gente para garantir a manutenção da sua vaga em Brasília.

Quem vai somar com ele, para que o MDB consiga ao menos uma cadeira na Câmara Federal? 

(Lembrando que em 2018 apenas JHC alcançou, sozinho, o quociente eleitoral - o número mínimo de votos para conquistas uma vagas.)

Daniel Barbosa e Alfredo Gaspar são os prováveis integrantes de um Chapão em tamanho reduzido (que ainda pode ter Marcius Beltrão). E se forem confirmados, sem os tradicionais “escadas”, cotados a peso de ouro, só um deles terá chance real.

É a consequências objetiva do fim das coligações.

SOBRE O AUTOR

Jornalista, escritor e músico.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados